Comunicação de dados
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Comunicação de dados

on

  • 250 views

COMUNICAÇÃO DE DADOS

COMUNICAÇÃO DE DADOS

Statistics

Views

Total Views
250
Views on SlideShare
250
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
12
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Comunicação de dados Comunicação de dados Presentation Transcript

    • Escola Secundária Filipa de Vilhena Mário Almeida Nª13 10ºK
    • Índice  Componentes de um sistema de comunicações  Tipos de transmissão  Técnicas de multiplexagem/desmultiplexagem  Transmissão de sinais analógicos e digitais  Grandezas e medidas
    • Introdução  Muito resumidamente, a comunicação de dados é a disciplina da engenharia que trata da comunicação entre computadores (sistema computacional) e dispositivos diferentes através de um meio de transmissão comum.
    • Componentes de um sistema de comunicações  Um sistema de comunicação de dados pode ser descrito simplesmente em três componentes:  Emissor (origem)  Canal (caminho de transmissão)  Receptor (destino) • No entanto o emissor e o receptor podem trocar de funções, ou seja cada um pode transmitir e receber dados simultaneamente.
    • Tipos de transmissão Quanto ao nº de bits a transmitir:  Série: apenas um bit é enviado de cada vez, uns a seguir dos outros, simultaneamente.  Paralela: vários bits que são transmitidos ao mesmo tempo.
    • Tipos de transmissão Quanto ao sentido de transmissão dos seus sinais:  Simplex – as transmissões podem ser feitas apenas num só sentido ex.: rádio  Half-duplex – uma transmissão pode ser feita nos dois sentidos, mas alternadamente ex.: walkie talkie  Full-duplex – as transmissões podem ser feitas nos dois sentidos em simultâneo.
    • Transmissão por difusão, ponto a ponto  Numa transmissão por difusão (broadcast), um dispositivo emite para um conjunto de dispositivos receptores, seja através do espaço, seja através de um cabo.  Numa transmissão ponto a ponto as mensagens são transmitidas de um ponto (emissor) para outro ponto (receptor). Estas comunicações podem ocorrer de forma sequencial entre computadores ligados em rede.
    • Transmissão sequencial  Transmissão típica das redes em anel, em que a mensagem vai passando de computador em computador até chegar ao destinatário.
    • Transmissão síncrona  Uma transmissão é síncrona quando, no dispositivo recetor, é ativado um mecanismo de sincronização relativamente ao fluxo de dados proveniente do emissor. Este mecanismo de sincronização é um relógio (clock) interno no dispositivo de receção (por exemplo, modem) e determina de quantas em quantas unidades de tempo é que o fluxo de bits recebidos deve ser segmentado, de modo a que casa segmento assuma o mesmo tamanho e formato com que foi emitido.
    • Transmissão assíncrona  Uma transmissão é assíncrona quando não é estabelecido, no receptor, nenhum mecanismo de sincronização relativamente ao emissor e, portanto, as sequências de bits emitidos têm de conter em si uma indicação de inicio e do fim de cada agrupamento; neste caso, o intervalo de tempo entre cada agrupamento de bits transmitidos pode variar constantemente (pois não há mecanismo que imponha sincronismo) e a leitura dos dados terá de ser feita pelo receptor com base unicamente nas próprias sequências dos bits recebidos.
    • Transmissão em Broadband e Baseband Transmissão Baseband É uma transmissão em que o sinal utiliza toda a largura de banda do canal para uma única transmissão. Transmissão em Broadband É uma transmissão em que a largura de banda pode ser utilizada para várias transmissões em simultâneo (multiplexação).
    • Técnicas de multiplexagem/desmultiplexagem  Existe dois tipos de multiplexagem a FDM e a TDM FDM é a multiplexagem por divisão no tempo, em que o espectro de frequências é devido em diversas faixas, uma para cada transmissão ou comunicação distinta.
    • Técnicas de multiplexagem/desmultiplexagem TDM que é a multiplexagem por divisão no tempo. Ou seja é o tempo de transmissão de um canal é dividido em pequenas frações de tempo(iguais ou de acordo com uma proporção estatística), atribuindo-se uma fração a cada uma das varias transmissões que estão a decorrer ao mesmo tempo.
    • Transmissão de sinais analógicos  Sinal analógico é um tipo de sinal contínuo que varia em função do tempo. Um velocímetro analógico de ponteiros, um termômetro analógico de mercúrio, uma balança analógica de molas, são exemplos de sinais lidos de forma direta sem passar por qualquer decodificação complexa, pois as variáveis são observadas diretamente. Para entender o termo analógico, é útil contrastá-lo com o termo digital.
    • Transmissão de sinais analógicos  Na eletrónica digital, a informação foi convertida para bit, enquanto na eletrônica analógica a informação é tratada sem essa conversão.  Sendo assim, entre zero e o valor máximo, o sinal analógico passa por todos os valores intermediários possíveis (infinitos), enquanto o sinal digital só pode assumir um número pré-determinado (finito) de valores.
    • Transmissão de sinais digitais  A representação de caracteres por sinais elétricos consiste em representar os caracteres (letras, números e caracteres especiais) por dois dígitos básicos (0 e 1), que se combinam entre si assumindo várias posições.  O sinal elétrico com uma dada voltagem representa o dígito 1 e outro com voltagem diferente representa o dígito 0.
    • Transmissão de sinais digitais  Enquanto que o sinal analógico varia continuamente e pode assumir todos os valores entre a sua amplitude máxima e mínima, o sinal binário só assume dois valores (0 e 1), saltando de um valor para o outro instantaneamente no formato de onda quadrada.
    • Grandezas e medidas  Largura de banda é a medida da faixa de frequência, em hertz, de um sistema ou sinal. A largura de banda é um conceito central em diversos campos de conhecimento, incluindo teoria da informação, rádio, processamento de sinais, eletrônica e espectroscopia. Em rádio comunicação ela corresponde à faixa de frequência ocupada pelo sinal modulado. Em eletrônica normalmente corresponde à faixa de frequência na qual um sistema tem uma resposta em frequência aproximadamente plana.
    • Grandezas e medidas  Throughput (ou taxa de transferência) é a quantidade de dados transferidos de um lugar a outro, ou a quantidade de dados processados em um determinado espaço de tempo, pode-se usar o termo throughput para referir-se a quantidade de dados transferidos em discos rígidos ou em uma rede, por exemplo; tendo como unidades básicas de medidas o Kbps, o Mbps e o Gbps
    • Grandezas e medidas  Bit rate significa taxa de bits ou taxa de transferência de bits. Nas telecomunicações e na computação, o bit rate é o número de bits convertidos ou processados por unidade de tempo. O bit rate é medido em 'bits por segundo' (bps ou b/s), muitas vezes utilizado em conjunto com um prefixo SI.
    • Bibliografia  http://www.slideshare.net/MauroWillson/componentes-de      sistemas-de-comunicao http://esmf.drealentejo.pt/pgescola/g2t10/html/cartip/tiptrans/s er_par.htm http://esmf.drealentejo.pt/pgescola/g2t10/html/cartip/tiptrans/s implex.htm http://esmf.drealentejo.pt/pgescola/g2t10/html/cartip/tiptrans/ difpont.htm http://www.mmzones.net/20092010/rc/modulo1/m1cap8.htm http://esmf.drealentejo.pt/pgescola/jb4/redes/html/Pagina2/car acta1.htm http://rcrobertolopes.blogspot.pt/2011/01/o-sinal-analogicosinal-analogico-e-um.html