• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
PublicaçãO Setembro2009
 

PublicaçãO Setembro2009

on

  • 1,225 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,225
Views on SlideShare
1,225
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    PublicaçãO Setembro2009 PublicaçãO Setembro2009 Document Transcript

    • Boletim Informativo das BEs Nº 1 Setembro/Dezembro 2009 1 Magia das Palavras Magia das Palavras Boletim nº Boletim nº 4 Ano II– Setembro Dezembro/2009/2010 4 Ano II– Setembro / / Dezembro/2009/2010 EDITORIAL O impresso, a esco- a aprendizagem formal, a não la e a biblioteca entre formal e a informal, o local e o paredes, tal como a conhe- global, o individual e o colecti- cemos hoje, deixaram de vo, entre a informação e o ser a sede e a fonte conhecimento. essencial da informação e do conhecimento. É preciso (Extracto da Newsletter 05 da ter a consciência dos desa- RBE) fios que a sociedade da Considerando extracto acima - Editorial informação coloca às transcrito nós Professoras bibliotecas, destacadamen- Bibliotecárias pretendemos con- - Já aconteceu … te o ambiente digital que tribuir, ainda que modestamen- hoje avança inexoravelmen- te, para que as BEs conduzam .Exposição de trabalhos dos alunos do Agrupamento te como uma onda … ao sucesso educativo dos alunos A resposta das do Agrupamento. - Vai acontecer… bibliotecas passa em gran- de parte: pela sua moder- -Sugestões de Leitura nização tecnológica; por novas metodologias de tra- - Mensagem balho com recurso aos ins- trumentos que a web dispo- nibiliza; por uma relação cada vez mais íntima da biblioteca com a actividade curricular dos alunos e dos professores. A biblioteca tem que ser, cada vez “Quer amigos, procure nos bons livros; eles são os amigos verdadeiros, que não bajulam mais, a interface entre o ou dissimulam.” Francis Bacon interior e o exterior, Agrupamento de Escolas de Amares
    • Boletim Informativo das BEs Nº 1 Setembro/Dezembro 2009 2 AS NOSSAS ACTIVIDADES… JÁ ACONTECEU… As BEs elaboraram uma brochura de sensibilização à leitura... BIBLIOTECAS ESCOLARES Agrupamento de Escolas de Amares “ Fazer leitores para construir saberes” A BE:” UM MUNDO Á TUA MÃO” “FAZER LEITORES PARA CONSTRUIR” As Bibliotecas escolares do Agrupamento Mês Internacional das Bibliotecas comemoraram durante o mês de Outubro o “Mês OUTUBRO Internacional das Bibliotecas”. Proporcionando a todos os alunos um leque de actividades : ANO LECTIVO 2009 / 2010 O LIVRO - Oficinas do saber As BEs elaboraram uma brochura com - Vinda de Escritor informação sobre o Vírus H1N1 - Contador de Histórias - Sessões de Fotografia - Projecção de Filmes -“ A Menina do mar” - “O incrível rapaz que comia Livros” TROCA AS VOLTAS À GRIPE... -Exposição de trabalhos A história “ Nuno Escapa à gripe A” lendo, jogando, descobrindo... 2009/2010 Agrupamento de Escolas de Amares
    • Boletim Informativo das BEs Nº 1 Setembro/Dezembro 2009 3 BE de EIRADO S. MARTINHO Em articulação com os Professores, Pais/Encarregados de Educação, os alunos da EB1 de Eirado, e EB1 de Figueiredo(num total de 220 alunos) participaram activamente na recolha “Provérbios; Poesias; Lendas; Lengalengas; Canções…etc.), Com o objectivo, de criar o gosto pela recolha de produções do património literário oral. BE de FIGUEIREDO Todos tiveram um” Miminho” pela participação Agrupamento de Escolas de Amares
    • Boletim Informativo das BEs Nº 1 Setembro/Dezembro 2009 4 BE de CAIRES Visualizamos, na Biblioteca digital (PNL) o Filme “ O Incrível Rapaz que comia Livros” Registos das crianças do 1º ano Com a aproximação do Natal, projectamos a História “ NATAL NAS ASAS DO ARCO ÍRIS” na BE de Caires, para despertar nas crianças o espírito natalício… Agrupamento de Escolas de Amares
    • Boletim Informativo das BEs Nº 1 Setembro/Dezembro 2009 5 Também apresentamos a História na EB1/JI da Sobreira - Santa Maria de Bouro No final da história , para delícia das crianças, como se nas asas do arco íris surgisse, caiu uma nuvem de bri- lhantes. BE de FIGUEIREDO BE de EIRADO Agrupamento de Escolas de Amares
    • Boletim Informativo das BEs Nº 1 Setembro/Dezembro 2009 6 EXPOSIÇÃO DE TRABALHOS DE NATAL BE DE FIGUEIREDO Trabalhos realizados em articulação com as Professoras Titulares de Turma e Encarregados de Educação Agrupamento de Escolas de Amares
    • Boletim Informativo das BEs Nº 1 Setembro/Dezembro 2009 7 Peça de Teatro Para Adolescentes No âmbito do Plano de Actividades do Projecto de Educação para a Saúde (cuja Coordenadora na nossa escola é a professora Clara Ferreira), em colaboração com a BE, realizou-se, na Biblioteca da EB 2,3 de Amares, no dia 2 de Outubro pelas 13.30 horas, a peça de teatro: " NEM MUITO SIMPLES...NEM DEMASIADO COMPLICADO...", promovida pelo pro- grama "CUIDA-TE", do IPJ. Representado pelo Grupo Usina. Esta peça retrata o dia-a-dia dos problemas dos adolescentes e foi presenciada pela turma do 9º A. ANTÓNIO CASTANHEIRA CONTADOR DE HISTÓRIAS No dia 13 de Outubro pelas 10 horas, esteve na Biblioteca da EB 2,3 de Amares o reconhecido contador de histórias, António Castanheira. Como sempre acompanhado pela sua viola para gáudio dos nossos alunos que adoram o som deste instrumento musi- cal, podendo cantar, bater palmas...e serem também eles os "actores" durante algum tempo. Agrupamento de Escolas de Amares
    • Boletim Informativo das BEs Nº 1 Setembro/Dezembro 2009 8 “LEITURA COM CASTANHAS…” Para comemorar o dia de S. Martinho, a Coordenadora das Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas de Amares realizou uma actividade intitulada " Leitura com Castanhas" que constava de um concurso de quadras de S. Marti- nho que foram colocadas em dois painéis e um terceiro improvisado (dado a enorme participação, que ultrapassou de longe as nossas expectativas) e ainda uma árvore carregada de quadras. Além disso foi colocada uma mesa com textos, revistas, livros alusivos ao tema e um cesto de castanhas assim como bebidas para os alunos que passaram pela biblioteca. Os alunos comeram, beberam e leram as revistas com receitas com castanhas e a lenda de S. Martinho que estava muito atractiva. Participaram nesta actividade cerca de 50 alunos. Agrupamento de Escolas de Amares
    • Boletim Informativo das BEs Nº 1 Setembro/Dezembro 2009 9 Exposição e Concurso de “Árvores de Natal” No período de 14 a 17 de Dezembro, decorreu na Biblioteca Escolar da EB 2,3 de Amares uma Exposição e Concurso de Árvores de Natal com trabalhos criados pelos alunos do 2º ciclo, nas aulas de Educação Visual e Tecnológica. Esta parceria com a Biblioteca Escolar foi solicitada pelos docentes de EVT que agradecem a colaboração prestada em termos de divul- gação da actividade na escola, na disponibilização dos recursos necessários, na montagem da própria Exposição, no cuidado e vigilância relativamente às produções artísticas dos alunos. EXPOSIÇÃO DOS TRABALHOS DOS NOSSOS ALUNOS DO CEF; EFA, PIEF….. E DO AGRUPAMENTO…. PIEF EFAS Jardim de Infância de Besteiros Agrupamento de Escolas de Amares
    • Boletim Informativo das BEs Nº 1 Setembro/Dezembro 2009 10 Desdobrável com as normas das BEs de Barreiros e Ferreiros Agrupamento de Escolas de Amares
    • Boletim Informativo das BEs Nº 1 Setembro/Dezembro 2009 11 Algumas actividades realizadas nas BEs de Ferreiros e Barreiros durante o mês de Outubro A partir da leitura de um excerto da obra O menino que não gostava de ler de Susanna Tamaro, os alunos (3º e 4º anos) deram, por escrito, continuação à história. Várias versões cons- truídas pelos alunos foram, depois, expostas em cartaz na Exposi- ção na BE da Escola Sede. Os alunos demonstraram curiosidade em saber o resto da história, o que foi depois realizado pela professo- ra bibliotecária. Os alunos do pré-escolar e os restantes alunos do 1º Ciclo assistiram à passagem do livro digitalizado A Fada Palavrinha, comemorativo do Dia das Bibliotecas. Na Biblioteca de Ferreiros, partindo da leitura, pela pro- fessora bibliotecária, da obra, João e a Floresta de Betão de Pedro Reisinho, os alunos do 2º ano e as respectivas professoras construíram um painel que esteve presente na Exposição. Ainda na biblioteca de Ferreiros, a partir da leitura do texto Sábios como Camelos de José Eduardo Agualusa, os alunos (4ºD) recontaram por escrito a história procedendo também à sua ilus- tração (cartaz que também fez parte da Exposição). Os alunos do 2º ano de Ferreiros ainda tiveram oportunidade de ver a obra A Fada Palavrinha, adequada ao tema das bibliotecas e dos livros. Sábios como Camelos de Eduardo Agualusa e poe- mas alusivos ao livro (vários autores) Cartaz alusivo à obra João e a Floresta de Betão de Rui Reisinho (alunos do 2º ano) Agrupamento de Escolas de Amares
    • Boletim Informativo das BEs Nº 1 Setembro/Dezembro 2009 12 Trabalhos realizados pelos alunos do Centro Educativo de Ferreiros Comemoração do Dia Internacional dos Direitos Humanos A partir da leitura orientada da Declaração Universal dos Direitos Humanos (versão sim- plificada) os alunos dos 4ºs anos de Barreiros e Ferreiros responderam a várias questões, realizan- do, no final, trabalhos individuais (texto e ilustrações) que foram expostos na biblioteca de Ferrei- ros. A partir da versão simplificada da Declaração, os alunos do 2º ano de Ferreiros, leram e interpretaram alguns dos direitos, realizando cartazes com ilustrações e alguns dos direitos selec- cionados pelas respectivas professoras. Os alunos do 1º F, com orientação do professor da turma, trabalharam, a partir de uma selecção de artigos da Declaração, o artigo 1º e 25º, fazendo ilustrações alusivas aos direitos. Os alunos do 1º H seleccionaram o artigo 2º para ilustrar e debater, sob a orientação da professora da turma. Consideramos que esta actividade foi importante porque os alunos desenvolveram o sentido crítico e uma maior sensibilidade para os problemas do mundo, tendo em conta os textos e ilustrações que produziram. Trabalhos do 1º F e 2º I centro educativo de Ferreiros Agrupamento de Escolas de Amares
    • Boletim Informativo das BEs Nº 1 Setembro/Dezembro 2009 13 Dia Internacional dos Direitos Humanos Eu e a minha turma fomos à Biblioteca ouvir falar dos direitos humanos. Estivemos com muita atenção. Nós, seres humanos, não temos o direito de fazer coisas aos outros que não queremos que nos façam a nós. Por isso, é que os nossos direitos têm que ser respeitados pelos outros e nós temos que respeitar os dos outros. Assim, todos temos direitos e obrigações. Eu gostei mais do direito que dizia que não interessa a cor da pele, o sexo, a religião e a língua, etc. Outro direito que eu achei importante foi o direito a manifestarmo-nos. Se nós não gostarmos de qualquer coisa, por exemplo, uma lixeira que cheira mal, temos direito a manifestarmo-nos, com liberdade. O direito à educação também me fez pensar. Se eu conhecesse crianças que não iam à escola, porque não tinham dinheiro, podia emprestar-lhes algum… mas, a verdade é que eu não trabalho e portanto, tenho muita pena em não poder ajudar… Gostei muito de estar na biblioteca. Jéssica Gomes Costa, 4ºD “ Chá com Livros” - Projecto de Promoção da Leitura com os Encarregados de Educação de Ferreiros Agrupamento de Escolas de Amares
    • Boletim Informativo das BEs Nº 1 Setembro/Dezembro 2009 14 VAI ACONTECER: Visitas: - Escritores/contadores de histórias; - João Pedro Mésseder - Liliana Ribeiro - Ao Lar; Dia de S. Valentim Dia Mundial da Poesia Dia Mundial da água Comemoração da Natureza Concursos Actividades diversas de leitura, leitura e leitura… Agrupamento de Escolas de Amares
    • Boletim Informativo das BEs Nº 1 Setembro/Dezembro 2009 15 Sugestões de Leitura Para as crianças do Pré Escolar Apesar de bem tratado, o Tubarão Dentadinha sonhava com o dia em que pudesse regressar ao seu ecossistema natural e encontrar os seus amigos da mesma espécie. Tal facto acaba mesmo por acontecer quando o tubarão cresce mais do que o previsto e é libertado no Oceano. Esse regresso à liberdade permi- te-lhe nadar por mares longínquos, rever família e amigos e descobrir o seu lugar na complexa cadeia ecológica. A personificação do protagonista e a apresentação dos seus dilemas existenciais permitem a identificação dos leitores com a reali- dade vivida, sensibilizando-os para a defesa da protecção do meio ambiente e das espécies animais. Inspirado no imaginário e nas personagens da tradição literária infan- til, como a Bela Adormecida, o Capuchinho Vermelho ou o Gato das Botas, o autor cria uma narrativa onde mistura as histórias conhecidas, reciclando ele- mentos que cruza com a experiência de uma criança que abre um livro para o ler. As ilustrações de Anna Laura Cantone potenciam significativamente o texto, explorando a dimensão humorística e parodística do texto, ao mesmo tempo que lhe acrescentam muitos pormenores a exigirem uma leitura atenta. Mestre da escrita criativa, Gianni Rodari exemplifica aqui algumas das suas técnicas de recriação de histórias conhecidas, promovendo o diálogo intertextual com uni- versos próximos e identificáveis. Dedicado a crianças, o repertório aqui reunido alia uma variedade de sonoridades, de tim- bres, de melodias, de ritmos e de vozes, possibilitando actividades muito diversas. Os jogos de palavras e de sons, por exemplo, com base em repetições ou em sequências numé- ricas, típicas das rimas infantis e dos jogos ou canções tradicionais, são uma constante. A articulação dos breves textos/letras das músicas com uma atraente componente visual, colorida, muito sugestiva e composta a partir da colagem de materiais diversos, contribuem para prender a atenção do leitor/ouvinte. Com um CD que ilustra sonoramente os textos que o livro guarda, este é um recurso de utilização lúdica que constitui um meio feliz de contacto precoce com a música. | Sara Reis da Silva Agrupamento de Escolas de Amares
    • Boletim Informativo das BEs Nº 1 Setembro/Dezembro 2009 16 Sugestões de Leitura Para os alunos do 1º ciclo “Esta é a história de um rapaz com um apetite insaciável... por livros. Um dia, assim por acaso, o Henrique descobre esta estranha paixão, que se transforma numa mania constante e deliciosa! E eis a parte melhor: quanto mais livros devora, mais esperto fica. O Henrique sonha tornar-se na pessoa mais esperta do mundo. Até que percebe os malefícios deste hábito peculiar.... Já não consegue digerir bem, as coisas que aprendeu começam a ficar todas baralhadas e tem de parar." fonte: livrarialeitura.pt Pintalgato vive sendo alertado pela mãe para que não ultrapasse a fronteira do dia. Mas ele, louco para descobrir o que se esconde sob a sombra da noite, decide se aventurar e acaba tendo um encontro inusitado com o escuro. Quando volta para a luz do dia, descobre que seu pêlo, antes amarelo com pintinhas, está preto como a noite, e fica apavorado. Com ajuda da mãe, porém, consegue perceber que o medo do escuro, na verdade, é o medo das “ideias escuras que temos sobre o escuro”. Com uma prosa envolvente e cheia de pequenas surpresas poéticas, Mia Couto elabora uma bela fábula sobre as aflições e o encantamento com o desconhecido. Nas palavras do autor: “A maior parte dos medos que sofremos, crianças e adultos, foram fabricados para nos roubar curiosidade e para matar a vontade de querermos saber o que existe para além do horizonte”. Este livro foi digitalizado e encontra-se na Biblioteca do Centro Educativo de Ferreiros. Para aqueles que gostam de Poesia e de Ciência: A obra de Regina Gouveia mereceu já os seguintes comentários: "a formação científica da autora transparece, como em António Gedeão, na obra poética." (Professor Doutor Ferreira da Silva, FCUP) "destaco a beleza da sua escrita, onde a ciência é introduzida subtilmente, mas de forma rigorosa e adequada a públicos mais jovens." (Professora Doutora Nilza Costa, Universidade de Aveiro) "de uma maneira simples, espontânea, quase divertida, mas sem sacrificar o rigor científico, alerta as crianças para a observação de fenómenos físicos e sensibiliza-as para problemas ambien- tais." (Professora Doutora Maria de Fátima Pinheiro, FCUP) "O seu espírito vivo e inventivo integra muito mais do que a ciência que ensina e, de um modo simples, concilia harmoniosamente a Ciência e a Poesia." (Centro de Ciência Viva de Vila do Conde). Agrupamento de Escolas de Amares
    • Boletim Informativo das BEs Nº 1 Setembro/Dezembro 2009 17 Sugestões de Leitura Esta obra escrita por Ted e Jenny O´Neal pode ser utilizada nas aulas de Formação Cívica (encontra-se digitalizado na pasta desta disciplina na escola sede). A infância é a fase em que são ensinadas as virtudes - ou, mais precisamente, quando as crianças captam as virtudes. E a virtude do respeito é extremamente necessária num mundo cada vez mais diversificado, congestionado e interdependente. Mas, o que é o respeito? «É uma boa maneira de ser - é uma maneira de ser bom», dizem os autores. «É um modo de cuidarmos dos outros, de nós próprios e do nosso mundo. Quando possuímos a virtude do respeito, tentamos tratar os outros com muito amor e carinho». Deixe que este livro leve para sua casa a importante mensagem de que o nosso mundo e todos os que o habitam merecem respeito. Para os alunos do 2ºciclo Esta obra, O Rapaz que vivia na Televisão, de Luisa Ducla Soares tem uma das histórias mais interessantes do manual do 6ºano. Se queres saber como termina esta história, procura o livro na Biblioteca. Agrupamento de Escolas de Amares
    • Boletim Informativo das BEs Nº 1 Setembro/Dezembro 2009 18 Sugestões de Leitura Para os alunos do 3º ciclo Em O Dìárìo de um Banana, o autor e ilustrador Jeff Kinney apresenta-nos um herói improvável . Acompanhado por cartoons simples mas não sirnplistas, este livro apela a jovens de todas as idades. Creg Heffley começa por dizer no início do livro: Não esperem que eu me ponha para aqui com "Querido Diário" isto e "Querido Dário"aquilo, lançando-se em seguida numa exploração épica das dificuldades e tribulações da vida de um adolescente médio numa escola preparatória americana, com um texto suportado por cativantes desenho No ano em que comemora 20 anos de actividade literária, Alice Vieira volta a surpreender-nos com este romance para jovens. Alice Vieira oferece-nos uma história actualíssima, em que a crítica mordaz é pontuada pelo seu humor, capacidade de construção de personagens e talento de fina observador a. Magnífico! O diário de uma adolescente com todos os medos, receios, sonhos, assuntos e temas de qualquer rapariga de 15 anos. "Deram-me este Diário quando fiz anos. Tive tal desilusão quando o desembrulhei que me apeteceu atirá-lo para o caixote do lixo. Um livro em branco, à espera que eu, que nem para ler tenho paciência, aí escreva a minha vida. Para algum dia qualquer bisbilhoteiro ficar a saber os meus segredos mais íntimos, se apanhar a chave. Era o que faltava!" Agrupamento de Escolas de Amares
    • Boletim Informativo das BEs Nº 1 Setembro/Dezembro 2009 19 Como vamos de Leitura….na BE da Escola Sede Como se pode perfeitamente verificar são os 5º anos que mais requisitam. No 6º ano salientam-se o 6º J (destacadamente) e os 6º C e I . Os 7º anos estão nivelados enquanto que no 8ºanos e 9º se salientam o 8º B e o 9º C. Agrupamento de Escolas de Amares
    • Boletim Informativo das BEs Nº 1 Setembro/Dezembro 2009 20 Mensagem das Professoras Bibliotecárias É nossa preocupação tornar as Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas de Amares, num veículo essencial no processo de ensino - aprendizagem dos alunos e que estas desempenhem verdadeiramente um papel enriquecedor, junto de todos os que delas usufruem. Nesse sentido, cumpre-nos assinalar as funções fundamentais da nossa acção, que passará a ser divulgada neste boletim trimestral, quer em formato electróni- co, quer em suporte papel a disponibilizar nas Bibliotecas Escolares. A saber: Informativa – fornecer informação com rigor e actualizada; Educativa – promover meios e equipamentos adequados para uma aprendizagem favorável e um crescimento saudável, com orientação presencial, quer por um professor, em situação de aula, ou por um elemento da equipa da BE da escola sede; Formativa - selecção e uso de materiais formativos em competências de informação, em contexto de sala de aula ou não, promo- vendo novas aprendizagens; Cultural -apoiar a realização de experiências diversas, desenvolvendo a criatividade e as relações humanas; Recreativa - ocupar os tempos livres de uma forma útil e orientada, fornecendo informação, materiais e programas de valor recreativo, criando momentos de jogos e favorecer as relações entre pares. Até breve SITES DE INTERESSE: Histórias http://www.historiadodia.pt/pt/index.aspx http://e-livros.clube-de-leituras.pt/ PNL: http://www.planonacionaldeleitura.gov.pt/escolas/programas.php RBE: http://www.rbe.min-edu.pt/ Bllogue das BEs do Agrupamento de Escolas de Amares biblioamares.blogspot.com “ Refúgio da Imaginação” Agrupamento de Escolas de Amares