Tiragem: 23147                      Pág: 22

                                                                             ...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Novo herói nacional do Brasil é português

894

Published on

Senado homenageia português que acrescentoua ao Brasil 5 milhões de quilômetros quadrados

Published in: News & Politics, Travel, Business
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
894
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
8
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Novo herói nacional do Brasil é português

  1. 1. Tiragem: 23147 Pág: 22 País: Portugal Cores: Cor Period.: Diária Área: 26,63 x 29,98 cm² ID: 27948732 11-12-2009 Âmbito: Economia, Negócios e. Corte: 1 de 1 Adriano Machado/Bloomberg Novo herói O Senado do Brasil aprovou ontem a distinção do português Pedro Teixeira a herói nacional. nacional do Brasil é português Senado homenageia português que acrescentou ao Brasil cinco milhões de quilómetros quadrados. Hermínia Saraiva ‘Livro de Aço’, que pode ser visto herminia.saraiva@economico.pt no Panteão da Pátria e da Liberda- de Tancredo Neves. Cantanhede, cidade com 38 mil Afinal o que fez Pedro Teixeira? habitantes no centro de Portu- Comandou uma expedição de re- gal, está separada de Belém do conhecimento pelo rio Amazo- Pará por mais de 6.000 quiló- nas, que permitiu acrescentar ao metros. Mas as duas localida- Brasil cerca de 55% do que é hoje des, em lados opostos do considerado território nacional, Atlântico, estarão para sempre num total de cinco milhões de ligadas por um nome: Pedro quilómetros quadrados. “A sua Teixeira. O navegador portu- importância histórica radica no guês, de que poucos ouviram contributo dado para a consolida- falar, eixou Cantanhede em ção do domínio português na 1607 e permitiu que o Brasil Amazónia e no conjunto de infor- seja hoje um dos maiores países mações de natureza geográfica, do mundo. de conhecimento do território, Foi para garantir que o ‘Cu- que resultaram desta viagem”, ruia Catu’, ou homem branco explica Margarida Sobral Neto, bom, como era chamado pelos professora de História do Brasil na índios, não caia no esquecimento Faculdade de Letras de Lisboa. que o Senado brasileiro aprovou O português partiu, em Outu- ontem um projecto-lei que visa bro de 1637, de Gurupá com 70 incluir o nome de Pedro Teixeira soldados e 1.200 índios, e mais de no ‘Livro dos Heróis da Pátria’ ou seis dezenas de embarcações com destino à nascente do rio Amazo- nas. Pelo caminho foi demarcan- CRONOLOGIA do território que reclamou para Portugal. “O êxito deste portu- 1585 guês nunca foi devidamente re- conhecido porque Portugal estava É o ano provável do nascimento subordinado a Espanha na época. de Pedro Teixeira, em Cantanhede. Depois, quando houve a disputa 1607 em torno do Tratado de Tordesi- Parte para o Brasil onde vai lhas, os espanhóis mandaram defender os territórios sob destruir os registos porque eles a administração portuguesa davam sustentação à reivindica- ção de Portugal, de posse da Portugal Telecom lança prémio Pedro Teixeira 1614 maior parte da região amazóni- Em 19 de Novembro de 1614 defen- ca”, explica Aloizio Mercadante, O senador Aloizio Mercadante não ao mundo e de multiculturalidade que de com sucesso o forte da Nativi- o senador que esteve por trás da quer apenas que Pedro Teixeira inte- estão no epicentro da nossa actuação dade, em Guaxinguba. Em 25 de iniciativa de homenagear o expe- gre o Livro dos Heróis da Pátria. Mer- onde quer que nos encontremos”, diz Dezembro de 1615 parte de S. Luís, dicionário português. candante pretende que o expedicio- Zeinal Bava, CEO da PT, na hora de ex- em direcção ao Pará, para explorar, Amanhã passam 370 anos so- nário português conste das páginas plicar a razão de ser deste prémio. A conquistar e colonizar a região. bre o regresso de Pedro Teixeira dos livros escolares e seja lembrado empresa portuguesa, que através da que ao longo de dez mil quilóme- na história que se ensina nas escolas subsidiária Vivo vai instalar uma Esta- 1637 tros foi anotando tudo o que via: brasileiras. Um objectivo que terá ção de Rádio Base Pedro Teixeira, em Parte de Gurupá a 28 de Outubro “Viu umas ilhas desertas a que uma ajuda da Portugal Telecom que Belterra – para viabilizar o acesso à In- para a expedição que permitiria deu o nome Ilha das Areias, viu ontem anunciou o lançamento do ternet com banda larga móvel –, diz demarcar a Amazónia brasileira. outras a que chamou de Santa Lu- Prémio Pedro Teixeira, destinado a jo- ainda que disponibilizou recursos Chega a Quito, capital do Equador, zia. Quando chegou ao Peru já ti- vens dos 12 aos 18 anos de escolas em para “viabilizar a recuperação da me- no início de Novembro de 1938. nha uma cartografia construída, Portugal e no Brasil e que pretende mória fragmentada por percurso do de fauna, de flora, de etimologia e incentivar e premiar os trabalhos so- navegador, tendo para tal constituído 1639 economia”, conta Anete Ferreira, bre Pedro Teixeira. “Tem tudo a ver uma equipa de investigadores e histo- Regressa a Belém do Pará, onde São escassas as imagens que investigadora brasileira que tem com os nossos valores, a primazia do riadores que organizou a pesquisa de existem de Pedro Teixeira. morrerá em Junho de 1641, era en- centrado o seu trabalho na perso- conhecimento, a ousadia de desafiar um vastíssimo trabalho de recolha do tão governador de Belém do Pará. nagem de Pedro Teixeira. ■ o impossível e a atitude de abertura acervo de informação”. H.S.

×