Conceito de Base & Conceito de Ácido Na história da química os conceitos de ácido e base há muito que se tem vindo a aperf...
não explicava o comportamento ácido de sais como o cloreto de amónio tal como não           explicava o comportamento de q...
Bibliografiahttp://wikiciencias.casadasciencias.org/index.php/Indicador_de_%C3%A1cido-basehttp://www.soq.com.br/conteudos/...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Conceito de base

5,585 views
5,413 views

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
5,585
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Conceito de base

  1. 1. Conceito de Base & Conceito de Ácido Na história da química os conceitos de ácido e base há muito que se tem vindo a aperfeiçoar. Tendo por isso um papel extremamente importante na evolução da química. Já desde a antiguidade que se nomeiam as substancias por ‘ácidos’, palavra que provinha do latim ‘acidus’ que significava ‘azedo’ e por bases/ substâncias alcalinas palavra proveniente do árabe ‘al kali’ que significa ‘cinza’. No entanto , inerente a estes conceitos está todo um processo evolutivo ao longo da história, para o qual contribuíram vários cientistas. Em finais do século XVIII, Antoine Lavoisier propôs que todos os ácidos continham um elemento em comum -o oxigénio. Contudo a sua teoria teve que ser modificada quando o químico Sir Humpherey Davy mostrou que o ácido clorídrico contém apenas hidrogênio e cloro, mas não oxigênio. Mais tarde concluiu que o elemento comum nos ácidos seria o hidrogênio, e não o oxigênio. O que foi contra o conhecimento cientifico , visto que a maior parte dos compostos que tem hidrogénio não são ácidos. No século XIX Svante Arrhenius apresentou a sua teoria ácido-base, que lhe valeu o prémio Nobel da Quimíca. Admitindo que tanto os ácidos e as bases são bons eletrólitos – substâncias que em solução aquosa, conduzem a corrente elétrica. Aplicou a sua teoria da dissociação eletrolítica - uma substância uma vez dissolvida em água , vai-se dividindo em partículas cada vez menores, muitas vezes a divisão vai para além de moléculas que se dividem em partículas cada vez menores com carga elétrica, denominados iões –e concluiu que um ácido é toda a substância que em solução origina iões Hidrogénio,( H+ ) e uma base é toda a substância que em solução liberta iões hidróxido, OH- + - + - HCl + H2O ==> H3O + Cl KOH + H2O ==> K + OH HNO3 + H2O ==> H3O+ + NO3- NaOH + H2O ==> Na+ + OH- H2SO4 + 2H2O ==> 2H3O+ + SO42- Ca(OH)2 + H2O ==> Ca2+ + 2OH-Algumas equações de ionização dos ácidos Alguns exemplos são os hidróxidos de potássio,clorídrico, nítrico, sulfúrico . sódio e cálcio. od Na visão de Arrhenius, a neutralização é definida como sendo a combinação do ião H+ com o ião OH- para formar moléculas de água: H+aq + OH-aq ==> H2Oaq Contudo, esta teoria enfrentava algumas limitações : é apenas funcional para soluções aquosas; menosprezava o solvente, considerava que as propriedades ácidas e básicas eram independentes deste , o que não é verdade, por ex. se o HCL estiver dissolvido no benzeno não há dissociação e não liberta hidrogénio, contrariamente se estivesse dissolvido em água.
  2. 2. não explicava o comportamento ácido de sais como o cloreto de amónio tal como não explicava o comportamento de qualquer base que não fosse um hidróxido. não tinha em conta o facto do ião H+ não ter existência física real em solução. Quase que num prolongamento a esta teoria , surge a teoria de dois químicos Johannes Brønsted e Thomas Lowry, que ficou por isso conhecida de Teoria protónica de Brønsted e Lowry. De acordo com ela um ácido é uma substância capaz de doar um protão a uma base, e uma base é uma substância capaz de aceitar um protão de um ácido. Havendo, assim, sempre a formação de um par ácido-base conjugado. Esta teoria responde as limitações de Arrehenius, pois já pode ser aplicada a substâncias com propriedades básicas que é o caso do amoníaco, que não contém iões hidróxido da sua estruturaPosteriormente a Brønsted e Thomas Lowry várias teorias vieram complementar as ideias sobreácido-base , nomeadamente a de Lewis que estendeu a definição de ácido a espécies químicasaceitadoras de pares de eletrões e definiu bases como espécies químicas doadoras de pareselectrónicos, Usanovich , Lux-Flood … Todos estes cientistas muitos outros deram o seu contributopara edificar as teorias de ácido-base Indicadores ácido-base São substâncias que adquirem cor diferente na presença de soluções ácidas e de soluções básicas. São muito importantes pois são elas que nos permitem identificar o pH de determinada solução que se deseja estudar. O pH ou potencial de hidrogénio iónico, é um índice que indica a acidez, neutralidade ou alcalinidade de um meio. Assim por adição de um indicador de pH na solução em análise a cor do indicador irá varia consoante o pH da solução. Para identificarmos uma base, podemos usar vários indicadores, que consoante a cor que iram ficar permitem-nos identificar se a solução é uma base ou não. (Ph >7) Os indicadores mais usados : A tintura azul de O repolho roxo, que contém A fenolftaleína que na tornesol, que na substâncias que ficam de cores presença de uma base presença de uma diferentes na presença de bases fica rosa carmim base fica azul; e ácidos, na presença de uma base fica verde ;
  3. 3. Bibliografiahttp://wikiciencias.casadasciencias.org/index.php/Indicador_de_%C3%A1cido-basehttp://www.soq.com.br/conteudos/em/indicadores_acido_base/http://www.notapositiva.com/trab_estudantes/trab_estudantes/fisico_quimica/fisico_quimica_trabalhos/ph.htmhttp://www.notapositiva.com/pt/trbestbs/quimica/08_reaccoes_acido_base_d.htmhttp://www.deboni.he.com.br/tq/qgeral/acidobase.htmhttp://www.qnesc.sbq.org.br/online/qnesc09/historia.pdfhttp://educar.sc.usp.br/quimapoio/acido.htmlhttp://www.sosestudante.com/quimica/acidos-e-bases.htmlhttp://www.e-escola.pt/topico.asp?id=382&ordem=2http://web.unifil.br/docs/revista_eletronica/terra_cultura/39/Terra%20e%20Cultura_39-9.pdfMargarida Rodrigues, nº19, 11ºA

×