Pensando nas ferramentas sociais da web 2

  • 380 views
Uploaded on

 

More in: Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
380
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
6
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Ferramentas sociais na Educação Pensando nas ferramentas sociais da Web 2.0 contribuindo para a produção coletiva de conhecimento, percebo que existe um arsenal de possibilidades entre orkut, twitter, blogs, MSN... Que nos desafiam enquanto educadores a fazermos uma reflexão sobre suas potencialidades educativas indo muito além dos muros escolares. Sobre estas possibilidades, cabe citar um pensamento de Pierre Lévy: “Há muitas formas de organização e o desafio é inventarmos todos juntos formas de organização que não sejam nem anárquicas – onde não haveria nenhuma forma de cooperação – nem demasiadamente rígidas, mas sim as que permitam otimizar a capacidade de invenção das pessoas, suas competências, suas experiências, suas memórias.”. E partindo da possibilidade de “otimizar a capacidade de invenção das pessoas” da qual fala o autor é que vou focar este comentário, pois como arte/educadora esta ideia está muito presente no meu cotidiano. Vou dedicar meu olhar sobre as seguintes ferramentas sociais www.edu.glogster.com e MSN www.edu.glogster.com A home do site é desafiadora para educadores e educandos, pois nos coloca diante o seguinte pensamento: “Um Novo Mundo de Inovação Educacional Aguarda Você. - Uma revolução na expressão criativa do conhecimento e de competências!” O Glogster é uma ferramenta gratuita disponível na internet que permite criar glogs - “ cartazes virtuais” mixando diversos tipos de mídia na mesma página, como vídeos, músicas, fotografias, textos, links... Contando ainda com recursos gráficos muito fáceis de usar, que colaboram na produção visual e no designer do projeto como, molduras, papéis de parede, formatação de textos, ícones...
  • 2. Permitindo que, tanto o educador quanto o educando elaborem formas criativas de ampliarem o seu conhecimento sobre um tema em estudo, como de expressarem-se através do mesmo. Também com a opção de publicar o projeto apenas quando estiver pronto, sendo que este poderá ser enviado por link para amigos além de ser compartilhado com outras redes sociais como orkut, twitter... Ou ainda ter o seu acesso restrito a um determinado grupo de usuários. Ao cadastrar-se o educador poderá também criar uma sala de aula virtual onde poderá cadastrar até 200 alunos (no sistema gratuito), em uma plataforma de trabalho onde terá acesso virtual ao desenvolvimento dos projetos elaborados pelos alunos. Pontos positivos da ferramenta -Ser gratuito. -Introduzir os educadores, educandos e familiares na EAD com um formato acessível e atraente. -Estimular o processo criativo dos alunos através do uso com diferentes mídias disponíveis na web 2.0 facilitando o contato e o aprendizado de todas as áreas do conhecimento. -Colaborar para a preservação ambiental, poupando papéis e outros materiais que venham a danificar o meio ambiente. -Produção e publicação de conhecimento no ambiente virtual acompanhado pelo educador, criando um intercâmbio com outras realidades. -Entre muitos outros... Pontos negativos ferramenta. -O site, é em inglês (embora tenha alguns itens traduzidos para o português), mas vale lembrar a possibilidade de usar um tradutor de páginas se necessário. -O excesso de recursos criativos que se mal orientados podem desviar a atenção dos alunos para os reais objetivos do projeto. -Entre outros...
  • 3. O MSN – Windows Live Messenger É uma ferramenta que permite a comunicação on-line de seus usuários desde que estejam cadastrados. Esta comunicação pode ocorrer de formas diversas como: mensagens de texto, envio de arquivos (imagens, músicas, textos...) de forma síncrona ou assíncrona, como também com viva-voz com o uso da web-can. Ao entrar no MSN há a possibilidade de visualizar quais são os usuários que estão on-line e qual é a sua disponibilidade de contato no momento, como disponível, ocupado, ausente ou invisível. O usuário pode manter contato individualmente com outros usuários ou criar um grupo onde todos poderão participar juntos da mesma conversa. Ou seja, é possível agendar encontros coletivos no MSN, usando-o tanto como meio de comunicação ou para a produção de ideias e de uma rede de conhecimento coletivo, considerando que é mais um modo de aproximação das distâncias disponível no ciberespaço. Pensando nestas possibilidades, sendo que ainda existem outras já é possível visualizar o quanto este recurso pode vir a colaborar com a dinâmica das aulas se os professores estiverem dispostos a trazerem a tecnologia para dentro da escola. Criando formas de troca de informações que ultrapassam o ambiente e o horário escolar, pois este se amplia à medida que o professor tem disponibilidade de fazer contato com seus alunos e vice-versa. Assim é possível criar atividades extra- classe onde os alunos poderão encontrar-se para esclarecerem dúvidas e realizarem tarefas juntos. Oportunizando até, que aquele aluno mais tímido se encoraje a perguntar através da escrita. Ainda é importante valorizar todas as possibilidades de intercâmbio entre realidades e culturas diferentes, já que podemos convidar professores de escolas de outras cidades e estados para serem nossos parceiros em um projeto.
  • 4. As possibilidades são inúmeras, gratuitas e estão disponíveis a todos os professores que tenham um computador e muita vontade organizarem suas aulas pensando nas redes sociais como aliadas na educação. Claro que é importante frisar, que não basta largar os alunos no MSN e deixar que se percam entre conversas improdutivas é preciso criar situações onde o aluno perceba que está vivendo um novo momento, com o compromisso de produzir alguma forma de conhecimento e que este esteja adequado as propostas da aula. Considerações finais - Independente da área de conhecimento a ser trabalhada as redes sociais são uma ferramenta muito interessante tanto para educadores, como para os educandos e seus familiares pelos diversos recursos que oferece para a socialização de novas formas de produção de conhecimento em rede e de forma colaborativa. Está na hora de nos educadores nos apropriarmos destes recursos em favor da Educação, aproveitando a oportunidade para formarmos usuários de redes sociais, com valores Éticos e de cidadania, para que assumam um comportamento socialmente responsável também no ciberespaço. Marilia Schmitt Fernandes