Uma análise ao estado actual da plataforma de Serviços Web para negócio electrónico

299 views
225 views

Published on

Published in: Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
299
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Uma análise ao estado actual da plataforma de Serviços Web para negócio electrónico

  1. 1. XATA 2006 “Em construção”Uma análise ao estado actual da plataforma de Serviços Web para negócio electrónico miguel.pardal@dei.ist.utl.pt 10 de Fevereiro de 2006
  2. 2. Sumário • Motivação – Serviço Web – Plataforma de serviços Web – Problema • Propostas actuais • Proposta do artigo • Conclusão – Trabalho futuro2006-02-10 Plataforma de serviços Web para negócio electrónico 2
  3. 3. Sumário • Motivação – Serviço Web – Plataforma de serviços Web – Problema • Propostas actuais • Proposta do artigo • Conclusão – Trabalho futuro2006-02-10 Plataforma de serviços Web para negócio electrónico 3
  4. 4. Motivação• Tese de mestrado – “Avaliar os mecanismos de segurança da plataforma de serviços Web”• Mas, exactamente, ... – O que é um serviço Web? – O que é a plataforma de serviços Web2006-02-10 Plataforma de serviços Web para negócio electrónico 4
  5. 5. Serviço Web(Web Service)• Conjunto de tecnologias• Proposto pela indústria informática• Para interligar processos e aplicações• Trocando informação em XML• Comunicando com protocolos Internet e outros2006-02-10 Plataforma de serviços Web para negócio electrónico 5
  6. 6. Âmbitos de utilização de serviços Web2006-02-10 Plataforma de serviços Web para negócio electrónico 6
  7. 7. Plataforma de serviços Web• Infra-estrutura para aplicações de negócio electrónico• Requisitos não funcionais – Transacções – Segurança – Gestão• Princípios técnicos comuns – Orientação a mensagens – Encapsulamento – Autonomia – Composição – Interoperabilidade 2006-02-10 Plataforma de serviços Web para negócio electrónico 7
  8. 8. Normas de serviços Web• Plataforma – Princípio da composição aplica-se às normas• Norma – Princípio da interoperabilidade – Proposta inicial da indústria • Microsoft, IBM, Sun, Oracle, ... – Discutida e normalizada • IETF, W3C, OASIS, WS-I 2006-02-10 Plataforma de serviços Web para negócio electrónico 8
  9. 9. Problema• Dezenas de processos de normalização actualmente em curso• Com sobreposições e/ou contradicções• Falta visão cujos detalhes sejam coerentes• Consequências: – Plataforma instável – Risco elevado na adopção da tecnologia por clientes2006-02-10 Plataforma de serviços Web para negócio electrónico 9
  10. 10. Sumário • Motivação – Serviço Web – Plataforma de serviços Web – Problema • Propostas actuais • Proposta do artigo • Conclusão – Trabalho futuro2006-02-10 Plataforma de serviços Web para negócio electrónico 10
  11. 11. Propostas actuais• W3C [Booth04]• Microsoft [Cabrera04]• IBM [Wahli05]• [Kreger03]• [Wilkes05]2006-02-10 Plataforma de serviços Web para negócio electrónico 11
  12. 12. W3C [Booth04]2006-02-10 Plataforma de serviços Web para negócio electrónico 12
  13. 13. Microsoft [Cabrera04]2006-02-10 Plataforma de serviços Web para negócio electrónico 13
  14. 14. IBM [Wahli05]2006-02-10 Plataforma de serviços Web para negócio electrónico 14
  15. 15. [Kreger03]2006-02-10 Plataforma de serviços Web para negócio electrónico 15
  16. 16. [Wilkes05]2006-02-10 Plataforma de serviços Web para negócio electrónico 16
  17. 17. Sumário • Motivação – Serviço Web – Plataforma de serviços Web – Problema • Propostas actuais • Proposta do artigo • Conclusão – Trabalho futuro2006-02-10 Plataforma de serviços Web para negócio electrónico 17
  18. 18. Proposta do artigo• Problema da instalabilidade da plataforma – Resultado directo do seu grande potencial• Fidelidade aos princípios tecnológicos – Desde que a visão global seja coerente e os pontos de contacto estejam bem identificados não é necessário detalhar tudo!• Proposta de classificação unificada – Todas as propostas anteriores podem ser mapeadas nesta – Permite identificar como se relacionam entre si e umas com as outras 2006-02-10 Plataforma de serviços Web para negócio electrónico 18
  19. 19. Categorias de normas2006-02-10 Plataforma de serviços Web para negócio electrónico 19
  20. 20. Avaliação• Base com grande aceitação: – XML, SOAP, WSDL, UDDI• Extensões onde existem conflitos: – Mensagens em transportes diferentes do HTTP – Fiabilidade – Transacções – Descrição de recursos2006-02-10 Plataforma de serviços Web para negócio electrónico 20
  21. 21. Sumário • Motivação – Serviço Web – Plataforma de serviços Web – Problema • Propostas actuais • Proposta do artigo • Conclusão – Trabalho futuro2006-02-10 Plataforma de serviços Web para negócio electrónico 21
  22. 22. Conclusão• A plataforma de serviços Web tem problemas devidos ao seu crescimento rápido – Muito potencial – Muitas empresas interessadas• Mas se os princípios técnicos subjacentes forem seguidos, é possível incorporar esta diversidade• Contribuímos com uma proposta de classificação: – Unificação das principais propostas existentes – Identificação de dependências, sobreposições e contradições• Apoio à decisão – Adopção de tecnologia2006-02-10 Plataforma de serviços Web para negócio electrónico 22
  23. 23. Trabalho futuro• Manter actualização do levantamento efectuado• Avaliar normas em casos de estudo reais• Identificar limites das normas horizontais e necessidades de normas verticais – Banca – Seguros – Saúde – etc...2006-02-10 Plataforma de serviços Web para negócio electrónico 23
  24. 24. Perguntas e respostas Obrigado! Miguel Pardal miguel.pardal@dei.ist.utl.pt 2006-02-10 Plataforma de serviços Web para negócio electrónico 24

×