Aula1 metodologia de pesquisa aplicada

15,502 views
14,894 views

Published on

2 Comments
5 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
15,502
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
194
Comments
2
Likes
5
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Aula1 metodologia de pesquisa aplicada

  1. 1. Metodologia de Pesquisa Aplicada 1ª aula
  2. 2. Ciência Etimologia: Ciência vem da palavra latina scientia , que significa conhecimento. A Ciência é o conhecimento ou um sistema de conhecimento que abarca verdades gerais ou a operação de leis gerais especialmente obtidas e testadas através do método científico .
  3. 3. Objetivos da Ciência ► Melhoria da qualidade de vida intelectual ► Melhoria da qualidade de vida material ► Não é o objetivo da ciência responder todas as questões Funções da Ciência ► Novas descobertas ► Novos produtos ► Melhoria da qualidade de vida
  4. 4. Conhecimento Científico É um produto resultante da investigação científica Surge da necessidade de: ► encontrar soluções para problemas de ordem prática da vida diária (senso comum) ► do desejo de fornecer explicações sistemáticas que possam ser testadas e criticadas através de provas empíricas e da discussão intersubjetiva
  5. 5. Conhecimento Científico “ É a tentativa de descrição da realidade como percebida pelos sentidos e interpretada pela razão humana.” Conhecimento científico = Evidência empírica + Raciocínio lógico
  6. 6. “ A ciência não é o único caminho de acesso ao conhecimento e à verdade” (Lakatos & Marconi, 1992) Ciência é um conjunto de conhecimentos racionais, certos ou prováveis, obtidos metodicamente, sistematizados e verificáveis, que fazem referência a objetos de uma mesma natureza.
  7. 7. Independentemente das distintas teorias existentes para explicar o processo do conhecimento, faremos referência a dois tipos especiais que são: o conhecimento ordinário ou vulgar (senso comum) e o conhecimento científico.
  8. 8. é o que todas as pessoas adquirem na vida cotidiana, ao acaso, baseado apenas na experiência vivida ou transmitida por alguém. Em geral resulta de repetidas experiências casuais de erro e acerto, sem observação metódica ou verificação sistemática, e por isso, carece de caráter científico. Pode também resultar de simples transmissão de geração para geração ou fazer parte das tradições de uma coletividade. Conhecimento vulgar (senso comum) também denominado “empírico”
  9. 9. Ao contrário, o conhecimento científico é uma aquisição intencional, consciente e sistemática; é um processo que chegou ao máximo de seu desenvolvimento com a aplicação do método científico. O conhecimento científico resulta de investigação metódica e sistemática da realidade. Ele transcende os fatos e os fenômenos em si mesmos, analisa-os para descobrir suas causas e concluir as leis gerais que os regem.
  10. 10. Neste sentido, o conhecimento deve ser: a) OBJETIVO, porque descreve a realidade independente dos caprichos do pesquisador; b) RACIONAL, porque se vale, sobretudo, da razão e não da sensação ou impressões, para chegar a seus resultados; c) SISTEMÁTICO, porque se preocupa em construir sistemas de idéias organizadas racionalmente e em incluir os conhecimentos parciais em totalidades cada vez mais amplas; d) GERAL, porque seu interesse se dirige fundamentalmente à elaboração de leis e normas gerais, que explicam todos os fenômenos de certo tipo; e) VERIFICÁVEL, porque sempre possibilita demonstrar a veracidade das informações; e f) FALÍVEL, porque ao contrário de outros sistemas de conhecimento elaborados pelo homem, reconhece sua própria capacidade De errar.
  11. 11. Tipos de conhecimento POPULAR Modo corrente e espontâneo de conhecer que se adquire no trato direto com os seres humanos, a natureza, as circunstâncias da vida cotidiana. Caracteriza-se por ser: - Superficial - Sensitivo - Subjetivo - Assistemático - Acrítico
  12. 12. Ciência & Tecnologia ► Tecnologia produz técnica ► Ciência produz conhecimento ► Em relação à Ciência pode-se dizer que a Tecnologia é um passo à frente em direção à Sociedade .
  13. 13. Método Científico Maneira de se fazer uma pesquisa científica ► Forma de pensar para se chegar à natureza de um determinado problema, quer seja para estudá-lo ou explicá-lo ► Ferramenta utilizada na ciência para aquisição e construção do conhecimento É de fundamental importância pois: ► Permite reproduzir a pesquisa científica ► Possibilita a validação através da observação (essência da Ciência)
  14. 14. Pesquisa “ Pesquisa é o conjunto de investigações, operações e trabalhos intelectuais ou práticos que tenham como objetivo a descoberta de novos conhecimentos, a invenção de novas técnicas e a exploração ou a criação de novas realidades ” (KOURGANOFF,1990) A pesquisa é utilizada para: ► Gerar e adquirir novos conhecimentos sobre si mesmo ou sobre o mundo em que vive ► Obter e/ou sistematizar a realidade impírica (conhecimento impírico) ► Responder a questionamentos (explicar e/ou descrever) ► Resolver problemas ► Atender à necessidades de mercado
  15. 15. Metodologia de Pesquisa <ul><li>A metodologia de pesquisa é definida de acordo com a fonte de dados a serem utilizadas, os objetivos e a amplitude dos estudos e o tipo de análise que se pretende fazer, de acordo com o controle das variáveis em estudo . </li></ul>
  16. 16. Processo de Pesquisa de Mercado Problema/Objetivos d a Pesquisa Plano d e Pesquisa Coleta d a Informação Análise d as Informações Apresentação d os Resultados
  17. 17. Definição do Problema da Empresa <ul><li>Primeiro e mais importante passo do projeto de pesquisa </li></ul><ul><ul><ul><li>Todo projeto de pesquisa deve partir de uma real necessidade de informação, ou seja, uma situação onde há questões a serem respondidas. </li></ul></ul></ul>
  18. 18. Indagações Básicas <ul><li>Por que realizar a pesquisa ? </li></ul><ul><li>Quais decisões deverão ser tomadas à partir dos resultados da pesquisa ? </li></ul><ul><li>Quais as possíveis respostas para os problemas definidos ? </li></ul>
  19. 19. Indagações Básicas <ul><li>Para este momento sugere-se estudos exploratórios , utilizando fontes de dados secundários , contatos com pequenos grupos de consumidores ou estudos de casos. </li></ul><ul><ul><ul><ul><li>Estudos Exploratórios: meta é demonstrar a real natureza do problema e sugerir possíveis soluções ou nova idéias </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Dados Secundários: dados que foram coletados para outra finalidade e podem ser encontrados em algum outro lugar. </li></ul></ul></ul></ul>

×