• Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
179
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
17
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Sistemas Operacionais Instalação de Aplicativos Linux
  • 2. Instalação de Aplicativos Todas as distribuições atuais do Linux fornecem procedimentos simples e diretos para uma instalação básica. Você inicia um CD-ROM ou disquete, responde a algumas perguntas e informa ao instalador os pacotes de software e copia para sua unidade de disco.
  • 3. Instalação de Aplicativos  Algumas possuem um sistema mais avançado de gerenciamento de pacotes.  Note que a todo momento estamos abordando a palavra PACOTES.
  • 4. Pacotes  O Sistema Operacional Linux é formado por milhares de pacotes que são montados como um grande quebra-cabeça, bem montado.  Tais pacotes possuem uma interdependência, logo o administrador Linux deve conhecer uma ferramenta para mapear tais dependências ou conhecer-las.
  • 5. Gerenciador de Pacotes  Todas as distribuições do Linux utilizam alguma forma de sistema de pacotes para facilitar o trabalho de gerenciamento da configuração.  Os instaladores de pacotes estão cientes dos arquivos de configuração e normalmente não sobrescreverão as personalizações locais.
  • 6. Principais Sistemas Gerenciadores (SGP)  Há dois formatos que dominam o cenário atual, são eles:  RPM (Red Hat Package Manager) utilizado no Red Hat, Fedora, SUSE entre outros;  DEB utilizado pelos sistemas baseados no núcleo Debian, como o Ubuntu.
  • 7. Gerenciador de Pacotes  Os sistemas de empacotamento definem um modelo de dependência que permite aos mantenedores de pacotes garantirem que todas as bibliotecas e infra-estrutura de suporte da qual seus aplicativos dependam sejam instalados apropriadamente.
  • 8. Camadas do Sistema  Os sistemas de pacotes funcionam como ferramentas completas de gerenciamento mas são formadas por duas camadas.  Na camada inferior são executados os processos de instalação e desinstalação de pacotes  Na camada superior é executado o processo de localização e transferência de pacotes (Internet é uma mídia utilizada).
  • 9. Camada Superior  yum: que funciona com o sistema RPM;  Red Hat Network: que é específico Red Hat Linux e utiliza RPM;  APT: Advanced Package Tools do Debian que funciona com .deb e RPM.
  • 10. rpm: Gerenciador pacotes RPM  O comando rpm instala, verifica e consulta o statos dos pacotes. AS opções básicas são --install, --upgrade, -- erase e --query.  Exemplo: rpm --query --all
  • 11. Dependência de Pacotes # rpm --upgrade openssh-2.9p2-12.i386.rpm error: failed dependencies: openssh = 2.9p2-7 is need by openssh-askpass-2.9p2-7 openssh = 2.9p2-7 is need by openssh-askpass-gnome- 2.9p2-7 openssh = 2.9p2-7 is need by openssh-clients-2.9p2-7 openssh = 2.9p2-7 is need by openssh-server-2.9p2-7
  • 12. Dependência de Pacotes  Analisando a dependência dos pacotes.
  • 13. Atualizando os Pacotes
  • 14. dpkg: Gerenciador de Pacotes Debian  No ambiente Debian encontramos o dpkg que realiza tarefa semelhante ao rpm. Opções úteis incluem --install, -remove e -l.
  • 15. dpkg: Gerenciador de Pacotes Debian
  • 16. dpkg: Gerenciador de Pacotes Debian
  • 17. SGP de Alto Nível Sistemas de gerenciamento de metapacotes como o APT, yum e o Red Hat Network compartilham vários objetivos:  Simplificar a localização e o processo de cópia dos pacotes;  Automatizar o processo de atualização ou a atualização do sistema;  Facilitar o gerenciamento das dependências entre pacotes..
  • 18. Repositório de Pacotes  Os distribuidores do Linux mantêm repositórios de software que funcionam lado a lado com seus sistemas de gerenciamento de pacotes.  Utilizam serviços HTTP ou FTP, formando uma grande fonte de pacotes descentralizados pelo mundo.
  • 19. Atualizando referências O sistema operacional Linux está preparado para manter uma lista de serviços de atualização bem como de pacotes. Utilizamos comandos específicos para atualizar tais listas. apt-get update
  • 20. Atualizando o Sistema Através de comandos simples tais como apt-get upgrade e yum upgrade o sistema é atualizado baseado em um dado momento de uma distribuição.
  • 21. Hierarquia de Dependência  Durante o processo de busca de pacotes dependentes o SGP analisa a árvore de dependência e estabelece uma sequência de instalação correta.
  • 22. Configurando o apt-get O arquivo de configuração mais importante do apt-get é /etc/apt/sources.list que informa ao apt- get aonde obter seus pacotes.
  • 23. Utilizando Proxies Para atualização de muitas máquinas o administrador pode utilizar um proxy interno. A configuração pode ser feita de forma explicita no arquivo /etc/apt/apt.conf.
  • 24. apt-proxy Um poderoso aplicativo que constroi um cache de pacotes aplicando rsync a eles por meio do verdadeiro APT. sourceforge.net/projects/apt-proxy.
  • 25. Configurando um Servidor APT Interno Em vez de utilizar um proxy o administrador pode criar seu próprio servidor APT autônomo e apontar as estações para este servidor interno. Para isso basta ter um servidor Web (apache) ou FTP. Além dos pacotes o serviço deve fornecer os arquivos Packages.gz e Contents.gz.
  • 26. Automatizando o apt-get É possível executar apt-get segundo um cronograma regular a partir do cron. Pode-se agendar a atualização das listas de pacotes bem como o próprio sistema, recomendamos então o parametro dist-upgrade por ser mais esperto que o upgrade.
  • 27. Script de Atualização
  • 28. yum: Gerenciamento de Versão para RPM yum é um gerenciador de metapacotes baseado em RPM semelhante ao APT-GET. Requer um servidor Web ou FTP assim como o APT-GET. O arquivo de configuração é o /etc/yum.conf, este inclui opções gerais e ponteiros para repositórios..
  • 29. Controle de Versão O controle de versão é fundamental pois erros ocorrem e sempre vão ocorrer. Ter a segurança de poder reverter uma versão nova ou estudar sobre a mesma é uma prática indispensável na vida de um administrador de sistemas operacionais..
  • 30. Criação de Arquivos de Backup Criar cópias de segurança é uma técnica recomendada, pode-se utilizar tais backups para reverter atualizações indesejadas ou até comparar diferenças entre versões utilizando diff.
  • 31. Sistemas de Controle Formais de Revisão Quando o nível de complexidade de uma atualização é muito grande a backup de arquivos não é a melhor técnica, o administrador lança mão da simplicidade e recorre a sistemas de gerenciamento de versões.  RCS  CVS  SVN.
  • 32. Instalação Manual  Outra forma de instalar aplicativos é realizar o download dos arquivos centralizados em um arquivo compactado, descompactar e executar uma série de comandos que estão contidos nos scripts de instalação.
  • 33. Instalação Manual  Antes de passar qualquer receita de bolo recomenda-se que leia o arquivo README ou INSTALL para ver a sequencia de comandos que devem ser executados.
  • 34. Passos Descompacte o arquivo Execute o script ./configure (se nenhuma dependencia foi informada) Execute o comando make Execute o comando make install