Fomento a Inovacao Tecnologica
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Fomento a Inovacao Tecnologica

on

  • 927 views

PIPE (I, II e III), PITE, PAPPE, SIBRATEC, RHAE, PRIME, SEBRAETec, FUNTEC. ...

PIPE (I, II e III), PITE, PAPPE, SIBRATEC, RHAE, PRIME, SEBRAETec, FUNTEC.

São apenas algumas da muitas siglas dos programas de apoio a inovação tecnológicas
existentes em nosso país (alguns exclusivos para empresas sediadas no estado de
São Paulo).

Nessa palestra serão apresentados em detalhes esses programas, e alguns deles em
forma de estudo de caso, por terem sido elaborados ou julgados pelo palestrante.

Trata-se de conhecimentos indispensáveis para quem pretende iniciar seu próprio
negócio de base tecnológica após concluir seus estudos (graduação ou pós).

Statistics

Views

Total Views
927
Views on SlideShare
927
Embed Views
0

Actions

Likes
1
Downloads
21
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Fomento a Inovacao Tecnologica Fomento a Inovacao Tecnologica Presentation Transcript

  • Fomento à Inovação Tecnológica Prof. Mario Gazziro (YAH!) [email_address]
  • Mini-currículo do palestrante Mario Gazziro é professor no ICMC (tempo parcial) e sócio-diretor da ALGTRYon, empresa incubada em São Carlos. Graduado pelo ICMC (2003), Mestre pela UFSCar (2005) e Doutor em física computacional pelo IFSC-USP (2009), realizou também especialização em micro-eletrônica na empresa multinacional TOSHIBA no Japão (2010). Foi coordenador de diversos projetos em parceria com empresas, utilizando financiamentos de apoio a inovação tecnológica, atuando também como parecerista em alguns programas. Foi premiado na última edição da Olimpíada USP de Inovação.
  • Resumo PIPE (I, II e III), PITE, PAPPE, SIBRATEC, RHAE, PRIME, SEBRAETec, FUNTEC. São apenas algumas da muitas siglas dos programas de apoio a inovação tecnológicas existentes em nosso país (alguns exclusivos para empresas sediadas no estado de São Paulo). Nessa palestra serão apresentados em detalhes esses programas, e alguns deles em forma de estudo de caso, por terem sido elaborados ou julgados pelo palestrante. Trata-se de conhecimentos indispensáveis para quem pretende iniciar seu próprio negócio de base tecnológica após concluir seus estudos (graduação ou pós). Ao final da apresentação será lançado um desafio, com prêmios. Aguardem até o fim!!
  • Glossário Fundo perdido: Categoria de investimento o qual o investidor não espera retorno financeiro. Em geral é executada pelo governo com finalidades de incentivo à inovação e/ou retorno social. Contra-partida: Porcentagem do investimento que deve ser realizada pela empresa proponente. Em alguns casos a contra-partida deve ser exclusivamente financeira (dinheiro), em outros, pode ser caracterizada por elementos de infra-estrutura ou custeio de equipe. TJLP: “ Taxa de Juros de Longo Prazo”, tipicamente a menor taxa de juros aplicada no país. Fluxo contínuo: Indica que o programa ocorrem em datas específicas todos os anos. Fluxo por edital: Indica que as inscrições no programa necessitam aguardo de lançamento de edital.
  • PIPE Instituição executora: FAPESP Modalidade: Fundo perdido Valores: Até R$ 500.000,00 Contra-partida: 0% Fluxo: Contínuo Condições: A empresa deve estar sediada no estado de São Paulo. Características: Apresenta 3 fases: I, II e III (em geral, seqüênciais). Maiores informações : www.fapesp.br
  • PIPE: 1.281 projetos desde 1997
  • PITE Instituição executora: FAPESP Modalidade: Fundo perdido Valores: Até R$ 1.000.000,00 Contra-partida: de 20% a 70% Fluxo: Contínuo Condições: A empresa deve estar sediada no estado de São Paulo. Características: O projeto deve ser fruto de parceria de empresa com instituição de pesquisa. Mais informações: www.fapesp.br
  • PIPE e PITE em valores anuais Fonte: FAPESP
  • PAPPE Instituição executora: FINEP Modalidade: Fundo perdido Valores: Entre R$ 100.000,00 e R$ 400.000,00 Contra-partida: 0% Fluxo: por Edital Condições: A empresa pode ser sediada em qualquer lugar do país, com faturamento máximo de R$ 240.000,00 por ano. Características: Exclusivo para despesas de custeio, recursos humanos, serviços de consultoria especializada e material de consumo (proibida aquisição de material permanente). Mais informações: http://www.finep.gov.br/programas/integracao.asp
  • SIBRATEC Instituição executora: MCT Modalidade: Fundo perdido Valores: Até R$ 500.000,00 Contra-partida: de 5% a 10% (depende do porte da proponente) Fluxo: por Edital Condições: Apenas para contratação de serviços em centros de pesquisa conveniados. Características: Estimular a cooperação empresa/universidade. Mais informações: http://www.mct.gov.br/index.php/content/view/313014.html
  • RHAE Instituição executora: CNPq Modalidade: Fundo perdido Valores: Até R$ 300.000,00 Contra-partida: de 20% (pode ser não financeira) Fluxo: por Edital Condições: Apenas para contratação de recursos humanos especializados (bolsistas). Características: Estimular a fixação de mão de obra especializada nas empresas. Mais informações: http://www.cnpq.br/editais/ct/2010/docs/075.pdf
  • PRIME Instituição executora: FINEP Modalidade: Fundo perdido Valores: R$ 120.000,00 Contra-partida: 0% Fluxo: por Edital Condições: Recursos para qualquer finalidade, até mesmo custeio de pró-labore. Características: Estimular a criação de novas empresas de base tecnológica. Mais informações: http://www.finep.gov.br/programas/prime.asp
  • SEBRAETec Instituição executora: SEBRAE Modalidade: Fundo perdido Valores: até R$ 30.000,00 por ano Contra-partida: 20% Fluxo: Contínuo Condições: Utilizar consultores cadastrados na rede SEBRAE. Características: Estimular a utilização de consultores especializados nas empresas. Mais informações: http://www.sebraesp.com.br/TrabalheConosco/Paginas/PrestacaodeServicos.aspx
  • FUNTEC Instituição executora: BNDES Modalidade: Fundo perdido Valores: até R$ 30.000,00 por ano Contra-partida: 10% Fluxo: Contínuo Condições: Projeto coordenado em conjunto por fundação de apoio a pesquisa. Características: Estimular a integração empresa/universidade através das fundações. Mais informações: http://www.bndes.gov.br/SiteBNDES/bndes/bndes_pt/Institucional/Apoio_Financeiro/Programas_e_Fundos/funtec.html
  • FUNCET Instituição executora: Governo do Estado de São Paulo Modalidade: Empréstimo a TJLP Valores: entre R$ 20.000,00 a R$ 200.000,00 Contra-partida: 0% Fluxo: por Edital Condições: Ser empresa sediada no estado de São Paulo Características: 24 meses de carência e 36 de amortização. Mais informações: http://www.desenvolvimento.sp.gov.br/cti/funcet/
  • Combinação de Fundos “ É permitido ?” Não só é permitido, como é estimulado. Se analisarmos a natureza dos fundos, é fácil visualizar a complementaridade dos mesmos. Exemplo: PIPE III não cobre custo com pessoal especializado e RHAE cobre apenas isso.
  • Próximas etapas após o fundo Terminado o estágio com o fundo de inovação, a empresa passa para o estágio de maturidade. Os fundos de inovação estão categorizados com inglês como SEED Money. 1º. Etapa SEED (fundos de inovação ou dinheiro próprio e/ou investidores se tornando sócios) 2º. Etapa ANGEL (opcional, investidores que adequam a empresa para a busca de capital de risco) 3º. Etapa VENTURE CAPITAL (investidores de risco) 4º. Etapa IPO (abertura de capital, também opcional, pode-se manter a empresa com o quadro acionário fechado, mas se a empresa não quer depender de bancos, deve abrir o capital!)
  • Estudos de Caso PIPE I Projeto: Scanner 3D para avaliação de gordura Empresa: ALGTRYon Participação do Palestrante: proponente PIPE II (direto) e PIPE III Projeto: Controle de motores de precisão para odontologia Empresa: ALGTRYon Participação do Palestrante: coordenador PRIME Projeto: Sistema de Vitrines Colaborativas On-Line Empresa: byMK Participação do Palestrante: Membro do comitê avaliador
  • Considerações finais “ Tomei a decisão. Quero abrir minha empresa. Porém, não tenho dinheiro algum para investir. É possível ?”
  • Considerações finais “ Tomei a decisão. Quero abrir minha empresa. Porém, não tenho dinheiro algum para investir. É possível ?” SIM. Plenamente viável e históricamente comprovado (Apple, Microsoft)
  • Considerações finais “ Tomei a decisão. Quero abrir minha empresa. Porém, não tenho dinheiro algum para investir. É possível ?” SIM. Plenamente viável e históricamente comprovado (Apple, Microsoft) Porém, dinheiro não faz falta alguma, mas boas IDÉIAS são essenciais.
  • Desafio O palestrante desafia os presentes a abrirem e manterem uma empresa por 1 ano investindo R$ 0,00 de seus próprios bolsos.
  • Desafio
    • O palestrante desafia os presentes a abrirem e manterem uma empresa por 1 ano
    • investindo R$ 0,00 de seus próprios bolsos.
    • Caminho das pedras:
    • Iniciar com PIPE I – FAPESP (único programa que não exige que a empresa esteja
    • aberta no momento do envio da proposta)
    • Ter uma boa idéia, nos moldes do programa, com potencial de mercado.
    • Escrever o projeto.
    • Usar o posto de apoio da FAPESP no campus para evitar custos dos correios.
    • Após aprovado o projeto, o coordenador começa a receber uma bolsa da FAPESP.
    • Se afiliar com uma das incubadoras da cidade (CEDIN, ParqTec), para ter custos
    • reduzidos de aluguel, telefone, água, limpeza, etc.
    • Com o dinheiro da bolsa FAPESP, pagar taxas da incubadora, contador, etc.
    • Iniciar o projeto, tendo o material comprado pelo projeto PIPE e os funcionários como
    • bolsistas do projeto (para bolsistas não é necessário recolher encargos trabalhistas).
  • Desafio A(o) primeiro(a) que cumprir o desafio, eu convido para ser sócio da ALGTRYon com uma participação de 2% do capital da empresa, atuando como diretor(a) executivo(a), sem qualquer ônus. Regras: interessados me enviem o nome completo por email: yah@icmc.usp.br Boa sorte à todos os interessados, e nos vemos no início de 2013!