Halloween
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Halloween

on

  • 2,766 views

 

Statistics

Views

Total Views
2,766
Views on SlideShare
2,555
Embed Views
211

Actions

Likes
0
Downloads
61
Comments
0

3 Embeds 211

http://www.mensagensvirtuais.xpg.com.br 208
http://mensagensvirtuais.xpg.uol.com.br 2
http://www.slideshare.net 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Halloween Halloween Presentation Transcript

  • www.mensagensvirtuais.com.br
    • A HISTÓRIA E ORIGEM DO "HALLOWEEN”. "
  • Mas que celebração é essa?
    • O Halloween é uma celebração anual
    • muito comum em vários países.
    • E onde esse evento tão peculiar teve origem?
    • Será um tipo de culto às coisas do mal?
    • Ou será somente a continuidade de
    • um rito pagão antigo?
    • Apesar de ser um acontecimento tradicional
    • em países como os Estados Unidos,
    • Reino Unido, dentre outros, o Halloween
    • no Brasil, começou a ser comemorado
    • somente a poucos anos e, mesmo hoje,
    • ainda está restrito às capitais e grandes cidades.
    • Quando pensamos em
    • Dias das Bruxas, a primeira imagem que nos vem à cabeça são aquelas crianças fantasiadas de bruxa, Drácula ou Frankstein, pedindo doces de porta em porta, ou aquelas abóboras decoradas com velas.
    • O engraçado é que essas são cenas dos filmes americanos, mas o dia das bruxas surgiu com os celtas.
    Origem do Dia das Bruxas
    • A Celta é uma civilização originária da Europa (Grã Bretanha), tem mais de 2000 anos e concentrou-se principalmente na Irlanda.
    • Essa civilização não conhecia a tecnologia, e, ao contrário da nossa, tinha a sabedoria da natureza como principal aliada.
    • Esse elo com os fenômenos naturais era percebido em todas as suas atividades. Colheitas, rituais e principalmente na religião.
    • Os celtas, também chamados de druidas,
    • acreditavam que o Shamhaine (palavra que originou
    • o termo Halloween), era o fim de um ciclo,
    • fim do inverno, começo da primavera, iniciado
    • em 31 de outubro até 02 de novembro.
    • Durante esses dias,
    • segundo a crença
    • dos celtas,
    • um portal entre o
    • mundo dos
    • vivos e
    • dos mortos
    • era aberto
    • e fenômenos ocultos
    • poderiam
    • ser
    • realizados,
    • num
    • momento
    • propício
    • para a
    • realização
    • de feitiços,
    • pedidos, previsões, etc.
    • Os mortos
    • voltavam
    • à Terra
    • durante aquela
    • noite para,
    • entre outras coisas,
    • se alimentar
    • e assustar as pessoas.
    • As pessoas
    • vivas
    • não queriam
    • ser possuídas
    • pelos espíritos
    • dos mortos.
    • Então,
    • na noite
    • de 31 de outubro,
    • os habitantes
    • dos vilarejos
    • apagavam
    • os fogos
    • em suas casas,
    • para torná-las
    • frias e
    • indesejáveis.
  • Os Druidas invocavam forcas sobrenaturais para acalmar os espíritos maus. Estes raptavam crianças, destruíam plantações e matavam os animais das fazendas. Acendiam-se fogueiras nos topos das colinas nas noites de Samhain. As fogueiras talvez fossem acesas para guiar os espíritos as casas dos seus parentes ou para matarem ou espantarem as bruxas.
  • As pessoas se vestiam com roupas fantasmagóricas e realizavam desfiles barulhentos pela vizinhança, sendo tão destrutivos quanto possível, de maneira a assustar e amedrontar os espíritos que estavam a procura de corpos para possuí-los.
  • A inclusão de feiticeiras, fadas e duendes nestes rituais, originou-se da crença pagã de que. na véspera do Dia de Todos os Santos havia uma grande quantidade de espíritos de mortos que levavam avante uma oposição aos ritos da igreja de Roma, e que vinham ridicularizar a celebração de Todos os Santos com festas e folias próprias deles mesmos. Supunha-se que fantasmas " frustrados" pregavam peças nos humanos e causavam acontecimentos sobrenaturais .
  • Esses fenômenos só duravam três dias e se a comunicação não acontecesse durante esse curto período, o portal se fecharia e o ritual ficaria para o próximo ano.
  • O Halloween é comemorado na noite de 31 de outubro. n Neste dia, acredita-se que os verdadeiros bruxos exercem um papel de psicopompo, (condutor das almas, associado a Hermes) para reverenciar e se comunicar com ancestrais, e também usufruir a proximidade e sabedoria destes, mas sem que haja incorporação, pois o contato é espontâneo.
    • A responsável pela comunicação entre os mundos era ela, a Senhora da Magia, deusa Anciã, Dona do Caldeirão de Transmutação, popularmente conhecida como Bruxa. Mulher dotada de grande intuição, profundamente ligada às forças da natureza, capaz de provocar feitiços, tamanha a sua crença no ocultismo.
    • Durante esse período almas penadas tinham passe livre para o mundo dos vivos, isso explica a presença de fadas, duendes, mortos vivos e outros seres que, entediados do mundo subterrâneo, vinham à terra assustar os que ainda estão na passagem.
    • Os bosques escuros e pântanos tornavam-se o cenário perfeito para suas visitinhas nada amistosas.
    • Isso explica o porque da bruxa se vestir de preto, esta é a cor do mundo dos mortos.
  • E como toda cruel que se preze, a bruxa também precisa de ajudantes: O corvo é o leva e traz das maldosas, faz a ponte entre os deuses e a sabedoria. A coruja, por conhecer o mundo da luz e das trevas, transmite o conhecimento de um para o outro. O gato preto, figura constante na superstição popular, simboliza a feminilidade, a energia da mulher, mãe e protetora. O morcego quer dizer imortalidade e para ninguém sair do rumo, senso de direção. O sapo significa eterna mudança e fertilidade A serpente: a rainha da simbologia,que se faz presente na bíblia, responsável indireta pela expulsão de Eva do paraíso.
  • A palavra Halloween tem sua origem na Igreja Católica e vem da contração, feita de maneira errada, da expressão "All Hallows Eve“, que significa Dia de Todos os Santos e corresponde ao dia Primeiro de Novembro, que no catolicismo é o dia de reverência aos Santos mortos
  • Rituais da Bruxaria
    • Neste dia são oferecidos alimentos ( bolos de almas ) que estão na tradição por dois motivos:
    • um é o de compartilhar,
    • e o outro permitir que eles retirem a energia vital, a substância etérea do alimento.
  • Travessuras ou Gostosuras
    • “ Trick or Treat” (Travessuras ou Gostosuras)
    • Se originou da Irlanda, onde as crianças iam de casa em casa pedindo provisões para as comemorações do Halloween, em nome da deusa irlandesa Muck Olla.
    • As crianças inglesas continuaram esta tradição vestidas com roupas extravagantes pedindo doces e balas.
  • O Halloween e a Bruxaria
    • O Halloween não se popularizou por ser uma festa do Paganismo, de Bruxaria, mas por ser um costume norte-americano.
    • A maioria das pessoas não sabe o que significa,
    • e alguns bruxos criticam a comemoração do Halloween,
    • pois lembra muito o terrível tempo da Inquisição.
    • Outros bruxos comemoram a festa e alguns vestidos à caráter.
    • Um coven (grupo de pessoas que se juntam para praticar rituais e estudar Wicca) decidiu pela comemoração da festa.
    • Ou seja, há bruxos que são a favor da comemoração do Halloween e outros não.
    • Entra neste contexto a diferença de estações entre o Hemisfério Norte e o Hemisfério Sul, já que a Bruxaria é toda centrada nos ciclos da natureza e fases lunares.
    • Enquanto os bruxos do Hemisfério Norte comemoram festas em Outubro, os do Hemisfério Sul só comemoraram estas mesmas festas em Março.
    • Os mais importantes rituais da bruxaria são os que comemoram as mudanças de
    • estação. Vale lembrar que existem bruxos que adaptam o calendário do Hemisfério Norte para o Sul, e aqueles que não o fazem, preferindo o calendário tradicional.
  • Tudo isto não prejudica a Bruxaria?
    • Não, porque a Wicca (abreviação de "Witchcraft" – bruxaria em Inglês, sendo chamada também de Religião Antiga, Bruxaria Moderna ou Grande Arte.
    • É um dos ramos da Bruxaria) não possui dogmas, é uma religião livre, não possui uma Instituição Religiosa.
    • Todas as pessoas podem praticar a Wicca, desde de que tenham perseverança.
    • Os Wiccanianos são pessoas absolutamente comuns, sem aquela coisa de que bruxos possuem poderes paranormais.
    • Os poderes ocultos estão latentes em todas as pessoas.
    • A minoria deles trabalha como ocultistas, tarólogos, etc.
    • Tem um ditado que diz assim : "nem todo bruxo faz feitiços, mas todos os que fazem feitiços são bruxos".
    • Ainda existem vários preconceitos contra a Bruxaria e seus adeptos e que tendem a mudar lentamente.
    • Os bruxos apresentam um amor incondicional à natureza e vários deles estão ligados a organizações e trabalhos ecológicos.
    • Entendemos que nossos antepassados foram muito perseguidos e por isso mesmo não perseguimos nem diferenciamos pessoas de outras religiões.
    • Cada ser humano escolhe o seu caminho, que pode ser através de uma religião, mas o objetivo final é o mesmo: encontrar Deus.
    • Não é porque nossos deuses têm nomes diferentes que não somos como os outros, respeitamos e queremos ser respeitados.
  • Lendas e Crendices
    • O povo europeu na Idade Média acreditava que as bruxas más podiam se transformar em gatos pretos, por isso diziam que não era boa sorte cruzar com um gato preto.
    • Os povos que acreditavam que os gatos traziam boa sorte eram os chineses e os egípcios.
    • Existem diferentes lendas sobre a abóbora de halloween.
    • A mais famosa e conhecida é a de que um homem chamado Jack conseguiu, no dia de sua morte, enganar o diabo. Quando ele finalmente morreu não foi para o céu pois era um homem muito mau, mas não pode ir para o inferno porque havia enganado o diabo. Então por piedade o diabo lhe ofereceu uma lanterna e desde então Jack a carrega.
    A Abóbora - Um dos maiores símbolos do Halloween
    • Hoje em dia, principalmente nos EUA, o Halloween é lembrado com muitas festas e com muita alegria.
    • Nestas festas as pessoas usam máscaras e se vestem como fantasmas, bruxas, Conde Drácula, Frankstein, ou da maneira que achar mais engraçado ou horripilante.
    • As crianças saem as ruas fantasiadas, batendo de porta em porta, pedindo por doces dizendo:
    • "Trick or Treat” (Travessuras ou Gostosuras).
    • Quem não as atende pode ter uma desagradável surpresa, pois elas podem lhe pregar alguma peça.
  • no Brasil
    • No Brasil a comemoração desta data é recente.
    • Chegou ao nosso país através da grande influência da cultura americana, principalmente vinda pela televisão.
    • Os cursos de língua inglesa também colaboram para a propagação da festa em território nacional, pois valorização e comemoram esta data com seus alunos: uma forma de vivenciar com os estudantes a cultura norte-americana.
    • Muitos brasileiros
    • defendem que a data nada
    • tem a ver com nossa cultura
    • e, portanto, deveria
    • ser deixada de lado.
    • Argumentam que o Brasil
    • tem um rico folclore que
    • deveria ser mais valorizado.
    • Para tanto,
    • foi criado pelo governo,
    • em 2005,
    • o Dia do Saci
    • (comemorado também em 31 de outubro).
    • Os países de origem hispânica comemoram o Dia dos Mortos e não o Halloween.
    • No Oriente, a tradição é ligada às crenças populares de cada país.
    • Na Espanha como no Brasil, comemora-se o Dia de Todos os Santos em 1º de novembro e Finados no dia seguinte. As pessoas usam as datas para relembrar os mortos, decorando túmulos e lápides de pessoas que já faleceram.
    • A Irlanda é considerada como o país de origem do Halloween. Nas áreas rurais, as pessoas acedem fogueiras, como os celtas faziam nas origens da festa e as crianças passeiam pelas ruas dizendo o famoso “tricks or treats” (doces ou travessuras). 
    Halloween pelo mundo
    • No México dia 1º comemora-se o Dia dos Anjinhos, ou Dia dos Santos Inocentes, quando as crianças mortas antes do batismo são relembradas. O Dia dos Mortos (El Dia de los Muertos), 2 de novembro, é bastante comemorado no México. As pessoas oferecem aos mortos aquilo que eles mais gostavam: pratos, bebidas, flores. Na véspera de Finados, família e amigos enfeitam os túmulos dos cemitérios e as pessoas comem, bebem e conversam, esperando a chegada dos mortos na madrugada. Uma tradição bem popular são as caveiras doces, feitas com chocolate, marzipã e açúcar.
    • Tailândia Nesse país, existe o festival Phi Ta Khon, comemorado com música e desfiles de máscaras acompanhados pela imagem de Buda. Segundo a lenda, fantasmas e espíritos andam entre os homens. A festividade acontece no primeiro dia das festas budistas. 
    Halloween pelo mundo
  • Alguns significados simbólicos a abóbora: simboliza a fertilidade e a sabedoria o caldeirão: fazia parte da cultura - como mandaria a tradição. Dentro dele, os convidados devem atirar moedas e mensagens escritas com pedidos dirigidos aos espíritos. o gato preto: símbolo da capacidade de meditação e recolhimento espiritual, autoconfiança,independência e liberdade. Plena harmonia com o Universo. o sapo: está ligado à simbologia do poder da sabedoria feminina, símbolo lunar e atributo dos mortos e de magia feminina. a vassoura: simboliza o poder feminino que pode efetuar a limpeza da eletricidade negativa. Equivocadamente, pensa-se que ela servia para transporte das bruxas.
  • Mais Alguns significados simbólicos
    • o morcego: simbolizam a clarividência, pois que vêem além das formas e das aparências, sem necessidades da visão ocular. Captam os campos magnéticos pela força da própria energia e sensibilidade.
    a vela: indica os caminhos para os espíritos do outro plano astral. as moedas: devem ser recolhidas no final da festa para serem doadas aos necessitados. os bilhetes com os pedidos, devem ser incinerados para que os pedidos sejam mais rapidamente atendidos, pois se elevarão através da fumaça. a aranha: simboliza o destino e o fio que tecem suas teias, o meio, o suporte para seguir em frente.
  • Roxo - cor da magia ritualística. Laranja - cor da vitalidade e da energia que gera força. Os druidas acreditavam que nesta noite, passagem para o Ano Novo, espíritos de outros planos se aproximavam dos vivos para vampirizar a energia vital encontrada na cor laranja. Preto - cor sacerdotal das vestes de muitos magos, bruxas, feiticeiras e sacerdotes em geral. Cor do mestre. CORES
  •