SIDIII 1º versão artigo catarina martins

1,114 views
1,054 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,114
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

SIDIII 1º versão artigo catarina martins

  1. 1. Estrutura do artigo RESUMO PALAVRAS-CHAVE: Supervisão, Colaboração, Desenvolvimento Profissional, Educação Inclusiva INTRODUÇÃO EQUADRAMENTO TEÓRICO OPÇÕES METODOLÓGICAS APRESENTAÇÃO E ANÁLISE DOS DADOS CONCLUSÕESBIBLIOGRAFIA
  2. 2.  O estudo apresentado emerge de um estudo mais amploSupervisão Colaborativa para uma Educação Inclusiva – Um estudo com professores do ensino regular
  3. 3.  Objetivos do estudo Identificar as concepções dos professores de ensino regular sobre trabalho colaborativo, educação inclusiva, supervisão pedagógica. Identificar e analisar dinâmicas de trabalho colaborativo, em contexto de formação contínua; Conhecer o impacto do trabalho colaborativo na implementação de práticas curriculares inclusivas; Identificar estratégias de formação e de supervisão promotoras de trabalho colaborativo; Conhecer o impacto das estratégias de formação e de supervisão na promoção de dinâmicas de trabalho colaborativo entre os professores; Conhecer o impacto das estratégias de formação e de supervisão no desenvolvimento profissional dos professores do ensino regular.
  4. 4.  Educação Inclusiva: Novos desafios para os professores Dinâmicas Colaborativas como vias para a conceção e operacionalização de escolas verdadeiramente inclusivas Formação em contexto como dimensão estruturante da mudança e melhoria das práticas curriculares A importância da Supervisão no apoio e regulação do processo formativo
  5. 5. Oficina de Formação“Supervisão Colaborativa para uma Educação Inclusiva”Pressupostos Construção do currículo de formação através de um processo reflexivo que envolveu todos os participantes. Colaboração como factor de desenvolvimento e de aprendizagem. Envolvimento em processos de investigação da própria prática. Análise crítica das suas práticas.Dinamização  Dinamizada pela investigadora, enquanto professora de educação especial , no seu local de trabalho e dos participantes no estudo.  Envolveu 16 formandos do 1º, 2º e 3º ciclos de uma Escola de Ensino Particular e Cooperativo com paralelismo pedagógico
  6. 6. Etapas Nº de Sessões /calendarização / Temáticas 4 sessões presenciais  02/05/2011- Negociação do programa de formação  16/05/2011- Estratégia portfolio reflexivo na formação contínua de professores1ª  30/05/2011- Trabalho colaborativo  13/06/2011- Educação Inclusiva numa perspetiva de escola para Todos 4 sessões não presencias2ª 4 sessões presenciais  26/09/2011  17/10/201  Conceção e implementação dos projetos de  24/10/2011 investigação-ação  07/11/2011  Análise e discussão de situações de docência 4 sessões não presencias
  7. 7.  Valorização da atitude problematizadora e investigativa do professor face à sua prática e aos contextos. Investigação-acção como estratégia privilegiada - planificação, acção, observação e reflexão sobre a acção . Perspectivando a melhoria da qualidade de aprendizagem dos alunos
  8. 8.  Estudo de natureza qualitativa, descritiva e interpretativa que decorre no contexto natural de trabalho dos participantes Estudo com uma intencionalidade: Formativa Investigativa Estudo configurando-se como estudo de caso (Bogdan & Biklen, 2002) Variante de multicaso (Yin, 2002)(4 subcasos).
  9. 9. EspecíficosDirigidos aos 16 formandos Inquérito por questionário na 1ª e 8º sessão (conhecer as representações dos professores sobre trabalho colaborativo, supervisão pedagógica e educação inclusiva) Questionários de avaliação das sessões Entrevista semiestruturada ao Diretor Entrevista semiestruturada aos Diretores de turma e/ou Coordenadores de DepartamentoDirigidos aos 4 formandos (subcasos) Portfólios reflexivos individuais (estratégia formativa e investigativa ) Entrevista semiestruturada a 4 formandos (conhecer as experiências vivenciadas e qual o impacto na mudança das conceções e das práticas)
  10. 10. Complementares• Registos em vídeo de todas as sessões.• Registos em vídeo de alguns episódios relativos à intervenção dos formandos em sala de aula, objeto de reflexão e análise na oficina de formação, permitindo o reajustamento dos planos de ação.• Teacher portfolio da investigadora
  11. 11.  Dados recolhidos através da entrevista semiestruturada, após validação do guião – dimensão relativa às questões da colaboração  Quatro docentes do 1º ciclo (subcasos) Critérios de seleção dos subcasos:  Participação em todas as sessões  Desenvolvimento de projetos de intervenção/investigação na sala de aula  Realização do Portfólio Reflexivo ao longo da oficina Análise dos dados e Conclusões (em curso)

×