Your SlideShare is downloading. ×
Segurança na internet
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Segurança na internet

493
views

Published on

Published in: Technology

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
493
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Segurança na internet 2010 | 2011
  • 2. Índice• Introdução _______________________________________4• O que é a internet _________________________________5 Desvantagens_________________________________6 Vantagens____________________________________7• Vírus informático __________________________________8 Tipos de vírus ________________________________10 O que um bom antivírus deve ter _________________13 Top 8 antivírus (Windows) _______________________14• Redes sociais ___________________________________15 Perigos _____________________________________16 Cuidados ___________________________________19 2
  • 3. • Blogues _______________________________________20 Perigos_____________________________________21 • E-mail ________________________________________25 Perigos ____________________________________26 Cuidados ___________________________________27 • Conclusão _____________________________________28• Bibliografia _____________________________________29 3
  • 4. Introdução• Neste trabalho iremos abordar o importantíssimo tema da segurança da internet.• Cada vez mais pessoas são afectadas pelos vários perigos que a internet oferece, e sofrem consequências dramáticas, quer sejam psicológicas ou físicas.• Apesar disso a internet pode trazer inúmeras vantagens.• Por favor estejam com atenção e no final coloquem as vossas dúvidas. 4
  • 5. O que é a internet?• A Internet é um conglomerado de redes à escala mundial de milhões de computadores interligados que permite o acesso a informações e transferência de dados.• A internet tem uma grande variedade de recursos e serviços, incluindo os documentos interligados por meio de hiperligações, as infra-estruturas para suportar correio electrónico e serviços como comunicação instantânea e a partilha de arquivos 5
  • 6. Desvantagens da Internet • Uma das desvantagens da Internet é o isolamento das pessoas visto que quando estão viciados na mesma as pessoas não querem saber de mais nada. • Outro desses perigos são o uso indevido de suportes tecnológicos como os programas para criar vírus. • Outro dos perigos mais conhecidos da Internet é o incitamento à violência e às atitudes xenófobas. 6
  • 7. Vantagens da internet• Uma das vantagens que a Internet trouxe foi a ligação mais rápida por exemplo entre continentes.• Outra das vantagens é o seu custo que é muito reduzido e que por isso está acessível a quase toda a gente.• A Internet facilita a criação de conteúdos, e pode aceder-se a uma grande quantidade de informação.• Outra das vantagens da Internet é a comunicação que é muito mais rápida e eficaz.• A internet permite a leitura de notícias actualizadas sem qualquer custo adicional por isso 7
  • 8. Vírus informático• Um vírus é um programa informático que infecta o computador, fazendo com que o sistema operativo fique disfuncional.• Um vírus junta-se a um programa já instalado no computador, e quando este arranca o vírus arranca com ele, fazendo uma infecção no computador. Ocorre normalmente sem o utilizador o conhecer. 8
  • 9. • Um vírus pode ser um programa inofensivo, que incomoda ligeiramente, como pode ir ao extremo e destruir ficheiros e tornar o computador inactivo. Os vírus propagam-se rapidamente, contaminando outros ficheiros e computadores ligados à internet que se revelem mais vulneráveis.• Um vírus pode transmite-se através do e-mail, download de programas maliciosos, e a falta actualização do sistema operativo. 9
  • 10. Tipos de vírusKeyloggers• O hacker envia este tipo de arquivo disfarçado de outro, ou até mesmo, embutido em algum executável. Captura tudo o que é digitado no computador.Vírus de Boot• São vírus que ficam nas áreas do HD (ou disquete) por onde o sistema se inicializa. Tem poderes de destruição altíssimos e podem até inutilizar o sistema operacional ou programas. 10
  • 11. Cavalo de Tróia• São parecidos com os Keyloggers, mas este, em vez de capturar o que é digitado, faz uma simulação de uma janela de login falsa, e obriga o utilizador a digitar a sua senha.Macro• A linguagem do Microsoft Office (VB Script) ajuda muito, mas tem alto poder de controlo do sistema. São pequenos códigos criados nesta linguagem que podem destruir documentos, impedir o utilizador de salvar arquivos, ou de formatar o texto, entre outros.Hoax• Não são vírus, são boatos de vírus, que costumam chegar por e-mail e que alertam o utilizador que existe um vírus "destrutivo", que causa danos "irreparáveis". 11
  • 12. Backdoor• Vírus que abre uma "porta" do computador, que permite que o hacker aceder ao seu computador, manda e-mails em nome do utilizador, abre os arquivos, e troca as configurações.Vírus de Bios• Eles entram na Bios do computador através da internet. Esses vírus só atingem placas-mãe onde a Bios é gravável, e podem ser qualquer tipo de vírus.Spyware• Colectam os hábitos do usuário, como por exemplo, os sites que visitam, programas que usam, conversas. Não são tão maus, mas acabam com a privacidade do utilizador. 12
  • 13. O que um bom antivírus deve ter? • Deve identificar e eliminar a maior quantidade possível de vírus e outros tipos de malware; • Analisar os arquivos que estão a ser obtidos pela Internet; • Verificar continuamente os discos rígidos (HDs), flexíveis (disquetes) e unidades removíveis, como CDs, DVDs e pen drives; • Procurar vírus, e outros tipos de malware em arquivos anexados aos e-mails; • Actualizar as assinaturas de vírus e malwares conhecidos, pela rede. 13
  • 14. Top 8 antivírus 8 (Windows) • 1. Norton Internet Security • 2. ZoneAlarm Extreme Security • 3. F-Secure Internet Security Suite • 4. Kaspersky Internet Security 2010 • 5. Trend Micro Internet Security Suite • 6. Panda Cloud Antivirus • 7. G Data SecuritySuite • 8. AVG Internet Security 9.0 14
  • 15. Redes sociais• Uma rede social virtual é um reflexo da necessidade de comunicar, aplicado às redes Web. É deste modo que o utilizador se dá a conhecer aos restantes utilizadores quer seja através de páginas pessoais ou através de blogues, mostrando-se dos mais diversos modos: por fotografias, pela escrita, por vídeos.• O objectivo de uma rede social virtual é permitir ao utilizador expressar-se de um modo pessoal e contactar com outros indivíduos que partilhem interesses semelhantes. Assim, os sítios Web destinados à interacção social virtual estão especificamente desenhados para os utilizadores partilharem informações acerca de si. 15
  • 16. Que perigos podem apresentar as redessociais virtuais?• Como qualquer serviço fornecido através da Internet, as redes sociais apresentam variados perigos, que vamos referir de seguida.Dados pessoais na página de perfilDado que o objectivo é apresentar-nos, uma página de perfilterá dados pessoais acerca do seu criador.Contudo, há dados que podem representar um perigo se forempartilhados. Se referimos a cidade onde vivemos ou a escolaque frequentamos estamos a abrir as portas aos predadoresonline. 16
  • 17. Apropriação de identidade• Dada a popularidade das redes sociais virtuais, estas tornaram-se também um local onde os criminosos virtuais tentam enganar os utilizadores. Uma forma de o conseguir é entrando de forma ilícita no perfil dos utilizadores dessas redes e, através destas, enviar mensagens aos amigos da lista da vítima com mensagens de publicidade, phishing, SPAM e outras comunicações não solicitadas.• Além disso, também há a apropriação que apenas pretende incomodar o utilizador. Este fenómeno pode ser visto como uma forma de cyberbullying. 17
  • 18. Falsas identidades• Um utilizador mal-intencionado também pode criar uma página com dados falsos para atrair um determinado tipo de pessoas e as enganar, importunar ou explorar.Ausência de controlo efectivo de idade• Embora as redes sociais virtuais definam uma idade mínima permitida para se ter uma página pessoal, não impede um jovem com idade inferior ao permitido de se inscrever na mesma.• A ausência de métodos de controlo eficazes faz com que um jovem de pouca idade possa ser exposto a conteúdos inapropriados ou, de modo ainda mais preocupante, ser abordado por pessoas que, sabendo ou não a sua idade real, o possam prejudicar de alguma forma. 18
  • 19. Que cuidados ter?Dada a popularidade das redes sociais virtuais, é extremamente importante que o utilizador conheça as formas de se proteger contra possíveis ameaças:• Não fornecer dados pessoais.• Não aceitar pedidos de amizade se o conteúdo da página o deixar desconfortável.• Não responder a comentários ou conteúdos ofensivos.• Colocar os perfis como privados.• Aceitar apenas utilizadores que conhece pessoalmente.• Não aceitar conhecer os amigos virtuais pessoalmente.• Não colocar informações sobre terceiros. 19
  • 20. Blogue• A palavra “blogue” advém do inglês, “blog”, e é a contracção das palavras “web” e “log” (“registo na rede”).• Um blogue é um sítio na Internet criado por um ou vários indivíduos (os “bloguistas”) e o propósito é partilhar informação da mais variada ordem. É como uma espécie de diário online, onde os utilizadores autorizados criam os seus textos (designados de “posts”), assumindo assim as suas posições relativamente a várias temáticas específicas. 20
  • 21. Que perigos podem apresentar os Blogues?• Apesar de poderem ser um veículo de partilha de informação e ideias, os blogues também não estão isentos de perigos, tal como outras funcionalidades da Internet.• Um utilizador informado está mais seguro. Apresentamos de seguida alguns dos perigos mais comuns que podem suceder da utilização dos blogues: 21
  • 22. SPAM, phishing ou outros• Dado que um blogue é uma funcionalidade online, dependendo das suas definições de privacidade, pode ser alvo de SPAM, phishing ou outras formas de enganar os menos atentos. Um blogue público e sem qualquer limitação de comentários por parte de terceiros é um alvo fácil para indivíduos ou grupos mal- intencionados.Perseguições online e offline• Dado que é uma forma de exposição pessoal, um blogue pode ser alvo de cyberbullying. Um bloguista pode verificar que algo que escreveu num artigo foi mal interpretado e sem qualquer tipo de justificação aparente, o seu blogue foi inundado de insultos, ameaças e impropérios. 22
  • 23. Blogues de apologia a doenças, discriminação, ódio,entre outros• Como foi referido anteriormente, os temas dos blogues podem ser variados. Existem blogues de apologia de comportamentos que podem levar a doenças, como a anorexia, onde se exprimem opiniões que podem levar os mais influenciáveis (por vezes, crianças e adolescentes) a iniciar e/ou manter comportamentos lesivos para a saúde. 23
  • 24. Responsabilização pelos conteúdos• O bloguista é responsável pelos conteúdos inseridos no seu blogue. Contudo, esta responsabilização nem sempre é levada a sério, e muitos bloguers já foram autores de situações lesivas para terceiros.• Embora nem sempre seja propositado, é importante educar os utilizadores deste tipo de serviço para pensarem um pouco antes de colocarem algo no seu blogue, e quais as consequências desse acto, que podem até ser ilegais. 24
  • 25. E-mail• O e-mail (abreviatura de “electronic mail”), ou correio electrónico, (em português) consiste num meio de enviar mensagens escritas pela Internet e que tem a vantagem de ser recebido quase instantaneamente pelo destinatário, em qualquer parte do mundo onde haja ligação de Internet, dispensando intermediários, selos e a espera dos correios tradicionais.• No entanto, tal como para outras funcionalidades da Internet, também o correio electrónico tem os seus perigos. 25
  • 26. Que perigos pode apresentar umamensagem de correio electrónico?• Tal como outras funcionalidades no mundo da Internet, também o correio electrónico apresenta os seus perigos. Um dos perigos mais comuns é a propagação de vírus e consequentemente a infecção dos computadores.• Os vírus são propagados de diversas formas, como por exemplo, através de mensagens não solicitadas de correio electrónico contendo anexos, que são enviados para os mais diversos destinatários. Estes e-mails podem conter endereço de retorno, um envelope provocante ou qualquer outro artifício que encoraja o receptor a abri-lo. 26
  • 27. Que cuidados ter?Uma utilização informada continua a ser a melhor forma de prevenir a infecção do computador. Apresentamos de seguida algumas sugestões de prevenção:• Manter uma aplicação antivírus actualizada.• Ter o filtro anti-SPAM activado nas configurações do servidor de e-mail.• Desconfiar de mensagens de entidades que o informam que ganhou prémios.• Não utilizar programas de origem desconhecida 27
  • 28. Conclusão• Com este trabalho tinhamos o objectivo de vos elucidar sobre os perigos que existem nos diversos “programas” existentes na internet, e como nos devemos proteger.• Foi um trabalho interessante de realizar pois ajudou-nos a ter uma noção do que é a internet e de tudo o que ela acarreta.• Esperemos que tenham gostado e pedimos agora que coloquem todas as vossas dúvidas. 28
  • 29. Bibliografia• http://www.internetsegura.pt/• http://antivirus.about.com/od/antivirussoftwarereviews/tp/aat pavwin.htm 29

×