Your SlideShare is downloading. ×
Comer Fruta à Noite Engorda
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Comer Fruta à Noite Engorda

50,024
views

Published on

Published in: Travel, Business

0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
50,024
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
32
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Mito ou verdade: comer fruta à noite engorda? Menos calóricas, as frutas sempre foram uma das opções preferidas quando perder uns quilinhos se torna um assunto de urgência. Acontece que a "troca" de uma refeição equilibrada por uma deliciosa maçã, por exemplo, pode ser um tiro pela culatra. Assim como qualquer outro alimento, cada fruta possui uma quantidade certa de calorias e se consumida em exagero pode também engordar, independente do horário. "No período da noite, enquanto dormimos, o gasto calórico diminui", comenta a nutricionista Samantha Rhein. Essa diminuição, devido ao estado basal do organismo, é a vilã de quem adora comer pouco tempo antes de se deitar para dormir. Isso significa que se você trocar aquele lanche natural de todas as noites por algumas fatias de abacaxi esperando emagrecer, você pode estar trocando seis por meia dúzia. "Não se pode dizer que frutas não engordam. O que vale é a quantidade que se come e seu valor calórico", explica a nutricionista Débora Rocha. Comer fatias e fatias de melão poucas horas antes de dormir, por exemplo, pode ter o mesmo efeito do que a ingestão de um alimento de outro grupo qualquer - como pães e bolos. Mesmo sendo uma fruta com pouca taxa calórica (130g tem, aproximadamente, 30 calorias), se consumida em excesso ela pode engordar tanto quanto uma porção de doces. Mas a ingestão de frutas deve ser algo rotineiro no cardápio de qualquer pessoa. Além de serem fontes de vitaminas, minerais e antioxidantes, elas ainda possuem pouca gordura, são de fácil digestão e proporcionam sensação de saciedade. "A fruta possui grande quantidade de fibra. Quando se faz o suco dessa fruta, no entando, a capacidade saciadora se perde, porque o suco não possui a quantidade de fibras da fruta in natura", comenta Samantha. Segundo Fernanda Pisciolaro, nutricionista da Faculdade de Medicina de São Paulo, o ideal é que se coma de três a cinco porções de frutas por dia. "Não há problema em consumir a fruta à noite. Só deve se atentar para que essa fruta não seja consumida muito próxima da hora de dormir. Procure que seja, no mínimo, duas horas antes de deitar", finaliza.
  • 2. Frutas com baixo valor calórico: - Maçã - Pêra - Abacaxi - Limão - Caju - Kiwi Frutas com valor calórico mais elevado: - Banana nanica - Laranja - Abacate - Coco - Açaí - Jaca Comer rápido engorda? Não é exatamente o fato de comer rápido que engorda. São as conseqüências desse ato que levam você a se descontrolar e esse descontrole é que acaba por engordar. Não é necessário que você mastigue eternamente os alimentos que põe na boca. A mastigação é ótima para a sua saúde, torna a digestão mais fácil e evita a sensação de má digestão. Mas, você não precisa ficar preocupada em não perder a conta das vezes mastigou a comida. Basta que você entenda que importante comer devagar e porquê. Comendo calma e lentamente você saboreia melhor os alimentos e leva o mesmo tempo para se saciar, só que comendo a metade. A princípio você pode pensar que não vai conseguir. É natural. Durante a refeição a gente acaba se esquecendo disso e quando percebe já devorou tudo rapidinho. Então, guarde esses três segredinhos:
  • 3. - leve pequenas quantidades de alimento à boca; - não se distraia com outras atividades enquanto estiver se alimentando; - faça um intervalo mais ou menos na metade da sua refeição. Introduzindo esses três detalhes aos seus hábitos à hora das refeições, você conseguirá dar início ao processo mais importante para o emagrecimento - a reeducação alimentar. Afinal, reeducação alimentar não é apenas a mudança da quantidade e dos alimentos que você come. A sua postura é muito importante nesse processo. Você deve procurar se alimentar em ambientes e situações que permitam que você se concentre na sua refeição. Evite ler, assistir TV ou conversar ao telefone nesses horários. Só assim você vai prestar atenção na quantidade que come, no sabor e na mastigação dos alimentos, principalmente quando seu estado emocional estiver alterado, porque nessas circunstâncias a tendência natural é comer mais rápido e maiores quantidades. Enfim, quando você come rápido, não presta atenção nos alimentos que ingere, engole quase tudo inteiro, demora muito mais para ficar satisfeita e por isso come mais. Aí, você engorda. Então, procure usar os três segredinhos acima e veja que será muito mais fácil controlar a sua alimentação e emagrecer. Café: dose diária de beleza O café é causador de grande polêmica, principalmente quando falamos de saúde. Mas a grande verdade é que o café vem sendo citado em várias pesquisas como um grande aliado na prevenção de várias doenças, como o diabetes, a enxaqueca, entre outros.
  • 4. O que é prejudicial, segundo as pesquisas, são os excessos. E quando falamos em excesso, tudo pode ser perigoso para a saúde, não somente o café. A bebida mais popular do mundo, além de aquecer no inverno, refrescar no verão e ter participado como a mais importante fonte de renda da história de vários países, como a Arábia e o Brasil, agora ganha a versão cosmética. Quem diria? Café para ficar sempre jovem e bonita! O Coffe Skin, desenvolvido após anos de pesquisa, é um potente ativo no combate ao envelhecimento facial. Há quem pense que o café contém apenas ou somente cafeína. Grande engano. O café é rico em minerais como o Zinco, o Ferro, o Cálcio, entre outros, e em aminoácidos e vitaminas, importantes para o metabolismo celular. Suas propriedades antioxidantes são, comprovadamente, três vezes mais potentes que as do chá verde. É rico em polifenóis e bioflavonóides, que normalizam as funções celulares, protegendo e tratando intensivamente o foto e o cronoenvelhecimento. O Coffe Skin oferece � pele ação antiede-ma e drenante, podendo ser utilizado no tratamento de olheiras e bolsas, provenientes do cansaço e de noites maldormidas. Protege a degradação do colágeno e do DNA epitelial, combatendo a ação dos radicais livres. O Coffe Skin oferece ótimos resultados no tratamento pós-procedimentos cirúrgicos, co-mo descongestionante e antiinflamatório, graças � cafeína vetorizada (penetração percutâ-nea controlada) presente em sua composição. E então, que tal um cafezinho na sua rotina diária de beleza? Fale com a nossa equipe e tire todas as suas dúvidas sobre os efeitos positivos que o Coffe Skin oferece a sua pele.
  • 5. Tome bastante água, durma pelo menos 8 horas, faça algum tipo de atividade física e consulte sempre seu dermatologista de confiança. Por que as mulheres amam chocolate? A tese já está comprovada: mulheres são loucas por chocolate. Ao leite, branco, crocante, amargo, maio-amargo, com avelã, trufado, com morango, enfim, não importa o tipo, o fato é que amamos o chocolate! Por isso que a Páscoa é tão bem-vinda. O coelhinho que nos perdoe, mas a estrela da Páscoa é mesmo o chocolate! Muito bem, mas então poderíamos ficar o ano inteiro sem comer um bombonzinho e só desfrutar dessa delícia na época da Páscoa? Óbvio que não. Mulheres querem chocolate quando brigam com o namorado, quando discutem com os pais, quando estão na TPM, quando estão com problemas profissionais, quando querem ser mais felizes, quando querem que o tempo passe mais rápido, quando estão morrendo de ansiedade pra aquela festa, enfim, queremos chocolate na riqueza e na pobreza, na saúde e na doença, até que a morte nos separe. A grande questão é: Por que as mulheres amam chocolate? “A serotonina é um neurotransmissor capaz de regular o sono, o humor e até o padrão alimentar.Os homens congeuem sintetizar a serotonina mais rapidamente do que as mulheres e são capazes de armazenar o dobro, por isso se controlam antes de atacar um chocolate. Já as mulheres, principalmente na TPM, têm queda na taxa de estrogênio e a elevação dos níveis de progesterona está associada também, � diminuição da serotonina (o chamado hormônio da felicidade). Como não há nenhum alimento capaz de aumentar mais a serotonina do que chocolates e doces, fica claro o porquê
  • 6. das mulheres precisarem de um chocolatinho de vez em quando”, explica Alessandra Rascovski, endocrinologista especializada em TPM. Por isso é que quando vamos � restaurantes por quilo, quase sempre há aquela fila básica de mulheres na sessão de sobremesas. Parece até liquidação de vestido. E agora com a tendência da moda, tudo se complica ainda mais. Roupas nas cores de chocolate, maquiagens que têm os tons, a textura e até o cheiro de chocolate, escova de chocolate para as madeixas, esmalte que tem aquele brilho de chocolate, shampoos com cacau e ativos do chocolate. Enfim, é tudo chocolate. � “O chocolate nos dá a mesma sensação de estarmos apaixonadas. Quando estamos deprimidas e ingerimos o chocolate, ele nos proporciona paz, calma e equilibra novamente a nossa serotonina, atenuando a depressão e a ansiedade feminina. Fora que também é uma fonte de prazer rápida. Só de nos presentearmos já é um carinho que nos oferecemos”, afirma a nutróloga Daniela Hueb, que diz que a explicação pela obsessão feminina pelo chocolate está na oscilação constante de seu ciclo hormonal. Esse quase Don Juan, além de nos deixar com aquela sensação de bem estar constante, traz benefícios a nossa saúde. Interessou? Então olha só. Ele previne depressão, anemias carenciais, melhora o colesterol bom (HDL), é responsável pela formação de alguns hormônios benéficos, fortalece a resistência imunológica e melhora cabelos e unhas. “Nutricionalmente falando o melhor tipo de chocolate é o meio amargo. Ele é mais rico em cacau do que as outras versões, contém vitaminas do complexo B, polifenóis que são anti-envelhecedores e fortalecem a imunidade. O cacau também previne anemia e auxilia na prevenção da depressão”, afirma Daniela. Mas como ninguém é perfeito, nem mesmo Don Juan, o chocolate também tem seus defeitinhos. Vejamos. “Em excesso, pode ser um dos fatores causadores da obesidade, e como conseqüências, excesso de gordura corporal, triglicérides e colesterol elevado, pressão arterial elevada e até diabetes. É contra-indicado para enxaquecas e auxilia na formação de cáries e gastrite”, explica a nutróloga Daniela Hueb.
  • 7. A boa notícia é que é possível comer chocolate todo dia. Não, não estamos brincando. Segundo Daniela Hueb, isso é possível desde que a pessoa diminua o carboidrato em outra refeição, como no jantar, por exemplo. “A quantidade seria um bombom Alpino ou um bombom Sonho de Valsa”, afirma Daniela. Todavia, é Páscoa! Ninguém normal vai comer só um bombom. Então como fazer para não comer demais e nem se arrepender por não ter comido um pedacinho daquele ovo de Páscoa? “Se você está priorizando dieta de restrição calórica, 50g de chocolate convém ser consumido diariamente (o equivalente a uma barra de suflair, ou seja, 250 calorias aproximadamente). Agora, se está priorizando dieta de restrição de carboidrato, 10g são o suficiente (o equivalente a um bombom alpino ou um sonho de valsa, aproximadamente). Dar preferência ás versões light. As versões diet são isentas de açúcar, porém com muito mais gordura, sendo assim mais calóricos. Estes são indicados apenas para diabéticos”, explica Daniela. A tabelinha pode ajudar. Calorias (em 100 gramas) : - Chocolate crocante: 553 calorias - Chocolate branco: 550 calorias - Chocolate ao leite: 540 calorias - Chocolate amargo: 537 calorias Dicas para eliminar calorias (equivalente a 100 gramas): -Caminhada: 89 minutos a 5 km/h -Corrida: 57 minutos a 5km/h -Nadando: 60 minutos em velocidade média -Hidroginástica: 48 minutos em intensidade média. Agora que você entendeu as origens desse seu amor nada platônico pelo chocolate, abra seu coração nessa Páscoa e diga: sim, eu aceito. E que sejam felizes para sempre! Você tem o colesterol alto? Então, fique de olho nessas dicas
  • 8. 1. A ingestão de leite integral e seus derivados deve ser evitada. Se você gosta de queijos, prefira os menos gordurosos, como ricota ou frescal 2. Coma mais peixe e carne de aves 3. Reduza o consumo de carne vermelha 4. Procure não comer biscoitos amanteigados, croissants, folhados, sorvetes cremosos, embutidos em geral (lingüiça salsicha e frios), carnes vermelhas gordurosas, carne de porco (bacon, torresmos), vísceras (fígado, miolo, miúdos) 6. Troque as frituras pelo assado 7. Evite receitas que usem muito óleo 8. Substitua os molhos calóricos, como maionese e cremes. Dê preferência ao iogurte diet, sucos de tomate e mostarda. Coma mais saladas e viva melhor Alimentos constituídos sobretudo de vegetais, as saladas têm uma papel especial no tratamento da obesidade e também são indicadas para complementar uma dieta em geral. As folhas verdes e os vegetais são pobres em calorias e podem ser consumidas em quantidades suficientes para saciar o apetite. E com uma grande vantagem: não contribuem para o aumento de peso. Além disso, são ricas em fibras, vitaminas e sais minerais importantes que o funcionamento correto do organismo. Alimentação x Barriga A parte que mais incomoda as pessoas que estão em fase de emagrecimento é a famosa barriguinha. Por mais que se faça, ela sempre está ali atrapalhando. Muito pode ser feito para modelar o abdômen, porém devemos estar cientes que somente exercícios não resolvem muita coisa, pois eles não servem para perder barriga e sim para fortalecer a musculatura abdominal. Deixam intacta a camada de gordura à frente. Portanto, não adianta fazer exercícios abdominais o dia inteiro que
  • 9. sua barriga não sumirá. Os principais vilões da barriga são: bebidas alcoólicas, deitar após as refeições, doces e frituras em excesso, além do sedentarismo. A ingestão excessiva de alimentos e líquidos em porções exageradas e tornar essa prática um hábito, também é prejudicial, pois resulta no aumento do estômago o que o torna incapaz de armazenar uma quantidade insuficiente de alimentos fazendo com que não se sinta saciado. Parte do que ingerimos é absorvido pelo organismo, outra parte é excretado e outra é armazenada, esta última é geralmente o material que se transformará em gordura e ficará localizado na região abdominal. Outro fator que faz com que apareça a barriga, é o mau funcionamento intestinal. Para diminuir o volume do estômago e queimar as gordurinhas indesejáveis, é necessária uma reeducação alimentar, composta por 5 a 6 refeições fracionadas em pequenas porções, além de associada aos exercícios físicos aeróbicos de 3 a 4 vezes por semana por um período de 40 minutos. No caso intestinal, deve ser acrescentada maior quantidade de alimentos fibrosos na alimentação e maior ingestão diária de líquidos, no mínimo 2 litros. Várias refeições diárias também contribuem para o melhor funcionamento do intestino, uma vez que através delas o estímulo da função intestinal torna-se constante. É necessário evitar alimentos causadores de gases (feijões, brócolis e couve-flor). Comendo após as 18h O que comer à noite para não burlar a dieta? Dicas que lhe ajudarão a manter a forma. 1- Ficar sem jantar me ajudará a eliminar peso?
  • 10. O jantar é uma refeição indispensável, é um erro deixar de realizá-la pensando em eliminar peso. É importante comer de forma balanceada nas refeições principais, que são: café da manhã, almoço e janta. Para que o jantar esteja equilibrado é necessário ter um alimento de cada grupo alimentar, ou seja, deve conter no prato: cereais, leguminosas, carne, verduras, legumes e frutas. Sempre na quantidade certa, aliás, este é o segredo para manter o peso saudável. Não deixe de acrescentar ao seu prato alimentos ricos em fibras (alimentos integrais), que possuem baixo índice glicêmico e dão uma sensação de saciedade maior, evitando a fome alguns minutos depois do jantar. 2- Posso comer carboidratos após as 18h? O carboidrato é um nutriente essencial que deve estar presente em todas as refeições. De acordo com a recomendação, de 50 a 60% das calorias diárias consumidas devem ser provenientes dos carboidratos. Muitos comentam que depois das 18h, não se pode ingeri-los, o que é um mito. Não há nenhuma comprovação de que isso seja benéfico ao organismo. Deve-se sim consumir alimentos que possuam carboidratos, desde que seja em quantidade adequada, mas podemos trocá-los: ao invés de comermos carboidratos de fontes simples, por que não darmos preferência aos carboidratos integrais, como massas, pães e arroz integrais? 3- Tenho muita vontade de comer à noite. Como posso controlar isso? Algumas pessoas reclamam que não conseguem fazer dietas por sentirem muita fome à noite. Controlam a alimentação o dia todo, mas quando chega a noite, colocam tudo a perder. O descontrole envolve sempre alimentos mais calóricos. Por que isso acontece? Diversos são os motivos, talvez seja porque não foram realizadas todas as refeições durante o dia e à noite, consequentemente, a fome vem à tona. Por exemplo, o fato de não realizar o café da manhã, que é uma refeição importante, pode fazer com que a pessoa, mesmo inconscientemente, recompense durante a noite. Outro provável motivo se deve ao fato de que à noite, em casa, relaxando, o pensamento pode ser mais direcionado à comida, coisa que não ocorre durante o dia, devido às tarefas frequentes. O importante é tentar identificar o motivo e mudar a situação aos poucos. Realize todas as refeições diárias (de 5 a 6) e procure se distrair quando surgir aquela
  • 11. vontade de comer um docinho. Vá ler um livro, escutar uma música, brincar com as crianças, passear com o cachorro, enfim, vale de tudo para evitar comer em excesso. TOQUE LIGHT Se você sairá à noite, não deixe de jantar. Se você for para uma festa, onde sabe que comerá, antes de sair de casa coma uma salada, barra de cereal, fruta ou algo que alimente para que você não chegue na festa com fome e não corra o risco de exagerar nas porções. Procure jantar até as 21h, para que haja tempo para a digestão antes de dormir. Dormir com o estômago cheio pode provocar desconfortos (refluxos e azias) e prejuízo ao seu sono, porque o metabolismo torna-se mais lento durante a noite. Por isso, não exagere na quantidade e evite alimentos gordurosos. Lembre-se que a digestão lenta poderá causar um sono agitado e até pesadelos, então pegue leve na comida, durma bem e bons sonhos