Relações económicas com o exterior

13,249 views
13,088 views

Published on

Published in: Education
3 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • eu amo voce
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • es todo bom
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • mto bm ehehegh
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total views
13,249
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
151
Actions
Shares
0
Downloads
301
Comments
3
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Relações económicas com o exterior

  1. 1. Relações Económicas com o Exterior Internacionalização das Empresas Portuguesas
  2. 2. - Qual é a importância da Internacionalização? - Que condições precisa uma empresa de satisfazer para se expandir com sucesso? - As empresas portuguesas no contexto de internacionalização.
  3. 3. Importância da Internacionalização A internacionalização ( aposta em mercados externos) permite às empresas: - Ter mais facilidade em obter matérias-primas; - Ter acesso a um mercado mais alargado, com um número maior de possíveis consumidores; - Obter factores de produção a um preço mais baixo.
  4. 4. Condições para a Internacionalização <ul><li>Para se expandir com sucesso, uma empresa necessita de: </li></ul><ul><li>- Fazer estudos de mercado para determinar o local ideal para se expandir; </li></ul><ul><li>- Analisar os seus resultados líquidos e compará-los com empresas do mesmo sector sedeadas no mercado de expansão para avaliar as hipóteses de ser bem sucedida nesse mesmo mercado; </li></ul><ul><li>- Produzir algo que seja inédito no mercado alvo ou que, tendo as mesmas características, seja produzido pela empresa a preços mais baixos dos praticados nesse mercado. </li></ul>
  5. 5. Internacionalização das empresas portuguesas <ul><li>As empresas portuguesas, no campo da internacionalização, caracterizam-se por: </li></ul><ul><li>- não terem dimensão suficiente , salvo raras excepções, para garantir uma </li></ul><ul><li>expansão eficaz, que tenha boas </li></ul><ul><li>possibilidades de ser bem </li></ul><ul><li>sucedida; </li></ul><ul><li> - apostarem, essencialmente, nos </li></ul><ul><li>mercados com os quais têm mais </li></ul><ul><li>ligações, como os dos países de </li></ul><ul><li>Língua Oficial Portuguesa (PALOP) e os países da UE. </li></ul>
  6. 6. Exemplos de Empresas Internacionais <ul><li>A EDP, a Portugal Telecom, entre outras, são exemplos de empresas portuguesas que conseguiram ter sucesso em mercados externos e que, por isso, devem servir de exemplo para outras empresas nacionais. </li></ul>
  7. 7. Importância da Fiscalidade <ul><li>A competitividade fiscal, no âmbito da UE ou de outro mercado comum, é um factor decisivo para que as empresas tenham as mesmas possibilidades de competir, visto que quem pagar menos impostos fica em vantagem relativamente a quem pague mais. </li></ul><ul><li>No contexto do actual mercado liberalizado, para isto acontecer basta que as empresas se situem em países diferentes, o que fará com que a mesma actividade, com os mesmos actos de gestão possa apresentar resultados diferentes, porque a matéria tributável em cada país também difere. </li></ul>
  8. 8. A Fiscalidade na UE <ul><li>A UE tem vindo a fazer esforços para reduzir as disparidades das politicas fiscais dos diferentes estados-membros. Só assim poderá melhorar a concorrência e fazer com que os Estados não interfiram no mercado, para que todas as empresas tenham as mesmas possibilidades de competir num mercado liberalizado que abrange muitos países. </li></ul>
  9. 9. Investimento de Portugal no Estrangeiro
  10. 13. Investimento Directo Estrangeiro em Portugal
  11. 17. Conclusão A expansão para mercados extra-nacionais, Internacionalização , tem que ser bem reflectida, sendo necessário fazer um estudo de mercado para ter a certeza que determinado país ou região é adequado para receber aquilo que é produzido pela empresa. Assim, é necessário verificar se a região alvo da expansão não tem o mercado saturado, por exemplo, ou se tem condições, a nível tecnológico, humano ou financeiro, para implementar determinado produto no seu mercado.
  12. 18. FIM <ul><li>Apresentação Realizada por: </li></ul><ul><li>Nuno Sousa nº19 </li></ul>

×