• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Gestão Estratégica da Inovação sem Animação
 

Gestão Estratégica da Inovação sem Animação

on

  • 4,119 views

 

Statistics

Views

Total Views
4,119
Views on SlideShare
3,352
Embed Views
767

Actions

Likes
1
Downloads
190
Comments
0

5 Embeds 767

http://www.macroplan.com.br 584
http://macroplan.com.br 169
http://www.slideshare.net 10
http://d6746999.bighost68.bighost.com.br 2
http://200.201.177.242:8080 2

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment
  • Só há inovação quando o produto ( processo ou serviço) apresenta bom desempenho no mercado. Em conseqüência, a inovação é o resultado de ações articuladas de P&D, produção, comercialização e outras atividades desenvolvidas pela empresa para ter sucesso no mercado. Exemplos: Invenções: Transistor 1947, Circuito integrado 1959, Microprocessador 1971 Inovações: Computador pessoal, celular, i-Pod e diversos outros produtos e serviços da Informática e das Telecomunicações
  • Só há inovação quando o produto ( processo ou serviço) apresenta bom desempenho no mercado. Em conseqüência, a inovação é o resultado de ações articuladas de P&D, produção, comercialização e outras atividades desenvolvidas pela empresa para ter sucesso no mercado. Exemplos: Invenções: Transistor 1947, Circuito integrado 1959, Microprocessador 1971 Inovações: Computador pessoal, celular, i-Pod e diversos outros produtos e serviços da Informática e das Telecomunicações
  • SUZANO: Reciclato, produto que introduziu a reciclagem na produção de papel. PETROBRAS: Hbio, processo que permite a produção, em escala industrial, de biodiesel a partir de óleos vegetais. TORRECID: Empresa produtora de insumos químicos para produção de cerâmica de revestimento que ampliou sua competitividade ao fornecer aos seus clientes o design de azulejos e pisos processados com seus esmaltes e corantes. CVRD: Empresa que tomou a logística como o elemento central de seus sistemas de produção e comercialização, obtendo vantagem competitiva considerável em relação aos demais produtores internacionais de minério de ferro. VOLKSWAGEN: Em sua planta de Resende RJ, levou a integração com seus fornecedores ao ponto máximo de localizá-los em suas próprias instalações. TOYOTA: Desenvolveu sistemas de gestão e organização da produção, revolucionando as relações com os trabalhadores na linha de montagem e aumentando radicalmente a economia de tempo, insumos e demais recursos utilizados nas atividades fabris. NATURA: Revolucionou o modelo de negócio, pois seus produtos são vendidos de porta a porta para 50 milhões de consumidores em 5.000 municípios por 500.000 vendedoras e vendedores.A NATURA tem 70% do faturamento obtido com itens lançados nos últimos 24 meses (2006). Nos 5 anos precedentes o mesmo índice era de 40%.
  • Pesquisa de opinião, realizada em 2006, junto a 765 CEO de empresas de 20 setores industriais, em 11 regiões geográficas em todo mundo desenvolvido e em desenvolvimento Interessante observar a importância, quanto a geração de idéias e propostas, dos colaboradores da empresa e das equipes que estão em contato constante com clientes e usuários, no âmbito da empresa. No ambiente externo, destacam-se os parceiros e cleintes. Também oportuno mencionar que, embora a pesquisa revele uma posição intermediária da equipe de pesquisa e desenvolvimento, é nessa área que as idéias de diferentes origens se transformam em produtos e serviços comercializáveis, portanto de grande importância para o esforço inovador da empresa.
  • Pesquisa de opinião, realizada em 2006, junto a 765 CEO de empresas de 20 setores industriais, em 11 regiões geográficas em todo mundo desenvolvido e em desenvolvimento Interessante observar a importância, quanto a geração de idéias e propostas, dos colaboradores da empresa e das equipes que estão em contato constante com clientes e usuários, no âmbito da empresa. No ambiente externo, destacam-se os parceiros e cleintes. Também oportuno mencionar que, embora a pesquisa revele uma posição intermediária da equipe de pesquisa e desenvolvimento, é nessa área que as idéias de diferentes origens se transformam em produtos e serviços comercializáveis, portanto de grande importância para o esforço inovador da empresa.
  • Pesquisa de opinião, realizada em 2006, junto a 765 CEO de empresas de 20 setores industriais, em 11 regiões geográficas em todo mundo desenvolvido e em desenvolvimento Interessante observar a importância, quanto a geração de idéias e propostas, dos colaboradores da empresa e das equipes que estão em contato constante com clientes e usuários, no âmbito da empresa. No ambiente externo, destacam-se os parceiros e cleintes. Também oportuno mencionar que, embora a pesquisa revele uma posição intermediária da equipe de pesquisa e desenvolvimento, é nessa área que as idéias de diferentes origens se transformam em produtos e serviços comercializáveis, portanto de grande importância para o esforço inovador da empresa.
  • Estas dimensões serão esclarecidas ao se preencher o formulário de Diagnóstico, E também mais adiante na seção “Gestão Estratégica da Inovação”
  • A gestão estratégica da inovação é o conjunto de métodos e ferramentas para conduzir o esforço de inovação internamente à empresa e em suas relações com a rede de valor em que está inserida. As principais diferenças em relação à abordagem usual da gestão tecnológica, podem ser resumidas nos seguintes pontos: Estratégia e metas tecnológicas para aumentar a capacidade de antecipação e adaptação à evolução tecnológica, às mudanças de mercado e de ambiente concorrencial. O fato de se direcionar o esforço de inovação para metas que guardam relação direta com o desempenho da empresa no mercado faz com que os dirigentes de nível estratégico da empresa possam avaliar mais objetivamente os custos e benefícios do esforço inovador. Processo decisório que proporciona decisões de alcance estratégico nas questões técnicas e comerciais do desenvolvimento tecnológico Análise da rede de valor e seleção de parcerias para aumentar a velocidade e capacidade de inovação de forma a abarcar não apenas as questões técnicas, mas também aquelas de implicações comerciais Gestão da carteira de projetos para alocar adequadamente os recursos humanos e financeiros destinados à inovação; Monitoramento e avaliação para aumentar a velocidade de execução dos projetos, monitorar e avaliar resultados; Recursos humanos e a visão de empresa ampliada, segundo uma visão mais aberta para o ambiente externo à empresa. Os talentos que podem fazer a diferença em termos de inovação não são apenas aqueles da empresa, mas também o de outras entidades da rede de valor. Pesquisas revelam que os valores culturais e um ambiente estimulante à inovação são essenciais ao desempenho inovador da empresa, constituindo-se em recurso estratégico.

Gestão Estratégica da Inovação sem Animação Gestão Estratégica da Inovação sem Animação Presentation Transcript

  • Gestão Estratégica da Inovação Apresentação Institucional
  • Invenção e Inovação
    • Invenção : Resultado de processo criativo, de pesquisa científica, ou experimentação
    • Inovação : Resultado de processo de desenvolvimento que conduz a novos produtos ou processos comercializáveis
    Fonte: C.M. Christensen et alli, Strategic Management of Technology and Innovation, 2004 Inovação radical: Produto ou processo inteiramente novo Inovação incremental: Adaptação, aperfeiçoamento ou melhoria de produtos ou processos existentes Critério de sucesso: originalidade Critério de sucesso: desempenho no mercado
  • Invenção e Inovação
    • Invenção : Resultado de processo criativo, de pesquisa científica, ou experimentação
    • Inovação : Resultado de processo de desenvolvimento que conduz a novos produtos ou processos comercializáveis
    Fonte: C.M. Christensen et alli, Strategic Management of Technology and Innovation, 2004 Inovação radical: Produto ou processo inteiramente novo Inovação incremental: Adaptação, aperfeiçoamento ou melhoria de produtos ou processos existentes Critério de sucesso: originalidade Critério de sucesso: desempenho no mercado Inovação não é invenção. EUA: Apenas 0,2% das invenções chegam ao mercado Fonte: US Patent & Trademark Office, 2000
  • Inovar é
    • Criar valor novo produto, processo, serviço, modelo de negócio, interação com a rede de valor e com o cliente
    • Levar ao mercado-alvo a nova proposta de valor, de forma que
    • Haja apropriação deste valor pela organização, por seus clientes e pela sociedade
    Um processo estruturado, a ser gerido como um investimento
  • Amplitude do esforço de inovação Produto (Reciclato: papel reciclado) 1 Processo (Hbio: biodiesel) 2 Serviço (Design) 4 Rede de valor (Fornecedores integrados) 5 Organização da produção (Produção enxuta) 7 Modelo de negócio (Comercialização) 8 Distribuição, logística e comercialização (Exportação de minérios) 6 Serviço (Inspeção de dutos) 3
  • Fontes de idéias e inovações Pesquisa com 765 CEO de empresas de 20 setores industriais, em 11 regiões geográficas em todo mundo desenvolvido e em desenvolvimento Fonte: Expanding the Innovation Horizon - The Global CEO Study 2006 ; IBM Global Business Services 0 5 15 25 35 45 Parceiros Clientes Consultores Competidores Associações Empresariais Academia 10 20 30 40 Colaboradores Unidades de Vendas ou Serviços Pesquisa e Desenvolvimento Outros Think Tanks Internet 0 5 15 25 35 45 10 20 30 40 Externas Internas Sua organização está buscando a inovação no lugar certo?
  • Rede de valor e inovação
  • Rede de valor e inovação
  • O perfil da empresa inovadora Fator Humano Posicionamento Estratégico Recursos Gestão e Organização Cultura & Ambiente Estratégia Infra-estrutura de PD&I Governança Parcerias externas Talentos Gestão da carteira de projetos Recursos financeiros Nossa experiência indica que uma gestão eficaz da inovação requer competência nestas oito dimensões, seja internamente ou em parcerias
  • Gestão estratégica da inovação – Modelo Macroplan Fundamentos da gestão da inovação tecnológica Capacidade de inovação Portfólio de produtos e projetos Avaliação da gestão Implantação da gestão estratégica Organização e priorização da carteira de projetos Otimização de recursos humanos e financeiros Estratégia e metas tecnológicas Governança tecnológica Processo decisório Monitoramento estratégico da carteira de projetos Sensibilização e motivação para inovação Gestão integrada Prospecção e inteligência tecnológica Gestão da propriedade intelectual Condicionantes tecnológicos do ambiente de negócios externo Dinâmica da inovação tecnológica na rede de valor Análise dos Condicionantes Technology Roadmapping
  • Estratégia na prática
      • É desdobrada em metas relacionadas aos indicadores de desempenho da empresa no mercado , gerando resultados de valor mensurável
      • Amplia a capacidade de inovação mediante parcerias com elos dinâmicos da rede de valor e com as redes de geração de conhecimento
      • Promove apropriação dos resultados da inovação na rede de valor, através de modelos de negócio, produtos, processos ou serviços diferenciados
    • e também
      • Gere e monitora em tempo real a carteira de projetos de inovação
      • Faz monitoramento e prospecção tecnológica, para alavancar conhecimento externo, e entender as dinâmicas da rede de valor e da concorrência
      • Utiliza a visão de empresa ampliada , mobilizando talentos externos
    Eficácia Eficiência Agilidade Abrangência Inteligência Articulação
  • Resultados
    • Empresas privadas
    • Melhor desempenho econômico e financeiro, por meio de produtos, processos, serviços e modelos de negócio mais adequados ao mercado, e com valor agregado superior ao dos concorrentes
    • Organizações de interesse público
    • Valor agregado na prestação de serviços, com produtos e processos mais eficientes e mais alinhados às demandas e necessidades da sociedade
  • Por onde começar?
    • Avaliação Preliminar
    • O perfil da sua organização ante as melhores práticas
    • Mapeamento situacional Análise dos condicionantes da inovação, Roadmapping , Avaliação da gestão
    • Implantação da Gestão Estratégica da Inovação Consultoria orientada para resultados
    a. b. c.
  • Contatos