Tns 2012 avaliação do impacto das acções de comunicação do poph 2007 2013 [relatório final]

599
-1

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
599
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Tns 2012 avaliação do impacto das acções de comunicação do poph 2007 2013 [relatório final]

  1. 1. Avaliação do Impacto das Ações deComunicação do POPH 2007 –2013 Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012
  2. 2. Índice1 6Sumário Executivo 03 Reconhecimento dos materiais de 28 comunicação2 7Conclusões e Recomendações 08 Avaliação das ações de comunicação 483 8Objetivos do estudo 12 Sugestões 724 9Metodologia do estudo 14 Análise de clipping 845 10Notoriedade e compreensão do papel 17do POPH Anexos 101 Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 2
  3. 3. 1Sumário Executivo Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 3
  4. 4. Sumário Executivo (I)O POPH apresenta um nível de notoriedade elevado (76%) junto de todos os diferentes públicosbeneficiários, com excepção dos Beneficiários Externos Especificos (BEE).Verifica-se por parte de todos os beneficiários, e novamente com exceção dos BEE, umreconhecimento claro da missão, áreas de intervenção e entidades associadas ao programa.Paralelamente todos os beneficiários consideram que é relativamente fácil obter informações sobre oPOPH (47%), sendo esta facilidade destacada pelos Beneficiários Internos Recursos Humanos(BIRH).Os principais meios de contacto com os materiais dos POPH, nomeadamente com o logotipo, foiessencialmente efetuado através do site (73%). Também uma percentagem considerável deinquiridos (67%) considera que consegue identificar facilmente a imagem gráfica do POPH ou olettering do POPH (59%).O site apresenta-se assim como o meio de acesso à comunicação do POPH mais transversal a todosos públicos, e é considerado um instrumento com informação muito útil e fácil de utilizar. Apesardisso, o seu uso é ainda bastante reduzido nos BEE, onde muitos admitem nem saber da existênciado mesmo. Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 4
  5. 5. Sumário Executivo (II)Os principais conteúdos das ações de divulgação recordados por todos os beneficiários referem-se ainformações gerais ou técnicas acerca do programa. Há a destacar, no entanto, que os BeneficiáriosExternos Institucionais (BEI) e Específicos (BEE) e os Beneficiários Mediáticos (BM) referem recordarespecificamente mensagens direcionadas para a importância da qualificação e para o crescimento pelaqualificação ao passo que os Beneficiários Internos (BIRH e BIPI) fazem referência aos casos desucesso.Todos os públicos são percecionados como potenciais alvo das mensagens transmitidas pelo POPH,com especial incidência para as empresas (69%) e para todas as pessoas no geral (59%).As ações de comunicação já implementadas e a que os beneficiários tiveram acesso são avaliadascomo satisfatórias por 50% do total dos inquiridos que responderam a esta questão, sendo que 80%consideram que recomendariam o programa a outra pessoa ou instituição.O POPH é percebido como um programa que desempenha um papel relevante na sociedadeportuguesa, nomeadamente no que concerne ao contributo do mesmo para o desenvolvimento dasqualificações dos Portugueses (95%). Paralelamente, a informação a que os públicos já tiveram acessotem contribuído, na ótica dos mesmos para criar uma imagem positiva do programa e transmitirconfiança no programa. Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 5
  6. 6. Sumário Executivo (III)De acordo com 79% dos inquiridos, a informação transmitida tem-se adequado aos diferentespúblicos, não obstante alguns considerarem que a informação é demasiado técnica e reconhecerem aexistência de pouca divulgação junto do público em geral. Todavia, consideram que a informação éclara (68%), agradável (67%) e apelativa (61%).Sendo o site um dos meios mais utilizados, os Beneficiários Internos e os Institucionais referem queeste foi o meio onde a comunicação melhor funcionou. No entanto, é importante destacar que asmelhorias ao nível da comunicação, de acordo com 53% do total de inquiridos, passam pelatransmissão de informação na televisão, 37% na imprensa e 35% em sessões de esclarecimento.A avaliação da comunicação que tem sido efetuada pelo POPH é considerada boa ou muito boa por70% dos Beneficiários Internos (Recursos Humanos e Parceiros Institucionais), embora 39%considerem que a facilidade de recurso à informação é apenas razoável. Estes beneficiários destacamainda a clareza e transparência da comunicação (75%) e a disponibilização de forma atempada dosresultados (66%) por parte do POPH. Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 6
  7. 7. Sumário Executivo (IV)Desde a intranet, à receção de flashs informativos, passando pelo encontro de quadros técnicos, todosestes meios são reconhecidos pela maioria dos Beneficiários Internos como importantes ou adequadospara satisfazer as necessidades de informação e comunicação sobre o programa.Numa outra lógica de avaliação da comunicação e de acesso à mesma, os Beneficiários Mediáticosconsideram que a informação disponibilizada pelo POPH é relevante o suficiente para se tornar noticiae que o POPH é uma fonte de transmissão de notícias pertinentes e importantes para o país e como talrevelam algum interesse na divulgação de (novas) informações sobre o programa.Também as sugestões de ações de divulgação se enquadram naquelas que são as principaisnecessidades sentidas por cada público específico, assim como as sugestões de melhorias para acomunicação que são apresentadas.Mais especificamente, estas passam, entre outras coisas, por maior divulgação nos meios decomunicação social, utilização de casos reais para demonstrar resultados e comunicações maisregulares. Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 7
  8. 8. 2Conclusões e Recomendações Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 8
  9. 9. Conclusões e RecomendaçõesConsidera-se que a comunicação efetuada pelo POPH até ao momento tem-se revelado eficaz e temconseguido cumprir os objetivos a que se propôs inicialmente, com particular incidência junto dosPúblicos Internos e dos Externos Institucionais havendo, contudo, margens para melhoramento.Principalmente junto destes públicos verifica-se que existe um concreto reconhecimento da missão edos benefícios propostos pelo programa. Estes beneficiários revelam ainda um conhecimentoabrangente e consistente com os objetivos do programa, e que foi conseguido por via do êxito dasmedidas que foram implementadas, com vista à informação e publicidade, quer a nível regional comocentral junto dos diferentes públicos.Pode-se, no entanto, destacar, e com vista à otimização da comunicação até ao final do período deprogramação, algumas sugestões que nos parecem pertinentes no sentido de garantir que a perceçãodo POPH é a desejada em todos os públicos.Assim, parece-nos relevante que o POPH, estando na sua reta final, retome algumas das boaspráticas comunicacionais que entretanto foram abandonadas, e que passam pela transmissão deinformações sobre o programa e nomeadamente sobre os efeitos reais do programa navida dos indivíduos. Esta transmissão para ter um impacto considerável deverá ser feitaatravés dos meios de comunicação social ao dispor. Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 9
  10. 10. Conclusões e RecomendaçõesConsidera-se que para retomar esta divulgação com os meios de comunicação social seráeventualmente necessário o recurso a assessoria mediática tal como aconteceu no passado,sendo que esta pode ser uma boa maneira de chegar a todos os públicos e nomeadamente aospúblicos específicos (em geral) que são aqueles que apresentam menor conhecimento do programa.Importante é também criar um Word-Of-Mouth (WOM positivo) junto da sociedade em geral, euma presença mais massiva nos meios de comunicação (jornais, imprensa, rádio e televisão). Narealidade, esta seria uma forma eficiente de garantir a manutenção de uma boa imagem do programae consequentemente das entidades às quais ele está afeto - FSE e QREN.Neste sentido o retomar do contacto com os Opinion Leaders pode ser alavancado natransmissão de casos de sucesso, uma vez que sendo algo real sensibiliza de forma mais direta opúblico, qualquer que ele seja. Uma maior aproximação aos Beneficiários Mediáticos parece-nosrelevante que aconteça até ao final do período de programação, e que se estabeleça um contactomais direto no sentido de demonstrar efetivamente a obra que até ao momento foi realizada. Paraeste efeito é recomendável a presença do POPH nas redes sociais em vigor, sendo este um canalprivilegiado de comunicação junto dos jornalistas.Assim sendo, parece-nos também interessante demonstrar o que tem sido feito pelo programa nosentido de se adaptar às novas realidades e exigências que vão surgindo na sociedade, emais uma vez através de exemplos concretos, reforçando o papel e a importância da utilização dosfundos comunitários. Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 10
  11. 11. Conclusões e RecomendaçõesConsidera-se ainda que os Beneficiários Externos Institucionais podem assumir um papelmais destacado enquanto difusores de comunicações sobre o programa nomeadamente juntodo público em geral. Podem ser incentivadas parcerias com os Beneficiários Externos Específicos nosentido de desenvolverem eventos para os públicos que foram alvo dos fundos do programa, deforma a demonstrarem os objetivos que as próprias instituições conseguiram atingir por via do POPH.Outra sugestão de melhoria passa pela própria linguagem que é utilizada para chegar aosbeneficiários. Considera-se que a utilização de uma linguagem menos hermética e mais deacordo com os públicos a quem se destinam pode capitalizar e tornar muito mais percetíveis osresultados do programa junto dos públicos.No que concerne aos Beneficiários Internos, e muito embora se admita a eficácia da comunicaçãojunto deste público, considera-se que deve ser fomentado o diálogo interno para que todos sesintam parte integrante do processo.Sugerimos ainda, a implementação das seguintes ações de comunicação, que apesar de já estaremprevistas, não parecem ter grande visibilidade, nomeadamente, maior divulgação de estudos epublicações dos resultados obtidos junto das entidades beneficiárias e particularmente dosOpinion leaders, destacando os projetos considerados como mais relevantes para a sociedadeportuguesa, atendendo ao contexto atual. Finalmente salienta-se a importância da mobilização derecursos para uma concretização profissionalizada e continuada das recomendações sugeridas. Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 11
  12. 12. 3Objetivos do estudo Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 12
  13. 13. Objetivos do estudoO principal objetivo deste estudo prende-se com a avaliação do impacto das ações de divulgaçãoe informação desenvolvidas no âmbito do plano de comunicação do programa POPH 2007-2013.Mais especificamente, procurou-se: Avaliar a notoriedade da marca POPH Explorar as principais perceções da marca POPH Identificar o modo como se tem processado a receção das mensagens do POPH Identificar pontos fortes e fracos da comunicação Avaliar a notoriedade e o impacto dos materiais de comunicação do POPH Avaliar a imagem global da comunicação do POPH Obter recomendações e sugestões de melhoria das práticas de comunicação do POPHNo final este estudo irá permitir ao POPH obter um conhecimento aprofundado das ações decomunicação já efetuadas e perceber quais as boas práticas comunicacionais que deverão serutilizadas até à conclusão do programa, de forma a potencializar a otimização dos recursos noperíodo que resta até à conclusão do atual período de programação. Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 13
  14. 14. 4Metodologia do estudo Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 14
  15. 15. Abordagem metodológica – Fase QualitativaUniverso Amostra Metodologia Beneficiários Externos do  18 entrevistas com a  10 Entrevistas Programa Institucionais seguinte repartição: Espontâneas realizadas na (prioritários) – BEI  BEI – 7 entrevistas Feira Futurália aos Beneficiários Externos do  BEE – 7 entrevistas responsáveis pelos stands Programa Específicos expostos na feira e ao  BM – 2 entrevistas público em geral visitante (público em geral)- BEE  BIRH – 2 entrevistas da feira - Abril de 2012 Beneficiários Mediáticos – BM  8 Entrevistas pessoais em Beneficiários Internos - profundidade com cerca Recursos Humanos BIRH de 45 minutos, aos Beneficiários do Programa, selecionados através do método aleatório. Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 15
  16. 16. Abordagem metodológica – Fase QuantitativaUniverso Amostra Metodologia Beneficiários Externos do 614 entrevistas com a  604 entrevistas realizadas Programa Institucionais seguinte distribuição através do sistema CAWI (prioritários) – BEI  BEI – 375 entrevistas (Computer-Assisted Web Beneficiários Externos do  BEE – 175 entrevistas Interview) Programa Específicos  BM – 5 entrevistas  10 entrevistas realizadas (público em geral)- BEE através do sistema PAPI  BIRH – 52 entrevistas (Paper and Pencil Beneficiários Mediáticos – BM  BIPI – 7 entrevistas Interview) Beneficiários Internos  O trabalho de campo Recursos Humanos - BIRH decorreu entre os dias 19 Beneficiários Internos de Abril e 11 de Maio de Parceiros Institucionais – 2012 BIPI Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 16
  17. 17. 5Notoriedade e compreensão dopapel do POPH Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 17
  18. 18. A notoriedade do POPH é quase total junto dos BeneficiáriosExternos Institucionais (BEI), ao contrário do que acontece juntodos Beneficiários Externos Específicos (BEE), sendo que 1ª fontede informação varia de acordo com o tipo de público. Notoriedade da marca POPH (%) Primeiro contacto com o POPH TOP 10 (%) 1 0 1 3 2 2 4 3 2 3 3 6 14 20 3 3 22 4 2 2 4 25 4 11 14 9 25 69 13 13 6 6 25 99 18 19 76 80 21 71 32 32 25 27 27 TOTAL BEI (375) BEE (175) BM (5*) TOTAL BEI (372) BEE (48) BM (4*) BIPI (7*) (555) (431) Sim Não Não sabe / não responde Local de trabalho Ações na qual foi beneficiários 1.Já ouviu falar em POPH (Programa Operacional Potencial Humano)? Site do POPH Sessões de esclarecimento 7.Recorda-se onde viu / ouviu falar pela primeira vez no POPH? Televisão Colegas/amigos/familiares Base: Total de inquiridos por público. Jornais Newsletter *Base insuficiente para análise estatística. Cartazes Boletins informativos Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 18
  19. 19. No que concerne ao Público em Geral (BEE), e apesar de saberemque existem fundos comunitários para o apoio da qualificação dosportugueses, admitem o seu reduzido conhecimento sobre oPOPH, ao contrário do que se verifica junto dos BeneficiáriosExternos Institucionais (BEI). Conhecimento dos fundos comunitários (%) Média Grau de conhecimento do POPH (%) TOTAL 52 38 11 3,49 (424) 5,7 BEI 57 38 5 3,62 (372) 25,1 BEE 17 31 52 2,52 (48) 69,1 BM 50 25 25 3,25 (4*) Sim Não Não sabe/Não responde Muito elevado/elevado Médio Reduzido/Muito Reduzido 5. Tem conhecimento da existência de fundos comunitários disponíveis para 2. Como avalia o seu grau de conhecimento global em relação ao POPH? promover e apoiar a qualificação dos portugueses? Base: Total de inquiridos que conhece o POPH por Público Externo e Mediático. Base: Total de BEE inquiridos (175). *Base insuficiente para análise estatística. Avaliação realizada numa escala de 1 Muito Reduzido a 5 Muito Elevado Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 19
  20. 20. Esta situação é corroborada nas entrevistas efetuadas onde severificou que junto dos públicos alvo a notoriedade da marca estámais presente nos Beneficiários Externos Institucionais (BEI)Os Beneficiários Externos Institucionais (BEI), revelam tendencialmente um maiorconhecimento da marca POPH, e alguns recordam espontaneamente o programaquando questionados sobre quais os fundos europeus ou do estado que já ouviramfalar. “… Conheço, e conheço há muito tempo. Agora qualquer profissional que trabalhe na área tem a obrigação de se informar quais são as instituições e quais são as opções de financiamento que existem.” BEI3 “… Para nós isso é tão inerente, estamos sempre tão em cima do acontecimento. Para mim, esse conhecimento é quase um conhecimento implícito.” BEI6Também os Beneficiários Mediáticos, pelas pesquisas a que a profissão obriga,consideram que é fácil ter conhecimento do que vai acontecendo na sociedade a níveldos diversos financiamentos e nomeadamente dos programas existentes. Contudo, amarca POPH nem sempre surge em espontâneo e a sua notoriedade não é muitoelevada dada a panóplia de informação a que acedem diariamente. “Nós vamos tendo acesso a tudo o que diz respeito às nossas áreas… Faço um nível de pesquisa que se calhar a maior parte das pessoas não fazem. Ando a trás dos documentos ou a esmiuçar os sites, os relatórios, coisas assim do género, faz parte da nossa profissão tentar perceber o que é que se está a passar…” BM1Junto dos Beneficiários Externos Específicos (BEE), a marca POPH não éreconhecida e quando existe associação aos fundos comunitários esta é feita por viados cursos profissionais ou novas oportunidades. Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 20
  21. 21. Relativamente às entidades associadas ao POPH verifica-se que oconhecimento é também menor junto do Público ExternoEspecífico (BEE), já no que concerne aos restantes beneficiários oconhecimento das entidades associadas ao programa é quasetotal. Conhecimento das entidades associadas ao POPH (%)TOTAL (614) 65 31 4 BEI (375) 85 12 4 BEE (175) 13 83 4 BM (5*) 80 20 BIRH (52) 92 4 4 BIPI (7*) 100 Sim Não Não sabe/Não responde 8. Tem conhecimento de qual ou quais as entidades que estão associadas à marca POPH? / 9. (…) quais considera que estão associadas à marca POPH? Base: Total de inquiridos por tipo de público. *Base insuficiente para análise estatística. Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 21
  22. 22. Nas primeiras associações espontâneas os públicos que maiscontactam com o POPH destacam o Fundo Social Europeu e o Qrencomo as entidades que mais associam à marcaAs primeiras associações espontâneas a POPH são direcionadas para programascomunitários, para o Fundo Social Europeu e mais especificamente para o Qren.Nomeadamente nos Beneficiários Externos Institucionais e BeneficiáriosMediáticos (BM) a associação imediata entre o Qren e o POPH é mais notória erelevante. “Que é um programa, portanto, que é um programa do QREN que serve para apoiar determinadas iniciativas de desenvolvimento pessoal...” BM2 “No antigo quadro comunitário, as nomenclaturas depois mudaram, na altura não existia esse nome, ... Quer dizer, sendo uma empresa de formação e ainda por cima financiada para a formação cofinanciada, quando entrou o Quadro de Referência Estratégica Nacional em 2007-2013, o POPH é o programa através do qual nós temos de nos candidatar, é quase como um dado adquirido” BEI6De salientar ainda que na análise de clipping efetuada aos documentos de imprensa eonline de 2010, verifica-se que um número considerável de noticias fazem tambémreferência ao Fundo Social Europeu, à União Europeia ou ao QREN, no corpo do artigo,enquanto entidades financiadoras do programa. Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 22
  23. 23. Para os diferentes beneficiários, exceto para os BEE, as entidadescom maior nível de associação ao POPH para além do próprioprograma são o FSE e o QREN. Já para os BEE a associação é feitaao IEFP TOP 10 de Entidades associadas ao POPH (%) TOTAL (614) 81 70 67 54 54 53 51 43 22 14 BEI (375) 87 80 85 65 58 49 58 44 24 10 BEE (175) 63 41 20 21 34 59 28 36 13 17 BM (5*) 100 60 80 40 60 20 60 40 BIRH (52) 90 94 90 94 85 65 71 60 35 37 BIPI (7*) 86 86 86 86 86 29 57 29 Programa POPH FSE QREN IGFSE EU IEFP Estado Português Ministério da Economia e do Emprego Ministério da Solidariedade DGES 9. (…) quais considera que estão associadas à marca POPH? Base: Total de inquiridos por tipo de público .*Base insuficiente para análise estatística. Resposta múltipla, pelo que o total pode ser superior a 100%. Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 23
  24. 24. A missão do POPH é reconhecida pela grande maioria dos beneficiários e tendencialmente todos consideram que é fácil obter informações sobre o programa TOTAL BEI (375) BEE (175) BM (5*) BIRH (52) BIPI (7*) (614) Áreas de maior conhecimento (%) TOP 3 (8+9+10) Estou perfeitamente consciente da 53 68 9 40 92 86 missão do POPH Identifico a frase ‘Qualificar é crescer’ 51 63 13 20 94 43 como sendo relativa ao POPHConsigo saber informações sobre o POPH 47 57 16 40 79 71 com facilidade Consigo identificar as áreas de intervenção do POPH 46 60 7 20 77 57 Sei quais são as prioridades do POPH para o período de programação 2007- 41 52 6 0 77 71 2013 10.Gostaríamos de saber em que medida concorda ou discorda com as seguintes frases (…). Base: Total de inquiridos por tipo de público. *Base insuficiente para análise estatística. Avaliação realizada numa escala de 1 “Discordo totalmente” a 10 “Concordo totalmente”. Valores apresentados referem-se ao TOP 3 (8+9+10). Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 24
  25. 25. Os Beneficiários Internos do Programa Recursos Humanos (BIRH),consideram, na sua maioria, que têm bastante conhecimentosobre os objetivos e a missão da comunicação do POPH Conhecimento dos BIRH sobre os objetivos de Conhecimento dos BIRH sobre a missão da comunicação do POPH (%) comunicação do programa (%) 8 12 15 10 77 79 Muito / algum conhecimento Muito / algum conhecimento Nem muito / nem pouco conhecimento Nem muito / nem pouco conhecimento Pouco / nenhum conhecimento Pouco / nenhum conhecimento 30. Qual o seu grau de conhecimento acerca dos objetivos da comunicação do Programa? 31. Qual o seu grau de conhecimento acerca da missão da comunicação do Programa? Avaliação realizada numa escala de 1 “Nenhum conhecimento” a 5 “Muito conhecimento”. Base: Total de Beneficiários Internos Recursos Humanos inquiridos (52). Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 25
  26. 26. Um maior conhecimento sobre o POPH, no que respeita à missão,ao claim, às áreas de intervenção e às prioridades do programaPOPH é visível no discurso dos Beneficiários InternosQuando questionados sobre o papel que o POPH desempenha na sociedade portuguesa,e, não obstante este conhecimento estar bastante presente nos BeneficiáriosExternos Institucionais (BEI), ainda que mais presente junto dos indivíduos quetrabalham diretamente com o projeto dentro das instituições beneficiárias, são osBeneficiários Internos Recursos Humanos (BIRH) aqueles que mais têm presentea missão e as áreas de intervenção do programa. “É contribuir por via de uma série de caminhos e de opções para o crescimento de Portugal. Por via da promoção do empreendedorismo … por via de criar caminhos para permitir a qualificação aos portugueses, por via a criação de negócios,permitir a certificação de competências daqueles portugueses que já têm qualificações mas que não estão reconhecidas, permitir que as mulheres não sejam discriminadas e que tenham também oportunidades, enfim, há uma série de caminhos e isso repercute-se no papel e na missão que o POPH quer ter...” BIRH2De destacar ainda que os Beneficiários Internos Recursos Humanos (BIRH) sãotambém aqueles que têm mais presente em termos de mensagens retidas a frase“Qualificar é Crescer” como sendo o lema sob o qual se alavancou a imagem do POPH. “O lema que temos é qualificar é crescer, e acho que a mensagem da qualificação passou claramente. Quando se olha só para o QREN, é subsídios e tudo e mais alguma coisa, porque realmente tem muitos programas enquanto o POPH tem a ver com o lema qualificar, logo pelo nome, potencial humano e o lema qualificar é crescer que está muito associada à formação” BIRH1 Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 26
  27. 27. Já os Beneficiários Externos Específicos (BEE) destacam-se pelopouco conhecimento sobre o que significa POPH e em que é queconsiste a sua missão.Áreas de menor conhecimento (%) TOTAL BEI (375) BEE (175) BM (5*) BIRH (52) BIPI (7*) (614) TOP 3 (8+9+10) Considero que tenho informaçãosuficiente sobre todos os elementos do 29 37 3 20 58 43 POPH Nunca ouvi falar da missão do POPH 16 6 43 0 6 0 O nome POPH não me diz nada 14 4 41 0 0 0 10.Gostaríamos de saber em que medida concorda ou discorda com as seguintes frases (…). Base: Total de inquiridos por tipo de público. *Base insuficiente para análise estatística. Avaliação realizada numa escala de 1 “Discordo totalmente” a 10 “Concordo totalmente”. Valores apresentados referem-se ao TOP 3 (8+9+10). Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 27
  28. 28. 6Reconhecimento dos materiais decomunicação Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 28
  29. 29. 6.1Logotipo do POPH e outrosmateriais de comunicação Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 29
  30. 30. O conhecimento do logotipo é total junto dos BeneficiáriosInternos e dos Beneficiários Externos Institucionais, e o primeirocontacto com o mesmo foi essencialmente efetuado atravésdo site Conhecimento do logotipo POPH (%) Primeiro contacto com o logotipo do POPH TOP 10 (%) 1 0 3 29 27 17 25 58 57 17 20 34 31 18 69 86 36 34 40 18 75 40 73 86 59 53 21 48 62 57 9 51 50 71 51 60 100 100 100 42 57 25 62 100 52 82 80 8 25 69 62 86 54 26 25 35 57 56 58 73 38 33 71 75 73 78 98 100 20 TOTAL BEI BEE BM (5*) BIRH BIPI TOTAL BEI BEE (66) BM (4*) BIRH BIPI (614) (375) (175) (52) (7*) (503) (374) (52) (7*) Site do POPH Cartazes Sim Não Não sabe / não responde Ações Newsletter 3. Recorda-se de já ter visto esta imagem?/12.3 Recorda-se de ter visto este logotipo (…)? Base: Total de inquiridos por tipo de público. *Base insuficiente para análise estatística. Boletins informativos Sessões de esclarecimento 11a/11b. Recorda-se onde/em que meios viu pela primeira vez o logotipo do POPH? Jornais Merchandising Base: Total de inquiridos que reconhecem o logotipo do POPH por tipo de público. Eventos Televisão Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 30
  31. 31. Com exceção dos Beneficiários Externos Específicos (BEE), o reconhecimento do logotipo é feito com facilidade pelos restantes públicos, sendo que no geral estes consideram que o mesmo se adequa à marca POPH. Reconhecimento do logotipo com facilidade(%) Média Adequação do logotipo à marca POPH (%) MédiaTOTAL TOTAL 73 9 18 7,87 80 18 2 4,03(614) (503) BEI BEI 93 6 1 9,45 83 15 2 4,07(375) (374) BEE BEE 23 17 60 3,86 62 36 2 3,76(175) (66) BM BM 80 20 7,40 75 25 3,75 (5*) (4*) BIRH BIRH 98 2 9,83 83 15 2 4,15 (52) (52) BIPI BIPI 86 14 9,43 86 14 4,14 (7*) (7*) Muito adequada / adequada Top3 (8+9+10) Middle (4+5+6+7) Bottom3 (1+2+3) Nem muito / nem pouco adequada 10.Gostaríamos de saber em que medida concorda ou discorda com as seguintes frases Pouco / nada adequada (…). Avaliação realizada numa escala de 1 “Discordo totalmente” a 10 “Concordo 4. Em que medida considera que esta imagem se adequa à marca POPH? Avaliação realizada totalmente”. Base: Total de inquiridos por tipo de público. *Base insuficiente para numa escala de 1 “Nada adequada” a 5 “Muito adequada”. Base: Total de inquiridos que análise estatística. reconhecem o logotipo do POPH por tipo de público. *Base insuficiente para análise estatística. Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 31
  32. 32. Também nos discursos são visíveis as associações e adequação dologotipo ao programa, havendo contudo o reconhecimento damaior dificuldade de interpretação por outros públicos menosfamiliarizados com o programaOs Beneficiários Externos Institucionais recordam-se e associam imediatamente ologótipo ao programa. Estas associações imediatas prende-se não só com aobrigatoriedade de utilizar o logótipo em todos os materiais financiados pelo POPH, comotambém pelo recurso e acesso mais constante a informações sobre o mesmo, quer por viada utilização do site, quer por via da recepcao de newsletters, emails ou material deimprensa. “…Somos obrigados a inscreve-lo em tudo o que é documentação nossa oficial… Transmite-me a ideia de mundo, de abrangência, de global” BEI6 “Trabalho com ele e inclusivamente nos temos esse logotipo em todas as ações onde nos envolvemos com o POPH, obrigatoriamente temos que o publicitar …” BEI7Os Beneficiários Internos Recursos Humanos consideram que o logotipo não sópassa a mensagem do programa, como é percetível para todos aqueles que trabalhammais diretamente com o mesmo. “ … As entidades que articulam e que trabalham com o próprio POPH é bastante perceptível ” BIRH2 “…É acrescentar e aumentar o potencial humano, é essa a ideia (mensagem) e acho que é perceptível … acho que este logotipo, dos programas que existem é daqueles mais conseguidos na mensagem que tenta passar e é fácil de reconhecer, fácil de identificar…”BIRH1 Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 32
  33. 33. É elevada a percentagem de inquiridos que facilmente identificama imagem gráfica e o lettering do POPH nos materiais a que sãoexpostos, com exceção dos BEE onde quer a identificação quer oconhecimento da imagem de apresentação do programa é residual Identificação do lettering e da imagem gráfica do POPH (%)Conhecimento da imagem de apresentação do TOTAL 67 programa POPH (%) (614) 59 BEI 85 (375) 78 2,5 BEE 19 (175) 10 BM 40 (5*) 60 BIRH 96 (52) 92 97,5 BIPI 86 (7*) 57 Sim Não Consigo identificar facilmente a imagem gráfica do POPH 12.4 Recorda-se de ter visto esta imagem (…)? Top3 (8+9+10) Base: Total de inquiridos Beneficiários Externos Específicos (40).10.Gostaríamos de saber em que medida concorda ou discorda com as seguintes frases (…). Identifico o lettering do POPH em todos os materiais Top3 Avaliação realizada numa escala de 1 “Discordo totalmente” a 10 “Concordo totalmente”. Base: Total de inquiridos por tipo de público. *Base insuficiente para análise estatística. (8+9+10) Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 33
  34. 34. Apesar da fraca notoriedade da imagem de apresentação doprograma junto dos Beneficiários Externos Específicos considera-se pelo discurso dos mesmos que existe forte potencial para gerarMassa Crítica, algo que já se verifica nos restantes beneficiáriosEmbora não se recordem de terem visto esta imagem, este público (BEE)considera-a interessante no sentido em que remete para força, trabalho ouperseverança. Pode também ser associada a qualificação profissional, pelaimagem que apresenta, e o facto de ser verde remete para emprego, maisespecificamente para Centro de Emprego e Formação Profissional. “Esta imagem para mim significa trabalho.” BEE 6Os Beneficiários Externos Institucionais, recordam a imagem e associam-na asessões de esclarecimento ou sessões de apresentação do programa em que osmesmos participaram.E os Beneficiários Internos Recursos Humanos salientam a importância damensagem subjacente a esta imagem e o facto de pretender valorizar a parte daformação profissional. “É tornar nítida a parte da formação que está ali no contexto das novas tecnologias ou tecnologias, e a questão do aumento da nitidez, que é dar a noção de tornar claro, tornar legível qualquer coisa ...” BIRH1 Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 34
  35. 35. 6.2Site, newsletter do POPH e outrasformas de contacto Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 35
  36. 36. O conhecimento do site do POPH é bastante elevado nos diferentes públicos, tal como o acesso ao mesmo. A exceção são os BEE, onde é bastante reduzida a percentagem de indivíduos que já acederam ao site Conhecimento do site do POPH (%) Média Acesso ao site(%)TOTAL 7 56 17 26 6,70 20(614) 30 BEI 74 21 6 8,31(375) BEE 7 13 80 2,33 87(175) 100 100 BM 93 40 40 20 6,00 80 (5*) 71 BIRH 92 8 9,58 (52) BIPI 86 14 8,71 13 (7*) TOTAL BEI BEE BM (5*) BIRH BIPI (614) (375) (175) (52) (7*) Top3 (8+9+10) Middle (4+5+6+7) Bottom3 (1+2+3) Sim Não 10.Gostaríamos de saber em que medida concorda ou discorda com as seguintes frases (…). Avaliação realizada numa escala de 1 “Discordo totalmente” a 10 “Concordo totalmente”. 12. Já acedeu ao site do POPH? Base: Total de inquiridos por tipo de público. *Base Base: Total de inquiridos por tipo de público. *Base insuficiente para análise estatística. insuficiente para análise estatística. Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 36
  37. 37. No geral o site é bem avaliado e a informação é sobretudo considerada útil pela maioria dos utilizadores. Já a não utilização do site prende-se sobretudo com razões de desconhecimento. Avaliação do site do POPH (%) Razões de não utilização do site do POPH (%) Informação é útil 73 Não sabia que existia um 49 site Fácil utilizar 57Informação é clara 54 Nunca ouvi falar em POPH 41 Informação está 52 atualizada Não tenho interesse em 5Informação de boa saber mais sobre o POPH 52 qualidade Atrativo 34 Prefiro procurar 4 informações noutros meios Confuso 13 Não sabe/não responde 11 Lento 6 12.1. Assinale todas as opções que se aplicam ao site. 12.2 Indicou que nunca acedeu ao site do POPH. Porque motivo ainda não o fez? Base: Total de inquiridos que já acederam ao site (433). Base: Total de inquiridos que não acederam ao site (181). Resposta múltipla pelo que o total pode ser superior a 100%. Resposta múltipla pelo que o total pode ser superior a 100%. Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 37
  38. 38. Um Site que se percebe intuitivo e ‘friendly user’ não obstanteexistir ainda espaço para melhorias e oportunidades de se dar aconhecer aos restantes públicosOs Beneficiários Externos Institucionais, pela forte necessidade que revelam naprocura de informação de programas e condições de financiamento por parte do estadoou da União Europeia, conhecem e utilizam regularmente o site do POPH.Um site de fácil navegação – intuitivo, simples e prático – onde é fácil encontrar ainformação que se pretende (sobretudo para quem utiliza quase diariamente o site doPOPH) “Para mim faz parte do meu dia a dia chegar e abrir logo o site do POPH … Acho que é um site muito intuitivo, facilmente se conseguem pesquisar as informações, mesmo para quem não domine. O site do POPH parece-me bastante intuitivo e a informação facilitada ao nível dos diferentes eixos, das diferentes tipologias. BEI6Os Beneficiários Internos Recursos Humanos, consideram também que o site ébastante simples e que em termos de comunicação, havendo ainda espaço paramelhorar, há contudo uma dinâmica de informação mais intensa do que aquela queexistia no passado em relação a outros programas. “Eu conheço-o e no meu entendimento acho-o relativamente simples, pode-se melhorar? Pode! Mas há um esforço diário, nós colocamos diariamente notícias no site … a inserção de notícias no site, no passado não, era preciso mandar a notícia para o IEFP e o IEFP em função das necessidades e das prioridades é que inseria passados dois ou três dias e isso reflete-se no tipo de dinâmica, acho que aí há um dinamismo diferente (na comunicação), maior!” BIRH2 Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 38
  39. 39. O contacto com o POPH, através de meios eletrónicos ou massmedia é visível sobretudo nos Beneficiários Internos e nosBeneficiários Externos Institucionais.Áreas de contacto com o POPH (%) TOTAL BEI (375) BEE (175) BM (5*) BIRH (52) BIPI (7*) (614) TOP 3 (8+9+10)Já recebi uma newsletter electrónica do 51 68 3 20 89 71 POPH Sei que existe a linha telefónica de 45 57 5 20 90 71 atendimento ao utenteRecordo ter visto / ouvido informações 43 54 7 60 81 71 sobre o POPH nos media 10.Gostaríamos de saber em que medida concorda ou discorda com as seguintes frases (…) Base: Total de inquiridos por tipo de público *Base insuficiente para análise estatística. Avaliação realizada numa escala de 1 “Discordo totalmente” a 10 “Concordo totalmente”. Valores apresentados referem-se ao TOP 3 (8+9+10). Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 39
  40. 40. Nos discursos é visível a satisfação dos beneficiários que recebemas newsletters regularmente e que contrasta com a insatisfaçãodaqueles que consideram que também deveriam receberA recordatória de recepcao de newsletters está presente nos Beneficiários ExternosInstitucionais que consideram que as mesmas estão bem organizadas, têm ainformação necessária e são percetíveis. Referem ainda que o envio das newsletters porparte do POPH contribui para a passagem de uma mensagem de dinamismo e deinovação por parte do programa, que recorre às novas tecnologias para chegar ao seusdestinatários.“… Se não houvesse essa preocupação de tentar implantar esse ideia de terem um programa dinâmico, não teriam este recurso às novas tecnologias. A mensagem é de dinamismo e de tentar chegar ao seu público-alvo seja ele qual for”.BEI6Os Beneficiários Mediáticos, referem que não recebem as Newsletters do POPH eneste sentido, reclamam proactividade por parte do programa para lhes fazer chegar asinformações do mesmo através de diferentes meios, inclusive através de Newsletters.De fato, este público considera que a iniciativa de recepcao das Newsletters do POPH,não deve partir deles mas sim do próprio programa. Enquanto público amplificador dasnoticias/ informação relacionados com o POPH, consideram que devem ter acesso àsNewsletters do POPH sem terem que se inscrever para as receber. “Não vamos pedir a todos os sites de todas as entidades que nos mandem as suas newsletters, as entidades é que têm que tomar a iniciativa de descobrir onde é que estão as pessoas que podem interessar como meio de divulgação da sua área ou até como destinatários e perguntar-lhes se não se importam de receber a newsletter ou de fazer chegar a informação frequente, não é?” BM2 Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 40
  41. 41. 6.3Ações de divulgação Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 41
  42. 42. A principal ação de divulgação do programa a que os Beneficiários Externos Institucionais tiveram acesso foi o site seguido dos próprios materiais/documentação relativa ao programa, consideradas também como as ações mais adequadas BEI Ações de divulgação a que Ação de divulgação Conteúdo das ações divulgação/ teve acesso TOP 10 (%) mais adequada TOP 10 (%) Mensagem TOP 10 (%) Site 93 Materiais / formadores 27Materiais / formadores 60 Site 20 • Informações gerais sobre o POPH (40) Newsletter 58 Sessão de lançamento 10 • Informação técnica / funcionamento do POPH (33) Desdobráveis 47 Newsletter 9 • Divulgação do POPH (29) • Candidaturas (28) Seminários 45 Linha telefónica 7 • Divulgação de projetos / áreas de intervenção (24) Brochura 38 Seminários 5 • Esclarecimentos de dúvidas (20) Estudos 36 Encontro de quadros… 5 • Formação (14) • Qualificar / Qualificar é crescer Merchandising 36 Desdobráveis 2 (14) • Legislação / Decretos-lei (13) Sessão de… 28 Direct Mail 2 • Co-financiamento (11) Linha telefónica 28 Brochura 2 13. E, em quais das seguintes ações de divulgação se recorda de ter participado/ ter tido acesso/ ter sido exposto? Base: Total de inquiridos Beneficiários Externos Institucionais (375). Reposta múltipla, pelo que o total pode ser superior a 100%. 14. (…) qual considera que foi a mais adequada para si (…)? Base: Total de inquiridos Beneficiários Externos Institucionais que participaram pelo menos numa ação (359). 16. Em cada uma das ações a que teve acesso, que tipo de informação se recorda ter sido transmitida? (…) que conteúdo? / (…) principal mensagem? Base: Total de inquiridos Beneficiários Externos Institucionais que participaram pelo menos numa ação (359). Resposta múltipla, pelo que o total pode ser superior a 100%. Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 42
  43. 43. Foram poucos os Beneficiários Externos Específicos que tiveram acesso às ações de divulgação do POPH sendo a que consideram mais adequada são os materiais utilizados nas ações de formação possam ser alvo e o site. BEE Ações a que teve acesso Ação mais adequada Conteúdo das ações / TOP 10 (%) TOP 10 (%) Mensagem TOP 10 (%) Nenhuma 67 Materiais / Formadores 23 Site 14 Site 12 • Não se recorda (35) •Qualificar / Qualificar é crescer Desdobráveis 11 Desdobráveis 7 (19) • Informações gerais sobre o POPHMateriais / Formadores 9 INICIATIVA da RTP 2 5 (16) • Divulgação do POPH (12) Merchandising 7 Newsletter 5 • Criação de Emprego / Empreendorismo (12) Estudos 6 Seminários 5 • Apoio do POPH (11) Seminários 6 Eventos 4 • Divulgação de projetos / áreas de intervenção (9) Newsletter 5 Merchandising 4 • Formação (9) • Divulgação da oferta formativa (9) Brochura institucional 5 Estudos 2 • Logotipo (7) Eventos 4 Nenhuma 2 13. E, em quais das seguintes ações de divulgação se recorda de ter participado/ ter tido acesso/ ter sido exposto? Base: Total de inquiridos Beneficiários Externos Específicos (175). Resposta múltipla, pelo que o total pode ser superior a 100%. 14. (…) qual considera que foi a mais adequada para si (…)? Base: Total de inquiridos Beneficiários Externos Específicos que participaram pelo menos numa ação (57). 16. Em cada uma das ações a que teve acesso, que tipo de informação se recorda ter sido transmitida? (…) que conteúdo? / (…) principal mensagem? Base: Total de inquiridos Beneficiários Externos Institucionais que participaram pelo menos numa ação (57). Resposta múltipla, pelo que o total pode ser superior a 100%. Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 43
  44. 44. As principais ações a que os Beneficiários Mediáticos tiveram acesso foi o site e os estudos / publicações. BM Ações a que teve acesso Ação mais adequada Conteúdo das ações / TOP 10 (%) TOP 10 (%) Mensagem TOP 10 (%) Site 80 • Informações gerais sobre o Estudos 60 programa (50) Estudos 50 • Divulgação do POPH (50) Seminários 40 • Informação técnica / funcionamento do POPH (50)Brochura institucional 40 • Divulgação de projetos / áreas de intervenção (50) Newsletter 20 Agência de • Divulgação da oferta formativa comunicaç 25 (25)Sessão de lançamento 20 ão • Co-financiamento (25) Linha telefónica 20 • Importância da qualificação / Formação (25) Direct Mail 20 • Novas oportunidades (25) • Objetivos (25)Agência comunicação 20 Legislação 25 • Eixos prioritários (25) • Igualdade de oportunidades (25) Nenhuma 20 13. E, em quais das seguintes ações de divulgação se recorda de ter participado/ ter tido acesso/ ter sido exposto? Base: Total de inquiridos Beneficiários Mediáticos (5). Resposta múltipla, pelo que o total pode ser superior a 100%. 14. (…) qual considera que foi a mais adequada para si (…)? Base: Total de inquiridos Beneficiários Mediáticos que participaram pelo menos numa ação (4). 16. Em cada uma das ações a que teve acesso, que tipo de informação se recorda ter sido transmitida? (…) que conteúdo? / (…) principal mensagem? Base: Total de inquiridos Beneficiários Mediáticos que participaram pelo menos numa ação (4). Resposta múltipla, pelo que o total pode ser superior a 100%. Bases insuficientes para análise estatística. Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 44
  45. 45. A totalidade dos BIRH tiveram contacto com site, seguido da newsletter e do encontro de quadros técnicos, considerados conjuntamente com a sessão de lançamento como as ações mais adequadas. BIRH Ações a que teve acesso Ação mais adequada Conteúdo das ações / TOP 10 (%) TOP 10 (%) Mensagem TOP 10 (%) Site 100 Site 29 • Informações gerais (54) Sessão de lançamento 15 Newsletter 77 •Divulgação do POPH (48) Quadros técnicos 14 • Informação técnica / Quadros técnicos 71 funcionamento do POPH (42) Newsletter 10 • Objetivos (31) Eventos 69 INICIATIVA da RTP 2 8 • Eixos / Eixos prioritários (25) Merchandising 65 Brochura 4 • Legislação / Decretos-lei (23) • Dinamização do espirito de equipa INICIATIVA da RTP 2 65 Estudos 4 (23) Eventos 4 • Candidaturas (23) Brochura 60 • Casos de sucesso (19) Sessões de Road-Show 2 • Esclarecimentos de dúvidas (15) Desdobráveis 58 Pen 2 • Missão POPH (15)Sessão de lançamento 54 • Divulgação de projetos/ áreas de Direct Mail 2 intervenção (15) Linha telefónica 37 Linha telefónica 2 13. E, em quais das seguintes ações de divulgação se recorda de ter participado/ ter tido acesso/ ter sido exposto? Base: Total de inquiridos Beneficiários Internos Recursos Humanos (52). Resposta múltipla, pelo que o total pode ser superior a 100%. 14. (…) qual considera que foi a mais adequada para si (…)? Base: Total de inquiridos Beneficiários Internos Recursos Humanos que participaram pelo menos numa ação (52). 16. Em cada uma das ações a que teve acesso, que tipo de informação se recorda ter sido transmitida? (…) que conteúdo? / (…) principal mensagem? Base: Total de inquiridos Beneficiários Internos Recursos Humanos que participaram pelo menos numa ação (52). Resposta múltipla, pelo que o total pode ser superior a 100%. Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 45
  46. 46. O site mantém a sua relevância nos BIPI, seguida da brochura, danewsletter e da sessão de lançamento, sendo que a brochura sereveste de maior adequação aos seus interesses. BIPIAções a que teve acesso Ação mais adequada Conteúdo das ações /TOP 10 (%) TOP 10 (%) Mensagem TOP 10 (%) Site 100 Brochura 43 Brochura 86 • Informações gerais sobre o POPH Newsletter 71 (57) • Objetivos (57) Sessão de lançamento 71 Direct Mail 14 • Informação técnica / Quadros técnicos 57 funcionamento do POPH (43) Merchandising 57 • Logotipo (43) Quadros 14 • Casos de sucesso (29) Seminários 57 técnicos • Esclarecimentos de dúvidas (29) Estudos 57 • Eixos / Eixos prioritários (43) • Qualificar (29) Eventos 43 Site 14 • Boas práticas (29) INICIATIVA da RTP 2 43 • Candidaturas (29) Desdobráveis 43 Outra 14 Direct Mail 4313. E, em quais das seguintes ações de divulgação se recorda de ter participado/ ter tido acesso/ ter sido exposto? Base: Total de inquiridos Beneficiários Internos Parceiros Institucionais(7). Resposta múltipla, pelo que o total pode ser superior a 100%.14. (…) qual considera que foi a mais adequada para si (…)? Base: Total de inquiridos Beneficiários Internos Parceiros Institucionais que participaram pelo menos numa ação (7).16. Em cada uma das ações a que teve acesso, que tipo de informação se recorda ter sido transmitida? (…) que conteúdo? / (…) principal mensagem? Base: Total de inquiridos BeneficiáriosInternos Parceiros Institucionais que participaram pelo menos numa ação (7). Resposta múltipla, pelo que o total pode ser superior a 100%.Bases insuficientes para análise estatística. Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 46
  47. 47. Na globalidade, o público-alvo percebido das ações do POPH ébastante diversificado: desde as empresas passando pelo públicoem geral e pelas instituições de solidariedade e estatais. Dedestacar nos BEE a associação aos desempregados e jovens. Destinatários alvo das ações de comunicação TOP 10(%)TOTAL (479) 69 59 54 53 49 47 41 41 30 23 BEI (359) 73 57 57 54 46 44 42 40 28 23 BEE (57) 42 61 30 33 61 49 23 32 19 9 BM (4*) 25 50 50 25 50 50 25 50 25 25 BIRH (52) 73 64 60 65 56 56 56 56 46 37 BIPI (7*) 86 71 43 71 43 71 71 43 57 43 Empresas Todas as pessoas Instituições de Solidariedade Instituições do Estado Desempregados Jovens Universidades e intuições científicas Recursos humanos do POPH Pessoas com deficiência População imigrante 17. Na sua ótica, quem considera que são os destinatários alvo deste tipo de ações de comunicação? Base: Total de inquiridos por tipo de público que participaram pelo menos numa ação. *Base insuficiente para análise estatística. Resposta múltipla, pelo que o total pode ser superior a 100%. Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 47
  48. 48. 7Avaliação das ações decomunicação Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 48
  49. 49. 7.1Avaliação global das ações decomunicação Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 49
  50. 50. A satisfação com a comunicação e ações de divulgação é sobretudo maior junto dos Beneficiários Internos (BIRH e BIPI), sendo que no global a recomendação do programa é feita pela larga maioria dos públicos. Satisfação com a comunicação e ações de divulgação (%) Média Recomendação do programa (%) MédiaTOTAL TOTAL 38 50 12 6,24 80 17 3 4,00(578) (578) BEI BEI 41 54 5 6,73 92 7 1 4,18(375) (375) BEE BEE 3,40 18 47 35 4,41 45 45 9(139) (139) BM BM 80 20 4,4 20 40 40 3,00 (5*) (5*) BIRH BIRH 65 31 4 7,56 92 6 2 4,35 (52) (52) BIPI BIPI 57 43 7,86 86 14 0 4,29 (7*) (7*) Top3 (8+9+10) Middle (4+5+6+7) De certeza que recomendo / recomendo Bottom3 (0+1+2+3) Talvez recomende ou não Não recomendo / De certeza que não recomendo 34. / 42. / 44. (…) qual é o seu grau de satisfação global com a comunicação e todas as ações de divulgação (…). Avaliação realizada numa escala de 0 “Estou totalmente insatisfeito” a 10 “Estou totalmente satisfeito”. 52. (…) até que ponto recomenda o programa (…)? Avaliação realizada numa escala de 1 “De certeza que não recomendo” a 5 “De certeza que recomendo”. Base: Total de inquiridos por tipo de público (no caso dos BEE, a base são os inquiridos que têm algum tipo de conhecimento sobre o POPH). *Base insuficiente para análise estatística. Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 50
  51. 51. Também a avaliação e o impacto da comunicação difereconsoante a natureza e as necessidades dos públicos a que sedestinamA comunicação efetuada pelo POPH é avaliada pelos diferentes públicos de acordo e emconsonância com o interesse e necessidade que os mesmos têm em relação aoprograma.Assim, a imagem partilhada pelos Beneficiários Externos Institucionais, é a deuma comunicação essencialmente eficaz e que utiliza todos os meios ao dispor parachegar às entidades que beneficiam do programa.Os Beneficiários Mediáticos por seu lado consideram que este é um programa comforte potencial para ser noticia e com forte impacto na sociedade, mas para tal deve-sedar mais a conhecer, o que pode justificar a satisfação média com a comunicação e asações de divulgação efetuadas . “Eu acho que por vezes há uma certa desvalorização da importância, divulgando as coisas que se fazem pontualmente. Atendência geralmente … é fazer um relatório anual ou fazer um anúncio anual de tudo o que se pretende e depois ir fazendo uma avaliação semestral e depois por uma coisa lá no site e se calhar isso em termos de eficácia não é muito grande.” BM1Já na opinião dos Beneficiários Externos Específicos, a comunicação efetuada peloPOPH passa completamente despercebida. Esta perceção pode que justificar os 35% deinquiridos que se encontram insatisfeitos com as ações de comunicação e divulgaçãodo programa. Impacto das Ações de Comunicação 2007/2013 ©TNS 2012 51

×