Gerenciando Voluntários 20130801

162 views
115 views

Published on

Gerenciando voluntários difíceis, uma abordagem 1/2 técnica 1/2 humorada

Published in: Government & Nonprofit
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
162
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
3
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Gerenciando Voluntários 20130801

  1. 1. Título do Slide Máximo de 2 linhas Gerenciamento de Voluntários Difíceis Luis Augusto dos Santos, MSc, PMP Conselheiro Fiscal, PMI-SP (2013-2014)
  2. 2. Título do Slide Máximo de 2 linhas Bem vindos a palestra de como tratar voluntários difíceis. A melhor forma é definir alguns estereótipos, criar alguns slides e contar com a sorte. Dúvidas?
  3. 3. Título do Slide Máximo de 2 linhas Agenda • Síntese de estereótipos de voluntários • Managing Difficult Volunteers, Marilynne Rodgers, PMP, March 6, 2003 • Métodos de resolução: • MBTI® - Indicador de tipos de preferência de trabalho • Psicologia da autoestima • Modelo de Interação de Satir 3
  4. 4. Título do Slide Máximo de 2 linhas Gerenciamento de Voluntários Difíceis • Por que difíceis? • O relacionamento está com problemas! • Aplica-se a: • Funcionários e colegas; • Geração X,Y e Z; • Patrão ou a patroa. • Um quer algo, outro quer outra coisa. Conflito! • A comunicação está falha => Feedback • Ou expectativas elevadas => Objetivos acordados • Ou regras não estão claras => Ground rules • Flexibilidade e resilência 4
  5. 5. Título do Slide Máximo de 2 linhas • Caracterização Estereótipos Fonte: Managing Difficult Volunteers Marilynne Rodgers, PMP, March 6, 2003 • Ações recomendadas 5
  6. 6. Título do Slide Máximo de 2 linhas • Crítica ações, omissões e decisões dos outros. • Exprime queixas, mas dá poucas sugestões. • Imagina problemas. • Torna-se pior se ignorado! Carlos Crítico Hal Hypercritical • Responder sem tornar o conflito pior. • Procure mais informações. • Concorde com o orador. • Faça comentários tranquilizadores. 6
  7. 7. Título do Slide Máximo de 2 linhas • Habilidade ou talento consideráveis. • Valoriza a sua expertise, especialista isolado, as vezes solitário. • Faz demandas impossíveis, exige incrivelmente altos padrões. • Celebra eventos pessoais. • Difícil de obter apoio. Paula Prima Dona Patty Prima Dona • De reforço positivo, o uso de louvor, comunique em particular que a conduta é prejudicial aos outros, deixe claro que pode alienar membros da equipe. • Lembre-o do conceito de maturidade dos outros. • Verifique o trabalho da equipe com a mesma visão. 7
  8. 8. Título do Slide Máximo de 2 linhas • Alternadamente passivo-agressivo. • Amigável frente a frente, atira pelas costas. • Tenta solapar os outros. • Tenta fazer os outros se passarem por bobos. • Se esconde, camufla e atira Célia Tiro Sally Sniper • Perguntar o por que do “alvo”? • Por que não falar publicamente? • Como deveria ser feito a tarefa? • Marcar uma reunião com as partes para um acordo de trabalho 8
  9. 9. Título do Slide Máximo de 2 linhas • Chato constante, usa email como um skype/MSN. • Liga e nem pergunta se pode falar. • Agressivo. • Sabe tudo. • Não aceita não. • Escreve, fala muito em vários tópicos Wilson Insistente Billy Busybody • Pense em um touro e forneça algo para pensar. • Pergunte 5W1H e deixe desabafar. • Qual a parte do não que não entendeu? 9
  10. 10. Título do Slide Máximo de 2 linhas • Excelente palestrante. • O indicadores estão bons, mas não é o que percebe. • Sempre responde que não é possível. Nelson Contra Negative Ned • Alternar as perguntas: • Você quer? • Você não quer? • É necessário não exagerar. • Alimente-o com a o resultado contrário do que você quer. 10
  11. 11. Título do Slide Máximo de 2 linhas • Ameaça explosiva com consequências para indivíduos e organizações. • Reivindicações. Assédio. Discriminação. Violações éticas. • Vampiros emocionais que sugam a energia alheia e infernizam a vida personalidades psicovenenosas. Tercio Rista Toby Terrorist • Não grite que não sou um boçal. • Faça-o pedir desculpas, se não, se afaste, pois é um sociopsicopata. 11
  12. 12. Título do Slide Máximo de 2 linhas • Fundamental na criação (capítulo, equipe). • Forte sensação de propriedade. • Defende a propriedade. • Reage à mudança. Fabio Fundador Frankie Founder • Agradeça ao desbravar o caminho. • Diga que agora é momento de novas edificações. • Dirigir e uma olhada no retrovisor é bom, mas estamos indo a frente. 12
  13. 13. Título do Slide Máximo de 2 linhas GP ABELHA GP BAND-AID GP CAMISINHA GP CARANGUEJO GP DISCO QUEBRADO GP DISCO VELHO GP DORIL GP LAMPIÃO GP MARMITA GP PAPAI NOEL GP SORVETE GP TINTUREIRO GP TOURO SENTADO Outros Estereótipos 13
  14. 14. Título do Slide Máximo de 2 linhas Conclusões parciais • Reconhecer a causa do problema comportamental • Profundo sentimento de insegurança pessoal • Todos nós temos incertezas, o que difere alguns é como lidam com elas. • Um dos maiores projetos no passado teve Deus como patrocinador, pos seu Filho como gerente e com 12 na equipe, mas as entregas até hoje não são bem aceitas. 14
  15. 15. Título do Slide Máximo de 2 linhas Outros métodos de resolução • MBTI® • Psicologia da autoestima • Modelo de Interação de Satir 15
  16. 16. Título do Slide Máximo de 2 linhas Myers e Briggs Type Indicator – MBTI® • Pessoas tem as preferências em • Obter Energia ou Informação para Decidir ou Iniciar Energia Informação Deci sões Iniciativas 16
  17. 17. Título do Slide Máximo de 2 linhas MBTI® Preferência em Forma Descrição Tipos Obter energia Externa junto com pessoas em reuniões, querem pares E Interna estudam antes, solitários I Obter informação sensoriaL querem os fatos e detalhes L iNtuitiva o quadro geral N Tomar decisões Raciocínio objetivos, lógicos e impessoais R Sentimento relacionamento humano, valores e cooperação S Tomar iniciativa Julgamento forma uma opinião inabalável J Percepção mantém as opções em aberto P 17
  18. 18. Título do Slide Máximo de 2 linhas MBTI® 16 arquétipos, 4 em resumo • INRP (Arquiteto) • ENRP (Inventor) • INRJ (Cientista) • ENRJ (Marechal) • INSP (Tesoureiro) • ENSP (Jornalista) • INSJ (Autor) • ENSJ (Pedagogo) • ELSJ (Vendedor) • ILSJ (Defensor) • ELRJ (Administrador) • ILRJ (Curador) • ELSP (Animador) • ILSP (Artista) • ELRP (Empresário) • ILRP (Artesão) NR Visionários NS Catalisadores LJ Organizadores LP Solucionadores 18
  19. 19. Título do Slide Máximo de 2 linhas Resumo do MBTI® Os Visionários preferem trabalhar com as idéias, mas não em implementa-las. Os Catalisadores preferem trabalhar com pessoas, mas acabam prejudicando por serem condescendentes demais, na procura do consenso total. Os Organizadores preferem fazer o trabalho “sempre” bem feito, mas acabam entrando em conflito com os Solucionadores de Problemas, os quais preferem a rapidez e sem muito planejamento, mas são excelentes para trabalhar em crises. NR NS LJ LP 19
  20. 20. Título do Slide Máximo de 2 linhas MBTI® Questão (123) Alternativas Tipo Prefiro a) Estar onde as coisas acontecem. b) Trabalhar sozinho em um lugar tranquilo. Gosto de a) Trabalhar em alguma coisa que já tenha feito antes. b) Solucionar um problema novo e complicado. Quero um chefe que a)Estabeleça e aplique critérios em decisões. b) Considere necessidades individuais e abra exceções. Quando trabalho em um projeto a) Gosto de terminá-lo e não deixar margem para alterações. b) Muitas vezes deixo em aberto para possíveis alterações. E I L N R S J P 20
  21. 21. Título do Slide Máximo de 2 linhas A psicologia da autoestima Implica que o homem tem seu julgamento de valor em uma estimativa de si próprio, é um fator decisivo em seu desenvolvimento psicológico e sua motivação. Ao lidarmos com o mundo, devemos considerar (com congruência) o conjunto dos três componentes de áreas gerais do desenvolvimento psicológico e motivação, o Eu, o Outro e o Contexto. A incongruência ocorre quando é ignorado um ou mais desses componentes, portanto, devemos considerar: O Eu, que são as nossas próprias necessidades e capacidades. O Outro, que são as necessidades e capacidades dos outros. O Contexto, que é a realidade em que estamos atuando. Eu Outro Contexto 21
  22. 22. Título do Slide Máximo de 2 linhas Estilos de situações 1. Culpar: O Eu se posiciona e entende o Contexto, mas não consegue levar o Outro em consideração. 2. Condescendente: São vítimas habituais, muito conciliadores. O contexto e você é tudo, eu não sou nada. 3. Super racionalizar: São rígidos e fixos, racionalizam tudo. O contexto é tudo, você e eu não somos nada. 4. Amar/Odiar: Veem apenas um ao outro, excluem o contexto. Você e Eu somos tudo, o contexto não é nada. 5. Irrelevante: Comportamento imprevisível. Nada importa para nada. Eu Outro Contexto 22
  23. 23. Título do Slide Máximo de 2 linhas Resumo de Estilos Super raciocínio Eu Outro Contexto Amor/Ódio 23
  24. 24. Título do Slide Máximo de 2 linhas Modelo de Interação de Satir É um quadro geral de como as pessoas observam e executam ações em função dos dados: A Entrada nem sempre é uma atividade passiva, há um tratamento de opções nos dados, como abrir, ou aceitar ou ainda fechar mais a entrada; O Sentido, os dados não tem sentido até que nós os fornecemos, como não saber o sentido (logo devemos abrir a entrada), ou é uma ameaça, ou é uma oportunidade, ainda é irrelevante; O Significado, os dados podem ser priorizados e até ignorá-los, quais são as consequências e possibilidades para nós?; E a Resposta, os dados podem não ter respostas, selecionados para futuras ações. Entrada Sentido Significado Resposta 24
  25. 25. Título do Slide Máximo de 2 linhas Necessidades e Capacidades Modelo de Interação de Satir, Virginia. NR Visionários NS CatalisadoresLJ Organizador LP Solucionador NR Visionários NS Catalisadores LJ Organizador LP Solucionador Entrada Sentido Significado Resposta Eu Outro Contexto 25
  26. 26. Título do Slide Máximo de 2 linhas 26

×