Os pinheiros sabem quando

1,270
-1

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,270
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Os pinheiros sabem quando

  1. 1. Os pinheiros sabem quando é a Páscoa
  2. 2. Num domingo de Abril do ano passado, num dos passeios "para parte incerta", o meu marido conduzia serenamente, enquanto eu contemplava a paisagem.
  3. 3. A certa altura, notei que o meu marido olhou fixamente para a janela do meu lado. Isso assustou-me visto que ele deveria estar atento à condução.
  4. 4. Perguntei-lhe o que é que estava a ver e ele disse-me pacificamente: "Nada". E os seus olhos voltaram-se para a estrada que tinha à sua frente.
  5. 5. Alguns minutos depois, voltei a olhar para o meu marido e vi uma lágrima que corria pela sua face. Perguntei-lhe se havia algum problema.
  6. 6. Desta vez disse-me: "Estava a pensar no Pop e na história que ele uma vez contou-me". Quis então saber a história e por isso pedi-lhe que a partilhasse comigo.
  7. 7. Ele contou: "Quando tinha 8 anos aproximadamente, o Pop e eu fomos pescar e a certa altura disse-me que os pinheiros sabem quando é a Páscoa."
  8. 8. Eu não percebi o que ele queria dizer com isso, e por isso quis saber um pouco mais.
  9. 9. Ele continuou: "Os pinheiros têm os novos rebentos semanas antes de Páscoa - se olhares para os topos dos pinheiros duas semanas antes, verás pequenos rebentos amarelos.
  10. 10. À medida que nos aproximamos do domingo de Páscoa, o rebento mais alto se ramificará e formará uma cruz.
  11. 11. Até que o domingo de Páscoa venha, verás que a maioria dos pinheiros terá cruzes amarelas pequenas nas pontas dos seus ramos."
  12. 12. Foi então que, nessa altura, eu olhei pela minha janela e não pude acreditar no que os meus olhos viam...
  13. 13. Era uma semana antes da Páscoa, e podia ver-se os pinheiros com os seus rebentos amarelos a apontar para o Céu.
  14. 14. Os mais altos brilhavam à luz do sol como filas de minúsculas cruzes douradas .
  15. 15. E eu só pude exclamar:
  16. 16. "Oh, Senhor, quão bela é a Tua arte!“ www.mensagensvirtuais.com.br
  17. 17. © Westwood 2005

×