Processadores de servidores apresentação

2,310 views

Published on

Published in: Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,310
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
41
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Processadores de servidores apresentação

  1. 1. Módulo 9<br />Processadores de servidores<br />
  2. 2. Processadores de servidores<br /> A economia faz com que os componentes usados nos servidores sejam cada vez mais parecidos com os usados nos desktops, o que naturalmente inclui os processadores. Embora existam processadores específicos para uso em servidores, como o Sun UltraSPARC T1 (Niagara), a grande maioria dos servidores são baseados em processadores "domésticos", como o Core 2 Duo e o Athlon X2, ou mesmo em processadores de baixo custo, como o Celeron e o Sempron.<br />
  3. 3. Apesar disso, tanto a Intel quanto a AMD investem valores consideráveis nas suas linhas de processadores destinados a servidores: do lado da Intel temos a linha Xeon (pronuncia-se "zion") e do lado da AMD temos o Opteron. Ambas as plataformas são baseadas nas mesmas arquitecturas utilizadas nos processadores domésticos, mas oferecem algumas diferenças importantes no caso dos servidores, como o uso de maior memória cache, suporte a multiprocessamento e a presença de mais núcleos, recursos que podem ser implementados sem grandes mudanças no projecto do processador. Em geral, os novos projectos começam a sua carreira como chips para servidores (onde os fabricantes podem trabalhar com margens de lucro maiores) e só depois de algum tempo é que chegam ao mercado doméstico. Com isto, as linhas de processadores para servidores estão quase sempre um passo à frente.<br />
  4. 4. Processadores para servidores: Xeon da Intel<br />Xeon consiste numa série de processadores da Intel para servidores. Os modelos mais velhos adicionaram o nome Xeon ao nome dos processadores mais conhecidos, os modelos mais recentes acabaram por usar o nome Xeon sozinho. Os processadores Xeongeralmente têm mais cache e suportam multiprocessamento, isto é, 2 ou mais processadores na mesma motherboard. Modelos mais antigos associam o nome Xeon como processadores relacionados a nomes de desktop , porém os mais recentes modelos usam o nome Xeon para estes fins. <br /> O primeiro processador Xeon de dois núcleos trabalha a uma velocidade de 2,8 GHz, tem um barramento de 800 MHz, 2 MB de cache de nível 2 e suporta o chipset E7520. Tem também o Xeonquad-core L5420 e L5410, são 25% mais eficientes e tem uma cache 50% maior que o antigo e trabalham em baixo consumo de energia em aplicações empresariais.<br />
  5. 5. A Intel apresentou uma série de processadores de alto desempenho para desktops e servidores, levando o próximo nível de integração e inteligência aos computadores. A nova família de processadores Intel Core i5, Intel Core i7 e o processador Intel Xeon série 3400 trazem a mais nova micro arquitectura Nehalem da Intel para os mercados de desktop e servidores. Anteriormente conhecidos pelo nome de código “Lynnfield”, estes novos chips foram projectados para os consumidores que precisam do melhor desempenho possível para média digital, produtividade, jogos e outras aplicações mais pesadas. Os processadores Core i7 também oferecem suporte para a Tecnologia Intel Hyper-Threading que faz simular dois processadores tornando o sistema operativo mais rápido quando usa-se vários programas ao mesmo tempo. Combinadas, estas tecnologias dão aos utilizadores de computadores um desempenho inteligente quando necessário e a melhor eficiência no consumo de energia quando o computador é pouco usado.<br />
  6. 6. Processadores Xeon<br />
  7. 7. Processadores de servidores: Opteron da AMD<br /> O microprocessador Opteron da AMD, lançado em 21 de Abril de 2003, foi o primeiro a implementar a arquitectura AMD64 (também conhecida como x86-64). Com núcleo Sledgehammer (K8), destinava-se a competir nos mercados de servidores e desktops, particularmente no mesmo segmento dos processadores Intel Xeon.<br /> A arquitectura de 64 bits já existia para servidores (Itanium, UltraSparc) e para desktops de alto desempenho (PowerPC), mas o Opteron (assim como o Athlon 64) permite que sistemas operativos de 64 bits executem aplicações de 32 bits (arquitectura x86 ou IA32) sem recompilação.<br /> Em 21 de Abril de 2005 foi lançada a primeira versão com dois núcleos (dual core). Na época a AMD usava o termo multi-core, mas na prática era dual-core. Cada chip físico Opteron continha dois núcleos de processador. Isso efectivamente duplicou a performance de computação disponíveis para cada socket das motherboards.<br />
  8. 8. Existem duas principais diferenças entre o Opteron e os demais processadores da AMD.<br />Primeiro, vários modelos do Opteron permitem o multiprocessamento simétrico (SMP), ou seja, permitem trabalhar com mais de um processador na placa-mãe, enquanto que os outros processadores não.<br />Segundo, os processadores Opteron são identificados através de um “número de modelo” e o primeiro dígito deste número indica qual é o grau de processamento simétrico que o processador aceita: os modelos do Opteron começando com “1” não permitem multiprocessamento simétrico, enquanto que os modelos começando com “2” permitem multiprocessamento simétrico com até 2 processadores (ou seja, podendo instalar até dois processadores na mesma motherboard) e os modelos começando com “8” permitem multiprocessamento simétrico com até 8 processadores (podendo instalar até oito processadores na mesma motherboard).<br />
  9. 9. Processadores Opteron<br />
  10. 10. FIM<br />Trabalho realizado por: <br />António Ferreira nº 1<br />Francisco Silva nº 8<br />Tiago Neto nº 19<br />12º Tgei<br />

×