Your SlideShare is downloading. ×
Cartilha gestante
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Cartilha gestante

3,908
views

Published on


0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
3,908
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
183
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Orientação Alimentar para GestantesAlimentar-se bem é fundamental para uma gestação sem riscos, garantindoa saúde da futura mamãe e de seu bebê.
  • 2. A alimentação da gestante determina a evolução da gravidez, ascondições do parto, da lactação e da própria saúde da mãe a da criança.Uma boa alimentação previne inchaços, prisão de ventre, varizes, pressãoarterial alta ou baixa, cansaço excessivo, tonturas, vômitos constantes,ausência ou insuficiência de leite e o comprometimento de um bomdesenvolvimento do bebê. Em geral, o cardápio das grávidas tem pouca gordura, muitas frutas,cereais e vegetais, além de derivados do leite. Carboidratos: Uma boa dieta tem como base os chamadoscarboidratos complexos, presentes no cereais, pães, arroz e vegetais dafamília das batatas. Dê preferência as integrais e procure evitar os doces. Gorduras: Os lipídeos ajudam na absorção das vitaminas e sãoimportantes para a proteção das células. O exagero é que faz mal! Por isso,evite frituras e doces. Peixes, óleo de oliva, girassol, milho e amendoim sãofontes ricas em gorduras “do bem”. Proteínas: São essenciais para o crescimento do feto. Quem tem ohábito de comer carne e laticínios provavelmente já consome o necessáriopara uma gravidez sem sustos. Gestantes podem e devem abusar do arroz com feijão. A combinaçãoé rica em proteína e pobre em gordura. Fibras: Grávidas costumam reclamar de constipação intestinal. Paraevitar o incômodo, lembre-se de consumir alimentos ricos em fibras.Frutas, vegetais e grãos são boas fontes. Quanto mais, melhor. Líquidos: Beba água e sucos naturais sempre que sentir sede. Eviteos refrigerantes que tem muito açúcar. Vitaminas pré-natais: Algumas mulheres precisam ingerir dosesextras de vitaminas e minerais durante a gestação, mesmo se alimentandocom qualidade. As mais comuns são: • Acido Fólico: Previne malformações do feto durante o início da gestação. Naturalmente está presente nas verduras, no feijão, no amendoim, nos cereais e na carne de fígado. • Cálcio: Vital para a formação dos ossos e dentes do bebê. As melhores fontes de cálcio são os laticínios. Abuse do leite, beba de quatro a cinco copos por dia, dê preferência a versões desnatadas. Folhas, sardinhas e salmão também são ricas na substância. • Ferro: Produz sangue extra. As fontes naturais são a carne vermelha, o fígado, as folhas verdes escuras, frutas secas, ovos, lentilhas, espinafre e feijão.
  • 3. Orientações Gerais • A alimentação deve ser monitorada a partir do primeiro mês de gravidez, para garantir sua saúde e disposição e contribuir para a boa formação do bebê. • Evite jejuns prolongados para não sentir fraqueza. • Fracione as refeições em 6 a 8 vezes por dia com pequenas quantidades. • Mastigue devagar. • Consuma alimentos com baixo teor de gordura. • Consuma bastante líquidos, beba pelo menos 8 copos de água por dia, menos durante as refeições. • Aumente o consumo de leite e derivados, ingira no mínimo três xícaras de leite por dia. • Reduza o consumo de sal na preparação dos alimentos, em enlatados, salame, azeitona, queijo parmesão. Sal em exagero aumenta a retenção de líquidos no organismo provocando inchaço e pressão alta. • Consuma folhas cruas na forma de saladas temperadas com limão, que é fonte de vitamina C. • Consuma pelo menos três frutas por dia, além de legumes e verduras no almoço e jantar. Esses alimentos são ricos em fibras que previne a prisão de ventre, muito comum na gestação. Verduras: folhas verdes, agrião, alface, brócolis, couve, etc. Legumes: abóbora, cenoura, chuchu, repolho, beterraba, quiabo, jiló, etc. • Feijão ou ervilha ou lentilha ou soja: 2 vezes ao dia, almoço e jantar. • Carnes (aves, peixes e carne bovina): 2 vezes ao dia. • Cereais (arroz, milho, aveia) ou massas (macarrão, farinhas) ou raízes e tubérculos (batata, mandioca inhame, cará, batata doce): 2 vezes ao dia. • Pão (ou biscoito ou cuscuz ou aveia ou beiju ou fubá): 2 vezes ao dia. • Evite alimentos que prejudiquem a alimentação saudável tais como: salgadinhos, frituras, alimentos gordurosos, refrigerantes, balas, doces, bebidas alcoólicas, café. • Não fume. • Evite excesso de açúcar e óleo. Alimentar-se adequadamente reduz o desconforto digestivo e aocorrência de náuseas e vômitos evitando a perda de peso.
  • 4. Náuseas e Vômitos • Evitar jejuns prolongados, fracionando as dietas. • Ingerir alimentos mais secos (pães, torradas), ricos em carboidratos, de fácil digestão e fonte de energia, na primeira refeição do dia. • Evite beber líquidos durante as refeições nos intervalos beba líquidos gelados (normalmente tem melhor aceitação). • Eliminar frituras, alimentos gordurosos, condimentos com odores fortes. • Ingerir pequenos volumes da dieta em maior freqüência. • Não deite logo após as refeições. • Evitar momentos de estresse e ansiedade. * Água-de-coco, maçã e laranja ajudam a repor o potássio em caso de vômitos freqüentes. A azia é uma sensação de queimação causada por irritação ouinflamação do esôfago, em consequência das agressões sofridas por umamá alimentação. Na gravidez a mulher passa por um processo de retenção de líquidomuito grande, a musculatura do esôfago com essa retenção passa afuncionar de uma forma inadequada, e com o crescimento do útero faz umaumento da pressão sobre o estômago que também pode causar azia. Azia • Não tomar refrigerante. • Evitar excesso de gordura, frituras e doces concentrados. • Condimentos, como pimenta e canela. • Não ingerir bebida alcoólica nem fumo. • Couve-flor, brócolis, chocolate, café, chá preto, chá mate. • Conservantes, como embutidos e enlatados. • Mastigar devagar. • Evitar deitar após as refeições e elevar a cabeceira da cama.
  • 5. O hormônio progesterona relaxa os músculos dos intestinos durante agravidez e algumas mulheres passam a sofrer prisão de ventre. Prisão de Ventre • Aumente a ingestão de fibras (cascas, bagaços, sementes de frutas e verduras cruas, frutas secas, grãos, cereais). • Consuma bastante líquidos, preferencialmente água, beba de 1,5 a 2 litros por dia. • Aumente o consumo de alimentos integrais. • Consuma gérmen de trigo, mamão, ameixa, aveia. • Mastigue devagar. Surgem opiniões de amigos e familiares que afirmam que a gestante“deve comer por dois”. É importante que a futura mamãe saiba que, muitasdestas afirmações são mitos, que podem prejudicar a saúde da mãe e dobebê. Se a gestante consumir calorias além do que necessita, a energia nãoserá utilizada para o bem do bebê, mas sim, ficará armazenada no corpocomo gordura localizada. Ganhar peso excessivamente no período gestacional ou iniciar esseperíodo com sobrepeso ou obesidade são fatores de risco paracomplicações como diabetes, hipertensão e pré-eclâmpsia. Gestante Obesa ou com Sobrepeso • Evitar consumir alimentos gordurosos como chocolates, doces cremosos e frituras. • Evite o consumo exagerado de gorduras saturadas (carnes vermelhas, laticínios) • Dê preferência a hortaliças, frutas e sucos de frutas naturais nos intervalos entre as refeições. • Mastigue bem. • Não abuse na ingestão de pães brancos, massas, farináceos e açúcares. • Pratique exercícios físicos moderados. É errado que ao engravidar a mulher decida perder peso, pois estáinsatisfeita com “os quilos a mais”. Esta atitude pode levar a deficiência naformação do bebê e a graves conseqüências no crescimento dele. Enquanto a mãe espera o bebê, o corpo utiliza líquidos e energiavindo da alimentação para o crescimento do feto.
  • 6. Gestante com baixo peso ou peso inadequado • Seguir as ORIENTAÇÕES GERAIS sobre a alimentação. • Acrescentar óleo cru na comida já servida no prato (1 colher de sobremesa duas vezes ao dia). • Procurar o nutricionista para orientação individual no Centro de Saúde próximo a sua residência. O ferro é um mineral responsável por levar o oxigênio do ar querespiramos para todo o nosso corpo atravéz do sangue. É tambémimportante para a formação do sangue. Na gravidez a necessidade de ferro aumenta porque é preciso maiorquantidade de sangue para poder nutrir o bebê e levar oxigênio para ele. Para Evitar Anemia por Falta de Ferro • Coma arroz e feijão. • Carnes e vísceras (fígado, miúdos, rins, coração). • Folhas verde-escuras como: couve, vinagreira, taioba, espinafre, cheiro-verde, coentro, salsa, hortelã, acelga, agrião, brócolis, couve, beldroega, orapronóbis). • Semente de abóbora • Castanhas do pará, castanha de cajú. • Açucar preto ou mascavo, rapadura e melado de cana mas cuidado com o excesso. • Ervilha, lentilha, grão-de-bico, soja. • Consuma frutas ricas em vitamina C: laranja, tangerina, limão, acerola, mamão, abacate, caju, goiaba, manga. Procure consumi-las junto com almoço e jantar. • Evite ingerir nas refeições do almoço e jantar os seguintes alimentos: café, chá preto, chá mate, leite e derivados, farelos e refrigerantes. • A vitamina A melhora a absorção do ferro. Alimentos que encontramos vitamina A: beldroega, bertalha, caruru, coentro, orapronóbis, taioba, vinagreira, abóbora, cenoura, tomate e as frutas frescas de cor amarelo-alaranjada.*Coloque o feijão pra cozinha em uma panela de ferro com beterraba. Mulheres que não tem histórico de diabetes na família podem vir adesenvolver a doença, temporariamente, durante a gravidez. Esse risco émaior quando a mulher ganha muito peso durante o período de gestação,mais ainda se a mulher tiver idade acima de 35 anos. É um tipo de diabetes
  • 7. que tende a regredir espontaneamente, mas mesmo assim requer cuidadosporque pode afetar o bebê. Para evitar diabetes pré-gestacional • Evite ingerir muitas massas e doces. • Faça algum tipo de ginástica ou exercícios físicos. • Coma 5 ou 6 vezes por dia, nos mesmos horários e em intervalos regulares. • Ingerir os alimentos devagar. • Respeitar a qualidade e quantidade dos alimentos. • Beber bastante líquido. • Evitar comprar alimentos calóricos. • Evitar o uso de óleos e temperos industrializados para temperar saladas. • Dê preferência a carnes magras e sem gordura visível. • Evite enlatados, temperos industrializados e defumados. • Evitar bebidas alcoólicas, pois, entre outros males, são calóricas. • Se tiver vontade de comer doce, prefira comer uma fruta. • Evite momentos de estresse. • Evite o excessivo ganho de peso. • Faça atividades físicas. • Evite o fumo. • Faça certinho todos os exames pré-natais.* Cuidado com os produtos light e diet (apesar de apresentarem redução dealgum nutriente, nem sempre esta restrição é em calorias e gorduras). Fique longe disso! • Álcool – Causa deficiências mentais, retardo de crescimento e anormalidades comportamentais no bebês, atrapalha a fertilidade e pode ser causa de abortamentos e defeitos congênitos. • Tabagismo – Pode provocar abortos, recém-nascidos de baixo peso, defeito na coluna e crânio e má-formação. • Medicamentos para acnes – Alguns medicamentos como o acido retinóico, mesmo de uso tópico, podem causar má-formação ao nascer. • Cafeína – Além de estimulante, ela pode interferir na absorção de ferro e também causar náuseas e azia.
  • 8. Sugestão de CardápioCafé da manhã: • 2 fatias de pão integral ou 3 colheres de sopa de cereal integral • margarina light • 1 copo de leite ou iogurte desnatado ou uma fatia de queijo branco • 1 frutaLanche • 1 fruta ou 1 copo de suco de mamão com cenoura Almoço • 1 prato de salada crua variada • Hortaliças de cor amarela cozida • 3 colheres (sopa) de arroz • 3 colheres (sopa) de feijão • 1 porção de carne magra • 1 frutaLanche • 1 copo de suco ou de vitamina de frutas (mamão, banana, maçã) • 2 fatias de pão integral ou 3 bolachas água e sal • 2 fatias de mussarela Jantar • 1 prato de salada crua variada • 1 prato de sopa de legumes com batatas e macarrão • 1 porção de frango com ervilhas • 1 taça de salada de frutas Ceia • 1 copo de leite ou iogurte desnatado com aveia em flocos.