Trabalho de f.q pdf

1,596 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,596
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
27
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Trabalho de f.q pdf

  1. 1. Olho Humano O olho humano tem de diâmetro aproximadamente 24,15 milímetros, diâmetros horizontal e vertical ao nível do equador de aproximadamente 23,48 milímetros, circunferência ao equador de 75 milímetros, pesa 7,5 gramas e tem volume de 6,5cc. O globo ocular recebe este nome por ter a forma de um globo, que por sua vez fica acondicionado dentro de uma cavidade óssea e protegido pelas pálpebras. Possui em no seu exterior seis músculos que são responsáveis pelos movimentos oculares, e também três camadas concêntricas aderidas entre si com a função de visão, nutrição e protecção. A camada externa é constituída pela córnea e a esclera e serve para protecção. A camada média ou vascular é formada pela íris, a coroide, o cório ou uvea, e o corpo ciliar é a parte vascular. A camada interna é constituída pela retina que é a parte nervosa.
  2. 2. Diagrama esquemático do olhohumano
  3. 3.  No olho humano, existe ainda o humor aquoso que é um líquido incolor que existe entre a córnea e o cristalino. O humor vítreo é uma substância gelatinosa que preenche todo o espaço interno do globo ocular atrás do cristalino. Tudo isso funciona para manter a forma esférica do olho. O cristalino é uma espécie de lente que fica dentro de nossos olhos. Está situado atrás da pupila e orienta a passagem da luz até a retina. A retina é composta de células nervosas que leva a imagem através do nervo óptico para que o cérebro as interprete. Não importa se o cristalino fica mais delgado ou espesso, estas mudanças ocorrem de modo a desviar a passagem dos raios luminosos na direcção da mancha amarela. À medida que os objectos ficam mais próximos o cristalino fica mais espesso, e para objectos a distância fica mais delgado a isso chamamos de acomodação visual.
  4. 4.  O olho ainda apresenta, as pálpebras, as sobrancelhas, as glândulas lacrimais, os cílios e os músculos oculares. A função dos cílios ou pestanas é impedir a entrada de poeira e o excesso da luz. As sobrancelhas também têm a função de não permitir que o suor da testa entre em contacto com os olhos. A conjuntiva é uma membrana que reveste internamente duas dobras da pele que são as pálpebras. São responsáveis pela protecção dos olhos e para espalhar o líquido que conhecemos como lágrima. O líquido que conhecemos como lágrimas são produzidos nas glândulas lacrimais, a sua função é espalhar esse líquido através dos movimentos das pálpebras lavando e lubrificando o olho. O ponto cego é o lugar de onde o nervo óptico sai do olho.
  5. 5. Os Músculos do olho humano
  6. 6. Defeitos de visão Hipermetropia Condição inversa a miopia, em que os raios de luz são focalizados após a retina. A hipermetropia mais comum é a axial, que se caracteriza pelo olho ser menor do que o normal. O hipermétrope vê melhor os objectos distantes. Pode-se observar que quem tem este problema costuma colocar o jornal a certa distancia para poder lê-lo.
  7. 7.  Astigmatismo Defeito causado pela refracção diferencial dos raios de luz. A córnea normal é um segmento perfeito, como uma esfera. A córnea de um astigmática apresenta diferentes raios em sua curvatura, em um lugar de um ponto focal, existirão dois, e por isso o individuo não conseguirá focalizar simultaneamente num mesmo plano, tudo o que se vê. Os astigmáticos geralmente queixam-se de dor de cabeça, dores constantes no globo ocular, sensação de peso e queimação dos olhos.
  8. 8.  Conjuntivite A causa mais comum de inflamação da conjuntiva é a penetração de um corpo estranho ou de uma poeira excessiva. A irritação resultante provoca aumento de secreção e afluxo de sangue (que traz células de defesa para combater a invasão de microrganismos). Alem de corpos estranhos, certos microrganismos (bactérias, vírus) poderão produzir efeitos semelhantes. Outros factores como defeitos da visão, deficiências de iluminação, esforço prolongado e excessivo da visão e alergias, são factores comuns de inflamação da conjuntiva.
  9. 9.  Olho seco Na síndrome do olho seco, o filme lacrimal rompe-se prematuramente, deixando o epitélio conjuntival e corneano exposto à atmosfera. Quando a pessoa pisca, o filme lacrimal é refeito, mas novamente se romperá prematuramente. As causas podem ser diversas : produção insuficiente das glândulas lacrimais, evaporação excessiva das lágrimas, deficiência na produção de substancias que compõem a lágrima; causas estas, decorrentes de falta orgânica, ou provocadas por acidentes que afectem as glândulas lacrimais.
  10. 10.  Catarata A formação de catarata é parte do processo de envelhecimento. É comum nas pessoas mais idosas, mas também pode ocorrer em crianças e jovens. Seja qual for a causa (trauma, congénita ou senil) o cristalino, alente natural do olho, se torna opaco, impossibilitando a passagem da luz e consequentemente, diminuindo a visão e ate provocando cegueira. Na maioria dos casos a cirurgia é indicada para remover o cristalino opaco e introduzir uma lente intra-ocular que fará o papel do cristalino, devolvendo a visão ao paciente em mais de 90% dos casos.
  11. 11. Trabalho realizado pela aluna :• Mariana Ferreira Nº18 8ºA Escola EB2/3 Dr. Augusto César Pires de Lima Ano Lectivo 2010/2011

×