Identidade Corporativa APEE

  • 346 views
Uploaded on

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
346
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
5
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. 1
  • 2. SUMÁRIO: INTRODUÇÃO  IDENTIDADE VISUAL PAG.3  O QUE É A ASSOCIAÇÃO DE PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇAO? PAG.4 e 5 CONCEITUAÇÃO  A MARCA PAG.6 METODOLOGIA  MEMORIAL DESCRITIVO PAG. 7  SÍMBOLO PAG. 8  LOGOTIPO PAG.9  MALHA CONSTRUTIVA PAG. 10 e 11  MARCA PRETO E BRANCO PAG. 12  MARCA NEGATIVO PAG. 13  SOBRE FUNDOS PAG. 14  PADRÃO TIPOGRÁFICO PAG. 15  PADRÃO CROMÁTICO PAG.16  USO CORRECTO DA MARCA PAG.17  USO INCORRECTO DA MARCA PAG.18  REDUÇÃO MÁXIMA PAG. 19 NORMATIZAÇÃO  IMPRESSOS E PAPELARIA PAG.20 a 29  MATERIAIS DE ESCRITORIO PAG. 30 e 31  VESTUARIO PAG 32 e 33  MATERIAL ESCOLAR PAG. 34 a 36 2
  • 3. IDENTIDADE VISUAL A Identidade visual é um conjunto de elementos gráficos que irão formalizar a personalidade visual de um nome, ideia, produto ou serviço. A forma como as pessoas entendem e reagem á imagem que se pretende transmitir, depende da clareza e consistência da forma de comunicação. Por isso é crucial a qualidade e o rigor na implementação da marca. Este manual de identidade corporativa tem o objectivo de facilitar a sua correcta propagação, percepção, identificação e memorização. Apresenta um projecto de programação visual para Associação de Pais e Encarregados de Educação e descreve a elaboração da marca, logótipo, as cores, a tipografia, normatização, testes de legibilidade, redução, aplicações e o estilo gráfico com que deve ser comunicada. 3
  • 4. O QUE É A ASSOCIAÇÃO DE PAIS E ENCARREGADOSDE EDUCAÇÃO? A associação de Pais e Encarregados de Educação é um projecto da Escola Secundária Rocha Peixoto em que tem como objectivo estabelecer aproximação entre os pais/encarregados de educação e a escola. No dia 9 de Abril de 1985, foi criada a Associação de pais e encarregados de educação dos alunos da escola secundária Rocha Peixoto. A ultima Assembleia Geral Ordinária foi realizada no dia 15 de Outubro de 2010. Constituição da Associação: Capitulo I • Denominação, sede, objecto e duração Artº. 1º. – A associação adopta a denominação de “Associação de pais e encarregados de educação dos alunos da escola secundária rocha Peixoto”, e é constituída pelos pais e encarregados de educação dos alunos que frequentam e Escola Secundária Rocha Peixoto da Póvoa de Varzim e que nela se inscrevam como associados. Artº. 2º. – A associação é constituída nos termos e para o efeito de disposto na Lei número sete/setenta e sete, de um de Fevereiro, e demais legislação aplicável, que tem a sua sede nas instalações de Escola Secundária Rocha Peixoto de Póvoa de Varzim, sendo a sua duração ilimitada, e com início no dia de um de Março de mil novecentos e oitenta e cinco. Parágrafo único – A associação poderá transferir a sua sede para outro local dentro de cidade da Póvoa de Varzim, desde que tal seja aprovado em assembleia geral por maioria simples dos sócios presentes e sob proposta da direcção. Artº. 3º. – A associação terá por objecto assegurar a mais estrita colaboração entre os corpos docente e discente e os encarregados de educação dos alunos, no sentido da sua máxima valorização, procurando estabelecer o veículo de ligação entre a família e a escola, competindo-lhe nomeadamente: a) Participar nos termos legais, na definição de política do ensino; b) Emitir o parecer sobre o regulamento interno da escola; c) Colaborar com os órgãos directivos da escola em actividades culturais e recreativas, mormente fomentado um racional e equilibrado aproveitamento dos tempos livres, e levar à prática outras actividades congéneres da sua própria iniciativa; d) Ser o porta-voz dos seus sócios perante órgãos directivos da escola, e bem assim perante quaisquer entidades oficiais e particulares, em tudo que respeita à educação e formação e instalação dos alunos, dando conhecimento àqueles ou à associação, se existir, de tudo quanto se entender necessário; e) Contribuir para o desenvolvimento e fortalecimento da solidariedade e amizade entre professores, pessoal de apoio da escola, pais, encarregados de educação e associação de alunos da escola; f) Estabelecer ligações e colaborar com associações congéneres, tanto nacionais como internacionais; g) Fomentar a realização de palestras, colóquios e exposições, visando o esclarecimento dos pais e encarregados de educação, sobre problemas de educação, saúde, orientação profissional ou assunto similares. Artº. 4º. – A associação é rigorosamente apartidária politicamente e respeitando integralmente a liberdade religiosa, subordinando, porém, a sua actuação e princípios à Declaração Universal dos Direitos de Homem, mormente ao disposto no seu artigo vigésimo sexto, bem como à Declaração dos Direitos da Criança. Capitulo II Dos Sócios Secção “A” 4
  • 5. Categoria de Sócios Art º. 5º. – Há duas categorias de sócios: a) Sócios efectivos; b) Sócios honorários. Artº. 6º. – Serão sócios efectivos os pais e encarregados de educação dos alunos da escola rocha Peixoto que requeiram a sua inscrição, podendo esta ser individual ou do casal, considerando como unidade. Artº. 7º. – São sócios honorários os indivíduos ou pessoas colectivas que, tendo contribuído por qualquer modo para a dignificação da escola e bem assim para a defesa dos direitos das crianças, enquanto alunos, promovendo a sua educação e valorização social para o enriquecimento de forma relevante, do património social desta associação, assim sejam reconhecidas em assembleia geral, sob proposta da direcção, sendo a deliberação tomada pela maioria dos sócios presentes na assembleia. Secção “B” Direitos e deveres dos Sócios Art º. 8º. – Os direitos e deveres dos sócios bem como a indicação das causas que determinem a perda daquela qualidade, serão objecto do regulamento a elaborar pela associação. Capitulo III Dos corpos gerentes Artº. 9º. – Os corpos gerentes da associação são a assembleia geral, a direcção e conselho fiscal. Artº. 10º. – A assembleia geral é constituída por todos os sócios efectivos, sendo a respectiva mesa composta por um presidente e dois secretários e três substitutos. Artº. 11º. – A direcção é composta por sete elementos, dos quais um presidente, um vice presidente, um tesoureiro, um secretário, três vogais, havendo também dois vogais substitutos. Artº. 12º. – O conselho fiscal será constituído por um presidente, um relator, um vogal e um substituto. Artº. 13º. – Todos os membros dos órgãos de gestão serão nomeados anualmente e exercem os seus cargos gratuitamente. Artº. 14º. – Serão objecto de regulamento, as matérias relativas ao funcionamento e competência da assembleia geral e respectiva mesa, bem como da direcção, conselho fiscal e ainda as matérias respeitantes à eleição e destituição dos respectivos membros e às receitas da associação. Capitulo IV Dissolução da associação Artº. 15º. – A associação poderá ser dissolvida quando uma assembleia geral convocada para o efeito, assim o delibere com o voto favorável de três quartos do número dos sócios efectivos. Artº. 16º. – A assembleia geral que delibere sobre a dissolução da associação, deverá eleger uma comissão liquidaria composto pelo mínimo de cinco elementos que no prazo de trinta dias deverá proceder à liquidação. Artº. 17º. – Em caso de dissolução os bens da associação reverterão a favor da Escola Secundária Rocha Peixoto, se outra coisa não for determinada por lei. Capitulo V Regulamentos Artº. 18º. – Os regulamentos internos que forem elaborados pela assembleia geral ou pela direcção com aprovação da assembleia geral serão obrigatórios para todos os associados. 5
  • 6. A MARCA É o elemento gráfico principal que compõe uma identidade visual. A marca é todo o sinal distintivo, visualmente perceptível, que identifica e distingue produtos e serviços de outros análogos, de procedência diversa, bem como certifica a conformidade dos mesmos com determinadas normas ou especificações técnicas. A marca pode ser representada graficamente por uma composição de um símbolo e/ou logótipo, tanto individualmente quanto combinados, sobre um produto, um serviço ou uma empresa, ou seja, pode se apresentar de três maneiras: Nominativa: é constituída por uma ou mais palavras do alfabeto romano, compreendendo, também, os neologismos e as combinações de letras e/ou algarismos romanos e/ou arábicos. Figurativa: é constituída por desenho, imagem, figura ou qualquer forma estilizada de letra e numero, isoladamente, bem como dois ideogramas de línguas tais como o japonês, chinês, hebraico, etc. Mista: é constituída pela combinação de elementos nominativos e elementos figurativos ou de elementos nominativos, cuja grafia se apresente de forma estilizada. Ela funciona como uma ferramenta de comunicação entre as empresas, instituições e os clientes, que, em um nível global, apresentam-se cada vez mais distantes. A marca é considerada um dos elementos – chave para o estabelecimento de um programa de identidade corporativa, que é um sistema cuidadosamente projectado de todos os elementos visuais. A identidade corporativa se manifesta de varias maneiras: ela pode aparecer na marca gráfica da empresa, nas suas comunicações ( interna e externa ), no seu ambiente de produção ou atendimento, no tratamento que da ao seu cliente, nas apresentações dos seus profissionais, no seu material impresso, no seu nome, no seu portefólio de produtos e etc. Todas essas manifestações contribuem para a construção da imagem corporativa. Ela é constituída por retalhos do que a empresa é, do que a empresa faz e do que a empresa diz. A assinatura visual da Associação de Pais e Encarregados de Educação, também denominada por marca, é a configuração mínima da entidade. A partir da sua elaboração, constituiu-se todo um sistema de Identidade Visual para representa-la. 6
  • 7. MEMORIA DESCRITIVA No símbolo estão presentes: - Uma roda, símbolo da escola industrial e comercial que agora é a Escola Secundária Rocha Peixoto; - Um barco, símbolo da pesca, porque a Povoa de Varzim se situa junto ao mar; - Duas pessoas, simboliza um pai/encarregado de educação e o seu educando. 7
  • 8. SÍMBOLO O símbolo é um desenho gráfico que, com o uso subsequente, passa a ser associado á imagem da empresa, instituição ou o que mais se objective representar. O símbolo compreende a parte pictórica da marca e é mais rico em significados. O símbolo esta disposto desta forma de maneira a que o pai/encarregado de educação esteja mais próximo do seu educando e da escola onde ele estuda. 8
  • 9. LOGOTIPO O logótipo é um dos elementos gráficos de composição de uma marca. O logótipo pode acompanhar ou não o símbolo e completar-lhe o significado, mas também deve ser reconhecido como elemento autónomo e representativo da marca. 9
  • 10. MALHA CONSTRUTIVA A malha de construção é a organização especial da marca e tem como objectivo a orientação para uma perfeita reprodução manual das assinaturas virtuais. A malha deve ser utilizada para a reprodução da marca em suportes tridimensionais como placas, etc. 10
  • 11. 11
  • 12. MARCA PRETO E BRANCO 12
  • 13. MARCA NEGATIVA 13
  • 14. FUNDOS Cor: azul C: 58 M: 29 Y: 0 K: 0 Cor: laranja C: 0 M: 58 Y: 75 K: 0 Cor: castanho C: 35 M: 73 Y: 97 K: 0 14
  • 15. PADRÃO TIPOGRÁFICO A tipografia é outro componente imprescindível em uma identidade visual, tem por função assegurar legibilidade e garantir a coerência e a uniformidade de mensagens visuais. Para tanto, faz-se imprescindível a utilização de um único tipo de caracteres e, obviamente, de suas variações, tais como: normal, itálico, negrito e negrito-itálico. A Associação de Pais e Encarregados de Educação utiliza a tipologia Mccgannhan. Versão caixa alta e baixa: Aa Bb Cc Dd Ee Ff Gg Hh Ii Jj Ll Mm Nn Oo Pp Qq Rr Ss Tt Uu Vv Xx Zz Yy Ww Çç 15
  • 16. PADRÃO CROMÁTICO 16
  • 17. USO CORRECTO DA MARCA 17
  • 18. USO INCORRECTO DA MARCA Os usos incorrectos mais frequentes: baixo contraste, distorções de proporção, cores incorrectas e alteração dos elementos componentes da marca. Outros casos, como reduções acima do limite mínimo estabelecido e invasão da área de não interferência em aplicações da marca também são considerados usos incorrectos. Versões incorrectas – alteração dos elementos componentes Distorção dimensional Cores incorrectas 18
  • 19. REDUÇÃO MAXIMA Para se preservar a legibilidade e integridade da Associação de Pais e Encarregados de Educação, define-se neste manual as dimensões mínimas de sua redução. Símbolo com logótipo não deverá ser reduzida mais do que 5,5 centímetros abaixo especificados, se for só o símbolo pode ser reduzido até 1 centímetro. 5,5 cm 1 cm 19
  • 20. PAPEL TIMBRADO Descrição: Formato: A4 – 21,0 cm x 29,7 cm Papel reciclável 70g 20
  • 21. ENVELOPE C4 Frente 21
  • 22. Verso Descrição: Formato: 22,9cm x 32,4 cm Papel: kraft 130g 22
  • 23. ENVELOPE C5 Frente Verso Descrição: Formato: A5 – 15,8 cm x 22,0 cm Papel: kraft 110g 23
  • 24. ENVELOPE C6 Frente Verso Descrição: Formato: A6 – 11,5 cm x 15,8 cm Papel: kraft 80g 24
  • 25. ENVELOPE DL SEM JANELA Frente Verso Descrição: Formato: 24,3 cm x 12,4 cm Papel: kraft 90g 25
  • 26. ENVELOPE DL COM JANELA Frente Verso Descrição: Formato: 24,3 cm x 12,4 cm Papel: kraft 90g 26
  • 27. BLOCO DE NOTAS Descrição: Formato: 12,5 cm x 14,5 cm Material: encadernação superior em espiral marrom Capa: papel reciclado 27
  • 28. Miolo: 100 folhas de papel reciclado AGENDA Descrição: - Caderno formato 11x20 cm com espiral - Capa em papel reciclado 210g, miolo em papel reciclado com 370 páginas 28
  • 29. MARCADOR DE TEXTO Frente Verso Descrição: Formato: 13,4 x 3,2 cm Papel: Reciclável 150g 29
  • 30. CANETA Descrição: Esferográfica com o corpo em plástico translúcido e com detalhes em prata. Clique metálico leve e anatómico. 30
  • 31. LÁPIS Descrição: lápis de madeira com uma borracha na extremidade 31
  • 32. T-SHIRT EM ALGUDÃO Frente Verso Descrição: Na parte da frente símbolo da associação vem impresso no canto inferior esquerdo, no verso esta o símbolo da escola a preto e branco. 32
  • 33. BONÉ Descrição: - Tecido: Brim - Regulador: Fivela de ferro - Aba com Pesponto 33
  • 34. MOCHILA Mochila rapariga Mochila rapaz Descrição: Plástica, ergonómica e discreta; - Bolso maior frontal: interior reforçado com espuma (caso seja necessário transportar algum aparelho) exemplo: computador portátil; - Bolso menor frontal: transporte de pequenos objectos; - Alças almofadadas para maior conforto. 34
  • 35. PORTA LAPIS 1. 2. 1. Descrição: Tecido: Brim 2. Descrição: Material: Plástico 35
  • 36. MALA PARA PORTATIL Descrição: Plástica, ergonómica e discreta; - Bolso maior frontal: interior reforçado com espuma para maior segurança do aparelho; - Bolso menor frontal: transporte de pequenos objectos; - Alça almofadada para maior conforto. 36