Aulas 9 e 10

1,347 views

Published on

Published in: Technology
1 Comment
3 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
1,347
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
1
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Aulas 9 e 10

  1. 1. Por Maria Helena MSo. Araújo Estrutura do Texto Continuação...
  2. 2. TEMA /CONCEITO O conceito é a coluna vertebral onde se constrói a campanha. Ele é feito a partir da promessa principal atribuída à Marca como o diferencial a ser focado na mensagem de todas as peças. Está subentendido. Os assuntos vão girar em torno da proposta do tema, que é o objetivo da mensagem. O Tema tem duas funções: a) Construir a unidade da campanha - o Conceito de campanha realiza a amarração de todas as peças.Mas essa amarração não pode deixar de adequar mensagem a cada mídia, por exemplo: no outdoor usamos a síntese, ao passo que podemos explicar mais o produto num anúncio de revista. b) Auxiliar no processo de persuasão - ao ser mantido o mesmo conceito da Marca esperamos como resultado, a fixação da mesma na mente do consumidor.
  3. 3. Tema Subjetivo: “Tudo o que é sólido desmancha no ar.” Karl Marx (A observação de como a história elimina estruturas aparentemente eternas).
  4. 4. Tema Objetivo: Desenvolvimento e Meio Ambiente (Como conciliar desenvolvimento econômico e preservação do meio ambiente?)
  5. 5. TÍTULO O título pode responder por mais de 50% da eficiência de um anúncio, sendo ele: Direto – rápida informação sobre o produto; Indireto – destinado a fazer o leitor pensar. Funções 1) Atrair e prender a atenção pela apresentação de algo novo; 2) Causar impacto emocional no leitor com apelos comoventes; 3) Provocar desejos capazes de determinar a ação do consumidor; 4) Personalizar a mensagem, tratando o leitor/ouvinte como indivíduo e não massificando-o.
  6. 6. Características 1) Está destacado do resto do texto, pelo tamanho, tipo e forma de letras; 2) Por conter palavras e expressões-chaves, informativas; 3) Por mostra algum benefício do produto (destaque); 4) Por conduzir alguma decisão por meio de uma argumentação lógica. Tipos Afirmativo Exclamativo Interrogativo Imperativo Título-notícia Título-sugestão Título-seletivo Título-curiosidade.
  7. 7. TEXTO (venda/argumento) O texto é uma grande força do anúncio, pois se destina a modificar comportamentos do leitor, agindo sobre sua vontade e sentimentos para gerar a necessidade de compra. Tese / Antítese Envolve o observador na situação Justifica racionalmente as vantagens dos produtos Pela lógica (pede raciocínio) Pela evidência (provas concretas) Formas de comprovação do argumento: Apelos verbais ou visuais / Rostos e corpos bonitos / Ídolos e artistas, heróis, mitos / Ambientes sugestivos / Depoimentos e demonstrações
  8. 8. TEXTO: Todo mundo cresce sonhando em ter uma Honda. SLOGAN: Asas da Liberdade. O poder dos sonhos.
  9. 9. Direção de Arte: André Bomfim
  10. 10. SLOGAN Do gaélico (celtas) = grito de guerra de um clã  Afirmações que não permitem discordância do leitor, nem o leva a reflexões prolongadas;  Uso de palavras de efeito e universais;  Comum a utilização de rimas, metáforas, Hipérboles, Comparações e exclamações;  Tem maior efetividade em mídia de Rádio (importância do verbal);  Tem estrutura autônoma. Funções Síntese do raciocínio; Fixação e memorização das marcas. Referências: IASBECK, Luiz Carlos. A Arte dos Slogans. AnnaBlume Editora. São Paulo, 2002.
  11. 11. Alguns slogans conhecidos  Feito para você  A primeira impressão é a que fica  Se é Bayer é bom  Abuse e use C&A  Dê férias a seus pés  Tomou doril a dor sumiu  A verdadeira maionese  A meia da loba  Sempre cabe mais um  Terrível contra os insetos  Bons momentos pedem um bom café  Se a marca é Cica, bons produtos indica  Legítimas, só havaianas
  12. 12. TÁTICAS DE TEXTO PUBLICITÁRIO
  13. 13. Para envolver e convencer o target da promessa básica do produto ou serviço, a publicidade utiliza algumas táticas: USO DE ESTEREÓTIPOS Esquemas e fórmulas já consagradas e que não permitem questionamentos por serem reconhecidas como verdades. SUBSTITUIÇÃO DOS NOMES Trocam-se termos com a intenção de influenciar positivamente ou negativamente uma situação, geralmente com eufemismos. CRIAÇÃO DE INIMIGOS O discurso autoritário persuasivo cria inimigos mais ou menos imagináveis. Ex: germicidas dos produtos de limpeza ou adversários em propaganda política.
  14. 14. APELO Á AUTORIDADE Fala ou procedimento de especialistas em certos assuntos. AFIRMAÇÃO OU REPETIÇÃO Uso da certeza de forma imperativa para não deixar dúvidas para o consumidor na hora de comprar.
  15. 15. D sv os Gramaticais
  16. 16. Variação linguística: adaptação da fala ou escrita ao contexto. Mais formal ou coloquial, científica ou gíria; Empréstimo linguístico: uso de termos ou expressões estrangeiras; Aspectos fonológicos: brincadeiras com rima, ritmo, aliterações, para salientar o aspecto poético do som; Aspectos ortográficos: jogos de grafias para causar efeitos expressionais, para valorizar as letras;
  17. 17. Aspectos morfológicos: uso de prefixos, sufixos e abreviações. Ex: Compre seu Fiat zerinho. Aspectos sintáticos: recursos estilísticos ou expressivos com simplicidade. “Pensou cerveja. Pediu Brhama. Aspectos Semânticos: Polissemia ou Ambiguidade. Mensagem que desafia o público e chama atenção. Ex: Relógio que atrasa , não adianta.

×