Your SlideShare is downloading. ×
Mensaleiros: da Justiça Divina não escaparão‏
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Mensaleiros: da Justiça Divina não escaparão‏

54
views

Published on

Acesse as nossas páginas: www.rsnoticias.net …

Acesse as nossas páginas: www.rsnoticias.net
www.portal-cp.blogspot.com
www.contextopolitico.blogspot.com

Published in: News & Politics

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
54
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. MENSALEIROS: DA JUSTIÇA DIVINA NÃO ESCAPARÃO VAlte(Ref) Sergio Tasso Vásquez de Aquino Da Academia Brasileira de Defesa e do Instituto de Geografia e História Militar do Brasil Os mensaleiros do PT estão dando boas gargalhadas e tripudiando sobre a fome por Justiça dos brasileiros patriotas e de bem. Em breve, estarão livres nas ruas, recebendo homenagens como “mártires e heróis” da revolução “socialista“ dos fanáticos correligionários e admiradores de credo vermelho. Se tudo continuar como dantes no quartel de Abrantes e o planejamento e a programação em curso tiverem definitivamente o sucesso colhido até o momento, estátuas suas serão erguidas em praça pública, Brasil afora, depois da solene proclamação da República Democrática Socialista Popular do Brasil, em 2022, em comemoração ao centenário de Partido Comunista do Brasil e dos vinte anos do governo petista... A bancada “companheira” do STF, hoje com seis integrantes e cuja tendência é de crescer com o tempo, alterou radicalmente o julgamento anterior do tribunal, feriu de morte a esperança do povo ordeiro, que depositava na suprema corte sua derradeira confiança de que a democracia seria salva, e proferiu sentença semelhante à dos tribunais superiores politizados hermanos, o da Venezuela, que considerou legítima a ascensão ao poder de Nicolás Maduro, nomeado sucessor por Chavez sem dispor de um voto sequer, e o da Argentina, que passou o garrote vil na imprensa livre platina, em atenção ao desejo ditatorial da tresloucada Cristina Kirschner. Há luto profundo nas almas boas brasileiras, que assim se sentem tão órfãs da justiça. Quanto aos eufóricos neoabsolvidos pela justiça dos homens, e seus amigos e protetores, um ponto para meditação. Sei que, por sua própria obscura e maligna ideologia, não acreditam em Deus, na transcendência e na dignidade intrínseca do ser humano, criado à imagem e semelhança do Senhor do Universo. Eles e seus incréus companheiros de jornada e de sinistros objetivos, porém, terão grave surpresa. Logo após o definitivo desenlace da terra, das suas falácias e tolas e pequenas servidões, descobrirão que céu e inferno existem e que, pelos males e crimes cometidos em vida, pela exploração e sofrimentos que impuseram aos inocentes, seu destino será o terrível andar de baixo, por toda a eternidade! A lei dos homens e seus juízes são falhos, cambiantes, sujeitos a tentações, vacilações e ambições. A Justiça Divina, perfeita, não falha jamais! Quanto a nós, homens e mulheres que cultuamos o Direito e a Justiça, que queremos e obramos pelo predomínio do Bem, resta-nos continuar a orar, trabalhar com afinco e dar retos testemunhos de vida por um futuro melhor. Tementes a Deus e fiéis ao Brasil, continuamos no bom combate, haja o que houver!
  • 2. APRESENTO ARMAS, EM CONTINÊNCIA, EMOCIONADO E GRATO, AO MINISTRO JOAQUIM BARBOSA. DEU TUDO DE SI E LUTOU COMO UM LEÃO, PARA PRESERVAR A JUSTIÇA, A DEMOCRACIA, A DIGNIDADE E A LIBERDADE EM NOSSA TERRA! CONQUISTOU E MERECE NOSSO RESPEITO! SUSTENTAR O FOGO, QUE A VITÓRIA É NOSSA! Rio de Janeiro, RJ, 01 de março de 2014, 449* Aniversário da Muy Leal e Valerosa Cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro.