Uploaded on

 

More in: Technology , Business
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
202
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
10
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. REGIÃO SUL Os hábitos e costumes populares foram herdados de origem de quatro correntes primárias: a portuguesa, a alemã, a italiana e a ucraniana-polonesa. Houve ainda influencia carregadas por correntes imigratórias secundárias de holandeses, belgas, sírios-libaneses, ingleses e japoneses. Foram tantos os povos, tantas as influencias e os temperos, que muita gente nega autenticidade à cozinha do Paraná e de Santa Catarina. No Paraná encontramos o autentico barreado, prato que não se encontra em nenhuma outra região. Em Santa Catarina os pescados e frutos do mar é de uma abundancia que é invejável, a tainha na telha já é prato típico. No Rio Grande do Sul os cafés coloniais, o famoso galeto com polenta e vinho, arroz de carreteiro e o tradicional chimarrão, tudo depende da colonização, se for alemã ou italiana. Sem esquecer dos tradicionais doces de Pelotas de origem portuguesa. Cuca de maçã (Santa Catarina) Ingredientes: 4 claras em neve 4 gemas 2 e ½ xícaras de açúcar 6 colheres de sopa de manteiga 3 xícaras de farinha de trigo ½ xícara de leite 1 xícara de maisena 1 colher de sopa de fermento em pó 1 cálice de conhaque 600g de maçã ácida (fuji) 1 colher de sopa de canela em pó 1 pitada de sal Modo de preparo: Bata as claras em neve e reserve; Bata as gemas com o açúcar, metade da manteiga até ficar bem cremoso; Acrescente alternadamente, na mão, a farinha, o leite, a maisena o fermento e o conhaque; Adicione as claras em neve e o sal; Unte uma assadeira com manteiga e farinha e coloque metade da massa; Cubra com a maçã e coloque o restante da massa;
  • 2. Faça uma “farofa” com 10 colheres de sopa de farinha, a canela em pó uma pitada de sal, 6 colheres de sopa de açúcar e a manteiga, mexendo com as mãos; Lingüiça Ensopada com Abóbora Moranga (Paraná) Ingredientes: Lingüiça – 500 g Cebola picada – 200g Abóbora moranga, descascada, em cubos – 500 g Óleo - 80 ml Água – 150 ml Sal - QB Modo de fazer: 1. Corte a lingüiça em fatias e frite; 2. Adicione a cebola picada e a abóbora, coloque a água e o sal; 3. Cozinhe até a abóbora ficar macia. Arroz de Carreteiro (Paraná ao Rio Grande do Sul) Ingredientes: Charque – 150 g Cebola – 50g Óleo - 15 ml Água - QB Arroz - 100 g Alho picado – 1/2 dente Modo de fazer: 1. Corte o charque em pequenos cubos, ou lascas e ferva para retirar o sal. 2. Sue a cebola e o alho; acrescente o arroz, lavado e escorrido, e o charque, mexendo; 3. Cubra com água até aproximadamente 3 dedos acima do arroz e cozinhe; Opção: Sirva acompanhado de feijão mexido (preparação que se refere ao feijão engrossando com farinha de mandioca, como o tutu). Vaca Atolada (Rio Grande do Sul) Ingredientes: 2 kg de mandioca cascada e picada 4 tomates 3 cebolas
  • 3. cheiro verde a vontade 3 caldo de costela 1 kg e meio de costela de boi cozida pimenta a gosto 1 colher de sopa de colorau tempero a gosto Modo de Preparo Afogue a mandioca e deixe cozinhar Quando já estiver macia acrescente o tomate picado, a cebola, o caldo de costela e deixe cozinhar mais um pouco Acrescentar a costela de boi, deixar apurar mais um pouco e sirva com cheiro verde e a pimenta de sua preferência Caldo de costela Ossos da costela 1 cenoura 2 folhas de louro 1 dente de alho 5 Pimenta em grão 1 cebola Modo de preparo Tostar os ossos de costela. Picar a cenoura e a cebola em brunoise. Em uma panela funda colocar todos as ingredientes e cobrir com água fria, deixar cozinhar por aproximadamente 2 horas em fogo baixo. O caldo não deve levantar fervura.