Your SlideShare is downloading. ×
0
“O que o mercado e as empresas
ganham com o relato integrado”
5ª maior bolsa do mundo em
valor de mercado: US$ 9,66 bi.

1ª bolsa do mundo a se tornar signatária do Pacto Global, ONU, ...
Sustentabilidade em Bolsas de Valores

Estímulo à transparência e ao
desempenho socioambiental
das empresas listadas

•
●
...
Sustentabilidade em Bolsas de Valores

Estímulo à transparência e ao
desempenho socioambiental
das empresas listadas

•
●
...
“Acesso rápido à informação é uma

estratégia fundamental para a
realização de bons negócios.”
Sustentabilidade
Movimentos de disclosure
CVM: categoria de documento do Sistema IPE: Relatório de Sustentabilidade
(Siste...
Relate ou Explique para Relatório de
Sustentabilidade ou Similar
Comparativo Maio de 2012 e Junho de 2013
66,29%

245

157...
Objetivos estratégicos 2011 – 2015
1. Ampliar a abertura de informações ao mercado
2. Aumentar a participação das empresas...
Empresas que autorizaram a divulgação das respostas do
questionário do ISE

2012

2013

2014
Relatórios Corporativos
• É necessário um entendimento integrado do desempenho, dos riscos e dos
impactos da empresa.
• A ...
“Six growing trends in corporate sustainability”
Ernest & Young e GreenBiz Group, 2011

www.ey.com/climatechange

• O pape...
“O que o mercado e as empresas
ganham com o relato integrado?”

“Novo Valor – Sustentabilidade nas Empresas. Como começar,...
Obrigada!
sfavaretto@bvmf.com.br
www.bmfbovespa.com.br/novovalor
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Evento Relato Integrado realizado em 04/12/13 - Apresentação da BM&FBovespa

205

Published on

O MZ Group, em parceria com a ANEFAC, realizou em 04 de dezembro de 2013 o evento “Do Relatório Anual ao Relato Integrado”, que aconteceu no Hotel Address e contou com a presença de Ailton Leite (ANEFAC), Fabiana Trebilcock (MZ Group), Fernando Malta (CEBDS), Frineia Rezende (Votorantim), Glaucia Terreo (GRI), Henrique Campos (BDO), João Furtado (Professor do Programa de Gestão Estratégica Socioambiental da FIA - Fundação Instituto Administração - USP), Maria Carolina de Freitas Gonçalves (CPFL), Rodrigo Alves (MZ Group), Sonia Favaretto (BM&FBOVESPA) e Yaroslav Neto (Aegea).
Nele, foi apresentado um panorama sobre o atual cenário da produção de relatórios anuais e relatos integrados no Brasil.
As empresas apoiadoras foram ABE Eólica, LEAD, IR Global Rankings e IBGC. A revista Capital Aberto, o portal Acionista.com.br e a Bússola do Investidor proporcionaram apoio de mídia ao evento.

Confira a apresentação de Sonia Favaretto , que participou do painel: O que o mercado e as empresas ganham com o relato integrado.

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
205
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
6
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Evento Relato Integrado realizado em 04/12/13 - Apresentação da BM&FBovespa"

  1. 1. “O que o mercado e as empresas ganham com o relato integrado”
  2. 2. 5ª maior bolsa do mundo em valor de mercado: US$ 9,66 bi. 1ª bolsa do mundo a se tornar signatária do Pacto Global, ONU, 2004. 1ª bolsa de mercados emergentes a se tornar signatária do PRI Princípios para o Investimento Responsável, ONU, 2010. Signatária fundadora do compromisso SSE Sustainable Stock Exchanges, ONU, 2012. Presidente do Conselho Consultivo da Global Reporting Initiative Brasil. Membro do Conselho Internacional da GRI. Referência mundial em sustentabilidade pelo Relatório “Bolsas de Valores Sustentáveis – Relatório de Progresso”, PRI, Pacto Global, UNCTAD e Aviva Investors. http://www.unglobalcompact.org/docs/issues_doc/Financial_markets/Sustainable_Stock_Exchanges.pdf.
  3. 3. Sustentabilidade em Bolsas de Valores Estímulo à transparência e ao desempenho socioambiental das empresas listadas • ● ● • ● ● • • Critérios mínimos de Critérios mínimos de listagem listagem Diretrizes e recomendações para a gestão e prestação de contas Diretrizes e recomendações Engajamento e treinamento para a gestão e prestação de Fóruns para networking e troca de contas experiências Engajamento e treinamento Fóruns para networking e troca de experiências Produtos e serviços que auxiliem a decisão de investidores • • • Índices de Sustentabilidade amplos e/ou setoriais Segmentos de listagem especiais Mercados para empresas de tecnologias limpas, créditos de carbono e outros bens e serviços
  4. 4. Sustentabilidade em Bolsas de Valores Estímulo à transparência e ao desempenho socioambiental das empresas listadas • ● ● • ● ● • • Critérios mínimos de Critérios mínimos de listagem listagem Diretrizes e recomendações para a gestão e prestação de contas Diretrizes e recomendações Engajamento e treinamento para a gestão e prestação de Fóruns para networking e troca de contas experiências Engajamento e treinamento Fóruns para networking e troca de experiências Produtos e serviços que auxiliem a decisão de investidores • • • Índices de Sustentabilidade amplos e/ou setoriais Segmentos de listagem especiais Mercados para empresas de tecnologias limpas, créditos de carbono e outros bens e serviços
  5. 5. “Acesso rápido à informação é uma estratégia fundamental para a realização de bons negócios.”
  6. 6. Sustentabilidade Movimentos de disclosure CVM: categoria de documento do Sistema IPE: Relatório de Sustentabilidade (Sistema de Envio de Informações Periódicas e Eventuais) – Dez/2011. Recomendação Codim: Comitê de Orientação para Divulgação de Informações ao Mercado (ABRASCA, AMEC, ANBIMA, ANCORD, ANEFAC, ABRAPP APIMEC, BM&FBOVESPA, CFC, IBGC, IBRACON e IBRI) – 4/9/2012 http://www.codim.org.br/downloads/Melhores_Praticas_de_Divulgacao_de_Informacoes_sobre_Sustentabilidade_fnal.pdf Recomendação Código Abrasca de Autorregulação e Boas Práticas das Companhias Abertas 11/7//2011 http://www.abrasca.org.br/download/Codigo_Abrasca_de_Autorregulacao.pdf BACEN: resolução sobre Política de Responsabilidade Socioambiental (PRSA), incluindo publicação de relatórios de sustentabilidade. 1ª regulação do gênero no Brasil. Abrange não só crédito, mas relacionamento com todos os públicos, estrutura de governança, gestão de riscos. Em audiência pública. BM&FBOVESPA: recomendação “Relate ou Explique” para Relatório de Sustentabilidade ou Similar Anúncio em Dez/2011. Lançamento 1º banco de dados: Rio+20, Junho de 2012
  7. 7. Relate ou Explique para Relatório de Sustentabilidade ou Similar Comparativo Maio de 2012 e Junho de 2013 66,29% 245 157 149 Maio 2012 33,71% Junho 2013 157 136 107 54,69% 45,31% 31,47% Maio 2012 96 96 30,77% Junho 2013 Não se manifestaram Não publicam mas se manifestaram Publicam relatório ou similar 26,48% Maio 2012 35,52% Junho 2013 107 136 203 empresas aderiram em Maio/12 (base 448) 293 empresas aderiram em Junho/13 (base 442)
  8. 8. Objetivos estratégicos 2011 – 2015 1. Ampliar a abertura de informações ao mercado 2. Aumentar a participação das empresas no processo de seleção 3. Aumentar o volume de recursos investidos e produtos atrelados ao ISE e torná-lo um benchmark de investimentos 4. Fortalecer os canais de comunicação e diálogo com as partes interessadas 5. Trabalhar pelo aperfeiçoamento do escopo e processos de elaboração do questionário (refinamento e aperfeiçoamento da metodologia, processos de seleção das empresas, verificação etc.)
  9. 9. Empresas que autorizaram a divulgação das respostas do questionário do ISE 2012 2013 2014
  10. 10. Relatórios Corporativos • É necessário um entendimento integrado do desempenho, dos riscos e dos impactos da empresa. • A integração de padrões para relatórios financeiros e não-financeiros é uma tendência crescente. A empresa é uma só. ● GRI: padrão global para relato da sustentabilidade (não-financeiro). GRI: uma das criadores do IIRC. ● Aprendizado, busca de modelos e adequação a cada realidade empresarial. Valor Econômico 18/02/2011, Eu & Investimentos, pág. D2
  11. 11. “Six growing trends in corporate sustainability” Ernest & Young e GreenBiz Group, 2011 www.ey.com/climatechange • O papel dos CFOs na sustentabilidade está em ascensão. (INTEGRAÇÃO FINANCEIRO E NÃO FINANCEIRO) • Relatórios e reportes de sustentabilidade estão crescendo, mas as ferramentas ainda estão em desenvolvimento. (TRANSPARÊNCIA, PRESTAÇÃO DE CONTAS) • Apesar das incertezas regulatórias, os relatórios de gases de efeito estufa continuam fortes, com crescimento maior nos de água. (NOVOS ATIVOS) • A conscientização aumenta à medida das escassez dos recursos. (OFERTA X DEMANDA) • Rankings e ratings são cada vez mais importantes para os executivos. (MENSURAÇÃO) • Os funcionários aparecem como um público-chave para programas de sustentabilidade. (CIDADANIA, PROTAGONISMO)
  12. 12. “O que o mercado e as empresas ganham com o relato integrado?” “Novo Valor – Sustentabilidade nas Empresas. Como começar, quem envolver e o que priorizar”. http://www.bmfbovespa.com.br/novovalor
  13. 13. Obrigada! sfavaretto@bvmf.com.br www.bmfbovespa.com.br/novovalor
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×