• Save
Nucleosdegestaoestrategica2005
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Nucleosdegestaoestrategica2005

on

  • 275 views

Palestra elaborada por Moacir José Sales Medrado para tratar de forma mais definitiva com os pesquisadores, o assunto de Núcleos de Gestão Estratégica

Palestra elaborada por Moacir José Sales Medrado para tratar de forma mais definitiva com os pesquisadores, o assunto de Núcleos de Gestão Estratégica

Statistics

Views

Total Views
275
Views on SlideShare
275
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Nucleosdegestaoestrategica2005 Nucleosdegestaoestrategica2005 Presentation Transcript

  • Ministério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoMinistério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoNÚCLEOS DE GESTÃONÚCLEOS DE GESTÃOESTRATÉGICA DE P&DESTRATÉGICA DE P&DColombo, dezembro de 2004
  • Ministério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoMinistério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoSituação não desejável Situação desejávelTEMAS PRIORITÁRIOSTEMAS PRIORITÁRIOSTEMAS PRIORITÁRIOSTEMAS PRIORITÁRIOSCOMO INTEGRAR PROJETOS E EQUIPES?COMO INTEGRAR PROJETOS E EQUIPES?COMO INTEGRAR PROJETOS E EQUIPES?COMO INTEGRAR PROJETOS E EQUIPES?EQUIPES/PROJETOSEQUIPES/PROJETOSEQUIPES/PROJETOSEQUIPES/PROJETOS NÚCLEOSNÚCLEOSNÚCLEOSNÚCLEOS
  • Ministério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoMinistério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoRESULTADOSRESULTADOSRESULTADOSRESULTADOSTOMADA DE DECISÃO/AÇÃOTOMADA DE DECISÃO/AÇÃOTOMADA DE DECISÃO/AÇÃOTOMADA DE DECISÃO/AÇÃORECURSOS PRÓPRIOS/CAPTAÇÃORECURSOS PRÓPRIOS/CAPTAÇÃORECURSOS PRÓPRIOS/CAPTAÇÃORECURSOS PRÓPRIOS/CAPTAÇÃOESTRUTURA FÍSICA & APOIOESTRUTURA FÍSICA & APOIOESTRUTURA FÍSICA & APOIOESTRUTURA FÍSICA & APOIOPLANO DE METASPLANO DE METASPLANO DE METASPLANO DE METASPORTFÓLIO DE PROJETOSPORTFÓLIO DE PROJETOSPORTFÓLIO DE PROJETOSPORTFÓLIO DE PROJETOSPLANOS DE GESTÃOPLANOS DE GESTÃOPLANOS DE GESTÃOPLANOS DE GESTÃOGESTORES & EQUIPES (GESTORES & EQUIPES (de base, líder de projeto, etc.)de base, líder de projeto, etc.)GESTORES & EQUIPES (GESTORES & EQUIPES (de base, líder de projeto, etc.)de base, líder de projeto, etc.)Principais Elementos dePrincipais Elementos deGESTÃO DE NÚCLEOS DE GESTÃO ESTRATÉGICAGESTÃO DE NÚCLEOS DE GESTÃO ESTRATÉGICAPrincipais Elementos dePrincipais Elementos deGESTÃO DE NÚCLEOS DE GESTÃO ESTRATÉGICAGESTÃO DE NÚCLEOS DE GESTÃO ESTRATÉGICA
  • Ministério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoMinistério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoMETAS MÍNIMAS DO GESTOR DE UM NGEMETAS MÍNIMAS DO GESTOR DE UM NGEMETAS MÍNIMAS DO GESTOR DE UM NGEMETAS MÍNIMAS DO GESTOR DE UM NGEGERENCIAR, EM CONJUNTO COM A CHEFIA DA UNIDADE, RECURSOS FINANCEIROS E DEAPOIO, COMPROMETENDO-SE COM O ALCANCE DAS METAS PLANEJADAS.PROMOVER NO MÍNIMO DUAS REUNIÕES BIANUAIS DE AVALIAÇÃO DE METAS E DISCUSSÃODE RESULTADOS COM A EQUIPE DE PESQUISADORES ENVOLVIDA COM OS PROJETOS DONÚCLEO E UM WORKSHOP ANUAL DE AVALIAÇÃO GLOBAL DE DESEMPENHO DO NÚCLEO.OBTER COMPROMETIMENTO DA EQUIPE PARA ELABORAÇÃO, DISPONIBILIZAÇÃO EMANUTENÇÃO DE HOMEPAGE DO NÚCLEO, VINCULADA À HOMEPAGE DA EMBRAPAFLORESTAS.OBTER COMPROMETIMENTO DE PRODUÇÃO MÍNIMA A CADA DOIS ANOS, PORPESQUISADOR DA UNIDADE, DE UM ARTIGO CIENTÍFICO EM PERIÓDICO INDEXADO.OBTER COMPROMETIMENTO DE PRODUÇÃO MÍNIMA ANUAL DE UM SEMINÁRIO TÉCNICO DONÚCLEO ENVOLVENDO UM TEMA DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA O SETOR FLORESTAL.OBTER COMPROMETIMENTO DA EQUIPE PARA CAPTAÇÃO EXTERNA DE, NO MÍNIMO, 30%DOS RECURSOS DE CUSTEIO NECESSÁRIOS PARA MANUTENÇÃO DA UNIDADE.GERENCIAR, EM CONJUNTO COM A CHEFIA DA UNIDADE, RECURSOS FINANCEIROS E DEAPOIO, COMPROMETENDO-SE COM O ALCANCE DAS METAS PLANEJADAS.PROMOVER NO MÍNIMO DUAS REUNIÕES BIANUAIS DE AVALIAÇÃO DE METAS E DISCUSSÃODE RESULTADOS COM A EQUIPE DE PESQUISADORES ENVOLVIDA COM OS PROJETOS DONÚCLEO E UM WORKSHOP ANUAL DE AVALIAÇÃO GLOBAL DE DESEMPENHO DO NÚCLEO.OBTER COMPROMETIMENTO DA EQUIPE PARA ELABORAÇÃO, DISPONIBILIZAÇÃO EMANUTENÇÃO DE HOMEPAGE DO NÚCLEO, VINCULADA À HOMEPAGE DA EMBRAPAFLORESTAS.OBTER COMPROMETIMENTO DE PRODUÇÃO MÍNIMA A CADA DOIS ANOS, PORPESQUISADOR DA UNIDADE, DE UM ARTIGO CIENTÍFICO EM PERIÓDICO INDEXADO.OBTER COMPROMETIMENTO DE PRODUÇÃO MÍNIMA ANUAL DE UM SEMINÁRIO TÉCNICO DONÚCLEO ENVOLVENDO UM TEMA DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA O SETOR FLORESTAL.OBTER COMPROMETIMENTO DA EQUIPE PARA CAPTAÇÃO EXTERNA DE, NO MÍNIMO, 30%DOS RECURSOS DE CUSTEIO NECESSÁRIOS PARA MANUTENÇÃO DA UNIDADE.
  • Ministério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoMinistério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoNÚCLEOS DE GESTÃO ESTRATÉGICA - NGEsNÚCLEOS DE GESTÃO ESTRATÉGICA - NGEsNÚCLEOS DE GESTÃO ESTRATÉGICA - NGEsNÚCLEOS DE GESTÃO ESTRATÉGICA - NGEsAMBIENTE EXTERNOMERCADO/CADEIAS/CLIENTESNEGÓCIO EMBRAPANEGÓCIO EMBRAPAAÇÕES PRIORITÁRIAS EM P&DNGE1NGE1 NGE2NGE2 NGE3NGE3 NGE4NGE4 NGEnNGEnGESTORES DE P&DGESTORES DE P&DNÚCLEOS TEMÁTICOSUNIDADESUNIDADESUNIVERSIDADESUNIVERSIDADESSETOR PRIVADOSETOR PRIVADOEXTENSÃOEXTENSÃOOEPAsOEPAsNGOsNGOsCGIARCGIARD.E.D.E.
  • Ministério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoMinistério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoO Núcleo de Gestão Estratégicaem P&D deve ser uminstrumento organizacional quepromova a integração dedisciplinas , permita agilidadede atuação e visão temáticamais abrangente e integradora(sentido de equipe).
  • Ministério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoMinistério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoCada NGE deve estabelecer:O objetivo centralO estado da arteo tema no mundoo tema no BrasilDemandasdo setor púbicodo setor privado
  • Ministério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoMinistério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoCada NGE deve estabelecer:Avaliação dos RecursosAvaliação do pessoal: atual x necessárioAvaliação da infraestrura: atual x necessáriaAnálise da programação atual frente àsdemandasEstabelecimento de um portifólio de projetosFontes de financiamentofora do Brasilno Brasil
  • Ministério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoMinistério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoVantagens do Processo:Vantagens do Processo:Vantagens do Processo:Vantagens do Processo:NÚCLEOS DE GESTÃO ESTRATÉGICANÚCLEOS DE GESTÃO ESTRATÉGICANÚCLEOS DE GESTÃO ESTRATÉGICANÚCLEOS DE GESTÃO ESTRATÉGICA1.1. Eliminação da pulverização das ações de P&DEliminação da pulverização das ações de P&Dem número excessivo de projetos e subprojetos;em número excessivo de projetos e subprojetos;1.1. Eliminação da pulverização das ações de P&DEliminação da pulverização das ações de P&Dem número excessivo de projetos e subprojetos;em número excessivo de projetos e subprojetos;2.2. O novo arranjo é matricial ondeO novo arranjo é matricial ondeas equipes temáticas perpassam os Núcleosas equipes temáticas perpassam os Núcleoso que torna a programação objetivao que torna a programação objetivae interativa;e interativa;2.2. O novo arranjo é matricial ondeO novo arranjo é matricial ondeas equipes temáticas perpassam os Núcleosas equipes temáticas perpassam os Núcleoso que torna a programação objetivao que torna a programação objetivae interativa;e interativa;
  • Ministério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoMinistério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoVantagens do Processo:Vantagens do Processo:Vantagens do Processo:Vantagens do Processo:NÚCLEOS DE GESTÃO ESTRATÉGICANÚCLEOS DE GESTÃO ESTRATÉGICANÚCLEOS DE GESTÃO ESTRATÉGICANÚCLEOS DE GESTÃO ESTRATÉGICA3.3. O NGE aumenta a interatividade,O NGE aumenta a interatividade,que é mecanismo efetivo de estímulo a parcerias,que é mecanismo efetivo de estímulo a parcerias,tanto no nível interno quanto no externo;tanto no nível interno quanto no externo;3.3. O NGE aumenta a interatividade,O NGE aumenta a interatividade,que é mecanismo efetivo de estímulo a parcerias,que é mecanismo efetivo de estímulo a parcerias,tanto no nível interno quanto no externo;tanto no nível interno quanto no externo;4.4. Os “Planos de Gestão” com gerenciamentoOs “Planos de Gestão” com gerenciamentopor metas, acompanhamento e revisão internapor metas, acompanhamento e revisão internae externa são mecanismos eficientes parae externa são mecanismos eficientes parapriorização de demandas e correção de rumos,priorização de demandas e correção de rumos,que permitem à Unidade estar em constanteque permitem à Unidade estar em constantesintonia com seus clientes.sintonia com seus clientes.4.4. Os “Planos de Gestão” com gerenciamentoOs “Planos de Gestão” com gerenciamentopor metas, acompanhamento e revisão internapor metas, acompanhamento e revisão internae externa são mecanismos eficientes parae externa são mecanismos eficientes parapriorização de demandas e correção de rumos,priorização de demandas e correção de rumos,que permitem à Unidade estar em constanteque permitem à Unidade estar em constantesintonia com seus clientes.sintonia com seus clientes.
  • Ministério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoMinistério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoNÚCLEOS DE GESTÃO ESTRATÉGICAPROPOSTA 2004-2007Inclusão de produtores familiares noagronegócio florestal – INCLUIRRestauração e Recuperação de Ecossistemas eÁreas Degradadas - RESTAURARManejo sustentável de emprendimentosflorestais – SUSTENTAR
  • Ministério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoMinistério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoEQUIPES TEMÁTICASPROPOSTA 2004-2007Recursos Genéticos e Desenvolvimento de CultivaresControle e promoção de agentes biológicosEcologia de Plantações FlorestaisManejo FlorestalSistemas AgroflorestaisEcologia de sistemas naturaisEconomia Florestal e LegislaçãoAgregação de valor à madeira
  • Ministério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoMinistério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoRecursosGenéticoseDesenvolvimentodeCultivaresControleePromoçãodeAgentesBiológicosSistemasAgroflorestaisEcologiadePlantaçõesFlorestaisEcologiadeSistemasNaturaisManejoFlorestalAgregaçãodevaloràmadeiraEconomiaFlorestaleLegislaçãoMANEJO SUSTENTÁVEL DE EMPREENDIMENTOS FLORESTAIS – SUSTENTARINCLUSÃO DE PRODUTORES FAMILIARES NO AGRONEGÓCIO FLORESTAL –INCLUIRRESTAURAÇÃO E RECUPERAÇÃO DE ECOSSISTEMAS E ÁREAS DEGRADADAS -RESTAURARRecursosGenéticoseDesenvolvimentodeCultivaresControleePromoçãodeAgentesBiológicosSistemasAgroflorestaisEcologiadePlantaçõesFlorestaisEcologiadeSistemasNaturaisManejoFlorestalAgregaçãodevaloràmadeiraEconomiaFlorestaleLegislação
  • Ministério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoMinistério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoEQUIPES TEMÁTICASPROPOSTA 2004-2007Recursos Genéticos e Desenvolvimento de CultivaresPaulo Eduardo TelesJarbas Yukio ShimizuMarcos Deon Vilela de RezendeEmerson Gonçalves MartinsEstefano Paludzyszyn FilhoIvar WendlingLeonardoJosé ElidneiOsmir LavorantiAntonio Nascim Kalil FilhoValderes Aparecida da Silva
  • Ministério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoMinistério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoEQUIPES TEMÁTICASPROPOSTA 2004-2007Controle e promoção de agentes biológicosEdson Tadeu IedeSusete do Rocio Chiarelo PenteadoDalva Luiz Queiróz SantanaÁlvaro Figueredo dos SantosCelso Garcia AuerAlbino Grigoletti Júnior
  • Ministério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoMinistério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoEQUIPES TEMÁTICASPROPOSTA 2004-2007Ecologia de Plantações FlorestaisCarlos Alberto FerreiraHelton Damin da SilvaAntônio Francisco Jurado BelloteGuilherme de Castro AndradeMárcio Pinheiro FerrariItamar BognolaCláudia MaiaRosana Clara Victória Higa
  • Ministério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoMinistério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoEQUIPES TEMÁTICASPROPOSTA 2004-2007Manejo FlorestalYeda Maria Malheiros de OliveiraEdilson Batista de OliveiraMaria Augusta Doetzer RossotEvaldo Muñoz Braz
  • Ministério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoMinistério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoEQUIPES TEMÁTICASPROPOSTA 2004-2007Sistemas AgroflorestaisAmilton João BaggioVanderlei Porfírio de SouzaJorge RibaskiLuciano Javier Montoya VilcahuamanMoacir José Sales MedradoEdnelson P. NevesAntonio Maciel Botelho MachadoShizuo Maeda
  • Ministério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoMinistério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoEQUIPES TEMÁTICASPROPOSTA 2004-2007Ecologia de sistemas naturaisAntonio Aparecido CarpanezziSandra Bos MikichLetícia Penno de SouzaPaulo Cesar BotossoAntonio Carlos de Souza Medeiros (veículo)Gustavo Ribas CúrcioMarcos Fernando Gluck RachwalJoão Antonio Pereira FowlerGizelda Maia RegoEmilio RottaPaulo Ernani Ramalho CarvalhoPatrícia Póvoa de MattosMaria Angela Amazonas
  • Ministério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoMinistério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoEQUIPES TEMÁTICASPROPOSTA 2004-2007Economia Florestal, Legislação e Políticas PúblicasLuiz Roberto GraçaHonorino Roque RodigheriVitor Afonso HoeflichSérgio AhrensDerli Dossa
  • Ministério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoMinistério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoEQUIPES TEMÁTICASPROPOSTA 2004-2007Agregação de Valor à MadeiraJosé Carlos Duarte PereiraErich Gomes SchaitzaWashington Magalhães
  • Ministério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoMinistério da Agricultura, Pecuária e AbastecimentoSISTEMA DE PLANEJAMENTO DA UNIDADESISTEMA DE PLANEJAMENTO DA UNIDADEPATUNIDADEPATUNIDADEAJUSTESPl GESTÃO NGEsAJUSTESPl GESTÃO NGEs SAUSAUSAUSAUSAAD-RHSAAD-RHACOMP.ACOMP.PROJETOSPROJETOSACOMP.ACOMP.PROJETOSPROJETOSWORKSHOPSAVALIAÇÃONÚCLEOSWORKSHOPSAVALIAÇÃONÚCLEOSPLANO DIRETOR DA EMBRAPA - PDEPLANO DIRETOR DA UNIDADE -PDUPLANO INDIVIDUAL DE METASPLANO INDIVIDUAL DE METASPLANO INDIVIDUAL DE METASPLANO INDIVIDUAL DE METASSISTEMA EMBRAPA DEGESTÃO - SEGMACROPROGRAMAS - NGEs - PROJETOS