Your SlideShare is downloading. ×
Valcir
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Valcir

66
views

Published on


0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
66
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Curso Melhor GestãoMelhor EnsinoMeu PrimeiroBeijo
  • 2. Situação de Aprendizagem: Relatos deexperiências de um adolescenteTempo previsto: 12 aulasConteúdos e temas: Elementos do relato,leitura de gêneros da tipologia “relatar”,elaboração de relatos orais e escritos.Competências e habilidades: Ler, analisar,discutir, identificar as características datipologia “relatar” em diferentes gêneros eproduzir relatos.
  • 3. Estratégias: Aula interativa, com a participação doaluno (roda de conversa), leitura compartilhada,em duplas e em grupos, valorização dasexperiências dos alunos.Recursos: Computador, projetor, caixa de som,celular, textos de relatos: experiência vivida epoesia; música, dicionário de língua portuguesa.Avaliação: Elaboração de fichas organizativas eprodução escrita de relatos.
  • 4. 1ª ETAPA - TEMA: “MEU PRIMEIRO...”Objetivo: levantamento do conhecimento de mundodos alunos.Roda de conversa, problematização do tema: Osalunos relatam suas experiências ( 1º aniversário,1ª viagem, 1º passeio, 1º livro, 1º amor, 1º beijo).Questionamentos:• O que vocês sentiram?• O que aprenderam?• Por que foi importante?
  • 5. • O que aconteceu?• Com quem?• Quando?• Onde?• Por quê?Lição de casa: Entrevistar amigos oufamiliares sobre suas experiências vividas.
  • 6. 2ª etapa: Correção• Análise da lição de casa:Cada grupo terá um tema e deveescolher o melhor relato, segundo oscritérios: coesão, coerência, clareza,organização da história, para umaprodução escrita.
  • 7. 3ª ETAPA – Leitura do texto “ Meu primeirobeijo”, de Antonio Barreto.1ª Leitura – professor2ª Leitura – compartilhada.Pesquisa de vocabulário, palavras desconhecidas.Identificação da linguagem coloquial.
  • 8. Anexo 1: Meu primeiro beijo –Antônio BarretoÉ difícil acreditar, mas meu primeiro beijofoi num ônibus, na volta da escola. E sabemcom quem? Com o Cultura Inútil! Pode? Atéque foi legal. Nem eu nem ele sabíamosexatamente o que era o “beijo”. Só de filme.Estávamos virgens nesse assunto, e morrendode medo. Mas aprendemos. E foi assim...
  • 9. Não sei se numa aula de Biologia ou de Química,o Culta tinha me mandado um dos seus milharesde bilhetinhos:“Você é a glicose do meu metabolismo.Te amo muito!Paracelso”E assinou com uma letrinha miúda: Paracelso.Paracelso era o outro apelido dele. Assinou comuma letrinha tão minúscula que tive dó, tive pena,instinto maternal, coisas de mulher... E tambémnão sei por que: resolvi dar uma chance pra ele,mesmo sem saber que tipo de lance ia rolar.
  • 10. No dia seguinte, depois do inglês, pediu para meacompanhar até em casa. No ônibus, veio com oseguinte papo:-Um beijo pode deixar a gente exausto, sabia? –Fiz cara de desentendida.Mas ele continuou:- Dependendo do beijo, a gente põe em ação 29minúsculos, consome cerca de 12 calorias eacelera o coração de 70 para 150 batidas porminuto. – Aí ele tomou coragem e pegou naminha mão. Mas continuou salivando seusperdigotos:
  • 11. - A gente também gasta, na saliva, nadamenos que 9 mg de água; 0,7 mg dealbumina; 0,18 g de substâncias orgânicas;0,711 mg de matérias graxas; 0,45 mg de saise pelo menos 250 bactérias...Aí o bactéria falante aproximou o rosto domeu e, tremendo, tirou seus óculos, tirou osmeus, e ficamos nos olhando, de pertinho. Obastante para que eu descobrisse que, sem osóculos, seus olhos eram bonitos e expressivos,azuis e brilhantes. E achei gostoso aquelecalorzinho que envolvia o corpo da gente. Ele
  • 12. beijou a pontinha do meu nariz, fechei os olhos esenti sua respiração ofegante. Seus lábiostocaram os meus. Primeiro de leve, depois commais força, e então nos abraçamos de bocascoladas, por alguns segundos.E de repente o ônibus já havia chegado noponto final e já tínhamos transposto, juntos, oabismo do primeiro beijo.Desci, cheguei em casa, nos beijamos de novono portão do prédio, e aí ficamos apaixonadospor várias semanas. Até que o mundo rolou, asluas vieram e voltaram, o tempo se esqueceu do
  • 13. tempo, as contas de telefone aumentaram,depois diminuíram... E foi ficando nisso.Normal. Que nem meu primeiro beijo. Mas foiinesquecível!
  • 14. Anexo 2: Vocabulário• Pesquisa de vocabulário: glicose, metabolismo, perdigoto,salivando, albumina, matérias graxas, sais, ofegantes,transpostos, Paracelso.• Linguagem coloquial:1º §: “Sabe com quem?”, “Pode?”, “E foi assim...”, “Até que foilegal”.3º§: “Que tipo de lance ia rolar?”.4º§: “Veio com o seguinte papo:”5º§: “Fiz cara de desentendida”.7º§: “Aí”.11º§: “O mundo rolou”, “Foi ficando nisso”, “Que nem meuprimeiro beijo”.
  • 15. 4ª ETAPA – Entendimento do texto : Interpretação,através do questionamento:Do que o texto fala?O que aconteceu?Com quem aconteceu?Como aconteceu?Por que aconteceu?Quando aconteceu?
  • 16. 5ª ETAPA - Gramática no texto “Meuprimeiro beijo”• Linguagem direta:“ – Um beijo pode deixar a gente exausto,sabia?”.• Linguagem indireta:“No dia seguinte, depois do inglês, pediu prame acompanhar até em casa”.
  • 17. 6ª Etapa: MúsicaPrimeiro beijoJoão Victor e RaphaelLembro daquele beijo que me deuNo meio do intervalo aconteceuVoltei pra sala com o coraçãoCompletamente louco de paixãoVocê ficou na sala me olhando,Senti que a gente estava namorandoNaquela hora era o amorNão deu nem pra ouvir o professor
  • 18. Aí não consegui nem estudarSó queria lembrarDaquele momento que até hoje faz sonharA melhor emoção de todas que eu gosto delembrarFoi meu primeiro beijoFoi a primeira paixãoNunca mais te esqueci, guardei vocêPra sempre dentro do meu coração (2x)
  • 19. Lembro daquele beijo que me deuNo meio do intervalo aconteceuVoltei pra sala com o coraçãoCompletamente louco de paixãoVocê ficou na sala me olhando,Senti que a gente estava namorandoNaquela hora era o amorNão deu nem pra ouvir o professor
  • 20. Aí não consegui nem estudarSó queria lembrarDaquele momento que até hoje faz sonharA melhor emoção de todas que eu gosto delembrarFoi meu primeiro beijoFoi a primeira paixãoNunca mais te esqueci, guardei vocêPra sempre dentro do meu coração (3x)
  • 21. Marcas temporais“Lembro daquele beijo que me deu.”(Pretérito Perfeito).“Estávamos virgens nesse assunto...”(Pretérito Imperfeito)“ ... o Culta tinha me mandado um dos seusmilhares de bilhetinhos:”(Pretérito Mais que Perfeito Composto)
  • 22. 7ª Etapa: Texto “Eu etiqueta” –Carlos Drummond de Andrade• Pronomes pessoais: “eu”.• Pronomes possessivos: “minha calça”, “quenão é meu de batismo”.• Pronome oblíquo: “E fazem de mim homemanúncio...”, “demito-me de ser”.
  • 23. Eu etiquetaCarlos Drummond de AndradeEm minha calça está grudado um nomeQue não é meu de batismo ou de cartórioUm nome...estranhoMeu blusão traz lembrete de bebidaQue jamais pus na boca, nessa vida,Em minha camiseta, a marca de cigarroQue não fumo, até hoje não fumei.Minhas meias falam de produtosQue nunca experimenteiMas são comunicados a meus pés.Meu tênis é proclama coloridoDe alguma coisa não provadaPor este provador de longa idade.Meu lenço, meu relógio, meu chaveiro,Minha gravata e cinto e escova e pente,Meu copo, minha xícara,Minha toalha de banho e sabonete,Meu isso, meu aquilo.
  • 24. Desde a cabeça ao bico dos sapatos,São mensagens,Letras falantes,Gritos visuais,Ordens de uso, abuso, reincidências.Costume, hábito, premência,Indispensabilidade,E fazem de mim homem-anúncio itinerante,Escravo da matéria anunciada.Estou, estou na moda.É duro andar na moda, ainda que a modaSeja negar minha identidade,Trocá-lo por mil, açambarcandoTodas as marcas registradas,Todos os logotipos do mercado.Com que inocência demito-me de serEu que antes era e me sabiaTão diverso de outros, tão mim mesmo,Ser pensante sentinte e solitárioCom outros seres diversos e conscientesDe sua humana, invencível condição.Agora sou anúncioOra vulgar, ora bizarro.
  • 25. Em língua nacional ou em qualquer língua(Qualquer, principalmente.)E nisto me comprazo, tiro glóriaDe minha anulação.Não sou - vê lá - anúncio contratado.Eu é que mimosamente pagoPara anunciar, para venderEm bares, festas, praias, pérgulas, piscinas,E bem à vista exibo esta etiquetaGlobal no corpo que desisteDe ser veste e sandália de uma essênciaTão viva, independente,Que moda ou suborno algum a compromete.
  • 26. Onde terei jogado forameu gosto e capacidade de escolher,Minhas idiossincrasias tão pessoais,Tão minhas que no rosto se espelhavamE cada gesto, cada olhar,Cada vinco da roupaSou gravado de forma universal,Saio da estamparia, não de casa,Da vitrine me tiram, recolocam,Objeto pulsante, mas objetoQue se oferece como signo de outrosObjetos estáticos, tarifados.Por me ostentar assim, tão orgulhosoDe ser não eu, mar artigo industrial,Peço que meu nome retifiquem.Já não me convém o título de homem.Meu nome novo é Coisa.Eu sou a Coisa, coisamente.
  • 27. BibliografiaBARRETO, Antônio. Meu primeiro beijo.Balada do primeiro amor.ANDRADE, Carlos Drummond de. Euetiqueta.Música: Primeiro beijo. João Victor eRaphael.