Os Desafios do Pré-sal e o Desenvolvimento Regional e Local

1,580 views
1,473 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,580
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
126
Actions
Shares
0
Downloads
26
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Os Desafios do Pré-sal e o Desenvolvimento Regional e Local

  1. 1. Os Desafios do Pré-sal e o Desenvolvimento Regional e Local Pensa Cone Leste 2009 São José dos Campos, 10.12.2009
  2. 2. A Macroplan <ul><li>Estudos prospectivos, planejamento e administração estratégica, gestão para resultados e gestão da inovação </li></ul>NOSSOS PRODUTOS ALGUNS DE NOSSOS CLIENTES
  3. 3. Nota A elaboração deste trabalho utilizou informações de domínio público, segundo as indicações de fontes em cada lâmina
  4. 4. Abundância de recursos naturais pode ser um entrave ao desenvolvimento <ul><li>Na maioria dos países ricos em petróleo, minerais e outros recursos naturais, o desenvolvimento econômico, no longo prazo, tende a ser menor do que em países menos dotados desses recursos </li></ul><ul><li>No período 1970-1998, de 65 países ricos em recursos naturais, apenas 4 lograram se desenvolver satisfatoriamente: </li></ul>Fonte: Thorvaldur Gylfason, Natural Resources, Education and Economic Development, University of Iceland, 2000 Botswana, Indonésia, Malásia e Tailândia
  5. 5. Crescimento econômico e capital natural Fonte: Thorvaldur Gylfason, Natural Resources, Education and Economic Development, University of Iceland, 2000 Participação do capital natural na riqueza nacional 1994 (%) Crescimento anual do PIB per capita 1965 - 1998 (%) 10 8 6 4 2 0 -2 -4 Y: -0.0946X + 2.4894 R 2 : 0.2805 0 10 20 30 40 50 60
  6. 6. Fatores que dificultam o desenvolvimento <ul><li>Sobrevalorização da moeda nacional </li></ul><ul><li>Redução da eficiência econômica e desigualdade social </li></ul><ul><li>Falso sentimento de segurança </li></ul><ul><li>Negligência com a Educação </li></ul>Fonte: Thorvaldur Gylfason, Natural Resources, Education and Economic Development, University of Iceland, 2000
  7. 7. O caso da Noruega <ul><li>Incidência fiscal: 80% </li></ul><ul><li>Fundo soberano </li></ul><ul><li>Atenção à Educação </li></ul><ul><ul><li>Formação universitária: 1980: 26%; 1998: 62% da população </li></ul></ul><ul><li>Capacitação tecnológica e inovação </li></ul><ul><li>Desenvolvimento da indústria local com padrões internacionais de competitividade </li></ul>Fonte: Thorvaldur Gylfason, Natural Resources, Education and Economic Development,University of Iceland, 2000
  8. 8. Dimensões de uma estratégia de desenvolvimento <ul><li>Educação e formação profissional de qualidade </li></ul><ul><li>Pesquisa, desenvolvimento e inovação </li></ul><ul><li>Planejamento urbano e infraestrutura social: Saneamento, saúde, habitação e segurança pública </li></ul><ul><li>Logística </li></ul><ul><li>Sustentabilidade ambiental </li></ul><ul><li>Competitividade sistêmica e atração de investimentos de fornecedores de bens e serviços </li></ul><ul><li>Diversificação econômica </li></ul>
  9. 9. O caso Macaé <ul><li>Antes do petróleo, anos 70: 30.000 hab. </li></ul><ul><li>Atualmente: 170.000 hab. (2007) </li></ul><ul><li>Desde 1980, crescimento de 700% do PIB </li></ul><ul><li>PIB per capita: R$ 36.000,00 (2005) </li></ul><ul><li>4.000 empresas se instalaram na cidade desde os anos 70 </li></ul>Fonte: IBGE
  10. 10. O caso Macaé (Continuação) <ul><li>Somente 10% da população tem acesso a saneamento básico (2004) </li></ul><ul><li>Baixo aproveitamento das oportunidades de emprego pela população local original </li></ul><ul><li>Aumento de 322% na taxa de homicídios </li></ul><ul><li>35º município do Estado do Rio de Janeiro quanto à razão entre a renda dos 10% mais ricos e dos 40% mais pobres </li></ul>Fonte: IBGE
  11. 11. O caso Stavanger, Noruega <ul><li>120.000 hab. </li></ul><ul><li>31,3% da população com educação superior </li></ul><ul><li>Menor taxa de criminalidade do país </li></ul>Fonte: Hatakenake, Sachi; Westnes, Petter; Gjelsvik, Martin; Lester, Richard K. The Regional Dynamics of Innovation: A Comparative Case Study of Oil and Gas Industry Development in Stavanger and Aberdeen, MIT, Cambridge, 2006 <ul><li>Atuação integrada dos governos local, regional e nacional </li></ul><ul><li>Obrigatoriedade de transferência de tecnologia para as empresas locais </li></ul><ul><li>Normas ambientais e de segurança rigorosas </li></ul><ul><li>Indução da cooperação entre empresas do setor de petróleo e as universidades locais </li></ul>
  12. 12. O caso Aberdeen, Reino Unido <ul><li>212.000 hab. </li></ul><ul><li>A menor taxa de desemprego da Europa (2%) </li></ul><ul><li>Grande contração de empresas do setor petróleo (cerca de 1000) </li></ul>Fontes: Hatakenake, Sachi; Westnes, Petter; Gjelsvik, Martin; Lester, Richard K. The Regional Dynamics of Innovation: A Comparative Case Study of Oil and Gas Industry Development in Stavanger and Aberdeen, MIT, Cambridge, 2006 Aberdeen City Council, Social and Environment Problems in Abeerden City, 2008 <ul><li>Fortes investimentos em infraestrutura econômica e social </li></ul><ul><li>Exigência de utilização de mão de obra local para as empresas instaladas na cidade </li></ul><ul><li>Aplicação de parte da arrecadação oriunda do petróleo em infraestrutura e educação </li></ul><ul><li>Investimentos em áreas deprimidas da cidade </li></ul><ul><li>Incentivos financeiros para autodesenvolvimento profissional </li></ul>
  13. 13. O caso do Estado do Espírito Santo Desenvolvimento da Logística Recuperação e Conservação dos Recursos Naturais Desenvolvimento da Rede de Cidades Redução da Violência e da Criminalidade Fortalecimento da Identidade e Melhoria da Imagem Capixaba Fonte: Espírito Santo 2025 Plano de Desenvolvimento, junho 2006 Estratégia de Desenvolvimento 2025 Capital Social e Qualidade das Instituições Capixabas Interiorização do Desenvolvimento Inserção Estratégica Regional Agregação de Valor à Produção e Diversificação Econômica Erradicação da Pobreza e Redução das Desigualdades Desenvolvimento do Capital Humano
  14. 14. O caso do Estado do Espírito Santo Sistema de gerenciamento e monitoramento de projetos Fonte: Espírito Santo 2025 Plano de Desenvolvimento, junho 2006 Estratégia de Desenvolvimento 2025 11 grupos de projetos estratégicos
  15. 15. Fonte: Palestra de José Sergio Gabrielli de Azevedo para o CDES, Brasília, 20.10.2009 A Província do Pré-sal
  16. 16. O que fazer? <ul><li>Gestão estratégica do desenvolvimento </li></ul><ul><ul><li>Estratégia de desenvolvimento </li></ul></ul><ul><ul><li>Projetos estratégicos </li></ul></ul><ul><ul><li>Gerenciamento intensivo </li></ul></ul><ul><li>Ampliação do capital institucional e social </li></ul>

×