Aula 9 - Estruturas Condicionais

11,537
-1

Published on

Published in: Education
0 Comments
8 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
11,537
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
269
Comments
0
Likes
8
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Aula 9 - Estruturas Condicionais

  1. 1. Introdução a Algoritmos eLinguagens de Programação Aula 9 | Estruturas condicionais Apresentação Luiz Augusto de M. Morais
  2. 2. Roteiro Conceitos básicos ● O que são estruturas condicionais? ● Entendendo a execução ● Relembrando a linguagem natural Estrutura condicional simples ● Escolhendo o caminho verdadeiro ● Utilizando pseudocódigo ● Estrutura se-então UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETOHERMES
  3. 3. Roteiro Estrutura condicional composta ● Se a condição falhar? ● Utilizando pseudocódigo ● Estrutura se-então-senão Estruturas condicionais encadeadas ● Se existir mais de uma condição? ● Utilizando pseudocódigo ● Estruturas aninhadas ● Diminuindo a complexidade UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETOHERMES
  4. 4. Conceitos básicosO que são estruturascondicionais? UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETOHERMES
  5. 5. O que são estruturas condicionais? Uma encruzilhada UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETOHERMES
  6. 6. Conceitos básicosEntendendo a execução UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETOHERMES
  7. 7. Entendendo a execução ? ? UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETOHERMES
  8. 8. Conceitos básicosRelembrandoa linguagem natural UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETOHERMES
  9. 9. Relembrando a linguagem natural 1. Acionar interruptor 2. Se a lâmpada acender: Estrutura condicional 1.encerre. 3.Caso contrário: 1. Pegar uma escada 2. Posicionar a escada embaixo da lâmpada 3. Buscar uma lâmpada nova 4. [ … ] UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETOHERMES
  10. 10. Estrutura condicional simplesEscolhendoo caminho verdadeiro UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETOHERMES
  11. 11. Escolhendo o caminho verdadeiro Ok, pode passar Acabou! Começou! UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETOHERMES
  12. 12. Escolhendo o caminho verdadeiro Ok, pode passar Acabou! Começou! UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETOHERMES
  13. 13. Estrutura condicional simplesUtilizando pseudocódigo UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETOHERMES
  14. 14. Utilizando pseudocódigo Código Execução 1.escreva(Começou!) Começou! 2.idade = 18 Ok, pode passar 3.se idade >= 18 então: Acabou! 1.escreva(Ok, pode passar) 4.escreva(Acabou!) Memória inteiro idade = 18 UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETOHERMES
  15. 15. Utilizando pseudocódigo Código Execução 1.escreva(Começou!) Começou! 2.idade = 16 Acabou! 3.se idade >= 18 então: 1.escreva(Ok, pode passar) 4.escreva(Acabou!) Memória inteiro idade = 16 UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETOHERMES
  16. 16. Estrutura condicional simplesEstrutura se-então UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETOHERMES
  17. 17. Estrutura se-então Sintaxe se <condição> então: → <comandos> <condição> = expressão lógica Use endentação! UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETOHERMES
  18. 18. Estrutura condicional compostaSe a condição falhar? UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETOHERMES
  19. 19. Se a condição falhar? | Maior de idade Ok, pode passar Acabou! Começou! Você não pode dirigir! UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETOHERMES
  20. 20. Se a condição falhar? | Menor de idade Ok, pode passar Acabou! Começou! Você não pode dirigir! UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETOHERMES
  21. 21. Estrutura condicional compostaUtilizando pseudocódigo UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETOHERMES
  22. 22. Utilizando pseudocódigo Código Execução 1.escreva(Começou!) Começou! 2.idade = 16 Você não pode dirigir! 3.se idade >= 18 então: Acabou! 1.escreva(Ok, pode passar) 4.senão: 1.escreva(Você não pode dirigir!) 5.escreva(Acabou!) Memória inteiro idade = 16 UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETOHERMES
  23. 23. Estrutura condicional compostaEstrutura se-então-senão UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETOHERMES
  24. 24. Estrutura se-então-senão Sintaxe se <condição> então: → <comandos> senão: → <comandos> <condição> = expressão lógica Use endentação! UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETOHERMES
  25. 25. Estruturas condicionais encadeadasSe existir maisde uma condição? UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETOHERMES
  26. 26. Relembrando... Ok, pode passar Acabou! Começou! Você não pode dirigir! E se o motorista for de maior mas não possuir habilitação? UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETOHERMES
  27. 27. Se existir mais de uma condição? | Menor de idade Você não pode dirigir! Você não pode dirigir! Acabou!Começou! Ok, pode passar UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETOHERMES
  28. 28. Se existir mais de uma condição? | Maior de idade e sem habilitação Você não pode dirigir! Você não pode dirigir! Acabou!Começou! Ok, pode passar UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETOHERMES
  29. 29. Se existir mais de uma condição? | Maior de idade e habilitado Você não pode dirigir! Você não pode dirigir! Acabou!Começou! Ok, pode passar UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETOHERMES
  30. 30. Estruturas condicionais encadeadasUtilizando pseudocódigo UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETOHERMES
  31. 31. Utilizando pseudocódigo | Menor de idade Código Execução 1.escreva(Começou!) Começou! 2.idade = 16 Você não pode dirigir! 3.habilitado = Falso Acabou! 4.se idade >= 18 então: 1.se habilitado então: 1.escreva(Ok, pode passar) 2.senão: 1.escreva(Você não pode dirigir!) Memória 5.senão: 1.escreva(Você não inteiro idade = 16 pode dirigir!) booleano habilitado = Falso 6.escreva(Acabou!) UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETOHERMES
  32. 32. Utilizando pseudocódigo | Maior de idade e sem habilitação Código Execução 1.escreva(Começou!) Começou! 2.idade = 18 Você não pode dirigir! 3.habilitado = Falso Acabou! 4.se idade >= 18 então: 1.se habilitado então: 1.escreva(Ok, pode passar) 2.senão: 1.escreva(Você não pode dirigir!) Memória 5.senão: 1.escreva(Você não inteiro idade = 18 pode dirigir!) booleano habilitado = Falso 6.escreva(Acabou!) UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETOHERMES
  33. 33. Utilizando pseudocódigo | Maior de idade e habilitado Código Execução 1.escreva(Começou!) Começou! 2.idade = 18 Ok, pode passar 3.habilitado = Verdadeiro Acabou! 4.se idade >= 18 então: 1.se habilitado então: 1.escreva(Ok, pode passar) 2.senão: 1.escreva(Você não pode dirigir!) Memória 5.senão: 1.escreva(Você não inteiro idade = 18 pode dirigir!) booleano habilitado = Verdadeiro 6.escreva(Acabou!) UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETOHERMES
  34. 34. Estruturas condicionais encadeadasEstruturas aninhadas UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETOHERMES
  35. 35. Estruturas aninhadas Sintaxe se <condição> então: → se <condição> então: → → <comandos> → senão: → → <comandos> senão: → se <condição> então: → → <comandos> → senão: → → <comandos> UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETOHERMES
  36. 36. Estruturas condicionais encadeadasDiminuindo a complexidade UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETOHERMES
  37. 37. Relembrando... Código Execução 1.escreva(Começou!) Começou! 2.idade = 18 Ok, pode passar 3.habilitado = Verdadeiro Acabou! 4.se idade >= 18 então: 1.se habilitado então: 1.escreva(Ok, pode passar) 2.senão: 1.escreva(Você não pode dirigir!) Memória 5.senão: 1.escreva(Você não inteiro idade = 18 pode dirigir!) booleano habilitado = Verdadeiro 6.escreva(Acabou!) UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETOHERMES
  38. 38. Diminuindo a complexidade Código Execução 1.escreva(Começou!) Começou! 2.idade = 18 Ok, pode passar 3.habilitado = Verdadeiro Acabou! 4.se idade >= 18 e habilitado então: 1.escreva(Ok, pode passar) 5.senão: 1.escreva(Você não pode dirigir!) 6.escreva(Acabou!) Memória inteiro idade = 18 booleano habilitado = Verdadeiro UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETOHERMES
  39. 39. O que aprendemos hoje? UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETOHERMES
  40. 40. O que aprendemos hoje? Estruturas condicionais ● O que são estruturas condicionais ● Tipos de estrutura ● Simples ● Composta ● Encadeadas ● Diminuindo a complexidade ● Novas palavras reservadas ● se, então, senão UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETO HERMES
  41. 41. ReferênciasFERRARI, Fabrício; CECHINEL, Cristian.Introdução a Algoritmos e Programação. [S. l. : s. n.]BARRY, Paul; GRIFFITHS, David.Head First Programming. Sebastopol: OReilly, 2009. UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA | PROJETO HERMES

×