RENASCIMENTO<br />Chama-se Renascimento o movimento cultural desenvolvido na Europa entre 1300 e 1650 – portanto, no final...
Características gerais: <br /><ul><li>Ideal Humanista ;
Reutilização das artes greco-romana ;
Racionalidade ;
Rigor Científico ;
Dignidade do Ser Humano. </li></ul>Fases do Renascimento:<br /><ul><li>Trecento;
Quattrocento;
Alta Renascença;
O Cinquecento.</li></ul>Retrato de Erasmode Roterdão 1523, por Hans Holbein, o Jovem (FrickCollection)<br />
O Trecento representa a preparação para o Renascimento e é um fenômeno basicamente italiano, mais especificamente da cidad...
ARQUITETURA<br />Principais características: <br />Ordens Arquitetônicas <br />Arcos de Volta-Perfeita <br />implicidade n...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Renascimento

17,114

Published on

Published in: Spiritual
1 Comment
8 Likes
Statistics
Notes
  • muito legal
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total Views
17,114
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5
Actions
Shares
0
Downloads
362
Comments
1
Likes
8
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Renascimento"

  1. 1. RENASCIMENTO<br />Chama-se Renascimento o movimento cultural desenvolvido na Europa entre 1300 e 1650 – portanto, no final da Idade Média e na Idade Moderna;<br />O humanismo (valorização do homem e da natureza, em oposição ao divino e ao sobrenatural) pode ser considerado o espírito do Renascimento;<br />Chamou-se "Renascimento" em virtude da redescoberta e revalorização das referências culturais da antiguidade clássica. O termo foi registrado pela primeira vez por Giorgio Vasari , no séc XVI.<br />O homem vitruvianode Leonardo da Vinci,1490.<br />Lápis e tinta sobre papel, 34x24 cm.<br />GalleriedellÁccademia<br />
  2. 2. Características gerais: <br /><ul><li>Ideal Humanista ;
  3. 3. Reutilização das artes greco-romana ;
  4. 4. Racionalidade ;
  5. 5. Rigor Científico ;
  6. 6. Dignidade do Ser Humano. </li></ul>Fases do Renascimento:<br /><ul><li>Trecento;
  7. 7. Quattrocento;
  8. 8. Alta Renascença;
  9. 9. O Cinquecento.</li></ul>Retrato de Erasmode Roterdão 1523, por Hans Holbein, o Jovem (FrickCollection)<br />
  10. 10. O Trecento representa a preparação para o Renascimento e é um fenômeno basicamente italiano, mais especificamente da cidade de Florença, pólo político, econômico e cultural da região, conduzindo a transfomação do modelo medieval para o moderno.<br />O chamado Quattrocento (séc XV)viu o Renascimento atingir sua era dourada. O Humanismo amadurecia e se espalhava pela Europa através de Ficino, Erasmo, Mirandola e Thomas More. Foi o século dos Medici, quando o interesse pela arte se difundia para círculos cada vez maiores.<br />A Alta Renascença cronologicamente engloba os anos finais do Quattrocento e as primeiras décadas do Cinquecento, sendo delimitada aproximadamente pelas obras de maturidade de Da Vince (a partir de 1480) e o Saque de Roma em 1527. Nesse período se cristalizaram ideais que caracterizam todo o movimento renascentista: o Humanismo, a noção de autonomia da arte, a emancipação do artista de sua condição de artesão e equiparação ao cientista e ao erudito, a busca pela fidelidade à natureza, e o conceito de gênio, tão perfeitamente encarnado em Da Vinci, Rafael Sanzio e Michelangelo.<br />O Cinquecento (séc XVI) é a derradeira fase da Renascença, quando o movimento se transforma, se expande para outras partes da Europa e Roma, dando frutos em especial na França, Espanha e Alemanha, tingidos pelos históricos locais específicos<br />
  11. 11. ARQUITETURA<br />Principais características: <br />Ordens Arquitetônicas <br />Arcos de Volta-Perfeita <br />implicidade na construção <br />A escultura e a pintura se desprendem da arquitetura e passam a ser autônomas <br />Construçõesde palácios, igrejas, vilas (casa de descanso fora da cidade), fortalezas (funções  militares).<br />FilippoBrunelleschié considerado o principal arquiteto renascentista. <br />Foi um artista completo - era pintor, escultor e arquiteto. Dominava conhecimentos de Matemática, Geometria e era grande conhecedor da poesia de Dante. Porém, foi  como construtor que realizou seus mais importantes trabalhos, entre eles a cúpula da catedral de Florença e a Capela Pazzi.<br />
  12. 12. PINTURA<br />Principais características: <br />Uso da Perspectiva;<br />Uso do claro-escuro: pintar algumas áreas iluminadas e outras na sombra, esse jogo de contrastes reforça a sugestão de volume dos corpos;<br />Realismo: o artistas do Renascimento não vê mais o homem como simples observador do mundo que expressa a grandeza de Deus, mas como a expressão mais grandiosa do próprio Deus. E o mundo é pensado como uma realidade a ser compreendida cientificamente, e não apenas admirada;<br /> Inicia-se o uso da tela e da tinta à óleo;<br />Tanto a pintura como a escultura que antes apareciam quase que exclusivamente como detalhes de obras arquitetônicas, tornam-se manifestações independentes;<br />Surgimento de artistas com um estilo pessoal, diferente dos demais.<br />La Gioconda, 1503-1507. óleo sobre madeira de álamo. 77x 53 cm. Museu do Louvre<br />
  13. 13. Leonardo da Vinci<br />É uma das figuras mais importantes do Alto Renascimento, que se destacou como cientista, matemático, engenheiro, inventor, anatomista, pintor, escultor, arquiteto, botânico, poeta e músico. É ainda conhecido como o precursor da aviação e da balística.<br />Dominou com sabedoria um jogo expressivo de luz e sombra, gerador de uma atmosfera que parte da realidade mas estimula a imaginação do observador. Foi possuidor de um espírito versátil que o tornou capaz de pesquisar e realizar trabalhos em diversos campos do conhecimento humano.<br />Desenvolveu a pintura a óleo e com ela o chiaroscuro e o aperfeiçoamento do sfumato.<br />Provável autoretrato de Leonardo da Vinci, <br />cerca de 1512 a 1515 <br />
  14. 14. Donato di BettoBardi -Donatello<br />Voltado para a representação da figura humana, Donatello levou a escultura renascentista à máxima expressividade e plasmou em suas obras os ideais de beleza então em voga. <br />Foi o mais importante escultor florentino do século XV e um dos grandes mestres do Renascimento na Itália.<br />A ele se deve a elaboração do tipo do putto,<br /> uma espécie de gênio <br />com forma de criança <br />pequena, alado ou não, <br />que se tornou um motivo<br /> decorativo de sucesso <br /> imediato e vasta <br /> disseminação.<br /> Detalhe da Santa Maria Madalena penitente, 1455. Museodell'OperadelDuomo, Florença.<br />
  15. 15. Botticelli<br />Os temas de seus quadros foram escolhidos segundo a possibilidade que lhe proporcionavam de expressar seu ideal de beleza. <br />Para ele, a beleza estava associada ao ideal cristão. Por isso, as figuras humanas de seus quadros são belas porque manifestam a graça divina, e, ao mesmo tempo, melancólicas porque supõem que perderam esse dom de Deus. <br />A Primavera,1478. Têmpera sobre madeira <br />O Nascimento de Vênus , 1483. Têmpera sobre tela. <br />172,5 × 278,5 cm. GalleriadegliUffizi (Florença)<br />
  16. 16. Michelangelo Buonarroti<br />Pietà, 1499. Basílica de São Pedro, Vaticano.<br />A criação de Adão. Capela Sistina<br />Pintor, escultor, poeta e arquiteto italiano, considerado um dos maiores criadores da história da arte do ocidente;<br />Desenvolveu o seu trabalho artístico por mais de 70 anos entre Florença e Roma, onde viveram seus grandes mecenas, os Medici e vários papas;<br />Sua carreira se desenvolveu na transição do Renascimento para o maneirismo, e seu estilo sintetizou influências da arte da antiguidade clássica, do primeiro Renascimento, dos ideais do humanismo e do Neoplatonismo, centrado na representação da figura humana e em especial no nu masculino;<br />Entre 1508 e 1512 trabalhou na pintura do teto da Capela Sistina, no Vaticano. Para essa capela, concebeu e realizou grande número de cenas do Antigo Testamento. Dentre tantas que expressam a genialidade do artista, uma particularmente representativa é a criação do homem.  <br />
  17. 17. Rafael Sanzio<br />Foi um mestre da pintura e da arquitetura da escola de Florença durante o Renascimento italiano, celebrado pela perfeição e suavidade de suas obras;<br />Era pesquisador interessado na antiguidade clássica e seu primeiro trabalho arquitetônico foi a posição de arquiteto da nova Basílica de São Pedro, cuja construção começou em 1506.<br />Suas obras comunicam ao observador um sentimento de ordem e segurança, pois os elementos que compõem seus quadros são dispostos em espaços amplo, claros e de acordo com uma simetria equilibrada. Foi considerado grande pintor de “Madonas”. <br />Sua última obra foi Transfiguração -- > (1518/20, Museu do Vaticano);<br />Morreu em Roma no seu aniversário de 37 anos, e foi enterrado no Panteão, o mais honorável mausoléu da Itália.<br />Escola de Atenas. 1506-1510. Afresco. 500 x 700 cm.<br />Palácio Apostólico, Vaticano<br />
  18. 18. No geral, temos como representantes do renascimento cultural, no campo:<br /><ul><li>Das artes plásticas: </li></ul>Sandro Botticelli ( 1444-1510), Leonardo da Vinci ( 1452- 1519), Michelangelo Buonarroti ( 1475- 1564) e Rafael Sanzio ( 1483- 1520)<br /><ul><li>Na literatura: </li></ul>Dante Alighieri ( 1265-1321), Giovanni Boccaccio (1313-1 375), François Rabelais (1494 – 1553 ), Luís de Camões (1524 – 1580), Miguel de Cervantes (1524 – 1580), William Shakespeare ( 1564-1616)<br /> Seus pensadores:<br /> Erasmo de Roterdã (data incerta), Nicolau Maquiavel ( 1469- 1527), Thomas Morus (1480 – 1535)<br />
  1. Gostou de algum slide específico?

    Recortar slides é uma maneira fácil de colecionar informações para acessar mais tarde.

×