Sustentabilidade

3,634 views
3,512 views

Published on

Sustentabilidade

Published in: Education
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
3,634
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
42
Actions
Shares
0
Downloads
48
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Sustentabilidade

  1. 1. Área de Projecto
  2. 2. <ul><li>Autores: </li></ul><ul><li>Ana Patrícia </li></ul><ul><li>Bárbara </li></ul><ul><li>Ismael </li></ul><ul><li>João André </li></ul>
  3. 3. Bibliografia <ul><li>Sustentabilidade: Wikipédia </li></ul><ul><li>Reciclagem: Trabalho </li></ul><ul><li>Plástico: Wikipédia </li></ul><ul><li>Papelão: Wikipédia </li></ul><ul><li>Óleos Bio Dísel: Wikipédia </li></ul><ul><li>Vidro: Wikipédia </li></ul>
  4. 4. Sustentabilidade
  5. 5. O que é a sustentabilidade ? <ul><li>A sustentabilidade relaciona aspectos económicos, sociais, culturais e ambientais da sociedade humana. </li></ul><ul><li>É uma forma do homem viver em harmonia com o meio ambiente, consumindo de forma regrada os recursos naturais, garantindo a qualidade dos mesmos durante a sua vida e as gerações futuras. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>A sustentabilidade abrange vários níveis de organização, desde a vizinhança local até o planeta inteiro. </li></ul>
  7. 7. <ul><li>Para um empreendimento humano ser sustentável, tem de ter em vista 4 requisitos básicos. Esse empreendimento tem de ser: </li></ul><ul><li>ecologicamente correcto; </li></ul><ul><li>economicamente viável; </li></ul><ul><li>socialmente justo; </li></ul><ul><li>culturalmente aceite. </li></ul><ul><li>Um exemplo real de comunidades humanas que praticam a sustentabilidade em todos níveis são as eco vilas . </li></ul>
  8. 8. Reciclagem
  9. 9. <ul><li>A reciclagem é termo genericamente utilizado para designar o reaproveitamento de materiais beneficiados como matéria-prima para um novo produto. </li></ul>
  10. 10. <ul><li>Muitos materiais podem ser reciclados e os exemplos mais comuns são o papel, o vidro, o metal e o plástico. As maiores vantagens da reciclagem são a minimização da utilização de fontes naturais, muitas vezes não renováveis; e a minimização da quantidade de resíduos que necessita tratamento final, como aterro, ou incineração *. </li></ul>
  11. 11. Incineração <ul><li>Incineração * =. A incineração é a queima do lixo em aparelhos e usinas especiais. Apresenta a vantagem de reduzir bastante o volume de resíduos. Além disso, destrói os microrganismos que causam doenças, contidos principalmente no lixo hospitalar e industrial. </li></ul>
  12. 12. Plástico
  13. 13. <ul><li>Em química e tecnologia, os plásticos são materiais orgânicos poliméricos sintéticos, de constituição macrocelular , dotada de grande maleabilidade (que apresentam a propriedade de adaptar-se em distintas formas), facilmente transformável mediante o emprego de calor e pressão, e que serve de matéria-prima para a fabricação dos mais variados objectos: vasos, toalhas, cortinas, bijuterias, carroceiras , roupas, sapatos, etc. </li></ul>Plásticos
  14. 14. <ul><li>Os plásticos são divididos em dois grupos, de acordo com as suas características de fusão ou derretimento: termoplásticos e termorrígidos. </li></ul>Plásticos
  15. 15. <ul><li>A fracção nafta é fornecida para as centrais petroquímicas, onde passa por uma série de processos, dando origem aos principais monômeros, como, por exemplo, o eterno. </li></ul><ul><li>São divididos em dois grupos, de acordo com as suas características de fusão ou derretimento: termoplásticos e termorrígidos. </li></ul>Plásticos
  16. 16. <ul><li>Os plásticos possuem diversas aplicações, como por exemplo: </li></ul><ul><li>Artes plásticas </li></ul><ul><li>Artesanato </li></ul><ul><li>Brinquedos </li></ul><ul><li>Construção civil </li></ul><ul><li>Decoração </li></ul><ul><li>Design </li></ul><ul><li>Indústria aero-espacial </li></ul><ul><li>Indústria agrícola </li></ul><ul><li>Indústria automotiva </li></ul><ul><li>Indústria farmacêutica </li></ul><ul><li>Indústria têxtil </li></ul><ul><li>Odontologia </li></ul>
  17. 17. <ul><li>A matéria-prima dos plásticos geralmente é o petróleo. Este é formado por uma complexa mistura de compostos. Pelo fato de estes compostos possuírem diferentes temperaturas de ebulição, é possível separá-los através de um processo conhecido como destilação ou craque ameno. </li></ul>
  18. 18. Usos e aplicações <ul><li>Os plásticos possuem diversas aplicações, como por exemplo: </li></ul><ul><li>Artes plásticas </li></ul><ul><li>Artesanato </li></ul><ul><li>Brinquedos </li></ul><ul><li>Construção civil </li></ul><ul><li>Decoração </li></ul><ul><li>Design </li></ul><ul><li>Indústria aero-espacial </li></ul><ul><li>Indústria agrícola </li></ul><ul><li>Indústria automotiva </li></ul><ul><li>Indústria farmacêutica </li></ul><ul><li>Indústria têxtil </li></ul><ul><li>Odontologia </li></ul>
  19. 19. Papelão
  20. 20. <ul><li>O papelão é um tipo mais grosso e resistente de papel, geralmente utilizado na fabricação de caixas, podendo ser liso ou enrugado. </li></ul><ul><li>O tipo mais comum de papelão é composto de três camadas. Tomando como exemplo uma caixa de papelão, teremos a camada mais externa, que tem função de protecção e revestimento. A camada intermediária, também conhecida como &quot;enchimento&quot;, é a camada mais volumosa, geralmente composta de um papel grosso disposto de forma ondulada. Finalmente, temos a camada mais interna, com função de revestimento da mesma forma que a primeira camada, porém sendo de um material menos grosseiro. </li></ul><ul><li>O papelão é frequentemente alvo de processos de reciclagem. </li></ul>
  21. 21. <ul><li>O papelão ondulado geralmente é composto por elementos; 1- Capa interna 2- Miolo ( corrugado) 3- Capa interna. Podendo ter cinco ou mais elementos no caso de papelão de parede simples. As embalagens de papelão ondulado hoje são muito mais que caixas que acomodam produtos para entrega. novas tecnologias em embalagens transformam o que seria a embalagem secundaria em embalagem de pratileira. Exemplo são as embalagens em papel Coathing que vem tomando lugar de destaque no mercado sul-americano, sendo seu uso muito comum nos países europeus. Alem de versáteis as embalagens de papelão contribuem para minimizar o impacto ambiental pois para se usamos 1m³ de madeira uma caixa, podemos fazer cinco caixas de papelão com as mesma características físicas de resistência ao empilhamento </li></ul>
  22. 23. Óleos Bio dísel
  23. 24. <ul><li>O biodiesel é um éster de ácido graxo, renovável e biodegradável, obtido comumente a partir da reacção química de óleos ou gorduras , de origem animal ou vegetal, com um álcool na presença de um catalisador (reacção conhecida como transesterificação). Pode ser obtido também pelos processos de craqueamento e esterilização. </li></ul><ul><li>O biodiesel substitui total ou parcialmente o óleo diesel de petróleo em motores ciclo diesel automotivos (de caminhões, tractores, camionetas, automóveis, etc) ou estacionários (geradores de electricidade, calor, etc). Pode ser usado puro ou misturado ao diesel em diversas proporções. </li></ul><ul><li>O nome biodiesel muitas vezes é confundido com a mistura diesel+biodiesel, disponível em alguns postos de combustível . A designação correcta para a mistura vendida nestes postos deve ser precedida pela letra B (do inglês Blend ). Neste caso, a mistura de 2% de biodiesel ao diesel de petróleo é chamada de B2 e assim sucessivamente, até o biodiesel puro, denominado B100. </li></ul>
  24. 25. Processo de Fabricação
  25. 26. <ul><li>O biodiesel é comumente produzido por meio de uma reacção química denominada transesterificação. No caso específico para a reacção abaixo, os triacilgliceróis de origem animal/vegetal, reagem com o metanol, na presença de um catalisador, produzindo glicerol (subproduto) e o éster metílico de ácido graxo (biodiesel). A reacção de transesterificação pode ser catalisada por ácido ou base. </li></ul>
  26. 27. V i d r o
  27. 28. <ul><li>A Reciclagem do vidro é o processo pelo qual o vidro é basicamente derretido e refeito para sua reutilização. Dependendo da finalidade do seu uso, pode ser necessário separá-lo em cores diferentes. As três cores principais são: </li></ul><ul><li>Vidro incolor </li></ul><ul><li>Vidro verde </li></ul><ul><li>Vidro castanho/âmbar </li></ul><ul><li>Os componentes de vidro decorrentes de lixo municipal ( lixo doméstico e lixo comercial ) são geralmente: garrafas, artigos de vidro quebrados, lâmpada incandescente, potes de alimentos e outros tipos de materiais de vidro. A reciclagem de vidro implica em um gasto de energia consideravelmente menor do que a sua manufactura através de areia, calcário e carbonato de sódio. O vidro pronto para ser novamente derretido é chamado de cullet . </li></ul>
  28. 30. F I M

×