Conflitos Geograficos
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Conflitos Geograficos

on

  • 4,690 views

 

Statistics

Views

Total Views
4,690
Slideshare-icon Views on SlideShare
4,690
Embed Views
0

Actions

Likes
2
Downloads
14
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Conflitos Geograficos Conflitos Geograficos Presentation Transcript

    • Conflitos
      • Alunos: Bianca Douglas Matheus Wédila
    • Conflito entre dois Estados
      • Um exemplo de conflito entre dois ou mais Estados é o que ocorre entre a Índia e Paquistão, duas potências nucleares. A Índia - de maioria hindu - e o Paquistão - muçulmano - onde o dois países disputam a região da Caxemira localizada ao norte da Índia.
    • Mapa mostrando a região
    •  
    • Guerra Civil
      • Outro exemplo de conflito é aquele que ocorre dentro de um país ( guerra civil - guerrilha ), onde grupos armados objetivam a tomada do poder, é o que ocorre na Colômbia, onde a Farc ( Forças Armadas Revolucionária da Colômbia ), controlam uma área de 42 mil km 2 dentro do território colombiano, instalando uma guerra civil no país e um dos conflitos mais duradouros e sangrentos da América Latina.
    • Mapa ilustrando a região
    •  
    • QUEM PERDE E QUEM GANHA COM ESSES CONFLITOS
      • Os confrontos dispersos pelo mundo fazem milhões de vitimas, sem contar os refugiados, pessoas que fogem da violência, o número de refugiados vem crescendo progressivamente desde as últimas décadas do século XX , que em 1995 já chegava  a 27 milhões de pessoas. Nas diversas regiões do globo alguns povos se destacam , como no Oriente Médio  ( curdos, palestinos e afegões), na Ásia Meridional ( indianos e paquistaneses ), na região dos Bálcãs ( refugiados das repúblicas da ex-Iugoslávia ) e na África Negra ( Ruanda, Sudão, Etiópia, Somália, Serra Leoa, etc.). Mas há também quem sai ganhando com tantos conflitos. Em 2006 a despesa total em armas dos Exércitos nacionais chegou a US$ 1,2 trilhão, alta de 3,5% em relação ao ano anterior. Os cinco maiores gastadores, que continua sendo liderado com sobras pelos Estados Unidos, foi a China, que pulou da quinta para a quarta colocação e tornou-se o país com maior investimento militar da Ásia, superando o Japão.
      • O aumento nos gastos militares teve reflexo direto no comércio mundial de armas. Em 2006, o volume de armas convencionais vendidas no mundo registrou alta de 50% em relação a 2002. China e Índia foram os maiores compradores, enquanto EUA e Rússia encabeçaram a lista de exportadores. EUA e União Européia continuam fornecendo “grandes quantidades de armas” a países do Oriente Médio.
      • [1 - Folha de São Paulo - 12 de junho de 2007 ]
      • [2 - PIFFER,Osvaldo - Geografia geral - IBEP-pág 57/58/59]
      • [3 - FRANCO,Roberto Carlos, Geografia - Ensino Médio, Editora Frase,pág 83]