Mussolini

2,848 views
2,548 views

Published on

1 Comment
3 Likes
Statistics
Notes
  • Denuncio a publicação do slideShare sem a minha prévia autorização, uma vez que o power point foi disponibilizado aos alunos para estudarem, não tendo os mesmos consentimento de o publicarem.
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total views
2,848
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
1
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Mussolini

  1. 1. Regimes Ditatoriais na EuropaMussolini – O Fascismo em Itália Ano Letivo 2011/2012
  2. 2. Contextualização do Fascismo em Itália O crescimento dos movimentos de extrema-direita explicam-se pelas condições económicas e sociais do período entre as duas guerras. As dificuldades económicas que , nalguns países, se seguiram à 1ª Guerra Mundial e, mais tarde, a crise de 1929 provocaram na Europa um grande aumento do desemprego e afetaram o nível de vida de largos sectores da população. Desde finais do século XIX que os sindicatos operários eram cada vez mais influentes e cresciam, igualmente, os partidos de esquerda (socialistas e comunistas). O triunfo, em 1917, da Revolução Soviética , possibilitando a formação da U.R.S.S. assustaram sectores da burguesia.
  3. 3. • A Europa, vivia nesta altura um clima propício à instauração de regimes autoritários que prometiam às pessoas uma melhoria da sua situação sócio - económica.• Inicialmente, a população encarou a subida ao poder destas ditaduras de forma positiva. Mussolini - Itália Hitler - Alemanha
  4. 4. Salazar – Portugal Franco -Espanha
  5. 5. A Itália, Mussolini e o Fascismo• No final da 1ª Grande Guerra vivia-se um clima deagitação social. Em Itália, operários e camponesesocuparam fábricas e propriedades, as greves emanifestações eram constantes. Além disso, a classemédia também via o seu poder de compra diminuir.• A população descontente, passa a integrar ou apoiar “camisas negras”um novo partido de extrema – direita: o PartidoNacional Fascista, liderado por Benito Mussolini.• Esta agitação social culminou com uma greve geralem 1922. Os “camisas negras” combateram os grevistase Mussolini organizou uma “marcha sobre Roma”apoiado por estas milícias armadas fascistas.
  6. 6. • Em 1922, o governo pediu a demissão e o rei Vítor Manuel III, pressionado pelas manifestações de força do Partido Fascista, encarregou Mussolini de formar governo.• Nas eleições de 1924, recorrendo à violência e à fraude, os fascistas obtiveram ¾ dos lugares no Parlamento. Mussolini passava, a controlar os poderes executivo e legislativo.• Mussolini dissolveu os partidos políticos e passou a ser o “Duce”(chefe)• A Itália tornou-se um país totalitarista, profundamente nacionalista e Mussolini venerado. O Culto do chefe - Duce
  7. 7.  Leitura e análise do Documento B “ Para o fascismo, o Estado é absoluto: perante ele os indivíduos e os grupos não são mais que o relativo. Tudo no Estado, nada contra o Estado, nada fora do Estado.(…) O individuo só existe enquanto está no Estado: está subordinado às necessidades do Estado e, à medida que a civilização toma formas cada vez mais complexas, a liberdade do individuo restringe-se sempre mais. (…)Neste sentido, o fascismo é totalitário (…). Nem agrupamentos – partidos políticos, associações, sindicatos - nem indivíduos fora do Estado. (…)Nós representamos um princípio novo no Mundo, representamos a antítese nítida, categórica, definitiva da democracia (…).” Benito Mussolini, O Fascismo, 1931
  8. 8. Os Princípios do Regime Fascista Culto ao chefe, considerado o guia e o Salvador da Nação que concentrava em si todos os poderes e a quem se devia obediência cega. Partido único, Partido Nacional Fascista com rejeição do parlamentarismo, acusado de gerar divisões e de enfraquecer a unidade nacional. Nacionalismo, que defendia a exaltação das glórias passadas, as realizações do presente e a grandeza do futuro.
  9. 9.  Imperialismo, necessidade de alargamento do espaço territorial e restauração da concepção Imperial. Procurou a reconstrução do Império Romano , através de conquistas. Corporativismo, a criação de associações conjuntas de patrões e operários ( corporações), controladas pelo Estado, evitando a luta de classes. Anti-socialismo e anticomunismo, que eram considerados responsáveis pela destruição dos valores nacionais. O Ideal expansionista de Mussolini
  10. 10. A acção repressiva do regime Formação de uma poderosa polícia política – OVRA vigiava e reprimia os cidadãos, fazendo uso dos mais terríveis tipos de violência na perseguição aos opositores. Criação de um tribunal especial para julgar crimes considerados ofensivos à segurança do Estado. Jornais, rádio e cinema foram sujeitos à censura. Os sindicatos livres foram proibidos, tais como, as greves e as manifestações. Milhares de pessoas foram presas, torturadas e outras foram expulsas do país.
  11. 11. 9º D Doutrinação/Formação da Juventude O fascismo procurava incutir um espírito de disciplina e de obediência, enquadrando os jovens em organismos de tipo militar (Juventude Fascista).
  12. 12. Totalitarismo Culto da Personalidade Corporativismo Imperialismo FASCISMO Nacionalismo Recurso àViolência e Repressão Propaganda Antiparlamentarismo
  13. 13. NAÇÃO Unidade /Tradições CHEFE Encarna a Nação Autoridade AbsolutaPARTIDO ESTADO (único) (totalitário) DITADURA Política  Económica  Intelectual Ambições Nacionais Progresso  Poder  Glória  Imperialismo
  14. 14. Medidas económico - sociais Mussolini empenhou-se em fazer da Itália uma grande potência capitalista mundial. Para isso, promoveu a conquista da Etiópia, em 1936, e o desenvolvimento do sector industrial. Através da ”batalha do trigo”procurou estimular a produção agrícola. Investiu em infraestruturas que melhorassem a qualidade de vida dos italianos, tais como: estradas, barragens e portos. O governo estabeleceu vantagens para as famílias numerosas, para que a expansão italiana fosse assegurada por uma população forte. Tentou combater o desemprego;
  15. 15. Desenvolvimento de infra- estruturasRecuperação monumental dos edifícios públicos de Roma
  16. 16. A Rendição de Mussolini • Em 1943, a Itália foi invadida por tropas americanas e inglesas e Mussolini rendeu-se. • É preso e deportado, mais tarde libertado por um comandante alemão é levado para a Alemanha . • Anuncia a constituição da República Social Italiana da Alta Itália. • Em 1945 é fuzilado, após proferida a sua sentença de morte..

×