Your SlideShare is downloading. ×
0
Curso artigo junho2013 parte 2a
Curso artigo junho2013 parte 2a
Curso artigo junho2013 parte 2a
Curso artigo junho2013 parte 2a
Curso artigo junho2013 parte 2a
Curso artigo junho2013 parte 2a
Curso artigo junho2013 parte 2a
Curso artigo junho2013 parte 2a
Curso artigo junho2013 parte 2a
Curso artigo junho2013 parte 2a
Curso artigo junho2013 parte 2a
Curso artigo junho2013 parte 2a
Curso artigo junho2013 parte 2a
Curso artigo junho2013 parte 2a
Curso artigo junho2013 parte 2a
Curso artigo junho2013 parte 2a
Curso artigo junho2013 parte 2a
Curso artigo junho2013 parte 2a
Curso artigo junho2013 parte 2a
Curso artigo junho2013 parte 2a
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Curso artigo junho2013 parte 2a

161

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
161
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. http://publicarempsicologia.blogspot.com/
  • 2. O que é?► É um texto técnico-científico, escrito por um ou maisautores, de acordo com as normas editoriais de umdeterminado periódico.Como pode ser gerado?► A partir da síntese de uma dissertação ou tese, o relato deuma pesquisa científica, o relato de uma experiência ou arevisão de um determinado tema.Artigo Científico
  • 3. Pesquisa► Só está completa quando seus resultados sãocompartilhados com a comunidade científica(APA).Compartilhar – várias maneiras (canais)mais tradicional é a publicação científicaHoje – Artigo científicoArtigo Científico
  • 4. ► O “termo „manuscrito‟ e o termo emInglês paper são usados em relação aodocumento escrito pelos autores e enviadopara apreciação pelo periódico ou editora.”(Spector, 2002, p. 71, grifo do autor).ManuscritoAtençãoAntes de submeter seu manuscrito para uma determinada revista,conheça o perfil da publicação.Consulte as Normas Editorias
  • 5. Conhecendo a RevistaFator deImpacto:0,439
  • 6. Conhecendo a RevistaFator deimpacto: 1,09
  • 7. Conhecendo a Revista
  • 8. Conhecendo a Revista
  • 9. ► Relato de pesquisa (artigo original):“investigação baseada em dados empíricos,utilizando metodologia científica”.Aparecem na seqüência:Introdução, Método, Resultado, Discussão eConclusão10 a 12 páginas impressas na publicação (incluindoresumos, texto, figuras, tabelas e referências).Tipos de Contribuições
  • 10. ► Revisão da literatura: “análise de um corpo abrangentede investigação (...)”.Analisa e discute informações já publicadas.● ± 10 a 12 páginas impressas na publicação .Aparecem na sequência:Introdução, Método, Resultado, Discussão eConclusãoTipos de Contribuições
  • 11. ► Revisões sistemáticas:Revisões sistemáticas são investigações científicas, com metodologiadefinida “a priori” por um protocolo, empregando estudos originais comosua “população”. (Berwanger, Zuzumura, Buerhler, & Oliveira, 2007). Oobjetivo da revisão sistemática é sintetizar os resultados de estudosprimários utilizando estratégias que diminuam a ocorrência e errosaleatórios e sistemáticos. Na revisão sistemática os sujeitos de pesquisassão os trabalhos científicos publicados, pode ser em forma de artigocientífico (preferível), dissertações e tese ou trabalho de evento, desdeque seja publicado em forma de anais. As revisões sistemáticas não serestringem a estudos sobre tratamentos e podem abranger estudosobservacionais, prognósticos e diagnósticos, entre outros.Berwanger, O., Suzumura, E. A., Buehler, A. M., & Oliveira, J. B. (2007). Comoavaliar ciriticamente revisões sistemáticas e metanálises? Revista Brasileira deTerapia Intensiva, 19(4),475-480.Tipos de Contribuições
  • 12. ► Relato de experiência profissional:“estudos contendo experiências profissionais,desenvolvidas ou em desenvolvimento, queapontam propostas de interesse para a área dePsicologia”.De acordo com as normas da revista Psicologia Teoria ePesquisa e Psicologia USPTipos de Contribuições
  • 13. ► Outros tipos de contribuições:• Comunicações breves• Artigos de atualização• Cartas aos editores• Resenhas• Ensaios• Debates• Traduções• Notas de pesquisa• Depoimentos e entrevistas• Ponto de vistaTipos de Contribuições
  • 14. ► Elementos pré-textuaisAntecedem o texto cominformações que ajudam na suaidentificação e utilização.Elementos pré-textuaisElementos textuaisElementos pós-textuaisABNT (NBR 6022, 2003, p. 3)Revistas da Área de PsicologiaTítulo e subtítulo (se houver)Nome(s) do(s) autor(es)Resumo na língua do textoPalavras-chave na língua do textoTítulo e subtítulo (se houver) em línguaestrangeiraResumo em língua estrangeiraPalavras-chave em língua estrangeiraEstrutura e Conteúdo do ArtigoCientífico
  • 15. ► Elementos textuaisParte do trabalho onde é expostoo trabalho.Elementos pré-textuaisElementos textuaisElementos pós-textuaisABNT (NBR 6022, 2003, p. 3)Revistas da Área de PsicologiaIntroduçãoDesenvolvimento(Método, Resultados, Discussão,Conclusão ou ConsideraçõesFinais)Estrutura e Conteúdo do ArtigoCientífico
  • 16. ► Elementos pós-textuaisElementos que complementam otrabalho.Elementos pré-textuaisElementos textuaisElementos pós-textuaisNota(s)ReferênciasApêndice(s)Anexo(s)ABNT (NBR 6022, 2003, p. 3)Revistas da Área de PsicologiaEstrutura e Conteúdo do ArtigoCientífico
  • 17. ► É o elemento chave que faz o leitor optar, ou não, pelaleitura do documento.► Em geral, é a última parte do artigo a ficar pronto.Lembrem-se: o título é a parte maislida do seu trabalho. Capriche!Em revisões: é elemento de seleção dosestudos!TítuloAssim:► Deve em poucas palavras representar o conteúdo do artigo.
  • 18. ► Características: 1) clareza; 2) criatividade; 3) qualidadedos termos.► Extensão (máximo de 12 palavras – APA).Dicas:► Indicar no título o local (região) de pesquisa, somentequando for o ponto central do estudo – “Todo estudo é feitoem algum lugar, mas nem todo lugar deve constar no título”(Volpato, 2010).► Indicar no título nome de “espécie” somente quando aespécie citada no estudo for relevante (Volpato, 2010).► Evite siglas e títulos muito longos ou que contenhamexpressões como "Considerações acerca de...“ - "Um estudoexploratório sobre...".Título
  • 19. ► Informações apresentadas em seguida ao título, “visandoesclarecê-lo ou complementá-lo de acordo com o conteúdo dapublicação” (ABNT, 2003, p. 2).► A ABNT orienta também que o subtítulo deve serdiferenciado tipograficamente ou separado por dois-pontos.Publicações periódicas: um enfoque para a revista científicaSubtítuloExemplo:
  • 20. ► Algumas revistas solicitam também aos autores queenviem um título resumido do trabalho, para inclusão nalegenda das páginas do artigo quando publicado na revista.Exemplos:Título: Imobilidade tônica e imobilidade do nado forçadoem cobaiasTítulo abreviado para legenda: Imobilidade na cobaia_____________Título: Gravidez do primeiro filho: papéis sexuais,ajustamento conjugal e emocionalTítulo abreviado para legenda: Gravidez do primeirofilhoNota. Extraídos de: Revista de Etologia (2006, vol. 8, n. 2) e Psicologia: Teoria e Pesquisa (2008, vol.24, n. 2):Título Resumido

×