Sonho

288 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
288
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
42
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Sonho

  1. 1. O sonho é uma experiência que possui significados distintos se forampliado um debate que envolva religião, ciência e cultura.
  2. 2. Para a ciência, é uma experiência deimaginação do inconsciente durantenosso período de sono.
  3. 3. Os sonhos noturnos são gerados, na buscapela realização de um desejo reprimido.
  4. 4. Recentemente, descobriu-se que atéos bebês no útero têm sono REM(movimentos rápidos dos olhos) esonham, mas não se sabe com o quê.
  5. 5. Existem 2 tipos de sonhos:Um é resultado de manifestaçãoinstintiva ou mecanismo inconscienteque revive lembranças de fatosocorridos no dia a dia, são maiscomuns quando ainda em sono leve.Este pouca importância e poucainfluência tem em nossa vida diária.
  6. 6. O outro tipo de sonho, porém, exercegrande influência em nossa vida, porisso vamos falar dele com bastantecuidado e detalhadamente.
  7. 7. Para entender realmente o que é essesonho, é preciso entender que quandodormimos, apenas o nosso corpofísico repousa.
  8. 8. O nosso espírito desliga-separcialmente do corpo físico enquantoeste está adormecido e volta ao planoespiritual onde participa ativamente dediversas atividades.
  9. 9. Quando o corpo físico vai acordar oespírito volta e reassume o seuinvólucro carnal, trazendo gravado aslembranças e imagens dasexperiências vividas na outradimensão da vida. Essas lembrançassão o que chamamos de sonhos.
  10. 10. Os sonhos absurdos com imagensirreais, lugares esquisitos, sãodistorções causadas pela grandediferença da relação tempo/espaçoque existe entre o plano físico(material) e o plano espiritual.
  11. 11. Apesar dessas diferenças há grandespossibilidades de entendermos edecodificarmos as mensagens dossonhos, muito embora para isso hajanecessidade de treino e conhecimentorelativo de si mesmo.
  12. 12. Isso porque no lado da vida espiritual asimagens e fatos que vivenciamos são muitosemelhantes com as imagens e fatos que lá nossão descritos por outras entidades espirituais.
  13. 13. Por exemplo, quando sonhamos queestamos participando de uma aula, emuma sala com vários outros alunos,quando acordamos teremos essaimagem na lembrança.
  14. 14. Essas imagens, porém, podem ser de umaatividade (aula) que realmente tenhamosparticipado lá no plano astral, como também,ser a lembrança de um diálogo tido com umespírito no qual ele nos tenha narrado algosobre uma sala de aula, ou nos aconselhado aparticipar de alguma aula.
  15. 15. Essa semelhança existe porque a formausada pelos espíritos para comunicarem-se não é a fala, como nós noscomunicamos, (mesmo porque o espíritonão tendo corpo físico não dispõe de umaparelho fonador).
  16. 16. A transmissão do pensamento,imagens, intenções, sentimentos, é feitade mente para mente de forma direta eclara, assim , quando um espírito querdizer para o outro que "viu uma praia",
  17. 17. ele passa para a mente do outro a imagem dapraia que ele viu, o que dá uma idéia muitomais clara do que a nossa forma decomunicação, e causa ao espírito que recebeua mensagem a impressão de ter visto aquelelocal, embora a tenha apenas recebido atravésda comunicação de outro.
  18. 18. Para a psicanálise o sonho é o "espaço pararealizar desejos inconscientes reprimidos". Opesquisador James Allan Hobson considerou"os sonhos mero subproduto da atividadecerebral noturna".
  19. 19. FORMATAÇÃO: LUZIA GABRIELEEMAIL: luziagabriele@hotmail.comFOTOS: INTERNETTEXTO: RONALDO CARDIMMÚSICA: ADAMO COMME FEMMEDATA: 01 DE MAIO DE 2013http://www.mensagensvirtuais.com.brhttp://www.mensagensvirtuais.com.br

×