Qual é a importância dos recursos didáticos na educação matemática?
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Qual é a importância dos recursos didáticos na educação matemática?

on

  • 5,521 views

Com base nas referências de BORBA, 1999. Resumo com duas laudas das possibilidades educativas da atualidade.

Com base nas referências de BORBA, 1999. Resumo com duas laudas das possibilidades educativas da atualidade.

Statistics

Views

Total Views
5,521
Views on SlideShare
5,521
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
14
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft Word

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Qual é a importância dos recursos didáticos na educação matemática? Qual é a importância dos recursos didáticos na educação matemática? Document Transcript

    • GRUPO DE TRABALHO EM REDE:( "Construir o conhecimento matemático utilizando a mídia como recurso pedagógico”.) Nome do Professor-tutor (Professor PDE): José Adalto da Silva. Nome do cursista (Professor da Rede): Maurício de Oliveira Munhoz Unidade: 2 ...................................................... Data:03/04/2010 Atividade: (Pesquisa) Construir o conhecimento matemático utilizando a mídia como recurso pedagógico. O processo de construção do conhecimento na educação matemática está inserido no novo paradigma educacional que é a tecnologia. O professor transforma suas ações pedagógicas em pesquisa, experimentação na qual alguns recursos tecnológicos fundamentam a sua prática, tais como jornais, revistas, tvmultimídia, rádio, televisão, computador, internet e sua grande quantidade de recursos tecnológicos digitais que surgem a cada momento, tais como blog, issuu, toodoo, dipity, yoki, slideshare entre outros. O uso de mídias tem suscitado novas questões, sejam elas em relação ao currículo, à experimentação matemática, às possibilidades do surgimento de novos conceitos e de novas teorias matemáticas (BORBA, 1999) O currículo terá que se aproximar dessas novas demandas estão presentes novos encaminhamentos metodológicos que contemplam novos horizontes, destacando-se: - Modelagem Matemática. - Etnomatemática. - História da Matemática. - Jogos Matemáticos. - Resolução de Problemas. - E as Tecnologias.
    • As modificações na sociedade oriundas das novas tecnologias transformam os educandos em “agentes tecnológicos sociais” ou seja, as tecnologias presentes na sociedade modificam as relações sociais, de cidadania e educacional onde os alunos absorvem essas relações e os educadores transformam esses canais comunicativos em interpretações de aprendizagem sejam elas formais e informais. As ferramentas tecnológicas são interfaces importantes no desenvolvimento de ações em Educação Matemática. Abordar atividades matemáticas com os recursos tecnológicos enfatiza um aspecto fundamental da disciplina, que é a experimentação. De posse dos recursos tecnológicos, os estudantes argumentam e conjecturam sobre as atividades com as quais se envolvem na experimentação (BORBA & PENTEADO,2001). A educação matemática explora a experimentação lúdica da tecnologia onde as premissas educacionais do ensino da educação matemática estão presentes, tais como a: - Criticidade. - Tentativa. - Exploração matemática. - Operacionalidade de novas tecnologias. Estimular no processo ensino-aprendizagem novos saberes contemporâneos na educação matemática são os desafios do educador de hoje, proporciona um desafio educacional onde a qualificação baseada nas capacitações dos educadores são marcos inicias que fundamentam essa transformação. Referências BORBA, M.C;PENTEADO, M . G. Informática e educação matemática. Belo Horizonte: Autêntica, 2001. BORBA, M . C. Tecnologias informáticas na educação matemática e reorganização do pensamento. In: BICUDO, M.A. V.(org). Pesquisa em educação matemática: concepções e perspectivas. São Paulo:UNESP, 1999. p.285-295 Diretrizes Curriculares Da Educação Básica De Matemática - 2009