Fichas Bem imovel

  • 1,060 views
Uploaded on

 

More in: Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
1,060
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3

Actions

Shares
Downloads
2
Comments
0
Likes
1

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br FICHA CADASTRAL DO MUNICÍPIO DE CRISTAIS – MINAS GERAIS 1.1. Dados gerais do município Município: Cristais - MG Emancipação: 1° de janeiro de 1949 Fundação:1948 População: habitantes: 11.286 Área Total: 629,5 km² CEP: 37.275-000 Microrregião : Centro-Oeste de Minas Altitude máxima: 1018 m Local: Serra dos Cristais Mínima: 810 m Local: Foz Córrego Wilson Área do Município: 629,5 km² População: habitantes 11 286 Homens: 5.765 habitantes Mulheres: 5.521 habitantes Dens. Demográfica: 17,96 hab / Km² População Urbana: 10.238 hab Rural: 1.048 hab Distrito sede: Cristais Distritos: Alvarenga, Alves, Areião, Barreiros Bugios, Cachoeira, Campo Redondo, Coqueiros, Costas, Fernandes, Lambari, Mapan, Martins, Mata, Meia- laranja, Monjolos, Óleo, Pântano, Quebra-cangalha Ribeirão dos Cavalos, Rosas, São Pedro, Segredo, Serrinha, Souza Tambor e Valadões. Principal atividade econômica:. Agricultura, pecuária, indústria e comércio de confecções. Bacia e componentes hidrográficos: Represa de Furnas, Ribeirão do Pântano e Ribeirão dos Cavalos e, como principal o Ribeirão dos Cunhas, que deságuam na represa. Legislação urbana municipal existente: O município é regido, entre outras leis e
  • 2. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br decretos, pelas: Lei Orgânica Municipal de 21/06/90, Código Tributário Municipal Lei Nº 671 de 19/12/94, Código de Posturas Lei Nº 237/81, Código de Obras Lei Nº 637 de 21/03/94, Estatuto do Servidor Público Lei 956/ 2002, Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos dos Servidores Públicos Lei Nº 1457/2009, Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos do Magistério Nº 1385/2008. 1.2. Dados gerais dos distritos Distrito sede: Cristais População: 11 286 hab. Principal atividade econômica: Agricultura, indústria e comércio de confecções População Branca= 7 538 Negra = 1 003 Parda= 2 727 Amarela= 18 Área Rural: 609,5 km² População Rural: 1.048 hab. No de edificações área Rural: 338 Domicílios próprios No de edificações: domicílios Área Urbana: 4.640 domicílios Principal atividade econômica: Agricultura, pecuária e piscicultura Domicílios permanentes próprios= 3 722 Alugados= 632 Em aquisição= 286 Domicílios c/ energia elétrica= 3 709 Bioma: Cerrado e Mata Atlântic Educação: Ensino Infantil= 35% Ensino Fundamental= 42% Ensino Médio= 21% Domicílios c/ lixo coletado = 3 007 Por serviço de limpeza= 2 888 Queimado na propriedade = 582 DISTRITOS, POVOADOS E COMUNIDADES RURAIS
  • 3. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br Distrito Povoado Comunidade Rural Distância da Sede N.º de Familias Sede Alvarenga 23 Km Alves 24 Km Areião 12 Km Barreiros 06 Km Bugios 28 km Cachoeira 13 Km Campo Redondo 02 Km Coqueiros 12 Km Costas 10 Km Fernandes 29 Km Lambari 33 Km Mapan 22 Km Martins 20 Km Mata 17 Km Meia laranja 18 Km Monjolos 16 Km
  • 4. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br Óleo 12 Km Pântano 21 km Quebra Cangalha 15 Km Ribeirão dos Cavalos 11 km Rosas 26 Km São Pedro 15 Km Segredo 10 Km Serrinha 08 Km Souza 09 Km Tambor 30 Km Valadões 20 Km IDENTIFICAÇÃO DAS ÁREAS Para identificação das áreas adotamos o critério da utilização da importância geográfica: dividimos as áreas segundo a delimitação do perímetro urbano, distribuição dos bairros, acidentes geográficos e existência de córregos. O distrito sede do município de Cristais foi dividido em 03 áreas urbanas AU complementado com uma Área Rural – Área 04 AR
  • 5. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br Área 01 – AU- Centro e Bairro Novo Horizonte; Área 02 – AU - Bairros: Campos Elíseos, Vila Madalena I e II, São Vicente de Paulo, N. S. Aparecida, Residencial São José, Colina, Fonte, Souza Reis, São Judas Tadeu, Morro do Eduardo, Monte Alegre, Serra, Cidade Nova. Área 03 – AU - Bairros: CEEM, Sta. Helena, Águas de Cristais, Maria Idalina I e II, Alvorada e José Henriqueta Área 04 – AR - Área Rural: Segredo, Ribeirão dos Cavalos, Meia-laranja, Rosas, Fernandes, Coqueiros, Mapan, Barreiro, Areião, Tambor, Quebra-cangalha, Monjolos, Serrinha, Cachoeira Lambarí, Pântano, São Pedro, Bugios, Campo Redondo, Martins, Mata, Alves, Alvarenga, Òleo, Costas, Valadões, Souzas, 1.3. Patrimônio Protegido : Tombam ento Municipa l Estadual Federal Denominação Localidade Inventario Sim / Não Ano do Inventário Municipal Dec. Nº 11/2003 Igreja Matriz Nossa Senhora da Ajuda do Rio Grande de Cristais Praça Cônego Celso Pinheiro sim 2003 Municipal Dec. Imagem de Nossa Senhora do Rosário dos Igreja Nossa Senhora do sim 2004
  • 6. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br Nº07/200 4 Pretos Rosário Municipal Dec. Nº 06/2004 Conjunto Arquitetônico e Paisagístico Paço Municipal, compreendendo a Praça Joaquim Luiz da Costa Maia, o Clube Palácio Jubileu de Prata, o prédio da Prefeitura Municipal e o prédio da Câmara Municipal. Praça: Joaquim Luiz da Costa Maia sim 2004 Municipal Dec. Nº 12/2005 Prédio da Cacisa Rua José Costa, nº 157 Sim 2005 Municipal Lei Nº 1.504/200 9 Toponímia da Primeira Povoação do Ambrósio Zona Rural Não 2009 Municipal Lei Nº 1.617/11 Festa do Rosário/Reinado Zona urbana Sim 2011 Municipal Dec. Nº 27/2012 .Passinhos da Via Sacra .Imagem de São Bento Abade .Imagem de Nossa Senhora da Ajuda Zona urbana BM Integrantes da Igreja Nossa Senhora da Ajuda Sim 2012
  • 7. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br AU 01 – ÁREA URBANA 01 1.4. Patrimônio Inventariado pelo município 1.4.1. Estruturas Arquitetônicas e Urbanísticas Denominação Endereço Ano do inventário Divulgação Ano base Igreja Matriz Nossa Senhora da Ajuda do Rio Grande dos Cristais Praça: Monsenhor Celso Pinheiro 2003 2012 Prédio da Cacisa Rua José Costa, nº 157 2005 2012 CP -PAÇO MUNICIPAL- Praça Joaquim Luiz da Costa Maia Praça Joaquim Luiz da Costa Maia, S/N º 2004 2012 CP -PAÇO MUNICIPAL Salão do Palácio do Jubileu de Prata Praça Joaquim Luiz da Costa Maia, Nº 001 2004 2012 CP -PAÇO MUNICIPAL Câmara Municipal de Cristais Praça Joaquim Luiz da Costa Maia, Nº 001 2004 2012 CP -PAÇO MUNICIPAL Prefeitura Municipal de Cristais Praça Joaquim Luiz da Costa Maia, Nº 001 2004 2012 Igreja Nossa Senhora do Rosário Praça Joaquim Luiz da Costa Maia, s/ nº 2004 2012 Praça José Ferreira Filho Praça José Ferreira Filho 2004 2012 Prédio do Hospital Municipal Rua Flávio Ferreira 2005 2012
  • 8. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br de Cristais da Silva, s/nº 09 FICHAS Praça Monsenhor Celso Pinheiro Praça Monsenhor Celso Pinheiro, S/ Nº 2003 2013 Escola Municipal Padre Celso Pinheiro Rua Antônio Francisco da Silva Nº 177 2004 2013 02 FICHAS 1.4.2. Patrimônio Inventariado pelo município SEM AUTORIZAÇÃO DOS PROPRIETÁRIOS PARA SEREM DIVULGADAS 1.4.2.1. Estruturas Arquitetônicas e Urbanísticas Denominação Endereço Ano do inventário *Divulgação não autorizada Residência da sra. Aparecida Bolina Rua Francisco de Assis Carvalho, nº 156 2002 Residência da sra. Iracema Maia Rua Francisco de Assis Carvalho, nº 400 2002 Residência da sra. Helena Lara Rua José Luis da Costa Maia, n° 78 2002 Residência do sr. Adelson Campos Rua Antônio Campos, nº 348 2002 Residência do sr. José de Lara Filho Praça Monsenhor Celso Pinheiro, s/ nº 2002 Calimério Alves Costa (CAC) Rua Antônio Campos, nº 14 2002 Nayara Auto Peças Residência do sr. Vicente Rua Antônio Campos, n° 58 2002
  • 9. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br Nunes de Souza Propriedade da sra. Ana Lúcia Souza Reis Gambogi Pinheiro Rua Antônio Campos, nº 72 2002 Residência da família do sr.Antônio Luiz de Souza Rua Antônio Campos, nº 75 2005 Residência de Wantuil Lopes de Silva Rua Flávio Ferreira da Silva, nº 8 2005 Cine Teatro Salume Praça Jorge Salume s / nº 2005 Residência do Sr. Carlos Irineu Lima Av. Francisco Assis Carvalho, nº 278 2005 Residência de José Nicodemos Lopes Av. Francisco Assis Carvalho, nº 278 2005 Residência da família do sr. José Augusto da Silva Rua Antero Maia, nº 103 2005 Residência da sra. Lourdes Rosa Lima Rua Antero Maia, nº 53 2005 Residência da sra. Rosária do Couto Rosa Av. Francisco Assis Carvalho, nº 496 2005 Residência do sr. José Victor Av. Francisco Assis Carvalho, nº 520 2005 Residência da sra. Kimyo Mimoda Miamoto Av. Francisco Assis Carvalho, nº 548 2005 Residência do sr. Marco Túlio Ferreira Praça José Ferreira Filho, nº 215 2005 Prédio Do Bar Escadão E Relojoaria Omega Av. Joaquim de Paula Reis, nº 6 e 14 2005 Prédio da Agência dos Correios Av. Joaquim de Paula Reis, nº 95 2005
  • 10. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br Residência da sra. Maria de Souza Reis Av. Joaquim de Paula Reis, nº 143 2005 Residência do sr. João Batista Santos Av. Joaquim de Paula Reis, nº 167 2005 Residência da família do sr. Joaquim Custódio dos Reis Av. Joaquim de Paula Reis, nº 414 2005 Residência da sra. Sônia Maria Reis Fernandes Av. Joaquim de Paula Reis, nº 155 2005 Residência do sr. José Orlando Parreira Av. Joaquim de Paula Reis, nº 108 2005 Residência da família do sr. José Ferreira Rodrigues *divulgação não autorizada p/ proprietários Rua Lucas Parreira, nº 387 2005 TOTAL 27 FICHAS 1. 4. 3. Patrimônio Inventariado pelo município com revisão das fichas de inventário 1. 4.3.1. Bens Móveis Integrados da Igreja Nossa Senhora da Ajuda Denominação Endereço Ano do inventário *Divulgação não autorizada Imagem do Senhor Morto Igreja N. S. da Ajuda 2006 Imagem do São Sebastião Igreja N. S. da Ajuda 2006 Imagem de São Roque de Montpellier Igreja N. S. da Ajuda 2006 Imagem de São Bento Abade Igreja N. S. da Ajuda 2006
  • 11. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br Pia Batismal Igreja N. S. da Ajuda 2011 Passos da Via Sacra Igreja N. S. da Ajuda 2006 Imagem do Senhor dos Passos Igreja N. S. da Ajuda 2006 Imagem N. S. das Dores Igreja N. S. da Ajuda 2006 Imagem N. S. da Ajuda (primitiva) ou Assunção ou Imaculada Conceição Igreja N. S. da Ajuda 2006 Imagem Nossa Senhora da Ajuda Igreja N. S. da Ajuda 2006 Crucifixo de Madeira Igreja N. S. da Ajuda 2006 Crucifixo de Madeira II Igreja N. S. da Ajuda 2006 Imagem Nossa Senhora das Dores ou dos Passinhos Igreja N. S. da Ajuda 2011 Imagem de Santo Antônio Igreja N. S. da Ajuda 2011 Imagem Divino Espírito Santo Igreja N. S. da Ajuda 2012 *Por motivo de segurança: sem autorização p/ divulgação 15 FICHAS Denominação Endereço Ano do inventário *Divulgação não autorizada Naveta Igreja N. S. da Ajuda 2006 Altar mor Igreja N. S. da Ajuda 2006 Altar lateral esquerda Igreja N. S. da Ajuda 2006 Altar lateral direita Igreja N. S. da Ajuda 2006 Castiçal Igreja N. S. da Ajuda 2006
  • 12. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br Sacrário Igreja N. S. da Ajuda 2006 Vasos de Porcelana Igreja N. S. da Ajuda 2006 Vasos de Metal Igreja N. S. da Ajuda 2006 Teca Igreja N. S. da Ajuda 2006 Cálice Igreja N. S. da Ajuda 2006 Lampadário Igreja N. S. da Ajuda 2006 Sino (grande) Igreja N. S. da Ajuda 2006 Sino (pequeno) Igreja N. S. da Ajuda 2006 Matraca Igreja N. S. da Ajuda 2006 Turibulo Igreja N. S. da Ajuda 2006 Custódia Igreja N. S. da Ajuda 2006 Pálio *Por motivo de segurança: sem autorização p/ divulgação Igreja N. S. da Ajuda 2006 17 FICHAS 1.4.3.2. Personalidade Denominação Endereço Ano do Divulgação
  • 13. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br inventário Monsenhor Celso José Pinheiro Restos mortais depositados na Igreja N. S. da Ajuda 2005 Não 1.4.3.3. Bem Natural Denominação Endereço Ano do inventário Divulgação Ano base Reservas Nascente de Água Potável – Córrego do Tatão Rua José Costa 2005 2013 1.4.3.4. Bem Imaterial Romarias 2005 2013 AU 02 – ÁREA URBANA 02 1.5. Patrimônio Inventariado pelo município autorizado para divulgação no Ano base de 2013 ( 1ª etapa do cronograma) 1.5.1 Estruturas Arquitetônicas e Urbanísticas Denominação Endereço Ano do inventário Divulgação Ano base Cemitério Municipal Praça: Antônio Custódio dos Reis 2007 2013 1.5.2. Bens Naturais Denominação Endereço Ano do inventário Divulgação Ano base Córrego do Nardinho Bairro da Fonte 2005 2013
  • 14. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br Serra da Boa Vista Rua: José de Assis Carvalho ( continuação do perímetro urbano) 2007 2013 Serra dos Cristais Rua da Serra (continuação do perímetro urbano) 2007 2013 1.5.3. Bem Imaterial Denominação Endereço Ano do inventário Divulgação Ano base Festa do Rosário/Reinado 2007 2013 AU 02 – ÁREA URBANA 02 1.6. Patrimônio Inventariado pelo município previsto para divulgação no Ano Base de 2014 ( 2ª etapa do cronograma) 1.6.1 Estruturas Arquitetônicas e Urbanísticas Denominação Endereço Ano do inventário Divulgação Ano base Capela da Vila Vicentina Praça da Vila (dentro do conjunto arquitetônico), s/nº 2002 2014 Igreja do Reinado Rua Antônio Campos, s/ nº 2002 2014 Escola Municipal Antero Maia Rua Ana Zelina dos Reis, nº 139 2002 2014 Asilo São Vicente de Paulo Praça São Vicente de Paulo 2007 2014 Clube de Convivência dos Idosos Rua: Olímpio Moreira Maia nº 20 2007 2014
  • 15. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br Igreja Congregação Cristã do Brasil Rua: José do Couto Rosa s/n 2007 2014 Igreja Nossa Senhora Aparecida Rua: Pe. Custódio Ferreira Reis 2007 2014 Residência da sra. Tereza Lima Rua: Ana Zelina dos Reis nº 309 2007 2014 Rotary Club Rua: José Alane nº 35 2007 2014 Terminal Rodoviário Rua: Lucas Martins Parreira s/n 2007 2014 Monumento ao Cristo Redentor Serra dos Cristais 2007 2014 1.6.2. Bens Móveis Integrados da Igreja N. S. do Rosário – Capela do Reinado Denominação Endereço Ano do inventário Divulgação Imagem de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos Igreja Nossa Senhora do Rosário (Capela do Reinado) 2003 2014 Imagem São Benedito Igreja Nossa Senhora do Rosário (Capela do Reinado) 2007 2014 Imagem Santa Ifigênia Igreja Nossa Senhora do Rosário (Capela do Reinado) 2007 2014 Coroa de prata da N. S. do Rosário dos Homens Pretos Igreja Nossa Senhora do Rosário (Capela do Reinado) 2012 2014
  • 16. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br AU 03 – ÁREA URBANA 03 1. 7. Patrimônio Inventariado pelo município com previsão para Divulgação no Ano Base de 2015 Exercício 2016 1.7.1 Estruturas Arquitetônicas e Urbanísticas Denominação Endereço Ano do inventário Divulgação Ano base Escola Estadual Dr. Osmar Bicalho Rua Coronel José Luiz da Costa Maia,nº 420 2004 2015 Centro Esportivo Estudantil Municipal (Clube do CEEM) Rua Coronel José Luiz da Costa Maia,s/ nº 2004 2015 Cerâmica Santa Helena Bairro Santa Helena 2007 2015 Fazenda Santa Helena Bairro Santa Helena 2007 2015 Fazenda Capão Redondo Av. Zico Inácio (continuação – perímetro urbano) 2007 2015 Parque de Exposições e Feira de Animais”José Ferreira Filho” Av. Zico Inácio 2007 2015 1.7.2. Bem Móvel Oratório de madeira Zona rural – Campo Redondo 2007 2015
  • 17. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br AR 04 – ÁREA RURAL 04 1. 8. Patrimônio Inventariado pelo município com previsão para Divulgação no Ano Base de 2015 Exercício 2016 1.8. 1 Estruturas Arquitetônicas e Urbanísticas Denominação Endereço Ano do inventário Divulgação Ano base Escola Municipal “Prefeito Aristeu Maia” Zona rural – Comunidades: Mapan 2008 2015 Fazenda *das Palmeiras Martins 2008 2015 Fazenda Palmeiras Martins 2008 2015 Capela Santa Cruz Martins 2008 2015 Fazenda Fundição Fernandes 2008 2015 Capela Nossa Senhora Aparecida Fernandes 2008 2015 Balsa Porto dos Fernandes 2008 2015 Fazenda Valadões Valadões 2008 2015 Fazenda Soares Ribeirão dos Cavalos 2008 2015 Fazenda Ponte Funda Ribeirão dos Cavalos 2008 2015 Escola Municipal “João de Assis Campos” Coqueiros 2008 2015 Capela São Sebastião Coqueiros 2008 2015 Fazenda Madeira Alves 2008 2015 Fazenda Segredo Segredo 2008 2015 Fazenda Velha Alves 2008 2015
  • 18. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br 1.8. 2. Bens naturais Denominação Endereço Ano do inventário Divulgação Ano base Morro da Meia laranja Meia-laranja 2009 2015 Morro do Quilombo Meia-laranja 2009 2015 Morro do Redondo Meia-laranja 2009 2015 Morro do Pião Souza 2009 2015 Morro da Vigia Coqueiros 2009 2015 Córrego do Quilombo Meia-laranja 2009 2015 Córrego do Segredo Segredo 2009 2015 1.8.3. Bens Móveis Denominação Endereço Ano do inventário Divulgação Ano Base Bandeira de Santa Bárbara ( Bens móveis) Zona rural – comunidade: Souza 2009 2015 Oratório de madeira – séc. XVIII Souza 2009 2015
  • 19. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br HISTÓRICO DO MUNICÍPIO DE CRISTAIS / MG 1. EVOLUÇÃO HISTÓRICA O desbravador da região do Rio Grande, onde hoje se localiza o município de Cristais, foi o bandeirante Lourenço Castanho Taques, o Moço, provavelmente de 1675 a 1690, quando perseguia os habitantes naturais da região, os índios Cataguases. Em 1746 fez-se a primeira referência histórica ao atual município, através de um documento expedido pelo governador Gomes Freire de Andrada para atacar e destruir o Quilombo do Ambrósio I, onde se localizava a Primeira Povoação do Ambrósio, hoje região do atual município de Cristais. As primeiras Sesmarias foram concedidas em meados de 1760, após a destruição do quilombo. Em 1765 Constantino Barbosa da Cunha obteve o registro de sua sesmaria na região do Quilombo do Ambrósio. Com o falecimento de Constantino Barbosa da Cunha, em 1771, após o inventário de seus bens, os herdeiros venderam e transferiram todos os direitos que possuíam sobre essa sesmaria para Romão Fagundes do Amaral, que era seu genro. Em 1791 registrou-se uma provisão pelo bispo de Mariana para uso de uma ermida, sob a invocação de Nossa Senhora da Ajuda, para os moradores do “ Rio Grande dos Cristais”. Em 13/12/1880, o distrito de Cristais foi elevado à categoria de freguesia (paróquia); foi nomeado o primeiro vigário: Pe. Custódio Ferreira dos Reis e delimitadas as divisas da nova freguesia que correspondem, atualmente, às do município.
  • 20. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br Serra dos Cristais – o garimpo de cristal de rocha em 1941 Foto cedida pelo Arquivo Público Municipal de Cristais/MG Sem autoria O cristal de rocha, abundante na região, teria atraído os primeiros habitantes para o local. Razão também do topônimo, conhecido, desde os primórdios, agregado ao nome da padroeira. O arraial, já no início da sua formação, era chamado: “ Arraial Nossa Senhora da Ajuda do Rio Grande de Cristais”.
  • 21. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br Largo da Matriz – fotos do Memorial Pró-emancipação – 1948 Fotos cedidas pelo Arquivo Público Municipal de Cristais/MG Sem autoria
  • 22. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br Largo da Matriz transformado na Praça José Ferreira Filho, em 1960, com a iluminação elétrica da Cemig Fotos cedidas pelo Arquivo Público Municipal de Cristais/MG Sem autoria
  • 23. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br Rua Direita Rua do Campo de Futebol - fotos do Memorial Pró-emancipação – 1948 Fotos cedidas pelo Arquivo Público Municipal de Cristais/MG Sem autoria
  • 24. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br 1.1. ASPECTOS POLÍTICOS E ANTROPOLÓGICOS 1.1.1. FORMAÇÃO ADMINISTRATIVA O distrito de Nossa Senhora da Ajuda do Rio Grande de Cristais foi criado pela Lei 2 221 de 13 de junho de 1876, como parte da Comarca de São Bento do Tamanduá, hoje, Itapecerica. Em fins de 1882 passou a pertencer a Comarca de Campo Belo, já com a denominação de CRISTAIS, simplesmente. Na década de 40 havia no Estado de Minas Gerias inúmeros distritos em via de serem emancipados. Cristais era um deles. Fazendeiros, políticos, profissionais liberais e estudantes lideraram um movimento pró-emancipação político-administrativa. A emancipação se concretizou em 27 de dezembro de 1948, no art. 9º da Lei 336 assinada pelo então governador Dr. Milton Soares Campos. O novo município passou a ter o nome definitivo e oficial de CRISTAIS. Foi nomeado o 1O Intendente, Lucas Tavares Lacerda, que organizou burocraticamente o município, até a eleição do primeiro prefeito, realizada em março de 1949. Faziam parte dessa Intendência, os funcionários: Secretário: Aristeu Maia; Chefe do Serviço de Fazenda: José Alane; Fiscal: Onofre Matos Assunção. Primeira Câmara Municipal de Vereadores - 1949 - Fotos cedidas pelo Arquivo Público Municipal de Cristais/MG – sem autoria
  • 25. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br 1.2. ASPECTOS DA GEOGRAFIA FÍSICA E DA BIODIVERSIDADE Com uma área de 629,5 km2 de extensão territorial, densidade demográfica 17,96 hab/km2, Cristais está localizada na zona geográfica do Campo das Vertentes, no oeste de Minas Gerais, inserida na região administrativa do Alto do Rio Grande, fazendo divisa com os municípios: Formiga, Candeias, Campo Belo, Aguanil, Boa Esperança e Guapé. A sede está subdividida em bairros: Centro, Novo Horizonte, Campos Elíseos, Vila Madalena I e II, São Vicente de Paulo, N. S. Aparecida, Residencial São José, Colina, Fonte, Souza Reis, São Judas Tadeu, Morro do Eduardo, Monte Alegre, Serra, Cidade Nova, CEEM, Sta. Helena, Águas de Cristais, José Henriqueta, Maria Idalina I, II e Alvorada. Vista aérea da cidade atual Fotos cedidas pelo Arquivo Público Municipal de Cristais/MG Fotógrafo: Hermelindo Pinheiro – Set/ 2011 Fazem parte do território municipal, o Sítio Histórico da Primeira Povoação do Ambrósio com sua toponímia e as comunidades: Segredo, Ribeirão dos Cavalos, Meia- laranja, Rosas, Fernandes, Coqueiros, Mapam, Barreiro, Areião, Tambor, Quebra-cangalha,
  • 26. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br Monjolos, Serrinha, Lambarí, Pântano, São Pedro, Bugios, Campo Redondo, Martins, Mata, Alves, Alvarenga, Òleo, Costas, Valadões, Souzas, Capão Redondo Chácara. Lago de Furnas Fotos cedidas pelo Arquivo Público Municipal de Cristais/MG Fotógrafo: Hermelindo Pinheiro – Set/ 2011 Cristais é um município atípico porque, embora esteja situado à margem direita do Rio Grande, é cercado ao norte, oeste e sul pelas águas do lago de Furnas. Em muitos trechos essas águas o invadem, quase o cortando ao meio, alcançando abrangências de 101 km2 de espelho d’ água. Cristais faz jus à denominação de Município Lindeiro. Porém, sua sede, situada mais ao centro-sul do município, não é banhada pelas águas da represa. A hidrografia está ligada às bacias dos rios: São Francisco e Paraná. Seus cursos d’ água mais importantes são do rio Santana que, nascendo no município de Camacho, se incorpora à represa de Furnas no território de Cristais; e do Rio Grande que atravessa o município através da represa e prossegue o seu curso para o sul. De clima tropical de altitude, a cidade tem um índice pluviométrico de
  • 27. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br 1 395 mm e temperaturas médias que vão de 16o C a 24º C, sendo que a média anual é de 19,4º C. A altitude máxima alcança 1018 m / local: Serra dos Cristais e a mínima 810 m. / local: foz córrego Wilson; altitude no ponto central da cidade ( Praça José Ferreira Filho) 880 m ; localizando-se nas coordenadas geográficas de longitude W 45º.30´ 54´´ e , latitude S 20º 52´30´´. De relevo predominantemente elevado ( topografia sobre um total de 100% da área do município: Plano 20, Ondulado 60, Montanhoso 20), Cristais tem o Ribeirão dos Cavalos e o Ribeirão do Pântano, como os riachos principais ( bacia hidrográfica do Rio Grande) , além da Represa de Furnas. O solo é rico em: cristal de rocha, argila, grafite e pedra de mármore. O cerrado é a sua vegetação característica com escassez de matas e galerias. Esse tipo apresenta árvores com troncos retorcidos e folhas grossas que crescem sobre uma vegetação de gramíneas. 1.3. ASPECTOS DEMOGRÁFICOS E ESPIRITUAIS De acordo com o IBGE o censo de 2010 contou com uma população de 11 286 habitantes. Há predominância da população étnica mulata, conseqüência da formação do Quilombo do Ambrósio I. Possui também uma população itinerante, estimada em 3 500 pessoas, que migraram das cidades vizinhas e de outros estados para prestarem serviços à comunidade.
  • 28. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br A dinâmica construtiva do mercado imobiliário cristalense, incrementada, sobretudo a partir do ano 2000 e ainda em franca expansão, vem produzindo, em termos de paisagem urbana, as mudanças no seu perfil de pequena cidade, ainda com fortes raízes rurais. Esse processo tem como vetor principal a indústria das facções jeans e do agronegócio (comercialização de café, milho, soja e feijão) aliado a injeção de financiamentos com o apoio do governo federal, que ocasionou o fluxo migratório de um contingente determinante para transformar a paisagem urbana, desenhada por edifícios vistosos e modernos. A dinâmica imobiliária é realizada pelas: Imobiliária Ferreira Campos, Imobiliária Despachante Cristalense e Centro Jurídico, Financeiro e Despachante Documentalista. Há predominância da religião católica, com acentuadas tendências às religiões evangélicas. 1.4. LEGISLAÇÃO URBANA O município é regido, entre outras leis e decretos, pelas: Lei Orgânica Municipal de 21/06/90, Código Tributário Municipal Lei Nº 671 de 19/12/94, Código de Posturas Lei Nº 237/81, Código de Obras Lei Nº 637 de 21/03/94, Estatuto do Servidor Público Lei 956/ 2002, Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos dos Servidores Públicos Lei Nº 1457/2009, Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos do Magistério Nº 1385/2008. 1.5. ASPECTOS ECONÔMICOS No setor primário o município possui a agricultura e a pecuária como atividades principais. Os principais produtos agrícolas são: o café, o milho, arroz, feijão e a soja. A pecuária é bovina, suína, avícola ( frangos e avestruzes). Com exceção da soja, os demais produtos fazem parte da agricultura familiar e todos são de suma importância na composição da renda e sobrevivência das famílias. PESCA
  • 29. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br Dentre as diversas espécies de peixes, a traíra, a tilápia, o dourado, o mandi, o piau e o tucunaré são os mais importantes de nossa pesca. Com uma média de mais ou menos 50 kg semanais por pescador, durante 08 meses, é o principal produto na composição da renda e subsistência da maioria dos pescadores de nossa região. Planeja-se organização de uma cooperativa dos pescadores. O produto peixe ainda não entra na merenda escolar. Deverá ser introduzido, pois se trata de um rico alimento. Desenvolve também a extração vegetal (madeira) e mineral (cristal de rocha, argila, calcário e grafite), em baixa escala. No setor secundário as micro-indústrias predominam. O número estimativo é de 95 indústrias. A confecção de artigos do vestuário e acessórios é o ponto forte na atividade industrial; 82 facções gerando um considerável número de empregos diretos. No setor terciário o município conta com um comércio variado. Possui três agências bancárias: Banco do Brasil, Banco Credibelo e Bradesco. Conta também com uma casa lotérica: Loteria “Cristal da Sorte”, respondendo pela Caixa Econômica Federal. 1.6 . ASPECTOS EDUCACIONAIS De acordo com o perfil educacional, Cristais está inserido na Mesorregião: Oeste de Minas; Microrregião: Campo Belo; Superintendência Regional de Ensino: Campo Belo; Região de Planejamento: Centro Oeste de Minas; Polo Regional de Ensino (Sede): Sul (Varginha) O Município de Cristais conta atualmente com: . CEMEIs –Centro Municipal de Educação Infantil – 03 unidades . APAE – 01 Ensino Especial . Escola Curumim Emídio Gambogi ( metodologia diferenciada) . Escola Municipal “Pe. Celso Pinheiro” – Educação Infantil e Série Introdutória à 4ª série . Escola Municipal “Antero Maia” – Educação Infantil e Educação Fundamental . Escola Municipal Prefeito Aristeu Maia – Educação Infantil e Ensino Fundamental
  • 30. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br . Escola Municipal João de Assis Campos – Educação Infantil e Ensino Fundamental . Colégio Máximus- Ensino Fundamental - ( dependência administrativa particular) .Escola Estadual Dr. “Osmar Bicalho” – Ensino Fundamental 5ª à 8ª série e Ensino Médio ( zona urbana) .Educação Universitária - Pedagogia, Pós graduação em Psicopedagogia. 1.7.ASPECTOS DE INFRAESTRUTURA URBANÍSTICA O município é servido pelas rodovias: BR 369 – que liga Oliveira à Boa Esperança BR 354 – que liga Patos de Minas à Boa Esperança BR 381 – que liga Belo Horizonte a São Paulo – a “Fernão Dias”. Há também o acesso à cidade por duas estadas vicinais não pavimentadas: uma com acesso a BR 369 e outra com acesso a BR 354. O meio de transporte é rodoviário, possuindo, a serviço do município, empresas de transportes intermunicipais: Viação Campo Belo fazendo o percurso : Cristais – Campo Belo – Belo Horizonte – e/ou São Paulo; Viação Transunião fazendo o percurso: Cristais – Formiga – Boa Esperança. Está distante de: Belo Horizonte 227 km, Rio de Janeiro 515 km, São Paulo 445 km e Brasília 965 km. O abastecimento de energia elétrica urbana e rural é feito pela CEMIG; o abastecimento da água na zona urbana é feito pela COPASA. A cidade conta com rede de esgoto, atendendo cerca de 95% da população. A limpeza urbana é regulamentada por legislação municipal. O serviço é executado pela própria prefeitura através da coordenação de Assessoria Técnica e do Meio Ambiente que coleta e trata o lixo na Usina de Reciclagem e Compostagem do Lixo. São 40 km de ruas, sendo 32 km pavimentadas. O Município possui 93 estabelecimentos de serviços prestados à população, com estimativa de 2/3 da população na ativa. Possui ainda: . Delegacia de Polícia . Polícia Militar
  • 31. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br . Cadeia Pública . Posto de Atendimento Policial . Juizado de Pequenas Causas . Juizado de Conciliação . COMCA (Conselho Municipal da Criança e do Adolescente) . Conselho Tutelar Municipal . Junta Militar . Biblioteca Pública Municipal . Sindicato Rural . Sindicato dos Trabalhadores Rurais . Sindicato dos Pescadores . Posto da EMATER . Posto do INCRA . Posto do SIAT ( Serviço Integrado de Assistência Fiscal Tributária) . Cartório de Registro Civil e Notas . Posto da CAPEBE ( Cooperativa Agropecuária Boa Esperança) . Praça de Esportes CEEM ( Centro Esportivo Estudantil Municipal) . Ginásio Coberto – Poliesportivo “ José Henriqueta” . Hotel Pousada “ Rota do Sol” . Restaurantes : “Das Neves” e “ José Reis”, “Boa Vista”, “Obelix” . Pizzarias – . Terminal Rodoviário . Matadouro Municipal . Funerárias 1.7.1. SERVIÇOS REALIZADOS EM OUTRAS CIDADES: Campo Belo . IBGE, INSS, IEF, Fórum “Raphael Magalhães”, Superintendência Regional de Ensino, Receita Federal, Cartório de Registro de Imóveis. Varginha
  • 32. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br . FEAM 1.8.SERVIÇOS SOCIAIS 1.8.1. COMUNICAÇÃO Cristais conta com:. Agência de Correios . Emissora de Rádio Comunitária “ Rádio Cristal FM “ . Sistema de Telefonia: DDD (código 35) Telefonia fixa e móvel, telefones públicos ( 44 orelhões) . Internet, . Jornal Ocasião (regional) 1.8.2. SAÚDE: . Hospital Municipal “ Santo Antônio” . Postos do PSF ( Programa de Saúde da Família) . Farmácia Básica Municipal . Farmácias Particulares ( 08) . Centro Odontológico Municipal . Consultórios Odontológicos Particulares ( 10) . Centros de Fisioterapia Particulares (05) . Atendimento fonoaudiólogo e nutrição 1.8.3. ENTIDADES ASSISTÊNCIAIS: . Asilo “São Vicente de Paulo” . Clube da 3ª idade . AA ( Grupo de Alcoólicos Anônimos) . Assistência “ Casa Lar” . Abrigo Municipal ( para menores abandonados) 1.8.4. CLUBES DE SERVIÇOS: . Rotary Club
  • 33. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br . Interact Club . Rotaract Club . Rotary Kid . CEBs, MFC, JUCAL, MCC, ( grupos ligados as suas Igrejas) . Pastoral da Criança . Associações Comunitárias ( urbanas e rurais) 1.9. ASPECTOS CULTURAIS O Conselho Municipal de Cultura foi criado pela Lei Nº. 932 de 03/12/2001 1.9.1. MANIFESTAÇÕES E TRADIÇÕES CULTURAIS: l..a. Religiosas: . Festa do Reinado . Festa de São Sebastião . Festa da Padroeira N. S. da Ajuda . Festa da Padroeira do Brasil N. S. Aparecida . Folia de Reis . Semana Santa . Mês Mariano . Procissão de Corpus Christi . Romarias: a Aparecida, a Itaci, a Santana do Jacaré, a Três Pontas, `a São Roque de Minas, a Congonhas do Campo ( a pé e de ônibus) . Cavalgadas: a Aparecida, a Guapé, a Aguanil, à Serra da Canastra. 1.b. Populares: . Festa do Dia da Cidade . Festival do Biscoito . Quermesse junina . Festa do Peão de Boiadeiro . Mutirão . Reveillon
  • 34. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br . . Carnaval ( festejada na rua, envolvendo toda a população) 1.9.2. EVENTOS DESPORTIVOS: . corridas rústicas . gincanas . torneios e campeonatos de futebol . competição de ciclismo 1.9.3. GRUPOS MUSICAIS: . Banda de Música: “Corporação Musical Cristalense” . Fanfarra “Aristeu Maia” . Corais de músicas sacras: “Sagrado Coração de Jesus”, “ Jesus Sacramentado”, “Santa Cecília”, “Àgape”, “JUCAL”, 1.9.4. ARTESANATO E ARTES POPULARES: . arranjos florais . fios: bordados, crochê, tricô e tecelagem . fibras: confecção de cestos, peneiras, vassouras, chapéus . cobre: fundição do metal para confecção de tachos . pintura a óleo em telas e tecidos. 1.9.5. GASTRONOMIA TÍPICA: Segue a mineira; o biscoito de polvilho (caseiro) é o destaque. Deu aos cristalenses a alcunha de “biscoiteiros”. 1.9.6. ATRAÇÕES TURÍSTICAS: Pontos visitados: . A Igreja Matriz N. S. da Ajuda ( visitação ao túmulo do Monsenhor Celso José Pinheiro, cujos restos mortais estão depositados no interior da igreja. Padre, filho de Cristais, exerceu o sacerdócio por 48 anos em sua terra natal ).
  • 35. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br . O cruzeiro do Morro da Boa Vista . Montanhas de Cristais – Centro de Visitação Turística que tem como marco a escultura do Cristo Redentor. . Serra do Garimpo (onde se encontram galerias e túneis resultantes das escavações – não são abertas ao público) Grande foi a procura pelos cristais de rocha para exportação, na época da 2a. Guerra Mundial, pois o minério era muito empregado na fabricação de armas. Nessa época, as jazidas de cristal de rocha e citrine tiveram maior exploração, atraindo imigrantes para o local. O comércio concentrou-se no garimpo: garimpeiros, exploradores, compradores, vendedores, lapidários. Viveram um tempo estranho, onde sonho e realidade se misturavam. Isso deu origem à lenda da “Mãe do Ouro”. “ ... um pequeno cometa atravessou o céu de Cristais, vindo cair na serra. As pessoas que o viram , diziam ser a “Mãe do Ouro” e, onde caísse, ali estaria enterrado um grande tesouro. Muitas pessoas saíram à procura desse tesouro, descobrindo algumas pedras semi-preciosas , o cristal, dando origem à exploração do minério na serra dos cristais.” Na década de 60, a extração do cristal foi reativada, mas de forma artesanal. As pedras polidas em lascas, devidamente lapidadas, eram exportadas, principalmente para o Rio de Janeiro e norte de Minas. Hoje o garimpo é apenas um atrativo turístico. . O Lago de Furnas rico em peixes, propício à pesca. È propício também à prática de esportes náuticos. . O Porto dos Fernandes às margens da Represa de Furnas, de águas tranqüilas e paisagem exuberante . O Aterro (margem do Lago de Furnas, propício à pescaria) . A Balsa (localizada no Porto dos Fernandes, faz a travessia da Represa de Furnas para Guapé) . A Pedra Misteriosa: marca de duas pegadas, segundo a tradição local (localizada na comunidade de Óleo) . Remanescentes do Quilombo do Ambrósio I (localizado na comunidade de Meia- laranja).
  • 36. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br Caminhos pitorescos com restos de exploração de cristal ( lascas e “lápis”) 1.9.7. ESPAÇOS DE LAZER E CULTURA: . praças e jardins arborizados, com pistas para caminhadas Praça: Cel. Joaquim Luiz da Costa Maia Fotos cedidas pelo Arquivo Público Municipal de Cristais/MG Fotógrafo: Hermelindo Pinheiro – Set/ 2011 Praça: José Ferreira Filho Fotos cedidas pelo Arquivo Público Municipal de Cristais/MG Fotógrafo: Hermelindo Pinheiro – Fev/ 2013
  • 37. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br CEEM – praça de esportes e também clube recreativo Fotos cedidas pelo Arquivo Público Municipal de Cristais/MG Fotógrafo: Hermelindo Pinheiro – Set/ 2011
  • 38. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br Clube “Jubileu de Prata”- onde se realizam eventos culturais e artísticos Fotos cedidas pelo Arquivo Público Municipal de Cristais/MG Fotógrafo: Hermelindo Pinheiro – Set/ 2011 . Ginásio Poliesportivo – onde se realizam eventos desportivos e festas religiosas e profanas. . Espaço Cultural “ D. Francisco Barroso Filho” - onde se realizam eventos religiosos, exposições de artes sacras, históricas e culturais. BIBLIOTECA PÚBLICA MUNICIPAL “ JOSÉ PINHEIRO DE SOUZA” instituída pela Lei Municipal Nº 037 de 20 de setembro de 1970.
  • 39. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br ARQUIVO PÚBLICO MUNICIPAL DE CRISTAIS/MG instituido pela Lei Municipal Nº 1. 485 de 13 de julho de 2009 MUSEU HISTÓRICO MUNICIPAL DE CRISTAI instituído pelo Decreto nº 075 de 20 de novembro de 2007. Fotos cedidas pelo Arquivo Público Municipal de Cristais/MG Fotógrafo: Hermelindo Pinheiro – Jun/ 2012
  • 40. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br FESTAS TRADICIONAIS, CULTURAIS, RELIGIOSAS E CÍVICAS Carnaval Fotos cedidas pelo Arquivo Público Municipal de Cristais/MG Fotógrafo: Hermelindo Pinheiro – Fev/ 2013 Semana Santa ao vivo Fotos cedidas pelo Arquivo Público Municipal de Cristais/MG Fotógrafo: Hermelindo Pinheiro – Mar / 2013
  • 41. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br Festa da Padroeira Fotos cedidas pelo Arquivo Público Municipal de Cristais/MG Fotógrafo: Hermelindo Pinheiro – Maio / 2012 Festa do Aniversário da Cidade Fotos cedidas pelo Arquivo Público Municipal de Cristais/MG Fotógrafo: Hermelindo Pinheiro – Jun / 2011
  • 42. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br Dia da Consciência Negra Fotos cedidas pelo Arquivo Público Municipal de Cristais/MG Fotógrafo: Hermelindo Pinheiro – Nov / 2011 BIBLIOGRAFIA CONSULTADA: ATLAS da Educação de MG DIRETORIA M. DE CULTURA, ESPORTE, LAZER E TURISMO DIRETORIA MUNICIPAL DE SAÚDE EMATER ARQUIVO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística LIMA, Maria Salomé Reis Alves de. & PARREIRA, Maria Tereza Reis. História de Cristais. Belo Horizonte, Líthera Maciel, 2000. LIMA, Maria Salomé Reis Alves de. História de Cristais: da Primeira Povoação do Ambrósio à Saga Lindeira do Município. Belo Horizonte, Editora Fapi, 2012.
  • 43. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br FICHA DE INVENTÁRIO CEMITÉRIO MUNICIPAL 1. MUNICÍPIO CRISTAIS 2. DISTRITO Sede 3. DESIGNAÇÃO Cemitério Municipal de Cristais/MG 4. ENDEREÇO Praça: Antônio Custódio dos Reis 5. PROPRIEDADE/DIREITO DE PROPRIEDADE Prefeitura Municipal de Cristais 6. RESPONSÁVEL Prefeitura Municipal de Cristais 7. SITUAÇÃO DE OCUPAÇÃO Própria 8. ANÁLISE DE ENTORNO Situa-se defronte à Praça Antônio Custódio dos Reis, em uma quadra delimitada pelas ruas: São Vicente de Paulo, José do Couto Rosa e Virgilio de Paula Gonçalves. Seu entorno é caracterizado por residências unifamiliares, de construções homogêneas com volumetria térrea. Os logradouros que o limitam são homogêneos com distinção da praça jardinada e arborizada. As outras ruas são vias de largura média, calçamento de paralelepípedo, aclive médio e ausência de arborização.
  • 44. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br 9. DOCUMENTAÇÃO FOTOGRÁFICA 1ª Figura: Cemitério Municipal 2ª Figura: jazigos Fotos: Alexa Bastos Gambogi Meireles - 2007 3ª Figura: entrada do cemitério 4ª Figura: entorno – praça defronte 5ª Figura: túmulos em estilo gótico 6ª Figura: exemplares de jazigos simples e sofisticados Fotos: Marcos Antônio Marques – Cristais - 2013
  • 45. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br 7ª Figura: escada p/ acesso 8ª Figura: jazigos c/ sujidades Fotos: Marcos Antônio Marques – Cristais - 2013 10. HISTÓRICO CEMITÉRIO MUNICIPAL Em Cristais, durante os séculos XVIII e XIX, os corpos eram enterrados em volta das igrejas: Nossa Senhora do Rosário dos Pretos ( localizada no antigo Largo do Rosário) , Nossa Senhora da Ajuda ( localizada no antigo Largo da Matriz) e Igreja dos Passos ( localizada na subida da Serra dos Cristais - Serra do Garimpo) Os padres eram sepultados no interior da Igreja Matriz, como o Pe. Manoel Moreira Maia e Pe. Custódio Ferreira dos Reis. Esta tradição, com referência aos padres, perdurou até o século XX, com o sepultamento do Pe. Celso Pinheiro na Igreja do Rosário e, mais tarde, com seus restos mortais transladados para a Igreja Matriz. Na vertente barroca do catolicismo, a possibilidade da ida para o inferno era uma constante, por isso a preocupação com a salvação da alma na pós-morte. Nos testamentos era comuna encomenda de missas. Outra maneira de garantir a salvação era o sepultamento no solo de uma ermida, por isso, durante séculos as igrejas foram cemitérios. Em 1888 com a Proclamação da República e a dissociação de Igreja/Estado coube à administração pública (ou suas concessionárias) realizarem registros de nascimentos, casamentos e óbitos, impedindo que a instituição eclesiástica tivesse o monopólio dessas prerrogativas. Contudo, a Igreja ainda continuou com seus registros em arquivos para seu controle administrativo.
  • 46. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br Assim, em 1890, o sr. Joaquim Inácio de Souza doou para a paróquia de Cristais um terreno para a construção de um cemitério, e os mortos passaram a ser sepultados nesse local. O túmulo mais antigo do cemitério data de 1895, do Coronel Manuel Ferreira da Silva, em estilo gótico. Havia no centro do cemitério uma capela onde se realizavam os velórios. As famílias construíam seus túmulos. Muitos foram decorados com lápides e esculturas em mármore, vindos de Carrara, na Itália. Usavam esculturas de anjos que simbolizam a desolação, a esperança, a saudade. São chamados: Anjos da Desolação, Anjos da Esperança, Anjos da Saudade, etc. Outros túmulos são decorados com esculturas de santos, do Bom Pastor e Cristo Crucificado. Na gestão 1973/76, o prefeito municipal, sr. Aristeu Maia, reformou, demolindo a capela-velório, e ampliou o cemitério que foi reconhecido como Cemitério Municipal. Hoje é a Prefeitura Municipal que mantém e administra este cemitério. Muitas tumbas foram construídas, tornando o espaço do cemitério pequeno, sem traçado ou alinhamento. 11. USO ATUAL Sepultamento dos cadáveres 12. DESCRIÇÃO O cemitério foi construído numa área de 2.000 m2 delimitada por muro de tijolos de 2m de altura. O acesso principal e único é dado pela parte frontal por um portão simples, metálico de duas folhas de abrir. No pórtico da entrada tem a inscrição: “Cemitério Municipal”. É composto por dois volumes de jazigos, situados em patamares com cotas diferentes, interligados por escada de alvenaria. Os túmulos na maioria são simples. Alguns se destacam pela decoração em mármore, esculturas de santos e anjos. Alguns túmulos, os mais antigos, são em estilo gótico. 13. PROTEÇÃO LEGAL EXISTENTE Inventário
  • 47. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br 14. PROTEÇÃO LEGAL PROPOSTA Nenhuma 15. ESTADO DE CONSERVAÇÃO Regular 16. ANÁLISE DO ESTADO DE CONSERVAÇÃO Apresenta sujidades nos túmulos, com peças e placas quebradas, pintura desgastada e inacabada. 17. FATORES DE DEGRADAÇÃO Abandono dos jazigos, ausência de limpeza e manutenção constante do local 18. MEDIDAS DE CONSERVAÇÃO Limpeza e manutenção constante. Os jazigos necessitam de higienização ( geralmente essa higienização é feita uma vez ao ano, por ocasião do Dia de Finados) . Alguns necessitam de reformas. 19. INTERVENÇÕES Houve uma grande e única intervenção na Adm. 1973/76 20.DATA DO INVENTÁRIO: 2007 21.DATA DA REVISÃO: 2013 22. MEDIDAS ESPECÍFICAS DE PROTEÇÃO E SALVAGUARDA: . Ações de Educação Patrimonial para conscientização da sociedade sobre o valor histórico e cultural do BI e sua necessidade de preservação; . Ações do Conselho Municipal do Patrimônio Cultural como agente de fiscalização da preservação e do uso dos bens inventariados e tombados, denunciando ações de destruição, demolição e alterações não autorizadas (reformas, reparos, pinturas, restauros, cuidados com o entorno, etc); . Ações de conservação física do imóvel: manutenção e restauração do bem cultural; . Planejamento urbano – inserir no Plano Diretor iniciativas de preservação e salvaguarda como instrumentos de proteção, incentivo e fiscalização por meios legais;
  • 48. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br 23.REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ARQUIVO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS –MG ARQUIVO DA PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA AJUDA LIMA, Maria Salomé Reis Alves de. & PARREIRA, Maria Tereza Reis. História de Cristais, Belo Horizonte, Lithera Maciel, 2000. LIMA, Maria Salomé Reis Alves de. História de Cristais: da Primeira Povoação do Ambrósio à Saga Lindeira do Município. Belo Horizonte: Editora Fapi, 2012. 320 p. PESQUISA DE CAMPO - informações com habitantes do município, entrevistas e questionários 24.INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES Informações com habitantes do município, através da pesquisa de campo. 25.FICHA TÉCNICA Levantamento: Data: julho de 2013 Mantovane de Souza Maria Salomé Reis Alves de Lima Marcos Antônio Marques Elaboração: Data: julho/agosto de 2013 Mantovane de Souza Maria Salomé Reis Alves de Lima Marcos Antônio Marques Revisão Data: agosto de 2013 Mantovane de Souza Maria Salomé Reis Alves de Lima Marcos Antônio Marques Alexa Bastos Gambogi Meireles Marcio Vinicius Reis
  • 49. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br FICHA DE INVENTÁRIO CONJUNTO ARQUITETÔNICO E URBANÍSTICO PAÇO MUNICIPAL PRAÇA JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA 1. MUNICIPIO Cristais –MG 2. DISTRITO Sede 3. DESIGNAÇÃO Praça Joaquim Luiz da Costa Maia 4. ENDEREÇO Praça Joaquim Luiz da Costa Maia 5. PROPRIEDADE Prefeitura Municipal de Cristais 6. RESPONSÁVEL Prefeitura Municipal de Cristais 7. SITUAÇÃO DE OCUPAÇÃO Própria 8. ANÁLISE DE ENTORNO O entorno da praça é composto pela zona central da cidade sendo ocupada na sua totalidade por construções horizontais prevalecendo as ocupadas por residências uni familiares e pequenos comércios de atendimento local. As ruas que circundam a praça são largas bem arborizadas e revestidas com pavimentação asfáltica. Os pedestres circulam pelas espaçosas calçadas revestidas com ladrilhos hidráulicos e meio fio de pedras graníticas. A forração dos canteiros é feita por grama da espécie amendoim de vegetação exuberante. 9. DOCUMENTAÇÃO FOTOGRÁFICA
  • 50. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br 1ª Figura: Monumento ao fundo 2ª Figura: Prédio da Câmara e paisagismo Praça: Cel. Joaquim Luiz da Costa Maia – Fotos: Alexa B. Gambogi Meireles - 2005 3ª Figura: Centro da Praça: vista do Monumento 4ª Figura: Vista do prédio da Câmara Praça Cel. Joaquim Luiz da Costa Maia – Fotos: Marcos A. Marques – 04/07/2013 5ª Figura: Final da Praça: arborização e bancos 6ª Figura: entorno da Praça Praça Cel. Joaquim Luiz da Costa Maia – Fotos: Marcos A. Marques – 04/07/2013
  • 51. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br 10. HISTÓRICO Na busca de informações históricas, políticas e culturais a respeito da praça, consultamos arquivos, escutamos políticos e cidadãos, mas muito pouco se sabe a respeito da praça. Sabe-se que o 1º nome dado ao logradouro foi Praça do Rosário devido à existência da primeira igreja ali construída em homenagem à Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, que foi demolida em 1946. Em 1947, outra igreja foi construída próxima ao mesmo local da primeira, também com a denominação de Igreja Nossa Senhora do Rosário, porém para servir aos cultos reverenciados pelos “ homens brancos”. Posteriormente, a praça passou a ser denominada Praça 1º de Janeiro reverindo a data da emancipação do município. O município se emancipou em 27 de dezembro de 1948, sendo oficializado a 1º de janeiro de 1949, e, após a emancipação, logo no final da década de 50, a administração municipal querendo homenagear os cidadãos cristalenses, passa a denominar os logradouros com os nomes de seus filhos. Assim a praça em questão foi denominada: Praça: Cel. Joaquim Luiz da Costa Maia. Em janeiro de 1971 o Prefeito Municipal Sr. Hélio Ferreira inaugura o prédio sede da Prefeitura Municipal construindo-se na mesma época as calçadas e canteiros da praça, dando como caracterizado o inicio da construção da mesma. Em 1974, mais precisamente no dia 04 de junho, inaugura-se o prédio da Câmara Municipal que servia também como local para realização de festas e eventos. Logo então recebeu o nome de Salão Palácio do Jubileu de Prata em comemoração aos 25 anos de emancipação político-administrativa do Município de Cristais. Dando continuidade à administração do Prefeito Municipal Sr. Aristeu Maia, o mesmo ainda construiu um prédio ao lado do edifício da Prefeitura Municipal, para instalar os equipamentos da Empresa Telefônica TELEMIG. Mas logo em seguida tal edificação foi transformada em Câmara Municipal. É necessário fazer a cronologia das construções
  • 52. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br inseridas na praça, pois ao longo dos anos e a cada construção que ali era implantada sempre havia um melhoramento na construção da praça em questão. A praça com as três construções edificadas constitui um harmonioso conjunto paisagístico e arquitetônico. Pela beleza da paisagem, pela harmonia de formas e também pelo objetivo do projeto de construção das edificações, que veio sanar o problema de centralizar em local próprio os serviços burocráticos da prefeitura municipal, tornando isso um fato histórico para o município, em 2004 esse local foi tombado pelo Decreto nº 06 de 11 de março, Processo nº 002. Recebeu a denominação de “Conjunto Paisagístico e Arquitetônico Paço Municipal Coronel Joaquim Luiz da Costa Maia”. 11. DESCRIÇÃO A praça de conformação marcante linear, se estende longitudinalmente através da principal avenida da cidade , que por sua vez se prolonga até a entrada da cidade,tornando - se assim um local próprio no que tange aos acessos, com caminhos internos traçados de modo claro e simples . Não faz alusão a algum estilo propriamente dito. Composta por árvores frondosas ao longo do seu perímetro nos limites das calçadas que é revestida de ladrilhos hidráulico, os bancos em concreto se abrigam sobre as copas frondosas, e devido a pouca diversidade de espécies vegetais, a praça consegue manter –se sempre bem cuidada e agradável de se estar. As edificações assentadas na praça formam um conjunto arquitetônico harmonioso com escala compatível com a da praça. O monumento ao Cinqüentenário implantado na praça alusivo á riqueza mineral explorada no passado, o cristal de quartzo, foi erguido em comemoração ao Cinqüentenário da Cidade, em 1998. Traz, em placas denominativas, os nomes dos prefeitos e as datas de suas respectivas gestões. 12. PROTEÇÃO LEGAL EXISTENTE Decreto nº 06 de 11 de março de 2004, Processo de Tombamento nº 002. 13. PROTEÇÃO LEGAL PROPOSTA O próprio tombamento
  • 53. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br 14. ESTADO DE CONSERVAÇÃO Bom 15. ANÁLISE DO ESTADO DE CONSERVAÇÃO Os bancos, calçadas e revestimentos estão precisando de reparos 16. FATORES DE DEGRADAÇÃO Desgaste pela ação do tempo, vandalismo etc. 17. MEDIDAS DE CONSERVAÇÃO Manutenção periódica. 18. INTERVENÇÕES Construção de monumento alusivo e comemorativo ao jubileu de aniversário da cidade de Cristais, em 1998, onde tem como detalhe, a mostra da origem do nome que são os Cristais cravados no meio da Praça. 19. DATA DO INVENTÁRIO: 2003 20. DATA DA REVISÃO: 2013 21. MEDIDAS ESPECÍFICAS DE PROTEÇÃO E SALVAGUARDA: . Ações de Educação Patrimonial para conscientização da sociedade sobre o valor histórico e cultural do BI e sua necessidade de preservação; . Ações do Conselho Municipal do Patrimônio Cultural como agente de fiscalização da preservação e do uso dos bens inventariados e tombados, denunciando ações de destruição, demolição e alterações não autorizadas (reformas, reparos, pinturas, restauros, cuidados com o entorno, etc); . Ações de conservação física do imóvel: manutenção e restauração do bem cultural; . Planejamento urbano – inserir no Plano Diretor iniciativas de preservação e salvaguarda como instrumentos de proteção, incentivo e fiscalização por meios legais; 22. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ARQUIVO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS –MG ARQUIVO DA PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA AJUDA LIMA, Maria Salomé Reis Alves de. & PARREIRA, Maria Tereza Reis. História de Cristais, Belo Horizonte, Lithera Maciel, 2000. LIMA, Maria Salomé Reis Alves de. História de Cristais: da Primeira Povoação do Ambrósio à Saga Lindeira do Município. Belo Horizonte: Editora Fapi, 2012. 320 p. PESQUISA DE CAMPO - informações com habitantes do município.
  • 54. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br 23. INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES Informações com habitantes do município, através da pesquisa de campo.. 24. FICHA TÉCNICA Levantamento: Data: julho de 2013 Mantovane de Souza Maria Salomé Reis Alves de Lima Marcos Antônio Marques Elaboração: Data: julho de 2013 Mantovane de Souza Maria Salomé Reis Alves de Lima Marcos Antônio Marques Revisão Data: julho de 2013 Mantovane de Souza Maria Salomé Reis Alves de Lima Marcos Antônio Marques Alexa Bastos Gambogi Meireles Marcio Vinicius Reis
  • 55. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br FICHA DE INVENTÁRIO CONJUNTO ARQUITETÔNICO E URBANÍSTICO PAÇO MUNICIPAL PALÁCIO JUBILEU DE PRATA 1. MUNICIPIO Cristais -MG 2. DISTRITO Sede 3. DESIGNAÇÃO Palácio Jubileu de Prata 4. ENDEREÇO Praça Joaquim Luiz da Costa Maia 5. PROPRIEDADE Prefeitura Municipal de Cristais 6. RESPONSÁVEL Prefeitura Municipal de Cristais 7. SITUAÇÃO DE OCUPAÇÃO Própria 8. ANÁLISE DE ENTORNO O prédio está localizado no final da praça citada acima tendo a sua esquerda o prédio da Prefeitura Municipal e a Câmara Municipal. O entorno da praça é composto pela zona central da cidade sendo ocupada na sua totalidade por construções horizontais prevalecendo as ocupadas por residências uni familiares e pequenos comércios de atendimento local. As ruas que circundam a praça são largas bem arborizadas e revestidas com pavimentação asfáltica . Os pedestres circulam pelas espaçosas calçadas revestidas com ladrilhos hidráulicos e meio fio de pedras graníticas. A forração dos canteiros é feita por grama da espécie amendoim com vegetal exuberante predominando nas proximidades
  • 56. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br dos prédios públicos as árvores da espécie das Cássias de singular beleza. A localização dos prédios públicos: prefeitura, câmara e salão nobre proporciona uma perfeita integração de poderes e oferece à população maior conforto na resolução de seus problemas cotidianos pois a maioria dos órgãos estão centralizados em um pequeno espaço em relação ao espaço da cidade. 9. DOCUMENTAÇÃO FOTOGRÁFICA 1ª Figura: vista do Prédio da Prefeitura na lateral 2ª Figura: Vista frontal Clube Jubileu de Prata - Fotos: Alexa B. Gambogi Meireles – 2005 3ª Figura: vista frontal e lateral 4ª Figura: vista lateral e entorno Clube Jubileu de Prata – Fotos- Marcos Antônio Marques – 04/07/2013 10. HISTÓRICO Inicialmente o prédio do salão foi construído pelo Sr. Prefeito Municipal Aristeu Maia no período 1973 a 1977, com a finalidade de abrigar a Câmara Municipal e também servir como Clube Social.
  • 57. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br Com a construção de um novo espaço físico para abrigar os aparelhos da TELEMIG que ocupava um prédio construído na praça, o mesmo se viu desocupado . Daí a Câmara Municipal mudou-se para este prédio, ao lado da Prefeitura Municipal, e o salão da antiga câmara passou por uma reforma na administração do Sr. Prefeito Dr. Mauro Gamboge Reis passando a se chamar Palácio Jubileu de Prata. 11. DESCRIÇÃO Edificação influenciada por modelo arquitetônico de estilo moderno,volume retilíneo, pano das fachadas laterais chanfrado ,com platibanda horizontal.,seu revestimento como o da prefeitura se destaca por acabamentos externos aplicados ,como o uso de tijolo aparente na sua fachada, as esquadrias em metalom, vidro incolor e pintura em tom pastel nas alvenarias 12. PROTEÇÃO LEGAL EXISTENTE Decreto nº 06 de 11 de março de 2004, Processo de Tombamento nº 002. 13. PROTEÇÃO LEGAL PROPOSTA O próprio tombamento 14. ESTADO DE CONSERVAÇÃO Bom 15. ANÁLISE DO ESTADO DE CONSERVAÇÃO Apresenta pequenos problemas no reboco e pintura. 16. FATORES DE DEGRADAÇÃO Desgaste pela ação do tempo, falta de manutenção. 17. MEDIDAS DE CONSERVAÇÃO Manutenção 18. INTERVENÇÕES Reforma no período 1993 a 1996. 19. DATA DO INVENTÁRIO: 2003 20. DATA DA REVISÃO: 2013 21. MEDISAS ESPECÍFICAS DE PROTEÇÃO E SALVAGUARDA:
  • 58. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br . Ações de Educação Patrimonial para conscientização da sociedade sobre o valor histórico e cultural do BI e sua necessidade de preservação; . Ações do Conselho Municipal do Patrimônio Cultural como agente de fiscalização da preservação e do uso dos bens inventariados e tombados, denunciando ações de destruição, demolição e alterações não autorizadas (reformas, reparos, pinturas, restauros, cuidados com o entorno, etc); . Ações de conservação física do imóvel: manutenção e restauração do bem cultural; . Planejamento urbano – inserir no Plano Diretor iniciativas de preservação e salvaguarda como instrumentos de proteção, incentivo e fiscalização por meios legais; 22. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ARQUIVO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS –MG ARQUIVO DA PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA AJUDA LIMA, Maria Salomé Reis Alves de. & PARREIRA, Maria Tereza Reis. História de Cristais, Belo Horizonte, Lithera Maciel, 2000. LIMA, Maria Salomé Reis Alves de. História de Cristais: da Primeira Povoação do Ambrósio à Saga Lindeira do Município. Belo Horizonte: Editora Fapi, 2012. 320 p. PESQUISA DE CAMPO - informações com habitantes do município. 23. INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES Informações com habitantes do município, através da pesquisa de campo.. 24. FICHA TÉCNICA Levantamento: Data: julho de 2013 Mantovane de Souza Maria Salomé Reis Alves de Lima Marcos Antônio Marques Elaboração: Data: julho de 2013 Mantovane de Souza Maria Salomé Reis Alves de Lima Marcos Antônio Marques Revisão Data: julho de 2013 Mantovane de Souza
  • 59. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br Maria Salomé Reis Alves de Lima Marcos Antônio Marques Alexa Bastos Gambogi Meireles Marcio Vinicius Reis
  • 60. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br FICHA DE INVENTÁRIO CONJUNTO ARQUITETÔNICO E URBANÍSTICO PAÇO MUNICIPAL PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS 1. MUNICIPIO Cristais – MG 2. DISTRITO Sede 3. DESIGNAÇÃO Prefeitura Municipal de Cristais 4. ENDEREÇO Praça Joaquim Luiz da Costa Maia 5. PROPRIEDADE Prefeitura Municipal de Cristais 6. RESPONSÁVEL Prefeitura Municipal de Cristais 7. SITUAÇÃO DE OCUPAÇÃO Própria 8. ANÁLISE DE ENTORNO O prédio da Prefeitura Municipal está situado entre os prédios da Câmara Municipal e o prédio do Salão Palácio Jubileu de Prata da cidade de Cristais cravado na Praça Joaquim Luiz da Costa Maia tendo . O entorno da praça é composto pela zona central da cidade sendo ocupada na sua totalidade por construções horizontais prevalecendo as ocupadas por residências unifamiliares e pequenos comércios de atendimento local. As ruas que circundam a praça são largas bem arborizadas e revestidas com pavimentação asfáltica . Os pedestres circulam pelas espaçosas calçadas revestidas com ladrilhos hidráulicos e meio fio de pedras graníticas. A forração dos canteiros é feita por grama da
  • 61. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br espécie amendoim com vegetal exuberante predominando nas proximidades dos prédios públicos as árvores da espécie das Acácias de singular beleza. A localização dos prédios públicos: prefeitura, câmara e salão nobre proporcionam uma perfeita integração de poderes e oferece à população maior conforto na resolução de seus problemas cotidianos pois a maioria dos órgãos estão centralizados em um pequeno espaço em relação ao espaço da cidade. 9. DOCUMENTAÇÃO FOTOGRÁFICA 1ª Figura: vista lateral e canteiros 2ª Figura: vista lateral e paisagismo Prédio da Prefeitura Municipal - Fotos: Alexa B. Gambogi Meireles – 2005 3ª Figura: vista frontal 4ª Figura: vista latera Prédio da Prefeitura Municipal – Fotos: Marcos Antônio Marques – 04/07/2013
  • 62. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br 5ª Figura: restauração do telhado 6ª Figura: substituição de telhas Prédio da Prefeitura Municipal – Fotos: Marcos Antônio Marques – 04/07/2013 Restauração no telhado 10. HISTÓRICO O prédio da Prefeitura Municipal de Cristais foi construído na Administração do Prefeito Municipal Sr. Hélio Ferreira, 1969/72. Desde a emancipação do município, em dezembro de 1948, mais precisamente, desde que o 1º prefeito Sr. Francisco de Assis Carvalho tomou posse do cargo em março de 1949, que os serviços burocráticos da prefeitura eram realizados, em locais cujos proprietários tinham afinidades políticas com o prefeito e/ou com o partido político atuante naquela administração. Assim a instalação da primeira sede da Prefeitura e Câmara Municipal foi no prédio de propriedade do Sr. José Ferreira Filho, no Largo da Matriz, permanecendo ali por duas gestões: de 1949/52, prefeito Sr. Francisco de Assis Carvalho e 1953/65, 1ª gestão do prefeito Sr. Ulisses de Paula Reis. Na gestão de 1957/60, prefeito Sr. José Ferreira Filho, a sede da prefeitura foi transferida para o prédio de propriedade do Sr. José Pinheiro de Souza, atualmente, residência da família de Dr. Marcos Shozi Miamoto. Na gestão seguinte: 1961/64, prefeito municipal, Sr. Calimério Alves Costa, as sedes da Prefeitura Municipal e da Câmara de Vereadores foram instaladas primeiramente no prédio de propriedade da família Salume e, depois, no prédio do Sr. Francisco Ferreira de Ázara, atualmente, residência do Sr. Vicente Nunes de Souza. De 1965/68, 2ª gestão do Sr. Ulisses de Paula Reis, o local de funcionamento dos
  • 63. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br dois poderes: legislativo e executivo foi transferido para a propriedade do Sr. Raul do Couto Rosa. A inauguração do prédio em janeiro de 1971 aconteceu em meio a muitos festejos e comemorações, pois tal construção foi um marco de orgulho para os cidadãos cristalenses que viram na obra um sinal de conquista para o crescimento urbano e desenvolvimento do município. Com o local definitivo e as novas e confortáveis instalações da Prefeitura Municipal os prefeitos puderam melhor se organizar, otimizar o serviço público e administrar com maior integração dos funcionários, buscando sempre o espírito de equipe. . 11. DESCRIÇÃO A edificação é influenciada por modelo arquitetônico de estilo moderno, onde a composição de volume retilíneo e curvilíneo conjugados com platibanda horizontal, ocorrência de brises de alvenaria , nos permite a identificação de elementos de um modernismo menos purista ou seja,adotado pelos setores públicos de nossas cidades do interior que se propuseram a construírem suas sedes administrativas nos meados dos anos 60 e 70. Podemos destacar a unidade dos materiais de revestimento e acabamento externo aplicados, como o uso do revestimento em placas de tijolo aparentes no volume curvilíneo,as esquadrias são em metalon e vidro incolor e a pintura em tom pastel na alvenaria. 12. PROTEÇÃO LEGAL EXISTENTE Decreto nº 06 de 11 de março de 2004, Processo de Tombamento nº 002. 13. PROTEÇÃO LEGAL PROPOSTA O próprio tombamento 14. ESTADO DE CONSERVAÇÃO Bom 15. ANÁLISE DO ESTADO DE CONSERVAÇÃO Apresenta pequenos problemas nos rebocos, pintura, reparos nas esquadrias e telhado 16. FATORES DE DEGRADAÇÃO Desgaste natural pelo uso, intempéries
  • 64. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br 17. MEDIDAS DE CONSERVAÇÃO Manutenção constante. 18. INTERVENÇÕES Ao longo dos anos foram feitas reformas, pinturas, etc. No momento, 2013, está em fase de restauração do telhado. 19. DATA DO INVENTÁRIO: 2003 20. DATA DA REVISÃO: 2013 21. MEDIDAS ESPECÍFICAS DE PROTEÇÃO E SALVAGUARDA: . Ações de Educação Patrimonial para conscientização da sociedade sobre o valor histórico e cultural do BI e sua necessidade de preservação; . Ações do Conselho Municipal do Patrimônio Cultural como agente de fiscalização da preservação e do uso dos bens inventariados e tombados, denunciando ações de destruição, demolição e alterações não autorizadas (reformas, reparos, pinturas, restauros, cuidados com o entorno, etc); . Ações de conservação física do imóvel: manutenção e restauração do bem cultural; . Planejamento urbano – inserir no Plano Diretor iniciativas de preservação e salvaguarda como instrumentos de proteção, incentivo e fiscalização por meios legais; 22. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ARQUIVO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS –MG ARQUIVO DA PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA AJUDA LIMA, Maria Salomé Reis Alves de. & PARREIRA, Maria Tereza Reis. História de Cristais, Belo Horizonte, Lithera Maciel, 2000. LIMA, Maria Salomé Reis Alves de. História de Cristais: da Primeira Povoação do Ambrósio à Saga Lindeira do Município. Belo Horizonte: Editora Fapi, 2012. 320 p. PESQUISA DE CAMPO - informações com habitantes do município. 23. INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES Informações com habitantes do município, através da pesquisa de campo.. 24. FICHA TÉCNICA Levantamento: Data: julho de 2013 Mantovane de Souza Maria Salomé Reis Alves de Lima Marcos Antônio Marques
  • 65. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br Elaboração: Data: julho de 2013 Mantovane de Souza Maria Salomé Reis Alves de Lima Marcos Antônio Marques Revisão Data: julho de 2013 Mantovane de Souza Maria Salomé Reis Alves de Lima Marcos Antônio Marques Alexa Bastos Gambogi Meireles Marcio Vinicius Reis
  • 66. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br FICHA DE INVENTÁRIO CONJUNTO ARQUITETÔNICO E URBANÍSTICO PAÇO MUNICIPAL CÂMARA MUNICIPAL DE CRISTAIS 1. MUNICIPIO Cristais- MG 2. DISTRITO Sede 3. DESIGNAÇÃO Câmara Municipal de Cristais 4. ENDEREÇO Praça Joaquim Luiz da Costa Maia 5. PROPRIEDADE Prefeitura Municipal de Cristais 6. RESPONSÁVEL Prefeitura Municipal de Cristais 7. SITUAÇÃO DE OCUPAÇÃO Própria 8. ANÁLISE DE ENTORNO O prédio da Câmara Municipal de Cristais está inserido na Praça Joaquim Luiz da Costa Maia tendo como vizinhos a esquerda o prédio da Prefeitura Municipal e a direita o Monumento ao Jubileu de da cidade de Cristais. O entorno da praça é composto pela zona central da cidade sendo ocupada na sua totalidade por construções horizontais prevalecendo as ocupadas por residências unifamiliares e pequenos comércios de atendimento local. As ruas que circundam a praça são largas bem arborizadas e revestidas com pavimentação asfáltica . Os pedestres circulam pelas espaçosas calçadas revestidas com ladrilhos hidráulicos e meio fio de pedras graníticas. A forração dos canteiros é feita
  • 67. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br por grama da espécie amendoim com vegetal exuberante predominando nas proximidades dos prédios públicos as árvores da espécie das Cássias de singular beleza. A localização dos prédios públicos: prefeitura, câmara e salão nobre proporciona uma perfeita integração de poderes e oferece à população maior conforto na resolução de seus problemas cotidianos pois a maioria dos órgãos estão centralizados em um pequeno espaço em relação ao espaço da cidade. 9. DOCUMENTAÇÃO FOTOGRÁFICA 1ª Figura: vista frontal 2ª Figura: o prédio inserido na praça Prédio da Câmara Municipal - Fotos: Alexa B. Gambogi Meireles – 2005 3ª Figura: vista frontal 4ª Figura: vista lateral Prédio da Câmara Municipal – Fotos: Marcos Antônio Marques – 04/07/2013 10. HISTÓRICO Em tempos idos existia uma grande área onde foi construída uma pequena capela em honra a Nossa Senhora do Rosário. O local ficou conhecido por Largo do Rosário. Em
  • 68. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br 1943 a Capela foi demolida pelo seu mal estado de conservação e, em local próximo, em 1947 foi construída outra Igreja dedicada a Nossa senhora do Rosário. Esta mesma área era o local privilegiado para se montar os circos e parques de diversões, que passavam pelo Arraial de Cristais. Houve a emancipação do município em 1948. Os serviços administrativos do município funcionavam em prédios particulares. Na 1ª administração do Sr. Hélio Ferreira, iniciou-se a construção dos prédios que compõe o Conjunto Arquitetônico e Urbanístico do Paço Municipal, bem como da construção da linda Praça Joaquim Luiz da Costa Maia que compõe e enfeita o conjunto urbanístico. Inicialmente, em linhas modernas, foi construído o prédio que hoje abriga o gabinete da Prefeita e várias salas de secretárias para serviços da administração direta. Foi iniciada a construção do prédio da Câmara dos Vereadores que somente foi concluído na administração Aristeu Maia, que seguiu com o mesmo estilo arquitetônico, em linha moderna, a construção anterior. Como a construção era de dimensões razoáveis, a Câmara de Vereadores cedeu, em regime de comodato o prédio para a instalação do “ Cristalense Clube”, um clube de lazer com um quadro de sócios bastantes razoável. - Quando da inauguração do Prédio, Cristais estava completando 25 anos de emancipação político - administrativa razão pela qual o prédio ganhou o nome de “ Jubileu de Prata”. Mais tarde, com a desativação da sociedade, ele ficou inativo por vários anos e se deteriorou bastante. Na 1ª administração do Prefeito Mauro Gambogi, foi remodelado, guardando as linhas originais, e hoje serve para eventos sociais, culturais, reuniões diversas e festas de vários tipos. Quando da instalação dos primeiros telefones urbanos em Cristais, a operadora em convênio com prefeitura construiu o 3° prédio do Paço para colocar seus equipamentos, que não destacando do estilo modernista dos outros dois, é constituído de um bloco único, retangular. Desativado, anos depois, o prédio foi reorganizado para abrigar a Câmara Municipal, que funcionava em uma sala da Prefeitura ficando mais bem instalada. Assim funcionou por vários anos até que, na presidência do vereador Edilberto Reis Maia, foi totalmente
  • 69. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br remodelada interiormente ganhando um visual mais bonito e hoje abriga todos os serviços da Câmara de Vereadores de nossa cidade. A Praça que anteriormente era apenas um grande espaço aberto vem ganhando aos poucos um aspecto bonito, agradável, acolhedor, com bela arborização, com um gramado bem cuidado, alamedas sombreadas. Na administração do Prefeito Wenceslau Ribeiro de Castro, onde havia uma pequena rampa foi colocado um monumento homenageando os prefeitos anteriores que consta de alguns blocos de Cristal estilizados, em aço inox, imitando os “ lápis” que encontramos em abundância na Serra dos Cristais. Encontramos, ainda, na praça vários bancos homenageando os ex prefeitos e, bem na ponta da praça, um marco rotário que consta de um pedestal e uma roda dentada, símbolo daquele clube. 11. DESCRIÇÃO É uma edificação influenciada pelo estilo moderno, volume retilíneo, estruturado com pilares formando uma modulação, juntamente com a cobertura criando uma envoltória para edificação, conjugado com platibanda horizontais e em uma das extremidades abriga–se um volume curvo liberando os pilares finais das extremidades, revestimento no volume curvilíneo em placas de tijolo aparentes e reboco rústico no restante do prédio, as esquadrias em metalom e vidro incolor . O prédio passou por uma reforma ampliando seu espaço físico para melhor abrigar os legisladores locais, adequando-o às necessidades da câmara de vereadores. 12. PROTEÇÃO LEGAL EXISTENTE Decreto nº 06 de 11 de março de 2004, Processo de Tombamento nº 002. 13. PROTEÇÃO LEGAL PROPOSTA O próprio tombamento 14. ESTADO DE CONSERVAÇÃO Bom
  • 70. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br 15. ANÁLISE DO ESTADO DE CONSERVAÇÃO Encontra-se em bom estado de conservação, havendo manutenção periódica. 16. FATORES DE DEGRADAÇÃO Desgaste das intempéries e vandalismo. 17. MEDIDAS DE CONSERVAÇÃO Uso constante, manutenção periódica. 18. INTERVENÇÕES Passou por várias reformas, sendo a última em 2009 19. DATA DO INVENTÁRIO: 2003 20. DATA DA REVISÃO: 2013 21. MEDIDAS ESPECÍFICAS DE PROTEÇÃO E SALVAGUARDA: . Ações de Educação Patrimonial para conscientização da sociedade sobre o valor histórico e cultural do BI e sua necessidade de preservação; . Ações do Conselho Municipal do Patrimônio Cultural como agente de fiscalização da preservação e do uso dos bens inventariados e tombados, denunciando ações de destruição, demolição e alterações não autorizadas (reformas, reparos, pinturas, restauros, cuidados com o entorno, etc); . Ações de conservação física do imóvel: manutenção e restauração do bem cultural; . Planejamento urbano – inserir no Plano Diretor iniciativas de preservação e salvaguarda como instrumentos de proteção, incentivo e fiscalização por meios legais; 22. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ARQUIVO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS –MG ARQUIVO DA PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA AJUDA LIMA, Maria Salomé Reis Alves de. & PARREIRA, Maria Tereza Reis. História de Cristais, Belo Horizonte, Lithera Maciel, 2000. LIMA, Maria Salomé Reis Alves de. História de Cristais: da Primeira Povoação do Ambrósio à Saga Lindeira do Município. Belo Horizonte: Editora Fapi, 2012. 320 p. PESQUISA DE CAMPO - informações com habitantes do município. 23. INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES Informações com habitantes do município, através da pesquisa de campo.
  • 71. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br 24. FICHA TÉCNICA Levantamento: Data: julho de 2013 Mantovane de Souza Maria Salomé Reis Alves de Lima Marcos Antônio Marques Elaboração: Data: julho de 2013 Mantovane de Souza Maria Salomé Reis Alves de Lima Marcos Antônio Marques Revisão Data: julho de 2013 Mantovane de Souza Maria Salomé Reis Alves de Lima Marcos Antônio Marques Alexa Bastos Gambogi Meireles Marcio Vinicius Reis
  • 72. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br FICHA DE INVENTÁRIO DO PRÉDIO DA CACISA 1. MUNICÍPIO Cristais - MG 2. DISTRITO Sede 3. DESIGNAÇÃO Prédio da Cacisa 4. ENDEREÇO Rua: José Costa / 157 5. PROPRIEDADE Prefeitura Municipal de Cristais 6. RESPONSÁVEL Prefeitura Municipal de Cristais 7. SITUAÇÃO DE OCUPAÇÃO Dependências da Prefeitura Municipal de Cristais 8. ANÁLISE DE ENTORNO DESCRIÇÃO : Iniciando no ponto A, ponto de interseção do eixo da Rua José Costa com o eixo da Rua José Misseno Maia de coordenadas geográficas 446.215,68 e 7.691.296,70; a partir daí numa extensão de 29,30 m seguindo pelo eixo da Rua José Misseno Maia atingindo o ponto B de coordenadas geográficas 446.244,75 e 7.691.293,00; a partir daí numa extensão de 64,20 m margeando o prédio da Cacisa atingindo o ponto C de coordenadas geográficas 446.204,76 e 7.691.242,77; a partir daí numa extensão de 16,60 m margeando o prédio da Cacisa atingindo o ponto D de coordenadas geográficas 446.191,78 e 7.691.253,13; a partir daí numa extensão de 24,05 m seguindo pelo eixo da Rua José Costa atingindo o ponto E de coordenadas geográficas 446.206,18 e 7.691.272,41; a partir daí numa extensão de 26,10 m seguindo pelo eixo da Rua José Costa atingindo o ponto A, onde se iniciou esta descrição.
  • 73. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br O entorno de tombamento do Prédio da Cacisa se limitou somente ao eixo da Rua José Costa devido a não existência de elementos que justificassem a sua maior abrangência. Devido também a falta de lei que regulamenta o uso e ocupação do solo a sua preservação é mais fácil quando mais restrita. 9. DOCUMENTAÇÃO FOTOGRÁFICA 1ª Figura: vista frontal 2ª Figura: vista lateral Prédio da Cacisa – Fotos: Marcos Antonio Marques - 2013
  • 74. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br 3ª Figura: vista do entorno 4ª Figura: vista frontal Prédio da Cacisa – Fotos: Marcos Antônio Marques – 07/04/2013 5ª Figura: parte lateral 6ª Figura: vista dos fundos Prédio da Cacisa – Fotos: Marcos Antônio Marques – 07/04/2013 10. HISTÓRICO CACISA – Calimério Alves Costa Comércio E Indústria S/A Em 1951 os Srs. Otávio Alvarenga e Rui Alvarenga, pai e filho respectivamente, transformavam em manteiga, parte do leite produzido no município. No ano seguinte, o Sr. Calimério Alves Costa comprou a “mantegueira” do sr. Rui Alvarenga. Foi assim que, em 1952, a cidade via nascer a CAC & Cia (Calimério Alves Costa e Companhia) pequena indústria, beneficiando 500 ls de leite, diariamente. O produto era comercializado pela Indústria Ribeiro & Irmãos de Campo Belo. Com melhorias na sua estrutura física e através de novas técnicas, a CAC & Cia começou a beneficiar maiores quantidades de leite. Além de manteiga, passou a produzir queijos: Prato e Parmezão. Iniciou assim a exportação para o Rio de Janeiro de manteiga e queijo. A embalagem, artesanal e rústica, era feita em canudos de madeira. O transporte em caminhão sem refrigeração. O caminhão que levava queijos e manteiga, trazia, na volta, sal e querosene. Ao longo do tempo, a sede da indústria foi sendo ampliada. Foram feitas várias intervenções pelo Sr. Constantino Nikozantz, conhecido como “Russo”. Era construtor e técnico em refrigeração. Orientava a construção de câmaras frias.
  • 75. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br Como não havia abastecimento suficiente de água potável para manter a indústria, foi feita uma captação direta da água nascente na Serra dos Cristais (garimpo). Implantaram geradores de energia elétrica para suprir a deficiência da energia. Na época, não havia o serviço da Cemig. Em 1958 foi desenvolvida a suinocultura para melhor aproveitamento do resíduo do leite: o soro. Com a suinocultura, a indústria passou a comprar dos produtores: milho e mandioca. Esses produtos agrícolas eram misturados à ração dos suínos. Nessa mesma época, foi adquirido maquinário para beneficiar arroz. O arroz era vendido para o comércio da região e o farelo do arroz aproveitado na ração dos suínos. A carne suína também era comercializada. Com a expansão da indústria e do comércio, foram criadas filiais da CAC & Cia nas cidades: Campo Belo, Candeias, Camacho, Ilicínea, Guapé, Piunhy e Rio de Janeiro. Além da produção da manteiga e de vários tipos de queijos, a indústria passou a produzir doces. Os produtos já eram fabricados por pessoal capacitado, técnicos em laticínios que estudavam e treinavam na escola Técnica de Laticínios de Juiz de Fora. Alguns técnicos vinham de cidades vizinhas. Mudaram-se para Cristais e constituíram famílias. A estrutura organizacional da CAC & Cia. Era formada pela família: Presidente, Calimério Alves Costa (pai); Diretor administrativo, Silvio Alves Costa ( filho); Diretor financeiro, Oswaldo Alves Costa ( filho); Setor de contabilidade, Antônio Costa ( filho). Em 1960, houve a mudança da razão social da sociedade CAC & Cia. Para CACISA (Calimério Alves Costa Comércio e Indústria Sociedade Anônima). Entraram, como acionistas, vários latifundiários impulsionando e fomentando o comércio e a indústria. Foi ampliado o local de instalação da indústria, através da aquisição de mais terrenos, perfazendo uma área com 45 ha. A praça de estacionamento para os caminhões transportadores foi ampliada e inovada a plataforma de descarga do leite. Construíram a mais: caldeiras para higienização e pasteurização do leite, câmaras frias; salas especiais para: fabricação e prensa de queijos, fabricação de manteigas, de doces; salas de laboratório para análises com equipamentos tecnológicos, sala para escritório e galpões com maquinários para beneficiar arroz e processar milho e mandioca.
  • 76. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br 1964 em virtude do crescimento e expansão da CACISA, a matriz foi transferida para Campo Belo. Cristais não dispunha de uma infra-estrutura básica, para dar suporte à indústria que produzia em larga escala. Cristais passou então, a ser o Posto I da CACISA. A Indústria adquiriu muitas fazendas e gado leiteiro. Em 1980 abriu um Posto de Comércio em Guarulhos-SP. Expandiu seu comércio também, para o nordeste do país. A CACISA trouxe benefícios e progressos para Cristais. Os pequenos produtores, antes da indústria, faziam o aproveitamento do leite fabricando queijos e manteiga, de maneira artesanal, nas oficinas familiares para consumo próprio. A usina (CAC & Cia) modificou essa exploração artesanal. Incentivou a agropecuária no município e região. As vias de transportes rodoviários foram melhoradas. Fomentou o comércio regional e interestadual. A indústria vendia seus produtos e comprava ração, medicamentos veterinários e insumos agrícolas que eram repassados aos produtores agropecuários. Gerou um considerável número de empregos diretos e indiretos. Em 1985, através do Poder Judiciário, foi decretada a falência da CACISA. Parte dos bens foi leiloada. Na gestão 97/2000, a Prefeitura Municipal de Cristais adquiriu o terreno onde situava a indústria. O prefeito Wenceslau Ribeiro de Castro recuperou e restaurou o prédio da CACISA, conservando a estrutura arquitetônica e paisagística da obra. O imóvel sofreu sua primeira intervenção, porém conservou sua originalidade, cujos traços e significação tornaram-no um bem histórico e significativo. No local passou a funcionar: quatro facções ( indústria fabril) e no prédio que recebeu o nome de “Prédio Ananias de Oliveira”: Biblioteca Pública Municipal, Diretoria Municipal de Educação e Cultura , Juizado de Pequenas Causas e Conciliação, uma pequena área de lazer, jardinada e com bancos. Conserva-se uma área arborizada na frente do prédio e uma mina de água corrente potável, que enriquecem a paisagem. 11.DESCRIÇÃO Antiga sede da extinta empresa de laticínios CACISA na cidade de Cristais, a edificação em 02 pavimentos, possui cobertura em laje inclinada do tipo “borboleta”, sendo que na parte
  • 77. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br frontal do segundo pavimento dá-se o recuo do pano de alvenaria conformando uma varanda que tem suas extremidades fechadas por alvenaria até o encontro do beiral em laje, numa clara referência às construções de influência modernista dos idos anos 60, inclusive pela presença do pilar em forma de “V” que funciona como apoio do avanço da varanda do pavimento superior sobre o alinhamento do terreno. O pavimento térreo, de partido retangular, abriga de um lado os escritórios da Diretoria Municipal de Educação e de outro a Biblioteca Municipal, ficando no pavimento superior, que ocupa aproximadamente 1/3 da área do pavimento térreo, o Juizado de Pequenas Causas e Conciliação do Município. A edificação já tem visível na tipologia das aberturas dos dois pavimentos, alterações relacionadas principalmente à proporção e quantidade destas, particularmente as do pavimento térreo, o que contribui para a descaracterização. Frisos salientes em alvenaria ao longo do peitoril em parte da varanda do segundo pavimento criam um contraponto à verticalidade da edificação 12.PROTEÇÃO LEGAL EXISTENTE O imóvel é tombado pelo Decreto Nº 12 de março de 2005, inscrito no Livro de Tombo sob o Nº 04, sujeito à proteção especial de acordo com a Lei Municipal Nº 942 de 02/04/2002. 13.PROTEÇÃO LEGAL PROPOSTA O tombamento existente 14.ESTADO DE CONSERVAÇÃO Bom 15. ANÁLISE DO ESTADO DE CONSERVAÇÃO O imóvel apresenta rachaduras em sua estrutura básica 16.FATORES DE DEGRADAÇÃO Ação do tempo, intempéries e vandalismo. 17. MEDIDAS DE CONSERVAÇÃO É necessário a recomposição de pequenas áreas de reboco, tanto na parte externa quanto na parte interna, pintura geral e reparos em pisos cimentados. 18.INTERVENÇÕES
  • 78. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br O imóvel passou por uma radical intervenção quando foi restaurado na gestão 1997/2000. 19. DATA DO INVENTÁRIO: 2003 20. DATA DA REVISÃO: 2013 21. MEDISAS ESPECÍFICAS DE PROTEÇÃO E SALVAGUARDA: . Ações de Educação Patrimonial para conscientização da sociedade sobre o valor histórico e cultural do BI e sua necessidade de preservação; . Ações do Conselho Municipal do Patrimônio Cultural como agente de fiscalização da preservação e do uso dos bens inventariados e tombados, denunciando ações de destruição, demolição e alterações não autorizadas (reformas, reparos, pinturas, restauros, cuidados com o entorno, etc); . Ações de conservação física do imóvel: manutenção e restauração do bem cultural; . Planejamento urbano – inserir no Plano Diretor iniciativas de preservação e salvaguarda como instrumentos de proteção, incentivo e fiscalização por meios legais; 22. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ARQUIVO DA PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA AJUDA ARQUIVO PÚBLICO MUNICIPAL DE CRISTAIS –MG LIMA, Maria Salomé Reis Alves de. & PARREIRA, Maria Tereza Reis. História de Cristais, Belo Horizonte, Lithera Maciel, 2000. LIMA, Maria Salomé Reis Alves de. História de Cristais: da Primeira Povoação do Ambrósio à Saga Lindeira do Município. Belo Horizonte: Editora Fapi, 2012. 320 p. PESQUISA DE CAMPO - informações com habitantes do município, entrevistas e questionários 23. INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES Informações com habitantes do município, através da pesquisa de campo.. 24. FICHA TÉCNICA Levantamento: Data: julho de 2013 Mantovane de Souza Maria Salomé Reis Alves de Lima Marcos Antônio Marques Elaboração: Data: julho de 2013 Mantovane de Souza Maria Salomé Reis Alves de Lima Marcos Antônio Marques Revisão Data: julho de 2013
  • 79. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br Mantovane de Souza Maria Salomé Reis Alves de Lima Marcos Antônio Marques Alexa Bastos Gambogi Meireles Marcio Vinicius Reis
  • 80. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br FICHA DE INVENTÁRIO PRÉDIO DO HOSPITAL MUNICIPAL DE CRISTAIS 19.MUNICÍPIO Cristais 20.DISTRITO Sede 21.DESIGNAÇÃO Hospital Municipal de Cristais 22.ENDEREÇO Rua Flávio Ferreira da Silva, sn 23.PROPRIEDADE Pública - Prefeitura Municipal 6. RESPONSÁVEL Pública - Prefeitura Municipal de Cristais 7. SITUAÇÃO DE OCUPAÇÃO Própria 8. ANÁLISE DE ENTORNO A construção é servida por duas entradas independentes e com diferentes níveis por meios de rampas na esquina das ruas Flávio Ferreira da Silva e Revalina Ferreira da Silva. As ruas são pavimentadas em paralelepípedos e passeios com ladrilhos de cimento. Nas proximidades existe uma pequena praça com boa manutenção, árvores frondosas tanto na praça quanto na rua. As construções são de volumetria homogênea onde predominam as construções térreas. 9. DOCUMENTAÇÃO FOTOGRÁFICA
  • 81. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br 1ª Figura: Vista do entorno e entrada lateral 2ª Figura: Entrada principal Hospital Municipal de Cristais – Fotos – Alexa B. Gambogi Meireles - 2003 Hospital Municipal de Cristais – Vista da frente Fotos-Marcos A. Marques 05/07/2013 Hospital Municipal de Cristais – lateral e vista dos fundos – Fotos-Marcos A. Marques 05/07/2013
  • 82. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br 10. HISTÓRICO A história dos hospitais é oriunda de épocas remotas, anteriores ao cristianismo. Desenvolvido por iniciativa de organizações religiosas, converteu-se em instituição social. Em Cristais o ideal de um atendimento ao público na área da saúde teve seu florir pela iniciativa do médico Dr. Odilon Reis Maia, que equipou com instrumentais clínicos e cirúrgicos seu consultório, à Rua Francisco de Assis Carvalho, Nº 162, onde residia com sua família. Atendeu neste local por vários anos, realizando, inclusive, pequenas cirurgias. Mais tarde, na gestão 1971/72, o prefeito Sr Paulo Ribeiro, teve a iniciativa de construir uma obra mais espaçosa com aparelhagem, equipamentos e mobiliário para atender a população cristalense que, quando necessitava de atendimento médico mais complexo, deslocava-se para as cidades vizinhas. O Sr José Ferreira Filho, ex prefeito municipal, fez a doação de um terreno de sua propriedade para a construção do hospital. Neste local havia um barracão, construído em 1920 por Aprígio Ferreira de Ázara, onde funcionou o 1° cinema do município. Havia também no mesmo local uma capela, Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, conhecida como “Igrejinha do Reinado”. Essas construções foram demolidas para dar início a uma obra que seria de largo alcance social, beneficiando toda população cristalense. A instituição hospitalar, denominada “Hospital Santo Antônio”, foi criada e passou a existir legalmente como autarquia público-privada, em convênio com o Funrural e INPS, administrada por uma diretoria autônoma. Na Adm. 1993/1996, prefeito Dr.Mauro Gamboge Reis, o Hospital Santo Antônio foi municipalizado e conveniado com o SUS – Sistema Único de Saúde – Na Adm. 1997/2000, o prédio foi reformado. O quadro clínico foi adaptado às exigências do município ampliando o atendimento de especializações e cirurgias e também no âmbito ambulatorial e de internação. Na Adm. 2001/2004 a estrutura física do hospital foi ampliada com a construção de um novo pavilhão. Foi realizada uma adequação às normas hospitalares vigentes, passando
  • 83. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br por uma intervenção geral no prédio. Foi ampliado com as unidades: salas para cirurgia, Raio X, farmácia básica, laboratório clínico, berçário, enfermarias, quartos para médicos, cozinha e lavanderia completas. Nas Adm. seguintes: 2005/2008 – 2009/2012 a unidade hospitalar passou por reparos de manutenção. Assim, a estrutura física e clínica do hospital passam por intervenções, ao longo de sua história, em cada gestão municipal. . Hoje o Hospital Municipal de Cristais atende a população local (urbana e rural) e cidades vizinhas através do SUS. Comporta 40 leitos, médicos especializadas em diversas áreas da medicina, um bloco cirúrgico, serviços de radiologia, laboratório de análises clinicas e farmácia básica. 11. DESCRIÇÃO Construção hospitalar em meio a área residencial, o Hospital Municipal de Cristais ocupa todo um quarteirão, o que lhe garante facilidades de acessos e de acessibilidade que este tipo de edifício requer. Conformado por blocos de volumetria retilínea, sem cobertura aparente, diferenciados entre si quanto à escala e funções que abrigam, consegue uma inserção coerente na malha urbana e no entorno próximo, onde o predomínio de cores mais suaves, nos tons verde e cerâmica, ajudam a torná-lo uma excelente referência arquitetônica 12. PROTEÇÃO LEGAL EXISTENTE Inventário 13. PROTEÇÃO LEGAL PROPOSTA Nenhuma 14. ESTADO DE CONSERVAÇÃO Bom 15. ANÁLISE DO ESTADO DE CONSERVAÇÃO A edificação sofreu ao longo dos tempos várias reformas com substituição de vários elementos construtivos tornando-os novos. 16. FATORES DE DEGRADAÇÃO
  • 84. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br Desgastes naturais pela ação das intempéries do tempo e uso. 17. MEDIDAS DE CONSERVAÇÃO Manutenções necessárias e habituais de uma construção. 18. INTERVENÇÕES Passou por várias intervenções, citadas no histórico 19. DATA DO INVENTÁRIO: 2003 20. DATA DA REVISÃO: 2013 21. MEDIDAS ESPECÍFICAS DE PROTEÇÃO E SALVAGUARDA: . Ações de Educação Patrimonial para conscientização da sociedade sobre o valor histórico e cultural do BI e sua necessidade de preservação; . Ações do Conselho Municipal do Patrimônio Cultural como agente de fiscalização da preservação e do uso dos bens inventariados e tombados, denunciando ações de destruição, demolição e alterações não autorizadas (reformas, reparos, pinturas, restauros, cuidados com o entorno, etc. ); . Ações de conservação física do imóvel: manutenção e restauração do bem cultural; . Planejamento urbano – inserir no Plano Diretor iniciativas de preservação e salvaguarda como instrumentos de proteção, incentivo e fiscalização por meios legais; 22. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ARQUIVO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS –MG ARQUIVO DA PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA AJUDA LIMA, Maria Salomé Reis Alves de. & PARREIRA, Maria Tereza Reis. História de Cristais, Belo Horizonte, Lithera Maciel, 2000. LIMA, Maria Salomé Reis Alves de. História de Cristais: da Primeira Povoação do Ambrósio à Saga Lindeira do Município. Belo Horizonte: Editora Fapi, 2012. 320 p. PESQUISA DE CAMPO - informações com habitantes do município, entrevistas e questionários 23. INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES Informações com habitantes do município, através da pesquisa de campo. 24. FICHA TÉCNICA Levantamento: Data: julho de 2013 Mantovane de Souza Maria Salomé Reis Alves de Lima Marcos Antônio Marques Elaboração: Data: julho de 2013
  • 85. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br Mantovane de Souza Maria Salomé Reis Alves de Lima Marcos Antônio Marques Revisão Data: julho de 2013 Mantovane de Souza Maria Salomé Reis Alves de Lima Marcos Antônio Marques Alexa Bastos Gambogi Meireles Marcio Vinicius Reis
  • 86. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br FICHA DE INVENTÁRIO IGREJA N. S. DO ROSÁRIO 1. MUNICIPIO Cristais- MG 2. DISTRITO Sede 3. DESIGNAÇÃO Igreja Nossa Senhora do Rosário 4. ENDEREÇO Praça Joaquim Luiz da Costa Maia s/n 5. PROPRIEDADE Mitra Diocesana de Oliveira 6. RESPONSÁVEL Pe. Aparecido Paulo da Silva 7. SITUAÇÃO DE OCUPAÇÃO Eclesiástica 8. ANÁLISE DE ENTORNO A área é bem arborizada e iluminada pelo fato de se encontrar na Praça Joaquim Luíz da Costa Maía, o que proporciona conforto térmico e visual. As edificações do entorno formam um conjunto uniforme tanto na volumetria, como na implantação e na ocupação. A Igreja tem à sua frente a Praça Joaquim Luíz da Costa Maia que faz parte do Conjunto Arqquitetônico e Urbanístico Paço Municipal e, a sua lateral direita, a Avenida José Luiz da Costa Maia, de entrada da cidade. A pavimentação da Avenida é de paralelepípedo, com canteiros centrais ornados com palmeiras. Corno se localiza na Avenida de entrada, é o primeiro monumento religioso de destaque arquitetônico e/ou paisagístico que os visitantes vêem. Contudo essa atenção é dividida, logo depois, com o Conjunto Arquitetônico e Urbanístico do Paço Municipal que loca!iza-se do outro lado da praça. Esses dois imóveis se destacam do restante da região, mas o complementam formando um conjunto. A praça é envolta por uma avenida larga de quatro faixas e calçamento de asfalto. A amplidão das vias favorece a perspectiva de todo o conjunto e proporciona uma ótima vista das fachadas do imóvel em análise. Os passeios têm dimensão de
  • 87. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br 1,5m e estão bem conservados, apesar de se encontrar pequenas trincas ao longo da rua. 9. DOCUMENTAÇÃO FOTOGRÁFICA Primitiva Igreja N. S. do Rosário dos Homens Pretos – demolida em 1943 Foto cedida pelo Arquivo Público Municipal
  • 88. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br 1ª Figura: Lateral da Igreja N. S. do Rosário 2ª Figura: Frente da Igreja N. S. do Rosário Fotos: Hermelindo Pinheiro – out./2011 3ª Figura: vista lateral 4ª Figura: Vista frontal Igreja N. S. do Rosário Fotos: Marcos Antônio Marques Cristais/ 05/07/2013
  • 89. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br 10. HISTÓRICO No livro intitulado Visitas Pastorais 1821-1825, do Bispo de Mariana, Frei José da Santíssima Trindade, há o registro de um documento que faz menção à capela Nossa Senhora do Rosário, em Cristais. “... tem neste arraial a primeira capela ou ermida no alto de um monte em telha vã e sem pavimento, a qual foi cedida para a Irmandade do Rosário e não tem ornamento algum...” O relatório datado de 1853 do presidente da província descreve o estado em que se encontrava a capela: “ a de Nossa Senhora do Rosário e de Nossa Senhora da Ajuda não têm patrimônio. Todas estão arruinadas e precisam de ornamentos.” Essa capela, denominada de Capela Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos (assim chamada porque, na época havia a separação: igreja dos brancos e igreja dos pretos) era feita de adobe, sem forro e com apenas um altar. Conservam-se ainda as coroas dos reis da Irmandade e uma mesa em madeira de lei, maciça e sem pregos. O sino se encontra na capela dos Fernandes (zona rural). Situada no “alto de um monte”, localização hoje, do Paço Municipal, foi demolida pelo vigário da paróquia Pe. Celso Pinheiro, em 1943. O mesmo vigário em 1947, com ajuda da comunidade iniciou a construção de outra capela, quase no mesmo local: um pouco mais descentralizada considerando o alinhamento da rua como entorno da capela. Nesta época o distrito de Cristais se encontrava em vias de emancipação político administrativa do município de Campo Belo. Por este motivo, os líderes políticos estavam preocupados em atender os requisitos legais exigidos para emancipação de distritos. Em 1943 já havia um dossiê pró-emancipação que não atendeu os requisitos mínimos exigidos. Pe. Celso Pinheiro, como um líder político, resolveu, com o apoio da comunidade, demolir a capela já em ruínas, que se localizava no centro do Largo do Rosário, optando por uma construção nova e mais espaçosa, para complementar um novo dossiê que estava sendo elaborado. O distrito se emancipou em 27 de dezembro de 1948.
  • 90. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br A nova capela construída pelo Pe. Celso Pinheiro denominada Igreja Nossa Senhora do Rosário passou a ser frequentada pelos brancos. Com o passar dos tempos, sofreu várias intervenções, descaracterizando-a. Em 1976, quando a Igreja Matriz N. S. da Ajuda foi desativada, parte de seu acervo sacro foi transferido para a Igreja do Rosário, que passou a atender todas as celebrações e rituais litúrgicos. Em 1883 o vigário paroquial, Pe Francisco Monsef, reformou a igreja, ampliando-a na lateral direita com a construção do salão paroquial, onde funcionam as reuniões de pastorais. Em 1999 Pe. Geraldo Pedro Teixeira fez outra intervenção trocando piso, telhado e ampliando salas na parte posterior do altar central e lateral esquerda. Em 2003 a Igreja Matriz N. S. da Ajuda foi restaurada. O acervo sacro retornou ao seu local de origem. Hoje a Igreja N. S. do Rosário funciona atendendo grande parte dos fiéis católicos. 11. DESCRIÇÃO. De um estilo eclético a igreja se tornou um marco demarcando fortemente a entrada da área central da cidade, pois se encontra no princípio do eixo principal que leva até a praça da Igreja Matriz. A igreja está implantada num terreno de esquina e o ocupa por Inteiro, não possuindo afastamento em lado nenhum. A sua frente foi construído recentemente um tipo de adro, aumento o espaço para os fiéis ficarem antes da missa, uma vez que a escadaria já dava na portada principal Seu acesso frontal e lateral direito são feitos por poucos degraus que vencem aproximadamente 80cm, enquanto o acesso da fachada lateral esquerda é feito ao nível da rua, sendo que as salas que la existem são em nível mais baixo. A planta da igreja è muito simples, tendo em seu corpo somente uma nave, dois vestíbulos na entrada principal (do lado esquerdo recebe um oratório com Jesus Cristo e do lado direito, a escada que dá acesso a torre sineira}, uma sacristia ao fundo e algumas salas de catequese, construídas mais recentemente do lado esquerdo. O telhado acompanha o seu partido e apesar de sempre ter duas águas, é dividido acima do altar, pois ali seu pé direito é maior do que no resto da Igreja. O piso internamente recebe dois tipos de cerâmicas, uma da época de sua construção (lajota de barro 15x15cm) e outra mais recente (40x40cm). As paredes internas tem revestimento de argamassa pintadas de brancos e recebem os quadros da Via Sacra ao seu longo. O seu altar, todo modificado recentemente, tem o piso de cerâmica 40x40cm, altar de concreto e na parte posterior, onde se tem alguns Santos, suas bancadas são de concreto e o ornamento que recebem são flores. A edificação não tem forro deixando a mostra a estrutura metálica do telhado e seu manto de telhas de barro. As aberturas são de verga de arco pleno e recebem esquadrias de ferro em todas as suas fachadas, exceto na fachada posterior pois essa não tem abertura nenhuma porque está encostada na edificação vizinha. Ainda se tem algumas aberturas olho de boi nos vestíbulos da fachada principal para ajudarem na iluminação. Há também um abertura totalmente fechada com vidro para abrigar a Nossa Senhora do Rosário na fachada principal. As paredes externas recebem tinta na cor salmão, as esquadrias são
  • 91. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br pintadas de cinza e azul que se intercalam, demarcando as aberturas dos vãos. Todo o piso externo é de pedra mineira, inclusive o anterior à Igreja que tem ainda um guarda-corpo de metal protegendo o desnível na sua porta 12. PROTEÇÃO LEGAL EXISTENTE Inventário 13. PROTEÇÃO LEGAL PROPOSTA Nenhuma 14. ESTADO DE CONSERVAÇÃO Bom 15. ANÁLISE DO ESTADO DE CONSERVAÇÃO Foram executados pequenos reparos como: pintura, reparos em instalações elétricas e hidráulicas, etc, adequação de rampas e corrimãos nas escadas. 16. FATORES DE DEGRADAÇÃO Desgaste pelo tempo e intempéries e vandalismo. 17. MEDIDAS DE CONSERVAÇÃO Uso constante, manutenção periódica. 18. INTERVENÇÕES Algumas intervenções foram feitas ao longo dos anos que, inclusive, modificaram a sua tipologia. A primeira obra feita foi a descaracterização do altar que tinha formas curvas, guarda-corpo de madeira entalhada e uma urna de vidro que abrigava a imagem do Senhor Morto. O carpete vermelho como revestimento do piso foi retirado para se ter no lugar uma diferença de nível com piso de cerâmica e um altar de concreto Mais tarde houve a troca da estrutura de madeira do telhado original por estrutura metálica e uso de telhas coloniais procurando buscar conforto acústico e térmico para o recinto da igreja. Juntamente com essa reforma, parte, do piso da Igreja que era de lajota de barro de 15x15cm foi trocado por cerâmica de 40x40cm. Externamente o patamar de entrada foi ampliado, pois antes a escada era diretamente na porta principal e agora a escada de acesso fica a pelo menos três metros da entrada da Igreja. Do lado esquerdo foi feito uma ampliação que abriga algumas salas que tem vários fins, o que ajudou a modificar o partido que a Igreja tinha. Em 2011 a igreja passou por manutenção de pintura, troca do piso externo dos passeios por pedras mineiras e contrução de banheiros: feminino e masculino. 19. DATA DO INVENTÁRIO: 2003 20. DATA DA REVISÃO: 2013
  • 92. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br 21. MEDISAS ESPECÍFICAS DE PROTEÇÃO E SALVAGUARDA: . Ações de Educação Patrimonial para conscientização da sociedade sobre o valor histórico e cultural do BI e sua necessidade de preservação; . Ações do Conselho Municipal do Patrimônio Cultural como agente de fiscalização da preservação e do uso dos bens inventariados e tombados, denunciando ações de destruição, demolição e alterações não autorizadas (reformas, reparos, pinturas, restauros, cuidados com o entorno, etc. ); . Ações de conservação física do imóvel: manutenção e restauração do bem cultural; . Planejamento urbano – inserir no Plano Diretor iniciativas de preservação e salvaguarda como instrumentos de proteção, incentivo e fiscalização por meios legais; 25. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ARQUIVO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS –MG ARQUIVO DA PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA AJUDA LIMA, Maria Salomé Reis Alves de. & PARREIRA, Maria Tereza Reis. História de Cristais, Belo Horizonte, Lithera Maciel, 2000. LIMA, Maria Salomé Reis Alves de. História de Cristais: da Primeira Povoação do Ambrósio à Saga Lindeira do Município. Belo Horizonte: Editora Fapi, 2012. 320 p. PESQUISA DE CAMPO - informações com habitantes do município, entrevistas e questionários 26. INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES Informações com habitantes do município, através da pesquisa de campo.. 27. FICHA TÉCNICA Levantamento: Data: julho de 2013 Mantovane de Souza Maria Salomé Reis Alves de Lima Marcos Antônio Marques Elaboração: Data: julho de 2013 Mantovane de Souza Maria Salomé Reis Alves de Lima Marcos Antônio Marques
  • 93. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br Revisão Data: julho de 2013 Mantovane de Souza Maria Salomé Reis Alves de Lima Marcos Antônio Marques Alexa Bastos Gambogi Meireles Marcio Vinicius Reis
  • 94. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br FICHA DE INVENTÁRIO IGREJA NOSSA SENHORA DA AJUDA 1. MUNICÍPIO Cristais – MG 2. DISTRITO Sede 3. DESIGNAÇÃO Igreja Nossa Senhora da Ajuda 4. ENDEREÇO Praça Monsenhor Celso Pinheiro 5. PROPRIEDADE Mitra Diocesana de Oliveira 6. 6. RESPONSÁVEL Padre Aparecido Paulo da Silva 7. SITUAÇÃO DE OCUPAÇÃO Própria 8. ANÁLISE DE ENTORNO A Igreja encontra-se na Praça Monsenhor Celso Pinheiro, arborizada, possuindo um belo jardim, com canteiros em estilo suspenso. É movimentada durante todo o dia, apresentando vários bancos de cimento para atender os seus usuários. A rua de quatro vias que circunda a praça, na qual se localiza o imóvel em questão, possui asfalto como pavimentação. Na rua de trás, árvores de grande porte no meio da via formam um canteiro central. Tanto o calçamento da rua quanto o do passeio, que é cimentado, estão em bom estado de conservação, apresentando somente algumas pequenas fissuras. As edificações do entorno formam um conjunto homogêneo, tanto pela volumetria, quanto pela ocupação, mantendo ainda em sua maioria, a tipologia original. Entretanto, a boa localização contribui para a lenta renovação urbana que vem ocorrendo na cidade. Em muitos casos, quando a edificação é mais antiga, o proprietário pretende vender o imóvel para demolição, ou pretende ele mesmo demolir e construir outro no mesmo lugar. Implantada em adro, a Igreja se destaca pela sua monumentalidade frente
  • 95. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br às edificações de pequeno porte presentes no entorno. Além do porte, ela retrata a história local e tem o respeito da maioria dos cidadãos, que a vêem como patrimônio da cidade. Todas as fachadas são vistas, e de todos os lados da praça, pode-se perceber parte da Igreja e ter alguma visada privilegiada. 9. DOCUMENTAÇÃO FOTOGRÁFICA 1ª Figura: Igreja Nossa Senhora da Ajuda - 1948 2ª Figura: Procissão – 1948
  • 96. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br Fotos cedidas pelo Arquivo Público Municipal – sem autoria 3ª Figura: intervenção: a torre foi anexada à igreja 4ª Figura: : a reforma separando a torre – 1953 Fotos cedidas pelo Arquivo Público Municipal Sem autoria
  • 97. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br 5ª Figura: Igreja Nossa Senhora da Ajuda, após a restauração em 2004 Foto: Hermelindo Pinheiro – junho / 2005 6ª Figura: vista frontal e lateral Igreja Matriz Nossa Senhora da Ajuda Foto: Alexa Bastos Gambogi Meireles – out/2011
  • 98. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br 7ª Figura: vista frontal 8ª Figura: vista dos fundos Igreja Nossa Senhora da Ajuda Fotos: Marcos Antônio Marques – 03/07/2013 10. HISTÓRICO A História da Igreja Nossa Senhora da Ajuda está ligada ao surgimento da povoação inicial do Arraial de Nossa Senhora da Ajuda do Rio Grande dos Cristais. Temos como principais motivações do surgimento da povoação inicial: a hipótese do potencial aurífero no Rio Grande, facilitando a mineração, a fertilidade das terras na margem do Rio Grande, o que facilitou o surgimento dos quilombos (pretos forros, brancos pobres e respectivos fugindo do imposto da Capitação). Após a guerra contra o Quilombo do Ambrósio ( na região da Primeira Povoação do Ambrósio 1741/ 46 ) com sua mudança para a região de Ibiá, e do assentamento das primeiras sesmarias, a colonização começou a se alastrar, desaguando na constituição do território do arraial a ser feita através de doações religiosas (de patrimônio da capela, os habitantes foram apropriando seus lotes de moradias). Assim, Cristais se formou dentro do patrimônio religioso, doado por pessoas ao redor da capela, cujo orago constituía a devoção do doador a Nossa Senhora da Ajuda. Erguida a capela, foram edificadas ao seu redor, as primeiras casas. Concluiu - se que Cristais iniciou no famoso “Largo da Matriz”, fundando assim o povoado, que desde então, passou a ser chamado comumente de Arraial.
  • 99. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br A Ermida Em 01/08/ 1791, na Aplicação de Nossa Senhora das Candeias, Freguesia de São Bento do Tamanduá, os moradores do povoado do “Rio Grande” obtém previsão de uso de sua ermida, por eles edificada sob a invocação de Nossa Senhora da Ajuda, assinada por D. Frei Domingos da Encarnação Pontével, bispo de Mariana. Segundo um documento firmado pelo capitão Antônio da Silveira Fernandes, comandante da COMPANHIA DE ORDENANÇAS DE CRISTAIS em 1819, a construção da capela teve a iniciativa do seu cunhado, o Pe. Antônio Ferreira de Miranda, capelão de Candeias e Cura de ambas as Aplicações.1 Em 25/08/ 1825 os moradores de Cristais requereram ao Imperador D. Pedro I a criação da paróquia. O processo permanece no Arquivo Nacional, com um simples parecer do Procurador das ordens da Mesa de Consciência. Só mais tarde, em 1880, a lei mineira nº 2611 de 07 de janeiro, elevou o distrito à categoria de paróquia, desmembrada da freguesia de Candeias, a qual pertencia desde 1866.2 O Patrimônio O procurador da capela, Francisco Rodrigues Peixoto, capitão comandante de Cristais, ao apresentar requerimento ao vigário de Campo Belo, Pe. Joaquim Máximo da Silva Rodarte, pedindo registro das terras pertencentes ao patrimônio de Nossa Senhora da Ajuda, declara que o mesmo consta de terras de culturas, campos e cerrados medindo de 1 BORGES. José Gomide . O sertão de Nossa Senhora das Candeias da Picada de Goiás. 1992 2 __________________ . Dados coligidos para o processo de tombamento da Igreja Nossa Senhora da Ajuda
  • 100. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br léguas em quadra confrontando ao nascente com D. Antônia Maria do Amaral e seus herdeiros, ao sul os Silva, ao poente com Petronilha Silvéria de São José e ao norte com o mesmo procurador. O requerimento tem a data de 01/04/ 1856 e cumpre dispositivo legal emanado da lei nº 601 de 18/09/ 1850, do Império, e regulamentada pelo decreto nº 1318 de 30/01/ 1854 que determinava o registro de terras em todo Brasil. Ao vigário de cada paróquia foi cometido o encargo de receber os requerimentos e registrá-los em livro próprio. Conforme as declarações do procurador Francisco Rodrigues Peixoto, as terras do patrimônio de Nossa Senhora da Ajuda mediam uma légua em quadra. Considerando que a légua de sesmaria, a antiga como era chamada, um pouco maior que a comum, media 6.600 metros, temos um quadrado de 1650 metros de lado, igual, portanto a 2722500 metros quadrados que correspondem a 56,25 alqueires geométricos.3 Um marco histórico Dentre o emaranhado de arbustos silvestres, surgiam árvores, erguendo seus ápices para os céus, elevando o desejo de bandeirantes desbravadores que tinham nos corações um sentimento aventureiro de conquistas. Estas árvores de madeira bálsamo serviram para edificar uma construção que, edificaria também, a fé, como um bálsamo, de um povo nascente. Era a capela Nossa Senhora da Ajuda do Rio Grande dos Cristais que surgia em estilo colonial jesuítico. A construção foi sendo estruturada aos poucos, com a ajuda de escravos, levando em conta que, em todo povoado antigo, primeiro se construía a capela. Através das pesquisas realizadas sobre a sesmaria de Romão Fagundes do Amaral e sua história na cidade de Perdões, chegamos à lógica formal que aquele sesmeiro fez doações para a capela de Cristais. A Igreja Matriz do Bom Jesus de Perdões, que foi construída por Romão Fagundes do Amaral, tem o mesmo estilo de época da Igreja Nossa Senhora da Ajuda de Cristais. As duas igrejas foram erigidas na mesma época: de 1775/ 1800. 3 APM RP 39 fls 160vs161 -Processo de tombamento da Igreja Nossa Senhora da Ajuda
  • 101. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br Mais tarde, pessoas benévolas e de mais posses fizeram as primeiras doações para a capela. Estes dados seguintes foram transmitidos pela tradição oral: - Uma pia batismal, em pedra, onde há uma inscrição de 1806, doada pelo Sr. Saturnino Alves Vilela. - Um sino, em bronze, pelo Sr. Joaquim Luiz da Costa Maia. - Um sacrário, em ouro maciço, doado pelo Sr. Modesto Ferreira Reis. - Uma imagem de Nossa Senhora da Ajuda, em estilo barroco, doada por Maria Cândida dos Reis. - Imagem de Nossa Senhora dos Passos, também em estilo barroco, doado por Gertrudes Inácio de Souza. - Seu teto e altares foram pintados por João Pintor (de Nepomuceno - MG). A capela-mor seria sua construção mais antiga, primitiva.4 Sua época de construção reporta ao estilo colonial - jesuítico. A pobreza da época fez com que o oratório do altar - mor fosse esculpido em meia talha. Seus altares apresentam pinturas em estilo rococó, de gosto popular. As esporádicas manifestações do neogótico, do século XIX, deixaram interpretações inesperadas. O uso de arco apontado nas janelas e porta principal demonstra que houve mudanças na sua fachada. Sua estrutura é toda de madeira e suas paredes de taipa com mais de um metro e quarenta centímetros de espessura. Há ainda as tradicionais varandas que circundam o templo, formando as sacristias. Ao lado, o velho campanário com seus sinos centenários, importados da Inglaterra, que completam o seu conjunto arquitetônico. O grande peso da estrutura desse conjunto arquitetônico é o barroco, que evoca a fundação do povoado. A igreja, ao longo dos tempos, passou por várias intervenções mal realizadas que, infelizmente, alteraram a pureza de seu estilo arquitetônico. A torre que, a princípio era separada, por um período, foi anexada à estrutura da igreja. Havia, no seu interior, púlpitos nas paredes laterais e um lustre de cristal de rocha, lapidado em pingentes. 4 As capelas mineiras dos anos setecentos foram construídas em módulos; primeiro se construía a capela primitiva que se incorporava a uma capela mor. Essa capela mor, por sua vez, incorporava-se mais tarde, em outra etapa da construção, em uma nave central para se fechar na fachada definitiva. Portanto, aIgreja Matriz não é conseqüência de um projeto arquitetônico global.
  • 102. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br A Igreja Nossa Senhora da Ajuda conta a História de Cristais, dos desbravadores ao esplendor do ciclo do garimpo. Sua arte, rica em estilos (colonial - jesuítico, barroco, rococó e neogótico) procede do gesto ousado que instaura o novo. Nela nasce o desejo de LIBERDADE que é a própria alma de Minas. As reformas O tempo com o seu passar veloz destrói a matéria. Assim a ação indelével do tempo foi destruindo aos poucos a estrutura arquitetônica da igreja. Ao mesmo tempo, a população crescia e, com ela, o número de fiéis adeptos do catolicismo. Consequentemente, surgiu na cidade um movimento para a construção de uma nova igreja mais ampla e moderna, que atendesse as necessidades da população católica crescente e que fosse erigida no mesmo local da Igreja Matriz. Esse movimento implicaria em demolir o templo com quase duzentos anos de construção, que muito representava para o município em termos de valores culturais. Então, outro movimento oposto foi iniciado por um grupo de pessoas, liderado pelos irmãos: Srs. José Maurício e Dr. Mauro Gamboge Reis. Foi assim que, em 1976, Dr. Mauro Gambogi Reis recebeu das mãos do Pe. Francisco Monsef, a chave simbólica da Igreja. Em 1978, houve um movimento comunitário para preservar o monumento. O acervo, mobiliário e equipamentos litúrgicos foram retirados da igreja e guardados em casas de famílias vizinhas. O Sr Alípio Reis empreendeu uma campanha de doações de sacas de café, em prol da reforma da igreja. Foi restaurado o telhado, assoalho, paredes internas e externas. Porém, após a reforma, o templo continuou fechado para as celebrações litúrgicas. Todo o movimento religioso foi transferido para a Igreja Nossa Senhora do Rosário. Mas, com o passar do tempo, a estrutura da igreja, que se encontrava fechada, foi novamente se deteriorando. A família Gambogi Reis sustentou por vários anos outras reformas empreendidas na igreja, para que ela mantivesse em estado razoável de conservação. No decorrer deste tempo, Dr. Mauro, empenhou junto ao IEPHA/MG - Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico- para o procedimento do tombamento da
  • 103. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br igreja, devido ao seu valor histórico, cultural e artístico. Em 1992, sendo eleito prefeito municipal para a gestão 1993/96, fundou o Conselho Consultivo Municipal do Patrimônio Cultural e Natural de Cristais e sancionaram a Lei nº 688 de 11/09/95 que preserva e tomba, a nível municipal, a Igreja Nossa Senhora da Ajuda do Rio Grande dos Cristais. Assim, o Bem Imóvel Cultural pela variedade de suas características artísticas: colonial- jesuítico, barroco e neogótico, por seu valor histórico e filosófico se encontra tombado pelo Decreto nº 11 de 03/04/2003, inscrito no Livro de Tombo sob o nº 01, sujeito à proteção especial de acordo com a Lei Municipal nº 942 de 02/04/2002. Em sua outra administração municipal: 2001/2004, Dr. Mauro Gambogi Reis, após muita luta em prol da preservação do Bem cultural, aconteceu firmar-se um convênio entre Furnas Centrais Elétricas S/A, Bispado de Oliveira, Município de Cristais e ALAGO (Associação dos Municípios do Lago de Furnas) e se conseguiu verba para a reforma e restauração da Igreja Matriz N. S. da Ajuda. Pe. Geraldo Pedro Teixeira, com autorização do bispo Dom Francisco Barroso Filho, organizou uma comissão para a reforma da Matriz, com pessoas da comunidade paroquial. Entre todas, destacaram-se o trabalho e a dedicação do Sr. Reginaldo Maia. Um conjunto de providências foi tomado para que o monumento arquitetônico fosse mantido em condições de sobrevivência e de utilização. Foi realizado um levantamento arquitetônico detalhado: inventário dos bens artísticos móveis, levantamento de planta, cortes e fachadas, deteriorações atribuídas a intervenções humanas inadequadas, identificação das fases de sua construção: acréscimos, reformas, alterações anteriormente executadas. Tudo documentado através de um sistemático trabalho fotográfico. Foi realizada uma vistoria criteriosa de todas as patologias apresentadas: infiltrações, trincas, manchas, rachaduras, desmoronamentos, deteriorações, com detalhes da localização, feitio, forma, profundidade, extensão, características, etc., realizando assim uma análise detalhada das patologias encontradas. O telhado recebeu um especial cuidado. Depois de toda análise é que foi feita a indicação certa do trabalho a ser realizado. O monumento pedia trabalhos de conservação, de reforma, de restauro e de adaptação de uso. Admitiu-se o uso de técnica construtiva contemporânea, com bastante critério, para não comprometer o valor histórico e artístico do bem. Todo o trabalho foi registrado através de relatórios,
  • 104. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br fotografias e desenhos para que, a qualquer tempo, possa ser reavaliado e revisto. Foi respeitado o contexto de uma edificação tradicional, bela e digna, adaptando-a aos novos usos estabelecidos pelo Concílio Vaticano II, referentes à nova orientação litúrgica, sem descaracterizar o espaço concebido pelos nossos mestres dos séculos XVIII e XIX. O Acervo Sacro A princípio, constituído por doações, o acervo foi enriquecido por peças sacras que tiveram como criadores artistas nacionais e internacionais. Imagens esculpidas em madeira e marfim dos séculos XVII e XVIII. São esculturas e pinturas nos estilos: barroco, rococó e bizantino. A imagem de Nossa Senhora da Ajuda, que se encontra no altar-mor, é em estilo neoclássico com tendências românticas. É uma escultura francesa, pintada com filigranas de ouro, um autêntico postal da grande arte do séc. XVIII. Há muitas outras imagens que compõem o seu acervo: imagem de Nossa Senhora das Dores, grande e pequena, Senhor dos Passos, Senhor Morto em tamanho natural. Algumas imagens em estilo “roca” (para serem vestidas) esculpidas em madeira por Mestre Oliveira. Outras imagens de Nossa Senhora, sob vários títulos, e muitas imagens de santos esculpidas em madeira por artistas mineiros. Com relação à pintura no período colonial, o que predominou foi a produção da temática religiosa. Os artistas seguiam um “abecedário para o emprego das cores”, um código fixado pela Igreja que indicava a branca e a preta para representar a severidade; a parda e a cinza, desprezo e abjeção; a azul e a branca, pureza e castidade; a vermelha, amor e caridade; a verde, penitência e esperança; e a roxa, luto. Castiçais e sacrário em ouro maciço; turíbulo, navetas, âmbulas, cálices, ostensórios em ouro e prata, lembrando o surgimento e a exploração do ouro em Minas Gerais, acompanhada do aparecimento de ourives que confeccionavam jóias, objetos domésticos e litúrgicos. A grande maioria ficava no anonimato devido à severidade das Leis do Reino que proibiam a qualquer artesão de origem suspeita (cristão-novo, negros, mulatos) o exercício da profissão, visto que o ouro e a prata, por serem considerados metais nobres, só podiam ser manipulados por mãos de origem pura. Com o surgimento
  • 105. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br das irmandades e devoções, que intensificaram a construção de capelas e oratórios, proliferaram-se os objetos de pequeno e médio porte. Oratórios, pálios e paramentos do século XIX; uma coleção dos “Passos da Via Sacra”, também do século XIX, de autoria do artista mineiro Francisco Gorgônio de Meneses, natural de Coqueiral, falecido em 1888, ( CARVALHO pag. 19) ; pia batismal entalhada na pedra com uma inscrição de 1806 e os sinos de bronze. Tudo isso faz parte do seu histórico acervo. Mas, o que se torna evidente, a partir desse conjunto de obras, é a qualidade da produção artística do período colonial. Talvez a pintura antiga que havia no teto da igreja, tenha sido do pintor Francisco Gorgônio de Meneses, que fez pinturas na Velha Matriz de Campo Belo e na Matriz de Santana do Jacaré. O Espaço Cultural Foi criado o Espaço Cultural “Dom Francisco Barroso Filho”, anexo da Matriz, para guardar o acervo precioso de objetos litúrgicos, preservando o patrimônio histórico e mostrando os sinais visíveis da fé. É também usado nas feiras e mostras culturais da cidade. Por ocasião da inauguração foi apresentada a 1ª. Mostra Cultural da Reforma da Igreja Matriz e de Furnas Centrais Elétricas. S/A. seguida da Mostra do Museu Sacro Itinerante da Diocese de Oliveira, da Mostra sobre a Vida e Pastoreio do Monsenhor Celso Pinheiro e da Mostra Comemorativa dos 50 anos do Movimento Familiar Cristão no Brasil, e de 30 anos em Cristais. O Turismo A Igreja Nossa Senhora da Ajuda do Rio Grande dos Cristais, escolhida para o cartão postal da cidade é guardiã de um pequeno legado histórico e artístico do período colonial. Traz para o município uma nova mentalidade. Essa inovação, valorizando a história e a cultura, pretende dar um impulso ao turismo local. Fez-se o traslado dos restos mortais do Monsenhor Celso Pinheiro para uma das sacristias da Matriz, onde já estão sepultados: o Pe. Manoel Moreira Maia e o 1º.
  • 106. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br Vigário: Pe. Custódio Ferreira dos Reis. O povo, principalmente os cristalenses ausentes, devoto do Monsenhor Celso visita o túmulo, esporadicamente, para rezar e cumprir promessas. A Igreja é o ponto de partida para os passeios a outros pontos turísticos que a cidade oferece, pois o município também faz parte do Circuito Turístico do Lago das Gerais, com um grande potencial turístico, a ser explorado. A Restauração Nos dias 23 e 24 /05/ 2004 aconteceu a festa de entrega da obra de restauração da Igreja Matriz N. S. da Ajuda. A solenidade teve um caráter simples, porém impregnada de muita emoção e alegria. O povo ansioso por ver a cidade crescer sob um clima de harmonia, tomado por sentimentos de orgulho e de satisfação por ter alcançado um nobre objetivo, festejou, unido, a restauração da Velha Matriz. A cidade que, ao longo da travessia de 28 anos, se encontrava dividida, triste e saudosista com sua Igreja Matriz fechada. Fechada para as celebrações sacramentais, para as festas religiosas. Fechada para a fé e para a convivência fraterna de seu povo. De um lado estavam os que sonhavam com uma igreja espaçosa, confortável ( fato que dentro da realidade religiosa e de fé de um povo devoto se torna necessário) , e de outro lado, os que lutavam pela preservação de um bem cultural, memória histórica da comunidade. Foi assim que, após muita luta, firmou-se um convênio entre Furnas Centrais Elétricas S/A, Bispado de Oliveira, Município de Cristais e ALAGO (Associação dos Municípios do Lago de Furnas) e se conseguiu verba para a reforma e restauração da Igreja Matriz N. S. da Ajuda. Na ocasião, inaugurou-se também com uma Mostra, abordando as atividades desenvolvidas por Furnas Centrais Elétricas S/A e as diversas fases da Reforma e Restauração da Matriz, a sala de cultura, denominada Espaço Cultural “Dom Francisco Barroso Filho”. A cidade recebeu visitas notórias. Compartilharam, com a comunidade envolvida emocionalmente, do momento forte, propício para revigorar a fé e continuar crescendo espiritualmente, da entronização e coroação da imagem de Nossa Senhora da Ajuda.
  • 107. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br A restauração dos altares: mor e laterais foi concluída mais tarde, precisamente em 2006, com a contribuição de recursos do ICMS, repassados através da Lei Robin Hood para o município. O trabalho foi realizado pela Firma Zanitti, de São João Del Rei. A geração contemporânea tem a oportunidade de apreciar um símbolo altaneiro que se encontra no coração da cidade, a antiga obra arquitetônica, agora reformada, restaurada e aberta para as celebrações sacras, festas religiosas e visitação turística. Olhar para a antiga Igreja Matriz, localizada na praça de estilo arquitetônico moderno, é fazer a leitura da manifestação da fé dos antepassados da maioria dos que lá vivem. Passear por aquele jardim, adentrar naquela igreja e vislumbrar o trabalho de homens que se imortalizaram ao imprimir no detalhe a sua arte para que aquela obra se tornasse um bem cultural, faz invocar um sentimento de compromisso e responsabilidade. Remete para uma concentração comunitária de esforços na continuidade de conservar e preservar um patrimônio histórico- artístico-cultural. Na torre sineira, os sinos de bronze cantam o troar musicais que convida o povo, em harmonia, a elevar suas preces aos céus, agradecendo a graça da vitória que os irmana e os distingue pela fé. A reforma e a restauração da Igreja Matriz Nossa Senhora da Ajuda, trabalho digno do mais amplo louvor, reflete a vontade sem limite de um povo que teve olhos para ver a importância de uma antiga estrutura arquitetônica, que guarda lembranças dos momentos mais fascinantes da sua formação religiosa. Valeu o resultado pela convicção de estar contribuindo para a preservação da memória histórica, pelo amadurecimento sócio-cultural e também pela luta que uniu um povo sofrido e ansioso por ver a cidade crescer sob um clima de solidariedade e harmonia. A restauração da velha Igreja Matriz, fato que se tornou histórico, fez renascer a esperança no destino da cidade. A comunidade encontrou confiança em si mesma, ao sentir a convergência da vontade coletiva e a ter consciência do próprio valor para a garantia da paz e do progresso. A solidariedade se tornou presente através das doações. Hoje se pensa no processo cultural como uma tarefa para todos; não somente para empresas e governos. É com doações, contribuições pequenas, mas feitas em massa, pelo povo, que se consegue manter e enriquecer um acervo artístico e histórico, preservando a
  • 108. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br cultura. A transladação dos restos mortais de Pe. Celso José Pinheiro Após a reabertura da Igreja Matriz Nossa Senhora da Ajuda, o pároco Pe. Geraldo Pedro Teixeira levou ao Conselho Pastoral Paroquial a proposta de transladação dos restos mortais de Pe. Celso, juntamente com a transferência do túmulo da Igreja do Rosário para a Igreja da Matriz. Em seguida, consultou familiares do padre, membros da Comissão de Reforma da Matriz e também padres da Diocese de Oliveira. O objetivo da proposta era reunir, em um só espaço, os restos mortais de Pe. Celso aos restos mortais do Pe. Manoel Moreira Maia e Pe.Custódio Ferreira dos Reis. Pe. Geraldo comemorou festivamente com seus paroquianos os 125 anos de nascimento de Pe. Celso. Após essas comemorações enviou ao bispo diocesano a seguinte carta: Exmo. e Revmo. Sr. DOM FRANCISCO BARROSO FILHO DD. Administrador Diocesano Senhor Bispo: saudações respeitosas. Comemoramos aqui em Cristais, dia 21 de novembro, p.p., os 125 anos do nascimento do saudoso Pe. Celso Pinheiro, pároco por mais de 50 anos desta paróquia. Também no dia 19 de janeiro, haveremos de celebrar os 38 anos de seu falecimento. Tendo reaberto a Matriz, depois de quase toda recuperada, desejaríamos associar a ela o seu pároco por 5 décadas, Pe. Celso, bem como o primeiro pároco, Pe. Custódio, enterrado na mesma Igreja acima, mas sem um espaço próprio, com acesso aos visitadores e fiéis. Num só lugar, teríamos um monumento para os dois. Vimos, pois, solicitar a licença para a transladação dos restos mortais de Pe. Celso, bem como de seu túmulo, da Igreja do Rosário, onde se encontram até o presente momento, para a Matriz, a fim de melhor vivenciar sua memória. N.T.E.R.M Paróquia de Nossa Senhora da Ajuda Cristais, aos 24 de novembro de 2004
  • 109. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br ASS. Pe. Geraldo Pedro Teixeira – pároco O bispo diocesano respondeu: DESPACHO Como pede, com as bênçãos e os aplausos do Bispo Administrador. Oliveira, 05/12/2004 +Francisco Barroso Filho Bispo Emérito de Oliveira e Administrador diocesano Essa correspondência foi protocolada sob o nº 120/04 dia 5/12/2004 Rg a fls.60V, Livro nº 2, nº 307 na secretaria da Diocese de Oliveira. A resposta, o Despacho do bispo só chegou às mãos do Pe. Geraldo dia 10/01/ 2005. Foi passada para o Presidente do Conselho Municipal do Patrimônio Cultural, Mozart Victor de Carvalho, dia 20 de janeiro de 2005. O translado dos restos mortais ocorreu com muito respeito, como uma cerimônia fúnebre, porém dentro de um clima de hostilidade suscitado por pessoas contrárias àquele ato. 11. DESCRIÇÃO A Igreja apresenta tipologia barroca, com manifestações ao longo do tempo de outros estilos, como o neogótico, percebido através das molduras dos vãos na fachada principal, ogivais. Contudo, as características básicas do barroco colonial permaneceram. Implantada num adro na praça Monsenhor Celso Pinheiro, encontra-se em um terreno onde foram feitos vários platôs, tornando o terreno praticamente plano. Por causa disso, há na frente da Igreja um (arco de cerca de dez metros até a escada ali existente. Essa escada, que tem quase dois metros de largura, serve para vencer a diferença de alturas da rua até o platõ principal onde está a igreja. Existem mais duas entradas realizadas pelas latereis, que se encontram também nesse mesmo platô, chegando ao mesmo nível da rua de trás. A igreja é composta pela nave central, duas naves laterais, um coro e a sacristia. A nave central tem pé direito de cerca de oito metros e na sua entrada principai, localiza-se o coro, acessado através de uma escada de madeira que fica do lado direito da nave. Do outro lado, ainda na entrada, há a sala batismal onde está hoje, a Pia Batismal de pedra que data do século XIX. As naves laterais e a sacristia tem pé direito menor e são separadas da nave central por uma espessa parede de taipa. O acesso à Sacristia, localizada atrás do altar, é realizado somente por duas grandes portas laterais com vergas em arco pleno. Entretanto, só é acessada peias naves laterais. O altar de madeira tem aberturas laterais
  • 110. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br que dão acesso a uma pequena escada que leva até o local de permanência das crianças que participam das celebrações, servindo ainda como depósito dos objetos sacros da igreja. O piso das naves laterais são em ladrilhos de cerâmica com desenhos. O piso da nave principai é de assoalho de toras de madeira de 30cm de largura, assentado sobre estrutura de madeira.. Havia um pequeno desnível no meio da nave central, justamente embaixo do portai com arco pleno que servia de marcação para separar os homens das mulheres. Este desnível foi retirado na última intervenção. As paredes são rebocadas, pintadas de branco. As molduras dos vãos e as esquadrias são todas de madeira e recebem tinta na cor azul. As esquadrias quadriculadas são pintadas de branco e as totalmente fechadas recebem tinta na cor azul. A nave principal apresenta forro de tabuada pintado de branco, porém nas naves laterais, não existe esse fechamento, deixando a estrutura do telhado aparente. Todo o telhado tem estrutura de madeira, sendo a das naves laterais mais recente. A estrutura de madeira do telhado da nave central é ainda original. Seu manto é também original, apesar da troca de aigumas telhas que estavam quebradas. O telhado das naves laterais foi totalmente reformado. Externamente, o beiral ajuda a proteger parte das paredes. Os vãos laterais apresentam vergas com certa curvatura, mantendo as características coloniais da época de sua construção. As paredes recebem tinta na cor branca, enquanto os vãos e as esquadrias na cor azul. A fundação, que è demarcada por uma camada mais espessa de massa, recebe tinta na tonalidade cinza escura, diferenciando-se do restante da construção. A torre sineira também possui estrutura portante em madeira e sua alvenaria é de tijolo de barro, pois se trata de uma intervenção mais recente. Seu reboco, tanto interno como externo, é pintado de branco e suas esquadrias recebem a mesma cor do corpo principai da Igreja, em azul. 12.PROTEÇÃO LEGAL EXISTENTE Tombada pelo Decreto Nº 11 de 03/04/2003 de acordo com a Lei Municipal Nº 942 de 02/04/2002 13.PROTEÇÃO LEGAL PROPOSTA O próprio tombamento 14.ESTADO DE CONSERVAÇÃO Bom 15.ANÁLISE DO ESTADO DE CONSERVAÇÃO O imóvel se encontra bem conservado, requerendo alguns reparos no telhado e tratamento
  • 111. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br periódico de manutenção da madeira danificada por insetos. 16.FATORES DE DEGRADAÇÃO Falta de manutenção e intempéries do tempo 17.MEDIDAS DE CONSERVAÇÃO Manutenção periódica dos aspectos físicos, estruturais e compositivos das edificações. 18.INTERVENÇÕES Houve várias intervenções ao longo de sua história. A primeira construção foi a capela formada pela nave central. Após, foram construídos: o arco em ogiva unido ao corpo da igreja e as varandas laterais. À arquitetura de estilo barroco foram acrescentadas composição e detalhes neogóticos. Em outra intervenção o teto que era pintado foi retirado, juntamente com os púlpitos nas laterais. A torre que, a princípio, era separada da edificação principal foi anexada à mesma, descaracterizando-a totalmente. Nas décadas de 1970/80 passou por várias intervenções que procuraram resgatar seu estilo primitivo. Em 2003/2004 passou por uma restauração completa. Manutenção de pintura, reparos e acréscimo de copa e banheiros em 2011. 19. DATA DO INVENTÁRIO: 2003 20. DATA DA REVISÃO: 2013 21. MEDIDAS ESPECÍFICAS DE PROTEÇÃO E SALVAGUARDA: . Ações de Educação Patrimonial para conscientização da sociedade civil e do poder público sobre o valor histórico e cultural do BI e sua necessidade de preservação; . Ações do Conselho Municipal do Patrimônio Cultural como agente de fiscalização da preservação e do uso dos bens inventariados e tombados, denunciando ações de destruição, demolição e alterações não autorizadas (reformas, reparos, pinturas, restauros, cuidados com o entorno, etc);
  • 112. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br . Ações de conservação física do imóvel: manutenção e restauração do bem cultural; . Planejamento urbano – inserir no Plano Diretor iniciativas de preservação e salvaguarda como instrumentos de proteção, incentivo e fiscalização dos bens culturais, por meios legais. 22. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ARQUIVO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS –MG ARQUIVO DA PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA AJUDA CARVALHO, José Miserani de Carvalho. Velharias: notas para a história de Campo Belo. 2 ed. Belo Horizonte: Compunewa, 1993. 187 - 1ª ed de 1936 - p. 21-22). LIMA, Maria Salomé Reis Alves de. & PARREIRA, Maria Tereza Reis. História de Cristais, Belo Horizonte, Lithera Maciel, 2000. LIMA, Maria Salomé Reis Alves de. História de Cristais: da Primeira Povoação do Ambrósio à Saga Lindeira do Município. Belo Horizonte, Editora Fapi, 2012. 320p. PESQUISA DE CAMPO – entrevistas e questionários 23. INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES Informações obtidas junto à comunidade. 24. FICHA TÉCNICA Levantamento: Data: julho de 2013 Mantovane de Souza Maria Salomé Reis Alves de Lima Marcos Antônio Marques Elaboração: Data: julho de 2013 Mantovane de Souza Maria Salomé Reis Alves de Lima Marcos Antônio Marques Revisão Data: julho de 2013
  • 113. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br Mantovane de Souza Maria Salomé Reis Alves de Lima Marcos Antônio Marques Alexa Bastos Gambogi Meireles Marcio Vinicius Reis
  • 114. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br FICHA DE INVENTÁRIO ESCOLA MUNICIPAL PADRE CELSO PINHEIRO 19. MUNICIPIO Cristais-MG 20. DISTRITO Sede 3. DESIGNAÇÃO Escola Municipal Padre Celso Pinheiro 19. ENDEREÇO Rua Antonio Francisco da Silva, 177 20. PROPRIEDADE Estado de Minas Gerais 21. RESPONSÁVEL Prefeitura Municipal de Cristais/MG 22. SITUAÇÃO DE OCUPAÇÃO Própria 23. ANÁLISE DE ENTORNO O prédio da Escola Municipal Padre Celso Pinheiro está inserido na Rua Antonio Francisco da Silva tendo como vizinhos tanto a esquerda quanto a direita residências particulares com predominância de construções terras. O entorno do prédio é composto pela zona central da cidade sendo ocupada na sua totalidade por construções horizontais prevalecendo as ocupadas por residências unifamiliares e pequenos comércios de atendimento local. As ruas que circundam a escola são largas bem arborizadas e revestidas com pavimentação em paralelepípedos. Esta escola está localizada próxima ao hospital municipal e pequenas indústrias de facção.
  • 115. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br 24. DOCUMENTAÇÃO FOTOGRÁFICA 1ª figura: Escola Mista e/ou Escolas Reunidas 2ª figura: Escola Estadual Pe. Celso Pinheiro - 1965 “Aureliano Reis” – 1948 Fotos cedidas pelo Arquivo Público Municipal – Sem autoria Prédio demolido em 1976 3ªFigura: fachada principal da escola 4ª figura: rampa e escada de acesso do 1º pavimento ao 2º pavimento Prédio da Escola Municipal Pe. Celso Pinheiro Fotos: Alexa Bastos Gambogi Meireles - 2004
  • 116. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br 5ª figura: entrada da escola 6ª figura: acesso à escola 7ª figura: pátio 8ª figura: 1º pavimento 9ª figura: 1º pavimento 10ª figura: 2º pavimento Fotos: Marcos Antônio Marques - Cristais - 2013
  • 117. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br 11ª figura: rampa e escada de acesso do 1º pavimento 12ª figura: quadra de esportes ao 2º pavimento Fotos: Marcos Antônio Marques - Cristais - 2013 25. HISTÓRICO O Sr. Aureliano Reis doou um terreno, conforme escritura registrada no Cartório Maia Rios, de Campo Belo –MG, em 17/08/1915, Livro 3 A fls. 134 e a construção de um prédio para o funcionamento da 1ª. Escola Pública de Cristais. A princípio, recebeu o nome de “Escola Mista” e, mais tarde, a denominação de “Escolas Reunidas”, sob o Decreto de Criação no. 9 180 de 19/10/1929. Os primeiros professores foram: Amélio Pimenta de Abreu, Rita Maria de Oliveira, Antônio de Castro, João Pânfilo Guimarães, Amélia Moyle Maciel. No movimento pró emancipação político-administrativa do município, muitos cidadãos cristalenses batalharam, sobressaindo, entre vários, o sr. Pe. Celso José Pinheiro. Após a emancipação municipal, as “Escolas Reunidas” recebeu a denominação de Grupo Escolar Pe. Celso Pinheiro, em homenagem àquele líder político. Sua 1ª. Diretora foi Maria da Glória Nasser. Seguiram-se: Julieta Reis, Luzia Pinheiro de Souza, Julieta Reis ( 2º. mandato), Isa Pinheiro da Silva. O ensino foi estatizado e o prédio passou a incorporar o patrimônio do Estado de Minas Gerais. Aos 22/05/1970, a Prefeitura Municipal de Cristais, representada pelo prefeito, sr. Hélio Ferreira, adquiriu um terreno para ampliar o espaço físico da escola. Na gestão do prefeito Aristeu Maia, 1973/1976, o prédio antigo foi demolido e, iniciada a construção de um
  • 118. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br novo prédio, de arquitetura moderna, ampla e espaçosa, com área disponível de 1 860 m2. Após a construção recebeu o nome de Escola Estadual Pe. Celso Pinheiro – 1º. Grau. De acordo com a resolução 8751/98 a autarquia administrativa da escola passou para a esfera municipal, com a denominação de Escola Municipal Pe. Celso Pinheiro - Ensino Fundamental -1ª.à 5ª.séries. Funciona hoje atendendo o Ensino Infantil e Ensino Fundamental 1ª. à 5ª. Séries, com um contingente de 680 alunos atendidos em 02 turnos: matutino e vespertino, administrado por um corpo docente de 32 funcionários. 26. DESCRIÇÃO É uma edificação influenciada pelo estilo contemporâneo, volume retilíneo, estruturado com pilares, vigas e alvenarias. O prédio é composto por dois volumes situados em patamares com cotas diferentes interligados por escadas. Ambos assentados em cota inferior ao nível da rua. A estrutura do telhado é em madeira coberto com telhas de barro, sendo suas paredes rebocadas e pintadas com látex e piso em cerâmica vermelha. O padrão de acabamento está entre o médio e o baixo. 27. PROTEÇÃO LEGAL EXISTENTE Inventário 28. PROTEÇÃO LEGAL PROPOSTA Nenhuma 29. ESTADO DE CONSERVAÇÃO O prédio ainda se encontra em boas condições de uso, mesmo tendo um uso continuo. 30. ANÁLISE DO ESTADO DE CONSERVAÇÃO Existem pequenos reparos a serem corrigidos tais como: recomposição de reboco, pintura, reparos em instalações elétricas e hidráulicas, revisão no telhado, revitalização do
  • 119. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br paisagismo, etc, mas nada que impeça ou que coloque em risco o funcionamento da escola. 31. FATORES DE DEGRADAÇÃO Desgaste das intempéries e vandalismo. 32. MEDIDAS DE CONSERVAÇÃO Uso constante, manutenção periódica. 33. INTERVENÇÕES Posteriormente foi construída uma quadra poliesportiva que disponibilizou um excelente espaço para a prática esportiva e lazer dos alunos da Escola. Outro benefício de grande valia foi à construção de um muro em frente ao prédio que vem contendo as invasões. 34. DATA DO INVENTÁRIO: 2004 35. DATA DA REVISÃO: 2013 21. MEDIDAS ESPECÍFICAS DE PROTEÇÃO E SALVAGUARDA: . Ações de Educação Patrimonial para conscientização da sociedade sobre o valor histórico e cultural do BI e sua necessidade de preservação; . Ações do Conselho Municipal do Patrimônio Cultural como agente de fiscalização da preservação e do uso dos bens inventariados e tombados, denunciando ações de destruição, demolição e alterações não autorizadas (reformas, reparos, pinturas, restauros, cuidados com o entorno, etc); . Ações de conservação física do imóvel: manutenção e restauração do bem cultural; . Planejamento urbano – inserir no Plano Diretor iniciativas de preservação e salvaguarda como instrumentos de proteção, incentivo e fiscalização por meios legais;
  • 120. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br 22. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ARQUIVO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS –MG ARQUIVO DA PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA AJUDA LIMA, Maria Salomé Reis Alves de. & PARREIRA, Maria Tereza Reis. História de Cristais, Belo Horizonte, Lithera Maciel, 2000. LIMA, Maria Salomé Reis Alves de. História de Cristais: da Primeira Povoação do Ambrósio à Saga Lindeira do Município. Belo Horizonte: Editora Fapi, 2012. 320 p. PESQUISA DE CAMPO - informações com habitantes do município, entrevistas e questionários 25. INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES Informações com habitantes do município, através da pesquisa de campo. 26. FICHA TÉCNICA Levantamento: Data: julho de 2013 Mantovane de Souza Maria Salomé Reis Alves de Lima Marcos Antônio Marques Elaboração: Data: julho/agosto de 2013 Mantovane de Souza Maria Salomé Reis Alves de Lima Marcos Antônio Marques Revisão Data: agosto de 2013 Mantovane de Souza Maria Salomé Reis Alves de Lima Marcos Antônio Marques Alexa Bastos Gambogi Meireles Marcio Vinicius Reis
  • 121. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br FICHA DE INVENTÁRIO Praça José Ferreira Filho 1. MUNICÍPIO Cristais 2. DISTRITO Cristais 3. DESIGNAÇÃO Praça José Ferreira Filho 4. ENDEREÇO Cristais MG 5. PROPRIEDADE/SITUAÇÃO DE PROPRIEDADE Prefeitura Municipal de Cristais 6. RESPONSÁVEL Prefeitura Municipal de Cristais 7. SITUAÇÃO DE OCUPAÇÃO Própria 8. ANÁLISE DE ENTORNO A praça “José Ferreira Filho” está inserida no centro de Cristais, tendo como vizinhas edificações ocupadas por residências térreas e pequenos comércios de atendimento local. As ruas que a circundam são pavimentadas em asfalto, bem arborizadas, espaçosas, com calçadas largas pavimentas em ladrilhos de cimento. Nas proximidades, está também a Igreja Matriz Nossa Senhora da Ajuda, orgulho do cristalense que, em 2004, foi totalmente restaurada. No interior da praça encontramos jardins, gramados e arranjos decorativos florais cortados por caminhos revestidos com pedras mineiras. Existem também muitas árvores que dão dignidade e beleza ao ambiente.
  • 122. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br 9. DOCUMENTAÇÃO FOTOGRÁFICA Praça: José Ferreira Filho – Fotos cedidas pelo Arquivo P. Municipal - 2003 Praça: José Ferreira Filho – Fotos: Marcos Antônio Marques – 05/07/2013 Praça: José Ferreira Filho – Fotos: Marcos Antônio Marques – 05/07/2013
  • 123. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br 10. HISTÓRICO O antigo local da praça era conhecido como Largo da Matriz, devido à presença suntuosa e histórica do templo, primeira construção, datada de 1791, que deu origem ao povoamento de Cristais. Ali se concentrava o principal ponto da religiosidade, do comércio e do lazer: festas e ritos católicos: procissões, missas, batizados, exéquias; lojas, mercearias, hospedarias, ponto de ônibus que circulavam para as cidades vizinhas; circos de cavalinhos e touradas, serestas, etc. Os jovens lá se encontravam, à noite, realizando o footing, muitas vezes à luz do luar. Com o passar do tempo, as construções residenciais foram aumentando, o povoado crescendo, a cidade surgindo. Passaram-se duas gestões municipais e na terceira, na Administração do Prefeito Municipal Sr. José Ferreira Filho, de 1955 a 1959, a praça foi projetada e executada pelo engenheiro Juan Fabra Romero. Nesta época, o local recebeu a denominação de Praça JK, em homenagem ao presidente Juscelino Kubitschek. Na Administração 1989/ 1992 a praça passou por uma intervenção. Foi novamente inaugurada pelo Prefeito Municipal Sr.Hélio Ferreira, filho do ex prefeito José Ferreira Filho, que prestou uma homenagem ao seu pai, já falecido, denominando-a de: Praça José Ferreira Filho. Posteriormente, na gestão do Prefeito Municipal Dr. Mauro Gamboge Reis, Adm. 1993/96 a praça passou por outra intervenção. Foram remodelados os passeios, o paisagismo refeito e a fonte luminosa demolida para ser construída outra. No lugar do posto de abastecimento de gasolina e óleo diesel foi construído um coreto/palanque, usado nas diversas comemorações que aconteceram na cidade. A primeira fonte luminosa de aspecto muito bonito, em forma de “Taça”, com efeitos dos lados condizia mais com o estilo arquitetônico da praça.
  • 124. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br Se a troca da fonte empobreceu a beleza da praça, por outro lado, a demolição do antigo “Posto de Gasolina” melhorou em muito o visual. A troca da arborização, retirando algumas árvores frondosas que, por seus enraizamentos estragavam os passeios e circulação, a implantação de uma nova arborização veio sanar esses problemas. A praça sempre foi muito bem frequentada, principalmente por famílias que fazem do local seu ponto de lazer, à tarde e à noite. O local passou a ser usado também, por ter seus passeios amplos e retos, como pista de caminhadas com o objetivo de exercícios físicos. É nesta praça que se concentram as apresentações de bandas musicais, manifestações folclóricas, religiosas e estudantis. É também ponto de visitação turística, o cartão postal da cidade. Pelo seu valor histórico, pelo seu estilo arquitetônico e pelo espaço de lazer que a praça oferece à comunidade, a Prefeitura Municipal de Cristais Adm. 2008/2012, através do Convênio 899/2010 com o Ministério do Turismo executou a obra de reforma e revitalização da Praça “José Ferreira Filho”. A praça não sofreu descaracterização no seu estilo arquitetônico: o traçado e o paisagismo continuaram os mesmos. Houve mudança de piso e bancos e pequenos reparos como: recomposição da grama, substituição de flores, recomposição de passeios e caminhos etc. Há ainda alguns detalhes da obra para ser finalizado: reboco e pintura do muro de contenção. 11. USO ATUAL Local de lazer, recreação e festividades culturais 12. DESCRIÇÃO O formato da praça é retangular com vias pavimentadas em asfalto. Os caminhos internos são convergentes sempre nos levando para o centro e revestidos em pedras mineiras. Há no centro da praça uma fonte luminosa protegida por alambrado em tubos de metalon. Os canteiros internos são forrados por gramas com destaques para alguns arranjos com diversos tipos de flores, além de frondosas árvores que valorizam o ambiente. No seu interior há também diversos bancos para descanso e lazer da população, feitos em concreto aramado.
  • 125. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br 13. PROTEÇÃO LEGAL EXISTENTE Inventário 14. PROTEÇÃO LEGAL PROPOSTA Nenhuma 15. ESTADO DE CONSERVAÇÃO Em reforma desde 2011 com previsão de término em dezembro de 2013. 16. ANÁLISE DO ESTADO DE CONSERVAÇÃO A Praça é um espaço público multifuncional de grande importância no contexto urbano local, pois convida ao convívio social, a prática de esportes e atividades de lazer ao ar livre. É palco de manifestações coletivas e que muitas vezes abriga atividades provisórias. É um elo entre os bairros e o centro da cidade, comércio informal, além da sua função primordial de convívio, lazer e recreação. 17. FATORES DE DEGRADAÇÃO Intempéries e falta de manutenção 18. MEDIDAS DE CONSERVAÇÃO As medidas de restauração e revitalização que já se encontram em andamento 19. INTERVENÇÕES A praça não sofreu descaracterização no seu estilo arquitetônico: o traçado e o paisagismo continuam os mesmos. Houve mudança de piso e bancos e pequenos como: recomposição da grama, substituição de flores, recomposição de passeios e caminhos etc. 20. DATA DO INVENTÁRIO: 2003 21. DATA DA ATUALIZAÇÃO: 2013 22. MEDIDAS ESPECÍFICAS DE PROTEÇÃO E SALVAGUARDA: . Ações de Educação Patrimonial para conscientização da sociedade sobre o valor histórico e cultural do BI e sua necessidade de preservação; . Ações do Conselho Municipal do Patrimônio Cultural como agente de fiscalização da preservação e do uso dos bens inventariados e tombados, denunciando ações de destruição, demolição e alterações não autorizadas (reformas, reparos, pinturas, restauros, cuidados com o entorno, etc); . Ações de conservação física do imóvel: manutenção e restauração do bem cultural;
  • 126. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br . Planejamento urbano – inserir no Plano Diretor iniciativas de preservação e salvaguarda como instrumentos de proteção, incentivo e fiscalização por meios legais; 27. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ARQUIVO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS –MG ARQUIVO DA PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA AJUDA LIMA, Maria Salomé Reis Alves de. & PARREIRA, Maria Tereza Reis. História de Cristais, Belo Horizonte, Lithera Maciel, 2000. LIMA, Maria Salomé Reis Alves de. História de Cristais: da Primeira Povoação do Ambrósio à Saga Lindeira do Município. Belo Horizonte: Editora Fapi, 2012. 320 p. PESQUISA DE CAMPO - informações com habitantes do município, entrevistas e questionários 28. INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES Informações com habitantes do município, através da pesquisa de campo.. 29. FICHA TÉCNICA Levantamento: Data: julho de 2013 Mantovane de Souza Maria Salomé Reis Alves de Lima Marcos Antônio Marques Elaboração: Data: julho de 2013 Mantovane de Souza Maria Salomé Reis Alves de Lima Marcos Antônio Marques Revisão Data: julho de 2013 Mantovane de Souza Maria Salomé Reis Alves de Lima Marcos Antônio Marques Alexa Bastos Gambogi Meireles Marcio Vinicius Reis
  • 127. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br FICHA DE INVENTÁRIO PRAÇA MONSENHOR CELSO PINHEIRO 20. MUNICÍPIO Cristais 21. DISTRITO Cristais 22. DESIGNAÇÃO Praça Monsenhor Celso Pinheiro 23. ENDEREÇO Cristais MG 24. PROPRIEDADE/SITUAÇÃO DE PROPRIEDADE Prefeitura Municipal de Cristais 25. RESPONSÁVEL Prefeitura Municipal de Cristais 26. SITUAÇÃO DE OCUPAÇÃO Própria 27. ANÁLISE DE ENTORNO A Praça Monsenhor Celso Pinheiro, situada ao lado da Igreja Matriz Nossa Senhora da Ajuda é circundada por três vias pavimentadas com asfalto. Os passeios são revestidos de ladrilhos de cimentos com, em média, 1.00 m. de largura. A via lateral é estreita. As outras duas são em mão dupla e a via dos fundos Rua: Francisco de Assis Carvalho tem a pista separada por canteiros centrais com arborização de grande porte. As edificações do entorno, na maioria, são casas residenciais, construídas no alinhamento da rua, formando um conjunto homogêneo, tanto pela volumetria quanto pela ocupação, mantendo ainda em sua maioria, a tipologia original.
  • 128. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br 28. DOCUMENTAÇÃO FOTOGRÁFICA 1ª Figura: Platô central 2ª Figura: Platô nos fundos 3ª Figura: Canteiro e aparelhos de ginástica 4ª Figura: Acesso por escadas e iluminação 5ª Figura: Monumento e espelho d´água 6ª Figura: Vista frontal: jsrdineiras quadradas e bancos Praça: Monsenhor Celso Pinheiro Fotos: Marcos Antônio Marques – Cristais/ 16/07/2013
  • 129. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br 10.HISTÓRICO O antigo local da praça era conhecido como Largo da Matriz, devido à presença suntuosa e histórica do templo Igreja Nossa Senhora da Ajuda, primeira construção, datada de 1791, que deu origem ao povoamento de Cristais. Com o passar do tempo, as construções residenciais foram aumentando, o povoado crescendo, a cidade surgindo. Ali se concentrava o principal ponto da religiosidade e do lazer, festas e ritos católicos: procissões, barraquinhas, fogueiras juninas, quadrilhas, queima do Judas, etc. Na Administração do Prefeito Municipal Sr. Hélio Ferreira 1967/1970, a praça foi projetada e executada pelo engenheiro Antônio Carlos de Figueiredo, inaugurada em 04 de junho de 1968, por ocasião do aniversário da cidade. A praça é jardinada, possuindo um monumento revestido de pastilhas, sobre um espelho d´água. As alvenarias no formato de meio círculo revestido de cristais, simbolizam e reverenciam o minério que deu origem ao topônimo da cidade. A arquitetura da praça lembra o estilo de jardins suspensos. Os canteiros são projetados em nível de aproveitamento de superfícies, normalmente subutilizadas, com a vantagem de melhorar o aspecto paisagístico e estético da praça. O projeto arquitetônico moderno da Praça Monsenhor Celso Pinheiro contrasta com o conjunto arquitetônico barroco da Igreja Nossa Senhora da Ajuda que se encontra instalado na referida praça. O local recebeu a denominação de Praça Monsenhor Celso Pinheiro em homenagem ao vigário paroquial, que aqui residiu à Rua: Francisco de Assis Carvalho, local de frente onde se encontra instalada a praça, por quarenta e oito anos, prestando muitos benefícios ao município e, principalmente no que se refere à vida religiosa dos cristalenses, como guia espiritual, conduzindo o rebanho, segundo os preceitos da Igreja Católica. Hoje, a praça é freqüentada por famílias, sendo usada além das festas, principalmente religiosas, como pista de caminhadas e para exercícios ao ar livre, porque na sua parte frontal há uma pequena academia para exercícios físicos.
  • 130. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br A Praça é um espaço público multifuncional de grande importância no contexto urbano local, pois convida ao convívio social, a prática de esportes e atividades de lazer ao ar livre. É palco de manifestações coletivas e que muitas vezes abriga atividades provisórias 11. USO ATUAL Praça de lazer 12. DESCRIÇÃO A Praça Monsenhor Celso Pinheiro foi projetada em três níveis: dois platôs, um central maior e outro, nos fundos, em proporção menor. É contornada por passeios. Possui formato retangular e está ligada aos passeios por escadas, no centro de cada lateral, compondo o formato de uma cruz, com vários desníveis. O desnível maior se dá para a rua frontal com uma diferença de - 1,95cm com relação ao passeio; com a lateral direita um desnível de -0,70 cm em divisa com a matriz e um desnível de + de 1,20 m com relação a via lateral e fundos. Ao longo dos passeios temos taludes com forração de grama amendoim, árvores e palmeiras e bancos de concreto com encosto. No platô central foi construído um monumento sobre uma laje suspensa tendo abaixo um espelho d água. Os jardins possuem jardineiras quadradas com acesso por escadas que ligam ao platô central. O monumento é formado por dois pilares revestidos com pastilhas, dois meios círculos de alvenaria revestidos por pedras de cristal de rocha e o espelho d água revestido por azulejo. O paisagismo dos canteiros tem forração de grama amendoim e buxinhos podados em forma redonda. O platô dos fundos está em um nível de +0,60cm com relação ao platô central, tendo um grande canteiro redondo no centro, com forração de grama amendoim e árvore de médio porte. Ao seu redor, aparelhos de ginástica ao ar livre e bancos de concreto sem encosto. O revestimento do piso da praça é todo em ladrilhos de cimento. O revestimento do piso das escadas é em pedra São Tomé. A iluminação é feita em postes de 9m com 3 pétalas e postes baixos com globo redondo.
  • 131. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br 13. PROTEÇÃO LEGAL EXISTENTE Inventário 14. PROTEÇÃO LEGAL PROPOSTA Nenhuma 15. ESTADO DE CONSERVAÇÃO Regular 16. ANÁLISE DO ESTADO DE CONSERVAÇÃO Falta na praça manutenção da parte hidráulica do espelho d água que não funciona. Faltam bancos e lixeiras e o piso encontra-se muito sujo. O paisagismo precisa ser revisto; os revestimentos de pedras foram arrancados devido ao vandalismo. 17. FATORES DE DEGRADAÇÃO Intempéries e falta de manutenção, vandalismo 18. MEDIDAS DE CONSERVAÇÃO Manutenção constante 19. INTERVENÇÕES Apenas pinturas e reposição do paisagismo. 20. DATA DO INVENTÁRIO: 2003 21. DATA DA REVISÃO: 2013 22. MEDIDAS ESPECÍFICAS DE PROTEÇÃO E SALVAGUARDA: . Ações de Educação Patrimonial para conscientização da sociedade sobre o valor histórico e cultural do BI e sua necessidade de preservação; . Ações do Conselho Municipal do Patrimônio Cultural como agente de fiscalização da preservação e do uso dos bens inventariados e tombados, denunciando ações de destruição, demolição e alterações não autorizadas (reformas, reparos, pinturas, restauros, cuidados com o entorno, etc); . Ações de conservação física do imóvel: manutenção e restauração do bem cultural; . Planejamento urbano – inserir no Plano Diretor iniciativas de preservação e salvaguarda como instrumentos de proteção, incentivo e fiscalização por meios legais; 30. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
  • 132. PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS – MG PRAÇA: CEL. JOAQUIM LUIZ DA COSTA MAIA / 001 CENTRO – CEP: 37 275 000 – FONE: (35) 3835 2202 - 2203 Setor Municipal do Patrimônio Cultural Av. Joaquim de Paula Reis /08 – Centro - Fone: (35) 3835 2213 E mail: culturacristais@yahoo.com.br ARQUIVO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAIS –MG ARQUIVO DA PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA AJUDA LIMA, Maria Salomé Reis Alves de. & PARREIRA, Maria Tereza Reis. História de Cristais, Belo Horizonte, Lithera Maciel, 2000. LIMA, Maria Salomé Reis Alves de. História de Cristais: da Primeira Povoação do Ambrósio à Saga Lindeira do Município. Belo Horizonte: Editora Fapi, 2012. 320 p. PESQUISA DE CAMPO - informações com habitantes do município, entrevistas e questionários 31. INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES Informações com habitantes do município, através da pesquisa de campo. 32. FICHA TÉCNICA Levantamento: Data: julho de 2013 Mantovane de Souza Maria Salomé Reis Alves de Lima Marcos Antônio Marques Elaboração: Data: julho de 2013 Mantovane de Souza Maria Salomé Reis Alves de Lima Marcos Antônio Marques Revisão Data: julho de 2013 Mantovane de Souza Maria Salomé Reis Alves de Lima Marcos Antônio Marques Alexa Bastos Gambogi Meireles Marcio Vinicius Reis