Arte abstrata

7,042 views
6,769 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
7,042
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
10
Actions
Shares
0
Downloads
275
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Arte abstrata

  1. 1. ArteAbstrata
  2. 2. Geralmente diz-se que a ArteAbstrata é a simples negação a imitação da natureza.
  3. 3. Porém não é tão simples assim, poissão vários os movimentos envolvidose cada um possui suas características específicas . Entre eles veremos: De Stijl Expressionismo Abstrato Action Painting Arte Concreta Abstracionismo Lírico
  4. 4. DE STIJL Surgiu a partir de uma revista de mesmo nome; A ideia era criar um idioma plástico universal;Uso de linhas horizontais / verticais; Uso das cores primárias, do preto, do branco edos tons de cinza;Evidenciado por: Van Doesburg (1883 – 1931),Rietveld (1888 – 1964), Van Eesteren (1897 –1988) e Piet Mondrian (1872 – 1944);
  5. 5. DE STIJLPiet Mondrian – Broadway Boogie-Woogie, 1942-43
  6. 6. DE STIJLTheo Van Doesburg – Composition XI
  7. 7. DE STIJLRietveld– Residência Schröder
  8. 8. DE STIJLEm 1925, depois de entrar em conflitocom Van Doesburg devido ao fato destequerer introduzir a diagonal em seustrabalhos, contradizendo assim a idéiainicial do grupo, Piet Mondrian renunciouao movimento, que foi se dissolvendo aospoucos até que em 1928 foi publicada aúltima edição da revista, porém é possíveldizer que o fim do grupo De Stijl só se deurealmente com a morte de Van Doesburgem 1931. Theo Van Doesburg – Contra Composition XVI
  9. 9. Expressionismo AbstratoNome dado às primeiras obras de Kandinsky; Estilo de revolta contra aflições a estilostradicionais; Firme exigência de liberdade de expressãoespontânea; Carregadas de gesto, cor, forma, potencialsimbólico e expressivo;Alguns nomes: William Baziotes (1912 - 1963),Willem de Kooning (1904 - 1997), Arshile Gorky(1905 - 1948), Adolph Gottlieb (1903 - 1974),Philip Guston (1913 - 1980), Hans Hofmann (1880- 1966), Franz Kline (1910 - 1962);
  10. 10. Expressionismo Abstrato Vassily Kandinsky – Improvisation 11, 1910
  11. 11. Expressionismo Abstrato Arshile Gorky – O fígado é a crista do galo, 1944
  12. 12. Expressionismo Abstrato Willem de Kooning – Police Gazette, 1955
  13. 13. Expressionismo Abstrato Arshile Gorky – Agony
  14. 14. Expressionismo Abstrato Hans Hofmann – Bacchanale large
  15. 15. Action Painting Expressar um elemento existencial dapersonalidade do artista; Aplicação evidentemente impulsiva; Telas gestuais;Alguns nomes: Mark Rothko (1903 - 1970),Adolph Gottlieb (1903 - 1974), Willem deKooning (1904 - 1997), Ad Reinhardt eJackson Pollock.
  16. 16. Action PaintingJackson Pollock – Blue Poles, 1952
  17. 17. Action Painting Mark Rothko – Blue
  18. 18. Action PaintingAd Reinhardt, Number 43 (Abstract Painting, Yellow) (detail), oil on canvas, 1947
  19. 19. Action Painting Jackson Pollock
  20. 20. Arte Concreta Se inicia com a publicação de ummanifesto intitulado “Arte Concreta” por VanDoesburg em 1930; Repudia toda referência figurativa; baseia-se somente no uso de formasgeométricas simples;Alguns nomes: Waldemar Cordeiro (1925– 1973), Almir Mavignier (1925), Ivan Serpa(1923 – 1973), Max Bill (1908 - 1994),Abraham Palatnik (1928), Geraldo de Barros(1923 – 1998), Luis Sacilotto (1924 –2003), Lygia Pape (1927 – 2004), HélioOiticica (1937 – 1980);
  21. 21. Arte ConcretaMax Bill – Ritmo em quatro quadrados, 1943
  22. 22. Arte Concreta Lothar Charoux – Abstrato geométrico, 1952
  23. 23. Arte Concreta Waldemar Cordeiro – Movimento, 1951
  24. 24. Arte Concreta Ivan Serpa
  25. 25. Arte ConcretaWaldemar Cordeiro - Movimento ruptura, 1952
  26. 26. Arte Concreta Lygia Pape
  27. 27. Abstracionismo Lírico Abstracionismo espontâneo e sensual; Com formas de contornos divagantes; Tendendo à circularidade sem excluir o rigor daordenação; Abandono do geometrismo intelectual rígido;Alguns nomes: Cícero Dias (1907 – 2003),Antônio Bandeira (1922 – 1967), Wols (1913 –1951), Burle Marx (1909 – 1994), Mário Silésio(1913 – 1990), Heinz Kuhn (1908 – 1981), TatsuoArai (1904 – 1955), Gastone Novelli (1925 – 1968),Montez Magno (1934);
  28. 28. Abstracionismo Lírico Wols – O fantasma azul, 1951
  29. 29. Abstracionismo Lírico August Macke – Formas Coloridas I, 1913
  30. 30. Abstracionismo Lírico Antônio Bandeira – Família
  31. 31. Abstracionismo Lírico Antônio Bandeira – A grande cidade iluminada, 1953
  32. 32. Abstracionismo Lírico Cícero Dias - O Abismo da Verdura, 1950
  33. 33. Abstracionismo Lírico Burle Marx - Abstrato
  34. 34. ARRUDA, Maria Alice Pareira e FERNANDES, Izabela – TCC Arte Abstrata – FAMEC - 2008 1.Referências Bibliográficas AMARAL, Aracy (Coord. ). Arte construtiva no Brasil: Coleção Adolpho Leirner. São Paulo: DBA, 1998. BELLUZZO, Ana Maria (org.). Waldemar Cordeiro, uma aventura da razão. São Paulo: Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo, 1986. BRITO, Ronaldo. Neoconcretismo, Vértice e ruptura do projeto construtivo brasileiro.São Paulo: Cosac & Naif, 2002. CINTRÃO, Rejane (org.), grupo ruptura: revisitando a exposição inaugural, São Paulo, Cosac & Naif, 2002. CHILVERS, Ian. Dicionário Oxford de Arte. Tradução por Marcelo Brandão Cipolla. São Paulo: Martins Fontes, 2001 DEMPSEY, Amy. Estilos, escolas e Movimentos: guia enciclopédico da arte moderna. Tradução por Carlos Eugênio Marcondes de Moura. São Paulo: Cosac & Naify, 2003. HADDAD, Denise Akel e MORBIN, Dulce Gonçalves. A arte de fazer arte. Vol. 5. São Paulo: Editora Saraiva, 2000a. HADDAD, Denise Akel e MORBIN, Dulce Gonçalves. A arte de fazer arte. Vol. 7. São Paulo: Editora Saraiva, 2000b. TREVISAN, Armindo. A dança do sozinho. São Paulo: Editora Perspectiva, 1988. VICENS, Frances. Arte abstrata e arte decorativa. Rio de Janeiro: Salvat Editora do Brasil S.A, 1979. ZANINI, Walter (coord.). História Geral da arte no Brasil, 2 v. São Paulo: Instituto Walter Moreira Sales, 1983. 1.Fontes Eletrônicas Enciclopédia Itaú Cultural / Artes Visuais. Disponível em: http://www.itaucultural.org.br/aplicexternas/enciclopedia_ic/index.cfm?CFID=2343190&CFTOKEN=59207459 Acesso em 05 de junho, 21, 22, 23 e 24 de julho de 2008. GUERRA, Tatiana Rysevas e PECCININI, Daisy V. M. Grupo Ruptura. Disponível em: http://www.mac.usp.br/projetos/seculoxx/madulo3/ruptura/ruptura.html Acesso em 05 de junho de 2008. IMAGEM de Antônio Bandeira. De noite. Disponível em: http://www.masterarte.com/br/obra_detail.php?obra_id=272 Acesso em 22 de julho de 2008. IMAGEM de Antônio Bandeira. Família. Disponível em: http://noticiasdofundodopoco.blogspot.com/2007_05_01_archive.html Acesso em 23 de julho de 2008. IMAGEM de Antônio Bandeira. A grande cidade iluminada. Disponível em: http://www.itaucultural.org.br/aplicExternas/enciclopedia_IC/index.cfm?fuseaction=obra&cd_verbete=324&cd_obra=4585 Acesso em 22 de julho de 2008. IMAGEM de Ben Nicholson. Disponível em: http://www.johnmyatt.com/images/BenNicholson_jpg.jpg Acesso em 21 de julho de 2008. IMAGEM de Brancusi. Disponível em: http://www.guggenheimcollection.org/site/artist_work_lg_22_4.html Acesso em 23 de julho de 2008. IMAGEM de Ivan Serpa. Disponível em: http://www.itaucultural.org.br/aplicExternas/enciclopedia_IC/index.cfm?fuseaction=obra&cd_verbete=2130&cd_obra=14761 Acesso em 23 de julho de 2008. IMAGEM de Manabu Mabe. Disponível em: http://www.escritoriodearte.com/detalharQuadro.asp?quadro=1551 Acesso em 23 de julho de 2008. IMAGEM de Tomie Ohtake. Disponível em: http://www.itaucultural.org.br/aplicExternas/enciclopedia_IC/index.cfm?fuseaction=obra&cd_verbete=3427&cd_obra=3755 Acesso em 23 de julho de 2008. IMAGEM de Vassily Kandinsky. Disponível em: http://www.myartprofile.com/Wassily_Kandinsky/artwork/249 Acesso em 23 de julho de 2008. IMAGENS de Waldemar Cordeiro: http://www.itaucultural.org.br/aplicExternas/enciclopedia_IC/index.cfm?fuseaction=artistas_obras&cd_verbete=3529&cd_idioma=28555 Acesso em 23 e 24 de julho de 2008. INFOPÉDIA, Dicionário da Língua Portuguesa. Disponível em: http://www.infopedia.pt/pesquisa?qsFiltro=0 Acesso em 05 de junho de 2008. MASINI, André C. S. O que é Arte Abstrata? Casa da Cultura. Disponível em: http://www.casadacultura.org/arte/Artigos_o_que_e_arte_definicoes/gr01/O_que_e_arte_abstrata.html Acesso em 11 de junho de 2008. PITORESCO, Abstracionismo. Disponível em : http://www.pitoresco.com/art_data/abstracionismo/index.htm Acesso em 05 de junho de 2008. PRIBERAM, Dicionário Língua Portuguesa On-Line. Disponível em: http://www.priberam.pt/dlpo/dlpo.aspx Acesso em 05 e 11 de junho, 21, 22, 23 e 24 de julho de 2008.

×