Apostila 1 de Contabilidade Geral
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Apostila 1 de Contabilidade Geral

on

  • 1,919 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,919
Views on SlideShare
1,913
Embed Views
6

Actions

Likes
0
Downloads
101
Comments
0

2 Embeds 6

http://cursocienciascontabeis.blogspot.com.br 5
http://cursocienciascontabeis.blogspot.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

CC Attribution License

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Apostila 1 de Contabilidade Geral Apostila 1 de Contabilidade Geral Document Transcript

  • CONTABILIDADE GERAL Profª. Cristiane Yoshimura 2013 Centro de Ciências Empresariais e Sociais Aplicadas – CCESA Bacharelado em Ciências Contábeis
  • 2 CONTADOR – Bacharel em Ciências Contábeis A velocidade das mudanças que ocorrem no mundo de hoje e dos negócios, exige cada vez mais profissionais dinâmicos e qualificados nas diversas especialidades do trabalho empresarial. A Contabilidade desenvolve um papel extremamente importante neste contexto, pois todo o processo de geração das informações, independente do porte da organização está sob a responsabilidade dos profissionais da área contábil. Muito mais do que um exercício de contas, a contabilidade é a linguagem dos homens de negócios. A principal função do contabilista é analisar as contas de uma empresa. É ele que registra os fatos contábeis, elabora as demonstrações financeiras (relatórios contábeis), além de cuidar do relacionamento com o poder público, principalmente no que se refere à parte tributária. Ao estudar e gerenciar o patrimônio, as transações comerciais, os fluxos de transações, caixa, custos, estoques e bens de uma empresa ele está alimentando o empresário de informações que irão orientá-lo a tomar decisões. A tarefa básica do Contador é produzir e/ou gerenciar informações úteis aos usuários da Contabilidade para a tomada de decisões. Administração/Investidores/Bancos/Governo Relatórios Registro dos Dados e Processamento Coleta de Dados
  • 3 Mercado de Trabalho Toda empresa é obrigada por lei, a ter um contador. Portanto ele é um dos poucos profissionais que saem da universidade/faculdade sem se queixar da falta de trabalho. “A terceirização dos serviços de contabilidade/controladoria tem crescido muito e os contadores funcionam como verdadeiros instrumentos de planejamento para a pequena e média empresa”. Os crescentes processos de auditoria e perícias contábeis em empresas públicas e privadas também criam novas oportunidades de trabalho. As áreas que mais crescem, dentro da profissão contábil, são as de Auditoria, Perícia e Controladoria. Campo de Atuação Auditoria Controladoria Contabilidade Gerencial Contabilidade Geral Contabilidade de Custos Contabilidade Pública Contabilidade Agropecuária Perícia Contábil Consultoria Planejamento Tributário Professor Pesquisador Escritor
  • 4 Regulamentação da Profissão Decreto-Lei n.º 9.295 de 27 de maio de 1946. Bibliografia Básica 1 IUDÍCIBUS, Sergio de, MARION, José Carlos. Introdução à Teoria da Contabilidade. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2008. 2 MARION, José Carlos. Contabilidade Básica. 8. ed. São Paulo: Atlas, 2006. 3 RIBEIRO, Osni Moura. Contabilidade Básica. São Paulo: Saraiva, 2009.
  • 5 INTRODUÇÃO DO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO História da Contabilidade Alguns teóricos dizem que a Contabilidade existe, pelo menos, desde 4.000 A.C. O homem na antiguidade utilizava a contabilidade para a contagem de sua riqueza (o que chamamos hoje de inventário). Ainda que ela existisse desde o princípio da civilização, ela teve um desenvolvimento muito lento. Somente em torno do século XV é que a Contabilidade atingiu um nível de desenvolvimento notório. Ela tornou-se importante à medida que houve o desenvolvimento econômico. Todavia, o marco da Contabilidade foi a primeira literatura contábil relevante, publicada pelo Frei Luca Pacioli em 1494, consolidando o método das partidas dobradas, expressando a causa efeito do fenômeno patrimonial com os termos débito e crédito. (Pode ser visto como o início do pensamento científico da Contabilidade). Conceitos de Contabilidade “Contabilidade é a ciência que estuda e prática as funções de orientação, de controle e de registro relativas à administração econômica.” Conceito oficial formulado no Primeiro Congresso Brasileiro de Contabilistas, realizado no Rio de Janeiro, de 17 a 27 de agosto de 1924. Contabilidade é, objetivamente, um sistema de informação e avaliação destinado a prover seus usuários com demonstrações e análises de natureza econômica, financeira, física e de produtividade, com relação á entidade objeto de contabilização. Pronunciamento do IBRACON, aprovado pela comissão de Valores Mobiliários através da Deliberação CVM n.º 29/86. Contabilidade é a ciência (ou técnica) que estuda, controla e interpretam os fatos ocorridos no patrimônio das entidades, mediante o registro, a demonstração expositiva e a revelação desses fatos, com o fim de oferecer informações sobre a composição do patrimônio, suas variações e o resultado econômico decorrente da gestão da riqueza patrimonial. (Hilário Franco.)
  • 6 A Contabilidade é possivelmente um dos assuntos mais áridos do mundo. E pode também ser o mais confuso. Mas, se você quiser ser rico, pode ser o assunto mais importante. A questão é como pegar um tema entediante e confuso e ensiná-lo a crianças. A resposta é: simplifique. Comece a ensiná-lo por meio de figuras. (Livro Pai Rico, Pai Pobre, Cap. 1). Contabilidade é uma ciência que permite através de suas técnicas, manter o controle permanente do Patrimônio da empresa. É um instrumento que fornece o máximo de informações úteis para a tomada de decisões, dentro e fora da empresa. Todas as movimentações possíveis de mensuração monetárias são registradas pela contabilidade, que, em seguida, resume os dados registrados em forma de relatório e os entrega aos interessados em conhecer a situação da empresa. Objeto da Contabilidade O Objeto da Contabilidade é o Patrimônio das entidades econômico-administrativas. (organizações que reúnem os seguintes elementos: pessoas, patrimônio, capital, ação administrativa e fim determinado). Objetivo da Contabilidade O Objetivo da Contabilidade é permitir o estudo e o controle dos fatos decorrentes da gestão do patrimônio das entidades econômico/administrativas.
  • 7 Finalidade da Contabilidade A principal finalidade da Contabilidade é permitir a obtenção de informações econômicas e financeiras acerca da entidade. As informações de natureza econômica compreendem, principalmente, os fluxos de receitas e de despesas, que geram lucros ou prejuízos, e as variações no patrimônio da entidade. As informações de natureza financeira abrangem principalmente os fluxos de caixa e do capital de giro. Usuários da Contabilidade Os usuários são as pessoas que se utilizam da contabilidade, que se interessam pela situação da empresa e buscam na contabilidade suas respostas: 1. Investidores (sócios e acionistas): aplicam o dinheiro, portanto, estão interessados em obter LUCROS; 2. Fornecedores: Aqueles que vendem a prazo querem saber se a empresa tem condições para pagar as suas dívidas; 3. Bancos: emprestam o dinheiro, desde que a empresa tenha condições para pagar; 4. Governo: Quer saber o quanto de impostos foi arrecadado aos cofres públicos; 5. Empregados: ao serem contratados, querem saber se a empresa tem vida útil longa, e condições para o pagamento dos salários; 6. A própria EMPRESA: saber se os seus negócios estão rentáveis, quais os problemas enfrentados, há dinheiro para mais investimentos... Técnicas Contábeis Nos anos 40, as técnicas contábeis consideradas eram: - Escrituração - Inventários - Balanço - Orçamento
  • 8 Atualmente, consideram-se como técnicas contábeis: Escrituração – registro, em livros próprios (Diário, Razão, Caixa e Contas Correntes), de todos os Fatos Administrativos que ocorrem no dia-a-dia das empresas. Demonstrações – quadros técnicos que apresentam dados extraídos dos registros contábeis da empresa. As demonstrações financeiras mais conhecidas são: Balanço Patrimonial e Demonstração do Resultado do Exercício. Auditoria – verificação da exatidão dos dados contidos nas demonstrações financeiras, através do exame minucioso dos registros contábeis e dos documentos que deram origem a eles. Perícia Contábil – é um conjunto de procedimentos técnicos destinados a levar a instância decisória, elementos necessários para provar um fato ou calculo ocorrido, mediante laudo pericial. Análise de Balanços – exame de interpretação dos dados contidos nas demonstrações financeiras, com o fim de transformar esses dados em informações úteis aos diversos usuários da Contabilidade. Campo de Aplicação da Contabilidade Abrange todas as entidades econômico-administrativas. Quanto ao fim a que se destinam as entidades econômico-administrativas podem ser assim classificadas: a) Entidades com fins econômicos – chamadas empresas, visam ao lucro para preservar e ou aumentar o patrimônio líquido. Exemplo: empresas comerciais, industriais e/ou agrícolas. b) Entidades com fins socioeconômicos – intituladas instituições, visam superávit que reverterá em benefício de seus integrantes. Exemplo: associações de classe, clubes sociais, etc. c) Entidades com fins sociais – também chamadas instituições, têm por obrigação atender às necessidades da coletividade a que pertencem. Exemplo: a União, os Estados e os Municípios.
  • 9 Pilares da Contabilidade Pilares da Contabilidade são as regras básicas da Contabilidade que podemos chamar genericamente de princípios contábeis: 1. Entidade Contábil: é necessária a existência da entidade. Ou seja, uma pessoa para quem se mantenha a contabilidade. 2. Continuidade: Parte-se do pressuposto de que essa entidade tenha prazo indeterminado para o funcionamento. PRINCÍPIOS DA CONTABILIDADE Outros Princípios que dão base a Contabilidade: COMPETÊNCIA: O registro de todas as compras ou vendas deve ser feito no período em que ocorreu independente do pagamento; OPORTUNIDADE: refere-se ao momento em que devem ser registrados todos os fatos que podem alterar o Patrimônio da empresa; VALOR ORIGINAL: esses fatos ocorridos que podem alterar o Patrimônio da empresa, devem ser registrado pelo valor original da transação, em moeda corrente do país. ENTIDADE: deve haver plena distinção entre Pessoa Física e Pessoa Jurídica, ou seja, devemos respeitar a individualidade. EMPRESA É uma unidade de produção, resultante da combinação dos três fatores de geração de riqueza (natureza, trabalho e capital) e constituída para o desenvolvimento de uma atividade econômica. ESCRITURAÇÃO A escrituração é uma das técnicas da Contabilidade que consiste em registrar nos livros próprios, os fatos que provocam modificações no Patrimônio da empresa.
  • 10 A escrituração começa pelo livro Diário, no qual todos os registros são efetuados mediante documentos que comprovem a ocorrência do fato. Os documentos mais comuns são: Notas Fiscais, Recibos de Aluguéis, Contas de Água, Contas de Luz e Duplicatas. Não se pode escriturar nada nos livros contábeis sem que documentos idôneos comprovem que aquilo que está sendo registrado é verdadeiro. PROFISSIONAL CONTÁBIL Denomina-se TÉCNICO em contabilidade aquele que cursou Contabilidade em nível técnico (médio). Após o término do curso superior (3º grau) de Contabilidade, o profissional é chamado de CONTADOR, ou bacharel em Ciências Contábeis. Ambos podem ser responsáveis pela contabilidade de empresas, analistas de balanços, pesquisadores contábeis, etc. Auditoria, Perícia Contábil e Professor de Contabilidade, somente o contador pode ser. ( esse último, tem que ter pós-graduação). PATRIMÔNIO Conjunto de bens, direitos e obrigações de uma pessoa (física ou jurídica), avaliado monetariamente. BENS São coisas (úteis) capazes de satisfazer as necessidades humanas e suscetíveis de avaliação econômica. Divide-se em Bens Materiais (Corpóreos) e Imateriais (Incorpóreos) MATERIAIS – Aqueles que possuem corpo, matéria. São classificados em: - MÓVEIS – Aqueles que podem ser removidos de seu lugar. Ex.: mesas, cadeiras, veículos, máquinas, dinheiro, mercadorias, etc. - IMÓVEIS – Aqueles que não podem ser deslocados de seu lugar natural. Ex. casas, terrenos, edifícios, etc.
  • 11 IMATERIAIS – São aqueles que, embora considerados BENS, não possuem corpo, não possuem matéria. São determinados gastos que a empresa faz, os quais, por sua natureza, devem ser considerados parte do seu Patrimônio. Como exemplos mais relevantes, temos: - MARCAS - BENFEITORIAS EM IMÓVEIS DE TERCEIROS EMPRESA EXEMPLO: Edifício – R$ 180.000,00 Moveis e Utensílios – R$ 90.000,00 Veículos – R$ 110.000,00 Máquinas – R$ 400.000,00 Terrenos – R$ 900.000,00 Marcas e Patentes – R$ 150.000,00 Total de bens da EMPRESA EXEMPLO – R$ 1.830.000,00 DIREITOS Bens em poder de terceiros, ou seja, valores que a empresa tem a receber de terceiros. Ex.: Duplicatas a Receber, Aluguéis a Receber, Promissórias a Receber, etc. EMPRESA EXEMPLO: Banco do Brasil – R$ 680,00 Clientes a Receber – R$ 1.320,00 Aplicações Financeiras – R$ 500,00 Adiantamentos Diversos – R$ 300,00 Total de Diretos da EMPRESA EXEMPLO – R$ 2.800,00
  • 12 OBRIGAÇÕES Bens pertencentes a terceiros em nosso poder. Dizendo de uma forma mais clara, todos os valores que a empresa tem a pagar para terceiros. Ex.: Duplicatas a Pagar, Aluguéis a Pagar, Salários a Pagar, Impostos a Pagar, etc. EMPRESA EXEMPLO: Fornecedores (ref. compra de mercadorias) – R$ 800,00 Empréstimos Bancários a pagar – R$ 400,00 Salários a pagar – R$ 350,00 Encargos Sociais a Pagar (INSS e FGTS) – R$ 450,00 Impostos a pagar (ou recolher) – R$ 9000,00 Financiamentos – R$ 1.100,00 Contas a pagar (Diversas) – R$ 500,00 Total de Obrigações da EMPRESA EXEMPLO– R$ 4.500,00 ASPECTOS QUALITATIVOS E QUANTITAVOS Todos os relatórios elaborados a partir da escrita contábil deverão ressaltar esses dois aspectos: • ASPECTO QUALITATIVO Consiste em qualificar, dar nomes aos elementos componentes do respectivo relatório, permitindo que se conheça a natureza de cada um. Exemplo: veículos, estoques de mercadorias, matéria prima, produtos, máquinas, moveis e utensílios, caixas, bancos conta movimento, etc.
  • 13 • ASPECTO QUANTITATIVO É a tradução monetária desses elementos (bens, direitos e obrigações). Consiste em dar valor aos bens, direitos e obrigações de uma empresa. Ex.: Caixa 5.000,00 Bancos conta Movimento 22.500,00 Fornecedores 15.000,00 REPRESENTAÇÃO GRAFICA DO PATRIMONIO: Podemos apresentar o patrimônio por um gráfico em forma de T No lado esquerdo, denominado lado do ATIVO, são classificados os elementos positivos (bens e direitos). No lado direito, denominado lado do PASSIVO, são classificados os elementos negativos (Obrigações). Observe: PATRIMÔNIO PATRIMÔNIO BENS OBRIGAÇÕES DIREITOS
  • 14 EXERCÍCIO 1 – PAG 22 PATRIMÔNIO Expressa o conjunto de bens, direitos a receber e obrigações a pagar pertencentes a uma pessoa ou empresa. PATRIMÔNIO LÍQUIDO Evidencia recursos dos proprietários aplicados no empreendimento. O investimento inicial dos proprietários é denominado, contabilmente, Capital. Se houver outras aplicações por parte dos proprietários (Acionistas – S.A., ou sócios – Ltda.), teremos acréscimo de Capital. Patrimônio Líquido = Bens + Direitos - Obrigações PATRIMÔNIO BENS OBRIGAÇÕES DIREITOS BENS/DIREITOS = ATIVO OBRIGAÇÕES = PASSIVO
  • 15 ATIVO São todos os bens e direitos de propriedade da empresa, avaliados em dinheiro, que representam benefícios presentes ou futuros para a empresa. Se o bem ou direito não for de propriedade da empresa não constará no seu ativo. PASSIVO Evidencia toda a obrigação (dívida) que a empresa tem com terceiros. O Passivo é uma obrigação exigível, isto é, no momento em que a dívida vencer será exigida (reclamada) a sua liquidação. CONTA É o nome técnico dado aos componentes patrimoniais (Bens, Direitos, Obrigações e Patrimônio Líquido). EXERCÍCIO 2 – PAG 23 BALANÇO PATRIMONIAL É o nome técnico dado aos componentes patrimoniais (Bens, Direitos, Obrigações e Patrimônio Líquido). O Balanço Patrimonial é o mais importante relatório gerado pela CONTABILIDADE. Dividido em duas colunas: Lado esquerdo denominado ATIVO; lado direito denominado PASSIVO; ATIVO: é o conjunto de bens e direitos controlado pela empresa. São itens positivos do Patrimônio; PASSIVO: são as obrigações exigíveis da empresa, ou seja, as dividas que serão cobradas, reclamadas a partir da data de seu vencimento. PATRIMONIO LIQUIDO: Representa o total das aplicações dos proprietários na empresa.
  • 16 ORIGEM X APLICAÇÃO Todos os recursos que entram em uma empresa passam pelo Passivo e Patrimônio Liquido. Os recursos (financeiros ou materiais) são originados dos sócios (PL), bancos, financeiras, governo, fornecedores, etc. que representam origens de recursos. O Ativo por sua vez evidencia a Aplicação de Recursos: aplicação em caixa, aplicação em estoque, aplicação em maquinas, imóveis, terrenos, etc. A empresa, na verdade, só pode aplicar (ATIVO) aquilo que tem origem (PASSIVO E PL). Dessa forma, é fácil entender porque o ATIVO será sempre igual ao PASSIVO + PL. Sem duvida nenhuma, a principal origem de recurso para as empresa é o LUCRO obtido no negócio. O LUCRO obtido pertence aos sócios e não a empresa. Assim como o PREJUIZO, que arca é os sócios. BALANÇO PATRIMONIAL – Grupo de Contas Colocando-se todas as contas de forma desordenada, ainda que separando em ATIVO e PASSIVO, torna a análise do BALANÇO difícil, por isso, devemos agrupar as contas de acordo com as mesmas características e natureza. O ATIVO divide-se em dois grupos: 1. ATIVO CIRCULANTE 2. ATIVO NÃO CIRCULANTE
  • 17 • ATIVO CIRCULANTE O ATIVO CIRCULANTE é o grupo que gera dinheiro para a empresa pagar suas contas a curto prazo. Também todos os valores que serão transformados em dinheiro a curto prazo 1.1 Disponível: Caixa e Bancos disponível em poder da empresa; 1.2 Duplicatas a Receber: Diretos, referente a venda, que se transformará em dinheiro; 1.3 Estoques: bens em poder da empresa, que também se transformará em dinheiro com a sua venda; ATIVO CIRCULANTE DISPONIVEL 10.000,00 CAIXA 500,00 BANCO C/ MOVIMENTO 9.500,00 CLIENTES DIVERSOS 5.000,00 JOÃO SILVA 2.000,00 MARIA SOUZA 3.000,00 ESTOQUES 12.000,00 ESTOQUE DE MERCADORIAS 12.000,00 TOTAL DO CIRCULANTE 27.000,00 • ATIVO NÃO CIRCULANTE O ATIVO NÃO CIRCULANTE é o grupo que apresenta os itens que se transformarão em dinheiro a LONGO PRAZO ( + 360 dias) ou outros itens que dificilmente de transformarão em dinheiro. REALIZAVEL A LONGO PRAZO: compreende os itens que serão realizados ( transformados em dinheiro) a longo prazo, ou seja, superior a um ano. Os empréstimos que a empresa faz a sócios não recebíveis imediatamente, por isso são classificadas no REALIZAVEL A LONGO PRAZO. INVESTIMENTO: são aplicações que nada tem a ver com a atividade da empresa. Compra de Ações em outra empresa, obra de arte, prédio para a renda, não melhoram em nada o volume de vendas ou produção. IMOBILIZADO: são bens corpóreos destinados a manutenção da atividade principal da empresa. Os bens que auxiliam a empresa na execução de suas atividades pertencem ao imobilizado. INTAGIVEL: são diretos que tem por objeto bens incorpóreo, isto é, não palpáveis.
  • 18 ATIVO NÃO CIRCULANTE REALIZAVEL A LONGO PRAZO 10.000,00 EMPRESTIMOS A SÓCIOS 5.000,00 CLIENTES DIVERSOS 5.000,00 INVESTIMENTO 65.000,00 APLICAÇÕES FINANCEIRAS LP 15.000,00 IMOVÉL PARA RENDA 50.000,00 IMOBILIZADO 330.000,00 TERRENOS 100.000,00 VEICULOS 20.000,00 MOVEIS E UTENSILIOS 10.000,00 MAQUINAS E EQUIPAMENTOS 50.000,00 IMOVEL 150.000,00 INTAGIVEL 50.000,00 MARCAS E PATENTES 50.000,00 TOTAL DO NÃO CIRCULANTE 455.000,00
  • 19 • PASSIVO CIRCULANTE O PASSIVO CIRCULANTE evidencia todas as dívidas com terceiros que serão pagas a CURTO PRAZO: Fornecedores, Salários a Pagar, Impostos a pagar, Empréstimos bancários a pagar, INSS a recolher, FGTS a recolher, etc. PASSIVO CIRCULANTE OBRIGAÇÕES C/ FORNECEDORES 15.000,00 FORNECEDORES DIVERSOS 15.000,00 OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS 24.500,00 SALÁRIOS A PAGAR 18.000,00 INSS A RECOLHER 3.500,00 FGTS A RECOLHER 3.000,00 OBRIGAÇÕES FISCAIS 2.000,00 SIMPLES A RECOLHER 2.000,00 OBRIGAÇÕES FINANCEIRAS 10.000,00 EMPRESTIMOS BANCÁRIOS A PAGAR 10.000,00 OBRIGAÇÕES DIVERSAS 16.000,00 ENERGIA ELETRICA A PAGAR 6.000,00 AGUA A PAGAR 1.000,00 ALUGUEL A PAGAR 8.000,00 HONORÁRIOS A PAGAR 1.000,00 TOTAL DO CIRCULANTE 67.500,00
  • 20 PASSIVO NÃO CIRCULANTE O PASSIVO NÃO CIRCULANTE é compostos principalmente do EXIGIVEL A LONGO PRAZO, que compreende as obrigações com terceiros que serão liquidadas no prazo maior que 1 ano. Financiamentos, Parcelamento de Impostos, Fornecedores, etc. PASSIVO NÃO CIRCULANTE EXIGIVEL A LONGO PRAZO 140.000,00 OBRIGAÇÕES FISCAIS 25.000,00 PARCELAMENTO DE IMPOSTOS 25.000,00 OBRIGAÇÕES FINANCEIRAS 115.000,00 FINANCIAMENTOS A PAGAR 55.000,00 EMPRESTIMOS BANCÁRIOS 60.000,00 TOTAL DO NÃO CIRCULANTE 140.000,00 PATRIMÔNIO LIQUIDO Demonstra o Total de Recursos aplicados pelos sócios na empresa. As aplicações dos sócios são compostas pelo CAPITAL investido na empresa e pelos LUCROS ACUMULADOS, ou seja, a parte do LUCRO que não foi distribuída aos donos, mas reinvestida na própria empresa. PATRIMONIO LIQUIDO CAPITAL SOCIAL 200.000,00 LUCROS ACUMULADOS 74.500,00 TOTAL DO PATRIMONIO LIQUIDO 274.500,00 EXERCÍCIO 3 e 4 – PAG 24 e 25
  • 21 DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO A cada Exercício Social, normalmente, um ano, a empresa deve apurar o Resultado dos seus Negócios. Para saber se obteve LUCRO ou PREJUÍZO, a contabilidade confronta as RECEITAS ( VENDAS) com as DESPESAS. Se a RECEITA for maior que a DESPESA, houve LUCRO. Se a RECEITA for menor que a DESPESA, houve prejuízo.
  • 22 RECEITA A Receita corresponde, em geral, a vendas de mercadorias, ou prestações de serviços. Ela é refletida no Balanço através da entrada de Dinheiro no Caixa (Receita a vista), ou entrada em forma de Direitos a receber (Receitas a prazo) – Duplicatas a receber, Clientes, Promissórias a Receber, Títulos a Receber, etc. A Receita sempre aumenta o ATIVO, embora, nem todo aumento do ATIVO signifique RECEITA (empréstimos bancários, financiamentos, etc. aumentam o CAIXA, mas não são RECEITAS). Exemplos: Venda de Mercadorias Prestação de Serviços Venda de Produtos Receita s/ Aplicação Financeira DESPESA A DESPESA é todo sacrifício, todo esforço da empresa para obter RECEITA. Todo consumo de BENS ou SERVIÇOS com objetivo de obter RECEITA é um sacrifício. É refletida no BALANÇO através da redução do CAIXA (quando é pago no ato – a vista), ou mediante um aumento de uma OBRIGAÇÂO (quando a Despesa é contraída no presente para ser paga no futuro – a prazo). A Despesa pode ainda, originar-se de outras Contas do ATIVO que não seja o CAIXA. Exemplo: Salários e Ordenados INSS FGTS Aluguéis Energia Elétrica Honorários Contábeis Pro – Labore Juros Tarifas Bancárias EXERCÍCIO 5 – PAG 27 EXERCÍCIO 6 – PAG 28 EXERCÍCIO 7 – PAG 31 EXERCÍCIO 8 – PAG 33
  • 23 SITUAÇÕES LÍQUIDAS PATRIMONIAIS Os bens, direitos e obrigações que compõe o Patrimônio são avaliados em moeda. Assim somando os valores dos bens e dos direitos, teremos o total do Ativo. Da mesma forma, somando os valores das obrigações teremos o Total do Passivo. Genericamente, a diferença entre o Ativo e o Passivo do Patrimônio pode ser chamada de situação líquida, podendo o patrimônio apresentar três situações líquidas: SITUAÇÕES LÍQUIDAS PATRIMONIAIS 1ª Situação - O Ativo é maior que o Passivo, resultando em uma situação líquida ativa, também chamada de positiva, superavitária ou favorável. Nessa situação, também conhecida por Patrimônio Líquido, é que aparece o Capital. SITUAÇÕES LÍQUIDAS PATRIMONIAIS 2ª Situação - O Ativo é menor que o Passivo, onde resulta uma situação líquida passiva, também denominada negativa, deficitária ou desfavorável. Nesse caso o capital foi absorvido, havendo ainda um déficit patrimonial chamado de Passivo à Descoberto. SITUAÇÕES LÍQUIDAS PATRIMONIAIS 3ª Situação - O Ativo é igual ao Passivo, onde resulta uma situação líquida nula ou compensada, Nesse caso o Capital foi absorvido e todo o patrimônio pertence a terceiros, pois o total de bens e direitos é igual ao das obrigações. EXERCÍCIO 9 – PAG 35 REVISÃO DO 1º BIMESTRE – EXERCÍCIO 10 – PAG 38
  • 24 EXERCÍCIOS EXERCÍCIO 1 1) CLASSIFIQUE EM A) BENS, DIREITOS OU OBRIGAÇÕES. B) POSITIVO OU NEGATIVO ELEMENTOS A B ALUGUÉIS A PAGAR BANCO CONTA MOVIMENTO CAIXA APLICAÇÕES FINANCEIRAS CLIENTES DIVERSOS MARCAS E PATENTES COMPUTADOR DUPLICATAS A PAGAR DUPLICATAS A RECEBER ESTOQUES DE MERCADORIAS INSS A RECOLHER FERRAMENTAS FORNECEDORES IMÓVEIS SALÁRIOS A PAGAR IMPOSTOS A RECOLHER INSTALAÇÕES FGTS A RECOLHER MÁQUINAS DE CALCULAR MESAS PRATELEIRAS PROMISSÓRIAS A RECEBER TERRENOS VEÍCULOS 2) AINDA COM BASE NO EXERCICIO ANTERIOR, CLASSIQUE OS BENS : A) TANGIVEIS OU INTAGIVEIS B) MOVEIS OU IMOVEIS ELEMENTOS A B CAIXA MARCAS E PATENTES COMPUTADOR ESTOQUES DE MERCADORIAS FERRAMENTAS IMÓVEIS INSTALAÇÕES MÁQUINAS DE CALCULAR MESAS PRATELEIRAS TERRENOS VEÍCULOS
  • 25 EXERCÍCIO 2 1) Contabilmente PATRIMÔNIO é: a) Bens + Direitos – Obrigações b) Bens + Direitos c) Bens – Obrigações d) Bens, Direitos e Obrigações 2) Edifícios são: a) Bens Móveis b) Bens Intangíveis c) Bens Imóveis d) Direitos 3) Bens Intangíveis podem ser: a) Marcas e Imóveis b) Marcas e Patentes c) Marcas e Edifícios d) Marcas e Moveis 4) Depósito em conta bancária é um: a) Bem b) Direito c) Obrigação d) Patrimônio 5) Duplicatas a receber e Duplicatas a pagar constituem respectivamente: a) Direito e Bem b) Direito e Obrigação c) Direito e Patrimônio d) Bem e Obrigação 6) O Lado esquerdo é conhecido como o lado do: a) Bens e Direitos b) Obrigações e Direitos c) Bens e Obrigações d) Bens 7) Classifique em ATVO ou PASSIVO ELEMENTOS ELEMENTOS ALUGUÉIS A PAGAR FERRAMENTAS BANCO CONTA MOVIMENTO FORNECEDORES CAIXA IMÓVEIS APLICAÇÕES FINANCEIRAS SALÁRIOS A PAGAR CLIENTES DIVERSOS IMPOSTOS A RECOLHER MARCAS E PATENTES INSTALAÇÕES COMPUTADOR FGTS A RECOLHER DUPLICATAS A PAGAR MÁQUINAS DE CALCULAR DUPLICATAS A RECEBER MESAS ESTOQUES DE MERCADORIAS PRATELEIRAS INSS A RECOLHER PROMISSÓRIAS A RECEBER VEÍCULOS TERRENOS
  • 26 EXERCÍCIO 3 Classifique e monte o BALANÇO PATRIMONIAL com as seguintes contas: ALUGUÉIS A PAGAR MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS BANCO CONTA MOVIMENTO MÓVEIS E UTENSILIOS CAIXA PROMISSÓRIAS A RECEBER (LP) APLICAÇÕES FINANCEIRAS (CP) TERRENOS CLIENTES DIVERSOS (CP) VEÍCULOS MARCAS E PATENTES FINANCIAMENTOS A PAGAR (LP) COMPUTADOR E PERIFERICOS CAPITAL SOCIAL DUPLICATAS A PAGAR (CP) LUCROS ACUMULADOS DUPLICATAS A RECEBER (CP) HONORÁRIOS A PAGAR ESTOQUES DE MERCADORIAS ENERGIA ELETICA A PAGAR INSS A RECOLHER EMPRESTIMOS BANCARIOS A PAGAR (CP) FORNECEDORES (CP) EMPRESTIMOS BANCÁRIOS A PAGAR (LP) IMÓVEIS IMPOSTOS PARCELADOS A RECOLHER (LP) SALÁRIOS A PAGAR IMÓVEL PARA RENDA IMPOSTOS A RECOLHER EMPRESTIMOS A SÓCIOS EDIFICAÇÕES PRO-LABORE A RECOLHER FGTS A RECOLHER ATIVO PASSIVO
  • 27 EXERCÍCIO 4 Elaborar o Balanço Patrimonial completo com as seguintes contas: CONDOMINIO A PAGAR 400,00 ESTOQUES DE MERCADORIAS 25.000,00 ENERGIA ELETRICA A PAGAR 1.200,00 MARCAS E PATENTES 25.000,00 FGTS A RECOLHER 1.400,00 DUPLICATAS A RECEBER (LP) 25.000,00 INSS A RECOLHER 2.000,00 EMPRESTIMOS BANCARIOS A PAGAR (CP) 25.000,00 CAIXA GERAL 2.500,00 FINANCIAMENTOS A PAGAR (CP) 25.000,00 ALUGUEL A PAGAR 2.500,00 LUCROS ACUMULADOS 30.000,00 BANCO C/ MOVIMENTO 5.000,00 MAQUINAS E EQUIPAMENTOS 35.000,00 SALÁRIOS A PAGAR 7.500,00 IMOVEIS PARA RENDA 40.000,00 EMPRESTIMOS A SÓCIOS 8.500,00 PARCELAMENTOS DE IMPOSTOS A PAGAR(LP) 40.000,00 MOVEIS E UTENSILIOS 12.000,00 EMPRESTIMOS BANCARIOS A PAGAR (LP) 75.000,00 DUPLICATAS A RECEBER (CP) 12.500,00 FINANCIAMENTOS A PAGAR (LP) 75.000,00 FORNECEDORES A PAGAR 15.000,00 TERRENOS 100.000,00 APLICAÇÕES DE LIQUIDEZ IMEDIATA (CP) 18.500,00 EDIFICAÇÕES 120.000,00 VEICULOS 21.000,00 CAPITAL SOCIAL 150.000,00
  • 28 ATIVO PASSIVO
  • 29 EXERCÍCIO 5 1) Classifique em: 1º em contas PATRIMONIAIS ou RESULTADO; 2º em ATIVO, PASSIVO, RECEITA ou DESPESA; CONTAS 1º 2º 1 PRO-LABORE 2 FORNECEDORES A PAGAR 3 TERRENOS 4 SALARIOS A PAGAR 5 VENDA DE MERCADORIAS 6 DUPLICATAS A RECEBER 7 TARIFAS BANCÁRIAS 8 CAPITAL SOCIAL 9 ESTOQUE DE MERCADORIAS 10 EDIFICAÇÕES 11 JUROS PASSIVOS 12 ENERGIA ELETRICA 13 RECEITAS S/ APLICAÇÕES FINANCEIRAS 14 EMPRÉSTIMOS BANCARIOS A PAGAR 15 LUCROS ACUMULADOS 16 BANCO C/MOVIMENTO 17 FGTS A RECOLHER 18 INSS A RECOLHER 19 VEICULOS 20 ALUGUÉIS 21 AGUA E SANEAMENTO 22 MARCAS E PATENTES 23 MÓVEIS E INSTALAÇÕES 24 HONORÁRIOS CONTABEIS 25 TELEFONE A PAGAR 26 CLIENTES 27 ENERGIA ELETRICA A PAGAR 28 ALUGUEIS A PAGAR 29 HONORÁRIOS A PAGAR 30 PREJUÍZOS ACUMULADOS 31 IMPOSTOS A RECOLHER 32 SALÁRIOS E ORDENADOS 34 IMPOSTOS 35 FGTS 35 APLICAÇÕES FINANCEIRAS (CP) 36 CAIXA 37 MAQUINAS E EQUIPAMENTOS 38 TELEFONE 39 PRO-LABORE A PAGAR 40 TITULOS A PAGAR 41 AGUA A PAGAR 42 PROMISSÓRIAS A RECEBER
  • 30 EXERCÍCIO 6 1) Classifique em: 1º em contas PATRIMONIAIS (P) ou RESULTADO (R); 2º em ATIVO (A), PASSIVO (P), RECEITA (R) ou DESPESA (D); 3º as contas Patrimoniais, em ATIVO CIRCULANTE (AC), ATIVO NÃO CIRCULANTE (ANC), PASSIVO CIRCULANTE (PC), PASSIVO NÃO CIRCULATE (PNC) OU PATRIMONIO LIQUIDO (PL) CONTAS 1º 2º 3º 1 AGUA A PAGAR 2 AGUA E SANEAMENTO 3 ALUGUÉIS 4 ALUGUEIS A PAGAR 5 APLICAÇÕES FINANCEIRAS (CP) 6 APLICAÇÕES FINANCEIRAS (LP) 7 BANCO C/MOVIMENTO 8 CAIXA 9 CAPITAL SOCIAL 10 COMPUTADORES E PERIFERICOS 11 DUPLICATAS A RECEBER (CP) 12 DUPLICATAS A RECEBER (LP) 13 EDIFICAÇÕES 14 EMPRÉSTIMOS BANCARIOS A PAGAR (CP) 15 EMPRÉSTIMOS BANCARIOS A PAGAR (LP) 16 ENERGIA ELETRICA 17 ENERGIA ELETRICA A PAGAR 18 ESTOQUE DE MERCADORIAS 19 FGTS 20 FGTS A RECOLHER 21 FORNECEDORES A PAGAR 22 HONORÁRIOS A PAGAR 23 HONORÁRIOS CONTABEIS 24 IMÓVEIS PARA RENDA 25 IMPOSTOS 26 IMPOSTOS A RECOLHER 27 IMPOSTOS A RECOLHER (LP) 28 INSS A RECOLHER 29 JUROS PASSIVOS 30 LUCROS ACUMULADOS 31 MAQUINAS E EQUIPAMENTOS 32 MARCAS E PATENTES 33 MÓVEIS E INSTALAÇÕES 34 PREJUÍZOS ACUMULADOS 35 PRO-LABORE 36 PRO-LABORE A PAGAR 37 PROMISSÓRIAS A RECEBER 38 RECEITAS S/ APLICAÇÕES FINANCEIRAS 39 SALARIOS A PAGAR 40 SALÁRIOS E ORDENADOS
  • 31 41 TARIFAS BANCÁRIAS 42 TELEFONE 43 TELEFONE A PAGAR 44 TERRENOS 45 TITULOS A PAGAR (CP) 46 TITULOS A PAGAR (LP) 47 TITULOS A RECEBER (CP) 48 TITULOS A RECEBER (LP) 49 VEICULOS 50 VENDA DE MERCADORIAS 2) Indique a alternativa com contas do ATIVO CIRCULANTE: a) Caixa, Estoque, Duplicatas a Receber e Imóveis; b) Fornecedores, Caixa, Bancos e Estoques; c) Caixa, Bancos, Duplicatas a Receber e Estoque; d) Estoques, Empréstimos a sócios, Salários a Pagar e Capital 3) O ATIVO NÃO CIRCULANTE subdivide-se em: a) Investimentos, Imóvel, Intangível e Duplicatas a Receber; b) Realizável a Longo Prazo, Investimentos, Imobilizado e Intangível; c) Investimento, Imobilizado, Imóvel e Intangível; d) Investimento, Imobilizado, Intangível e Patrimônio Liquido; 4) Elaborar o Balanço Patrimonial completo com as seguintes contas: ALUGUEL A PAGAR 4.000,00 APLICAÇÕES (CP) 25.000,00 BANCOS 12.000,00 CAIXA 5.000,00 CAPITAL SOCIAL 200.000,00 EMPRESTIMOS A SÓCIOS 5.000,00 EMPRESTIMOS BANCARIOS A PAGAR (CP) 9.000,00 EMPRESTIMOS BANCARIOS A PAGAR (LP) 50.000,00 ENERGIA ELETRICA A PAGAR 3.000,00 ESTOQUES 15.000,00 FGTS A RECOLHER 4.500,00 FINANCIAMENTOS (CP) 24.000,00 FINANCIAMENTOS (LP) 75.000,00 FORNECEDORES 12.000,00 IMOVEIS 150.000,00 IMOVEIS PARA RENDA 50.000,00 INSS A RECOLHER 5.500,00 LUCROS ACUMULADOS 28.000,00 MAQUINAS E EQUIPAMENTOS 40.000,00 MARCAS E PATENTES 40.000,00 MOVEIS E UTENSILIOS 8.000,00 PARCELAMENTOS DE IMPOSTOS (LP) 20.000,00 SALÁRIOS A PAGAR 25.000,00 TERRENOS 90.000,00 TITULOS A RECEBER (LP) 5.000,00 VEICULOS 15.000,00
  • 32 ATIVO PASSIVO
  • 33 EXERCÍCIO 7 1) Elaborar a Demonstração do Resultado do Exercício: AGUA E SANEAMENTO 500,00 ALUGUEL 2.500,00 CUSTO DAS MERCADORIAS VENDIDAS 15.000,00 CUSTO DOS PRODUTOS VENDIDOS 10.000,00 CUSTO DOS SERVIÇOS PRESTADOS 5.000,00 ENERGIA ELÉTRICA 3.500,00 HONORÁRIOS CONTÁBEIS 1.500,00 ICMS S/ VENDA 2.000,00 IPI S/ VENDA 3.000,00 ISS S/ VENDA 1.000,00 PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS 10.000,00 PRÓ-LABORE 6.000,00 SALÁRIOS E ORDENADOS (ADM) 10.000,00 SALÁRIOS E ORDENADOS (VENDAS) 10.000,00 VENDA DE MERCADORIAS 50.000,00 VENDA DE PRODUTOS 20.000,00 DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO RECEITA BRUTA (-) DEDUÇÕES RECEITA LIQUIDA CUSTO DAS VENDAS LUCRO BRUTO DESPESAS OPERACIONAIS DESPESAS C/ VENDAS DESPESAS ADM ________________ OPERACIONAL
  • 34 2) Elaborar a Demonstração do Resultado do Exercício: AGUA E SANEAMENTO 1.000,00 ALUGUEL 4.500,00 CUSTO DAS MERCADORIAS VENDIDAS 15.000,00 CUSTO DOS PRODUTOS VENDIDOS 1.000,00 CUSTO DOS SERVIÇOS PRESTADOS 3.500,00 ENERGIA ELÉTRICA 5.000,00 HONORÁRIOS CONTÁBEIS 2.000,00 ICMS S/ VENDA 2.500,00 IPI S/ VENDA 3.500,00 ISS S/ VENDA 1.500,00 PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS 5.000,00 PRÓ -LABORE 10.000,00 SALÁRIOS E ORDENADOS (ADM) 1.000,00 SALÁRIOS E ORDENADOS (VENDAS) 15.000,00 VENDA DE MERCADORIAS 50.000,00 VENDA DE PRODUTOS 10.000,00 DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO RECEITA BRUTA (-) DEDUÇÕES RECEITA LIQUIDA CUSTO DAS VENDAS LUCRO BRUTO DESPESAS OPERACIONAIS DESPESAS C/ VENDAS DESPESAS ADM ________________ OPERACIONAL
  • 35 EXERCÍCIO 8 1) Elaborar o Balanço Patrimonial e Demonstração do Resultado do Exercício, conforme as contas abaixo: AGUA E SANEAMENTO 500,00 AGUA E SANEAMENTO A PAGAR 500,00 ALUGUEL 2.500,00 ALUGUEL A PAGAR 2.500,00 APLICAÇÕES (CP) 18.500,00 BANCOS CONTA MOVIMENTO 5.000,00 CAIXA 2.500,00 CAPITAL SOCIAL 150.000,00 CUSTO DAS MERCADORIAS VENDIDAS 15.000,00 DUPLICATAS A RECEBER (CP) 12.500,00 DUPLICATAS A RECEBER (LP) 25.000,00 EDIFICAÇÕES 120.000,00 EMPRESTIMOS A SÓCIOS 8.500,00 EMPRESTIMOS BANCARIOS A PAGAR (CP) 25.000,00 EMPRESTIMOS BANCARIOS A PAGAR (LP) 75.000,00 ENERGIA ELÉTRICA 3.500,00 ENERGIA ELETRICA A PAGAR 3.500,00 ESTOQUES DE MERCADORIAS 25.000,00 FGTS (ADM) 500,00 FGTS (VENDAS) 700,00 FGTS A RECOLHER 1.200,00 FINANCIAMENTOS A PAGAR (LP) 75.000,00 FINANCIAMENTOS A PAGAR (CP) 25.000,00 FORNECEDORES A PAGAR 15.000,00 HONORÁRIOS CONTÁBEIS 1.500,00 HONORÁRIOS CONTÁBEIS A PAGAR 1.500,00 ICMS A RECOLHER 2.000,00 ICMS S/ VENDA 2.000,00 IMOVEIS PARA RENDA 40.000,00 INSS (ADM) 800,00 INSS (VENDAS) 1.200,00 INSS A RECOLHER 2.000,00 LUCROS ACUMULADOS 10.800,00 MAQUINAS E EQUIPAMENTOS 35.000,00 MARCAS E PATENTES 25.000,00 MOVEIS E UTENSILIOS 12.000,00 PARCELAMENTOS DE IMPOSTOS A PAGAR (LP) 40.000,00 PRÓ-LABORE 6.000,00 PRO-LABORE A PAGAR 6.000,00 SALÁRIOS A PAGAR 15.000,00 SALÁRIOS E ORDENADOS (ADM) 6.250,00 SALÁRIOS E ORDENADOS (VENDAS) 8.750,00 TERRENOS 100.000,00 VEICULOS 21.000,00 VENDA DE MERCADORIAS 60.000,00
  • 36 BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO PASSIVO DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO
  • 37 EXERCÍCIO 9 Com no mínimo 10 contas, apresente o Balanço Patrimonial com as seguintes situações: • Situação Patrimonial Positiva ATIVO PASSIVO TOTAL DO ATIVO TOTAL DO PASSIVO
  • 38 • Situação Patrimonial Negativa ATIVO PASSIVO TOTAL DO ATIVO TOTAL DO PASSIVO
  • 39 • Situação Patrimonial Neutra ATIVO PASSIVO TOTAL DO ATIVO TOTAL DO PASSIVO
  • 40 REVISÃO DO 1º BIMESTRE – EXERCÍCIO 10 1) Quais são as Principais Demonstrações Contábeis? R: __________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________ 2) Qual a importância do Balanço Patrimonial como relatório contábil? R: __________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________ 3) Conceitue o que é ATIVO e o que é PASSIVO. R: __________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________ 4) O que representa o Patrimônio Liquido? R: __________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________ 5) Cite a principal Origem de Recursos. R: __________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________ 6) Cite 5 contas do ATIVO. R: __________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________ 7) Cite 5 contas do PASSIVO. R: __________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________ 8) Conceitue RECEITA e DESPESA. R: __________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________ 9) Diferencie PATRIMÔNIO e PATRIMÔNIO LÍQUIDO. R: __________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________
  • 41 ____________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________ 10) Apresente uma situação, utilizando no mínimo 10 contas, em que a Situação Liquida Patrimonial seria positiva. ATIVO PASSIVO TOTAL DO ATIVO TOTAL DO PASSIVO
  • 42 11) Apresente uma situação, utilizando no mínimo 10 contas, em que a Situação Liquida Patrimonial seria negativa. ATIVO PASSIVO TOTAL DO ATIVO TOTAL DO PASSIVO
  • 43 12) Apresente uma situação, utilizando no mínimo 10 contas, em que a Situação Liquida Patrimonial seria nula. ATIVO PASSIVO TOTAL DO ATIVO TOTAL DO PASSIVO
  • 44 13) Elaborar o Balanço Patrimonial, com toda a estrutura correta e Demonstração do Resultado do Exercício, conforme as contas abaixo: AGUA E SANEAMENTO 1.000,00 FORNECEDORES A PAGAR 25.000,00 AGUA E SANEAMENTO A PAGAR 1.000,00 HONORÁRIOS CONTÁBEIS 2.000,00 ALUGUEL 3.000,00 HONORÁRIOS CONTÁBEIS A PAGAR 2.000,00 ALUGUEL A PAGAR 3.000,00 ICMS A RECOLHER 5.000,00 APLICAÇÕES (CP) 20.000,00 ICMS S/ VENDA 5.000,00 BANCOS C/ MOVIMENTO 6.500,00 IMOVEIS PARA RENDA 55.000,00 CAIXA 3.000,00 INSS (ADM) 1.500,00 CAPITAL SOCIAL 200.000,00 INSS (VENDAS) 1.200,00 CUSTO DAS MERCADORIAS VENDIDAS 25.000,00 INSS A RECOLHER 2.700,00 DUPLICATAS A RECEBER (CP) 18.500,00 LUCROS ACUMULADOS 4.100,00 DUPLICATAS A RECEBER (LP) 30.000,00 MAQUINAS E EQUIPAMENTOS 45.000,00 EDIFICAÇÕES 100.000,00 MARCAS E PATENTES 20.000,00 EMPRESTIMOS A SÓCIOS 5.500,00 MOVEIS E UTENSILIOS 15.000,00 EMPRESTIMOS BANCARIOS A PAGAR (CP) 20.000,00 PARCELAMENTOS DE IMPOSTOS A PAGAR (LP) 50.000,00 EMPRESTIMOS BANCARIOS A PAGAR (LP) 60.000,00 PRÓ-LABORE 10.000,00 ENERGIA ELÉTRICA 5.000,00 PRO-LABORE A PAGAR 10.000,00 ENERGIA ELETRICA A PAGAR 5.000,00 SALÁRIOS A PAGAR 20.000,00 ESTOQUES DE MERCADORIAS 20.000,00 SALÁRIOS E ORDENADOS (ADM) 12.000,00 FGTS (ADM) 1.200,00 SALÁRIOS E ORDENADOS (VENDAS) 8.000,00 FGTS (VENDAS) 1.000,00 TERRENOS 100.000,00 FGTS A RECOLHER 2.200,00 VEICULOS 40.000,00 FINANCIAMENTOS A PAGAR (LP) 50.000,00 COMPUTADORES E PERIFERICOS 6.500,00 FINANCIAMENTOS A PAGAR (CP) 25.000,00 VENDA DE MERCADORIAS 80.000,00 DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO
  • 45 BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO PASSIVO TOTAL DO ATIVO TOTAL DO PASSIVO
  • 46 BIBLIOGRAFIA IUDÍCIBUS, Sergio de, MARION, José Carlos. Introdução à Teoria da Contabilidade. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2008. MARION, José Carlos. Contabilidade Básica. 8. ed. São Paulo: Atlas, 2006. RIBEIRO, Osni Moura. Contabilidade Básica. São Paulo: Saraiva, 2009.