9 erros que as empresas cometem em gestão de redes sociais (e como evitá-los)
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

9 erros que as empresas cometem em gestão de redes sociais (e como evitá-los)

on

  • 430 views

Acesse as nossas páginas: www.rsnoticias.net

Acesse as nossas páginas: www.rsnoticias.net
www.portal-cp.blogspot.com
www.contextopolitico.blogspot.com

Statistics

Views

Total Views
430
Views on SlideShare
409
Embed Views
21

Actions

Likes
3
Downloads
9
Comments
4

2 Embeds 21

http://rsnoticias.net 18
http://www.slideee.com 3

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel

14 of 4 Post a comment

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • Elizabeth, eu acho que a forma é educar, esclarecer, entregar conteúdo gratuito, como fez o nosso amigo Lucio Borges com esse belo material que disponibilizou.

    Criar relacionamento antes para que a primeira venda seja mais natural e a relação com o cliente seja duradoura.

    Estou estudando muito sobre o 'novo marketing digital' e buscando compartilhar esse aprendizado no marketing4nerds.com, um projeto recente que comecei justamente tentando 'mudar algumas cabeças'...
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • Eu acho que a forma é educar, esclarecer, entregar conteúdo gratuito usando as novas técnicas de marketing digital. Criar relacionamento antes para que a primeira venda seja mais natural e a relação com o cliente seja duradoura.

    Estou estudando muito sobre isso e buscando compartilhar esse aprendizado.... quando puder, sugiro dá uma olhadinha no video que citei, ou se preferir baixa o e-Book que tem o mesmo conteúdo e dá uma lida http://marketing4nerds.com/7-erros-classicos-ebook-link/

    Talvez ajude a AssistNet repensar suas estratégias...
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • Adorei a matéria!
    Atualmente trabalho com Marketing digital e encontro muitas dificuldades e resistência ao tentar convencer um cliente que é totalmente leigo nesse assunto e acha que sua empresa e ou negócio não precisa de internet e marketing digital. aproveitando o assunto, alguém conhece uma forma de inverter a cabeça de um empresário e ou comerciante que pensa assim? Ficarei grata com a ajuda.
    Nossa empresa. www.assitnet.com.br
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • Sensacional, parabéns!!!
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    9 erros que as empresas cometem em gestão de redes sociais (e como evitá-los) 9 erros que as empresas cometem em gestão de redes sociais (e como evitá-los) Document Transcript

    • 1 queasempresas cometem em gestão de redes sociais (e como evitá-los) 9 Errosrr
    • Tudo mudou. Já não se faz Marketing como antigamente - e ainda bem! Não há lamen- tações pelas transformações que ocorreram nesse sentido, até porque, o Marketing hoje caminha em direção a um futuro muito mais criativo, interativo, relevante e marcado pe- los bons resultados. Estamos em uma época de transformação das formas de consumo e, quem apresenta resistência em adotar uma nova postura diante das expectativas e necessidades dos clientes, certamente perde boas oportunidades de negócio. Nesse contexto, as redes sociais tornaram-se uma ferramenta fundamental. Com o gran- de número de adeptos nas diversas opções disponíveis no mercado, não ter um perfil ou página da sua empresa nesses canais é uma enorme perda de possibilidades, seja de conquistar novos consumidores, incrementar produtos, serviços, processos ou de manter um relacionamento mais próximo à sua audiência, fidelizando-a. Na era onde “o conteúdo é rei”, utilizar as redes sociais para gerar identificação entre a sua marca e o público-alvo, através de uma comunicação mais humanizada e que leve informações relevantes a esta audiência é, sem dúvidas, o melhor caminho a seguir. Con- tudo, para atingir este objetivo, algumas questões, além do canal utilizado em si, são fun- damentais. Metas, métricas, atendimento e até mesmo uma boa estratégia de Marketing de Conteúdo fazem a diferença. INTRODUÇÃO
    • 3 O Marketing de Conteúdo consiste em uma es- tratégia de Inbound Marketing (ou Marketing de Atração), que tem como objetivo atrair a atenção do público que sua empresa pretende gerar negó- cios, sem ser invasivo. Muito difundido em blogs, mas não restrito a apenas este canal, ele auxilia a sua empresa a se tornar autoridade sobre deter- minado assunto ou área, demonstrar-se relevante à sua audiência, expor a identidade da sua mar- ca e, consequentemente, angariar novos clientes para seus produtos e serviços. A relação entre o Marketing de Conteúdo e as re- des socias é simples e complementar. Não é difícil supor que essas redes digitais de relacionamento podem potencializar os efeitos da estratégia de conteúdo da sua empresa. O poder de alcance das redes sociais ajuda a propagar as informa- ções do seu blog, materiais ricos como e-books, dentre outros. Dessa forma, sua empresa fomen- ta acessos ao site, demonstra conhecimento so- bre a causa (ou temas abordados no canal), ins- tiga o relacionamento e atrai novos clientes por afinidade e identificação. O contrário também é absoluto. Fomentar as suas redes sociais com conteúdo autoral gera mais cre- dibilidade e identificação com a marca, já que é a “voz” da empresa que está representada por ali. Além disso,tanto as redes sociais,quanto o Marke- ting de Conteúdo precisam da relevância e intera- tividade para existir (e sobreviver). No Brasil, os internautas gastam mais de um ter- ço (36%) do tempo de navegação, justamente no acompanhamento de suas redes sociais. Em outras palavras, sua empresa precisa ir onde os clientes estão, por isso, ela precisa aproveitar as possibilidades trazidas pelas redes. Contudo, não basta estar lá. É preciso planeja- mento, estratégia e uma boa gestão para conse- A RELAÇÃO ENTRE O MARKETING DE CONTEÚDO E AS REDES SOCIAIS guir atingir estes clientes. O mau gerenciamento das redes sociais é um dos fatores impeditivos principais para o fracasso do posicionamento da sua marca na web e, consequentemente, para atrair o seu público-alvo. Falta de conhecimento, habilidade e atenção podem se transformar em erros que colocam em risco tanto a reputação, quanto a longevidade das empresas. Para te ajudar a fugir das falhas mais comuns na gestão das mídias sociais, preparamos esse e- -book contendo os 8 Erros que as empresas co- metem e também algumas dicas para evitá-los. Não existem fórmulas prontas. Mas, certamente, após a leitura desse material, você estará mais preparado para encarar os desafios e benefícios que as redes sociais trazem para as empresas. NoBrasil,osinternautasgastammais de um terço do tempo de navegação, justamente no acompanhamento de suas redes sociais.
    • 4 1. FALTA DE PLANEJAMENTO 3. FAZER SPAM NAS REDES SOCIAIS 5. FALAR APENAS SOBRE SI MESMO 8. NÃO INTERAGIR COM SEU PÚBLICO 2. FOCAR APENAS NOS NÚMEROS 4. TER UM BLOG IRRELEVANTE E CHATO 7. AUTOMATIZAR TODOS OS PROCEDIMENTOS 6. NÃO SE COMPROMETER 9. NÃO TER UMA ESTRATÉGIA CONSISTENTE DE GERAÇÃO DE LEADS Para te ajudar a fugir das falhas mais comuns na gestão das mídias sociais, preparamos esse e-book contendo os 9 Erros que as empresas cometem e também algumas dicas para evitá-los. Não existem fórmulas prontas. Mas, certamente, após a leitura desse material, você estará mais preparado para encarar os desafios e benefícios que as redes sociais trazem para as empresas.
    • 5 Liderando a lista dos erros na gestão das re- des sociais, a falta de planejamento é sem dúvida um dos mais cometidos. É fato que muitas empresas estão se rendendo à im- portância das redes sociais e decidindo usar essas ferramentas a favor dos negócios. Mas não agir estrategicamente é um erro! O excesso de vontade e a boa intenção não bastam para fazer uma estratégia digital em redes sociais dar certo,pois se não houver pla- nejamento,a situação pode ficar ainda pior do que antes! É preciso entender que postagens, mesmo que com uma boa frequência, conten- do links e artigos apenas não será suficiente. 1. FALTA DE PLANEJAMENTO Ter um insight legal também não é suficiente para alcançar a eficiência nas mídias sociais. Sem planejamento e boa execução ela será apenas mais uma ideia. Para ganhar relevân- cia e atingir bons resultados, qualquer ação nas redes sociais deve ser embasada, plane- jada e pensada para dar retorno, caso con- trário é gasto - mesmo que de tempo. Oplanejamentodesuasredessociaisdeveser baseado em três pilares: objetivo,contexto e consumidor. Se a empresa contemplar esses três pilares, a estratégia provavelmente será bem sucedida. Quem é o seu público-alvo? Você o conhece? Esse é sem dúvida o pilar mais importante! Os consumidores são responsáveis diretos pelo sucesso ou fracasso das ações de Marketing Digital. Quando se trata de redes sociais, então, isto é ainda mais importante, já que o canal foi feito para a interação entre elas. Portanto, saiba as preferências dos clientes, ouça suas opiniões, ofereça conteúdo relevante e tenha certeza que isso alavancará os bons resultados da sua estratégia. O segundo pilar baseia-se em conhecer o cenário no qual a empresa está inserida. É indispensável entender o contexto do mercado, a concorrência, as tendências, etc. Sem objetivo não se chega a lugar algum. Empresas e marcas precisam ter propósitos claros e saber exatamente onde querem chegar. O primeiro pilar para conquistar sucesso através das mídias sociais é saber definir objetivos gerais e específicos da presença nestes canais. OBJETIVO CONTEXTO CONSUMIDOR Cumpridas todas as etapas do planejamento, as empresas ficam aptas a executar o plano tático,alcançar os clientes e mensurar os resultados. Não duvide disso!
    • 6 2. FOCAR APENAS NOS NÚMEROS Nós também reconhecemos que os números são importantes, mas eles não devem ser os protagonistas da sua estratégia nas redes sociais. Um dos grandes erros comuns às empre- sas é justamente focar nos números. A corrida desenfrea- da por seguidores tem movido muitas empresas e feito com que elas adotem táticas que inflam os números, mas geram baixo retorno. Se elas fazem isso, é porque ainda não compreenderam que um fã apaixonado vale mais que centenas de fãs/seguidores não-engajados. Parece exagerado? Não é! Fãs e seguidores engajados interagem, consomem, opinam, indicam, defen- dem e tornam a sua página verdadeiramente interessante e movimentada. Já os fãs/seguidores neutros são apenas nú- meros. Pense nisso! Mas atenção: não é para esquecer as métricas. Pelo contrário! A ideia é que a sua presença digital cresça gradualmente e com qualidade, construindo uma relação sólida com o seu público, produza conteúdos cada vez mais direcionados e bem aceitos. Quando menos você esperar, terá muitos (e valiosos) fãs. FACEBooK
    • 7 Com a ascensão das redes sociais aumentou também a prática de spam, problema que antes ficava mais restrito às caixas de e-mail. Ele ameaça a confiabilidade das marcas e afetam diretamente a imagem das empresas mediante o seu público nas redes sociais. 3. FAZER SPAM NAS REDES SOCIAIS CONHEÇA O INIMIGO Antes de mais nada você precisa saber o que é spam para poder se proteger. Eles são men- sagens não solicitadas, que costumam ser enviadas desenfreadamente nos meios de comu- nicação digital (sites, e-mails, redes sociais). FUJA DA TENTAÇÃO Os spams normalmente possuem fins maliciosos (disseminação de vírus) ou comerciais (geração de tráfego). Há quem diga que os spams geram vendas, mas mesmo assim não se sinta tentado! Mais importante do que alavancar as conversões, é criar um relacionamento sólido, saudável e perene com o público-alvo,não apenas gerando uma venda,mas fidelizando o seu público. De acordo com Devin Redmond, CEO e co-fundador da Nexgate, o aumento dos spams nas redes sociais acarreta sérios prejuízos para grandes marcas, além de trazer muitos problemas de marketing para empresas de todos os portes. O executivo alega ainda que quem ig- nora os spams,automaticamente está prejudicando a efetividade dos programas e campanhas de marketing digital. Algumas dicas para que a sua empresa não caia nessa roubada:
    • 8 EVITE O MARKETING INVASIVO E ABUSIVO Os excessos não são positivos em nenhuma circunstância. A ética, em contrapartida, é bem- -vinda em qualquer situação. Não seja inconveniente disparando mensagens aleatórias e re- petitivas nas redes sociais. Isso é chato, deselegante e totalmente prejudicial à sua marca. Cuidado para não fazer spam sem querer! Muitas vezes, a ânsia de divulgar os produtos e serviços motivam as publicações descontextualizadas, gerando o efeito contrário ao deseja- do: repulsa em vez de adesão. NÃO SE DISTANCIE DO PLANEJAMENTO Retorne ao planejamento inicial e procure realizar as ações com todo cuidado, a fim de atin- gir o público correto, da maneira mais apropriada para o seu negócio. VALORIZE A ADESÃO VOLUNTÁRIA Você pode criar promoções e ações para aumentar a adesão e engajamento, mas não deve oferecer nada em troca ou comprar curtidas. Conquistar fãs e seguidores de forma voluntá- ria é o mais recomendado. SEJA TRANSPARENTE Tanto nos e-mails quanto nas redes sociais, é importante que os clientes saibam que podem parar de receber as mensagens e notícias da empresa a qualquer momento, desmarcando o feed ou usando o sistema Double opt-in. Deixe os clientes livres, afinal, você já aprendeu que quantidade não é qualidade! PEÇA LICENÇA PARA ENTRAR A linha do tempo, perfil ou página de um consumidor nas redes sociais é como se fos- se a “casa” desse cliente na internet. Ele é o proprietário e deve ser respeitado! Peça licença para entrar. Nada de postar conteúdos em páginas e perfis alheios sem pedir autorização, entendido? Adote essas posturas e lembre-se que o histórico das suas ações nas redes sociais tende a ficar registrado para sempre nas ferramentas de busca. Sendo assim,é bem melhor que ela se torne conhecida gerando um buzz positivo,coisa que é impossível de alcançar através dos spams.
    • 9 Quem segue blogs chatos e irrelevantes? No máximo os amigos e a família dos donos dos blogs. Certamente não é isso que você quer para o seu negócio! Se você deseja criar la- ços duráveis com os consumidores, invista em conteúdos realmente atraentes e origi- nais. Recorra a imagens de qualidade, veicu- le textos bem escritos e fale sobre o que seu público-alvo quer ouvir. O Marketing de Con- teúdo está aí para isso! Esta estratégia é capaz de gerar vendas sem focar nas vendas. Difícil de entender? Não quando se toma esse tipo de marketing como uma tática eficaz na comunicação da empresa comosclienteseprospects.Emvezdecomuni- car produtos e apresentar serviços, as organi- 4. TER UM BLOG IRRELEVANTE E CHATO zações que utilizam o Marketing de conteúdo como estratégia entregam aos consumidores informações valiosas e desejáveis. Em síntese, o conteúdo é uma consistente ajuda (e muito) na atração e fidelização dos clientes. De acordo com recente estudo conduzido pela Roper Public Affairs, 80% dos clien- tes preferem tomar a decisão de compra a partir das informações contidas em artigos bem escritos, do que a partir de propagan- das convencionais. A mesma pesquisa re- velou que 70% dos consumidores acredi- tam que o conteúdo relevante os torna mais próximos da empresa e 60% dizem que tal conteúdo ajuda a fazer melhores escolhas na hora da compra. 80%preferem tomar a decisão de compra a partir das informações contidas em artigos do que a partir de propagandas convencionais 70%acredita que o conteúdo relevante os torna mais próximos da empresa 60%dizem que o conteúdo ajuda a fazer melhores escolhas na hora das compras
    • 10 Diante desses números, é preciso pautar a estratégia na qua- lidade do conteúdo e também no bom gerenciamento das mí- dias sociais, incluindo seu blog, que alimentará estes canais de relacionamento. Para que copiar links de outros sites se você pode gerar conteúdo que ajudará na identificação do cliente com a marca, em ranqueamento orgânico nos buscadores e ainda na decisão de compra do cliente? Veja a seguir algumas dicas para tornar o seu blog legal e relevante: Fale sobre o que realmente importa para o cliente Informações técnicas os clientes buscam em rótulos e nos sites dos fabricantes. Se você quer conquistar consumidores, procure ofere- cer um conteúdo interessante, original e relacionado com a sua área de atuação. Não use o seu blog para fazer propaganda direta! Dicas, conselhos e notícias soam mais naturais, mostram que você não se preocupa só com vendas, além de atraírem nova audiência. Use imagens diferentes e impactantes Palavras sem uma imagem que a ilustre podem acabar deixando o seu blog pouco atraente. Utilize imagens permitidas (ou inclua os créditos), com boa resolução, tamanho adequado e caracterís- ticas originais. Frequência e continuidade Seu blog deve ter um conceito claramente definido e as postagens devem segui-lo. Além disso, é preciso ter frequência e continuidade. Não confunda essas duas coisas! Ser frequente é postar regularmen- te e dar continuidade, é saber contar histórias, com início meio e fim (em um único post ou em uma série de posts). No universo corporati- vo, ganha quem “conta” as melhores histórias.
    • 11 No domingo você posta foto da equipe,na se- gunda posta o convite de lançamento da nova coleção, na terça a postagem é dedicada à história da empresa, na quarta você apresen- ta um produto novo, na quinta é hora de falar mais sobre seus serviços, na sexta você ofe- rece um desconto, no sábado você pergunta para osseguidores (que ainda ficaram porlá)o que eles pensam sobre o seu negócio. Pronto! A semana passou e você não ofereceu nada do que o cliente queria ver na sua página/per- fil. Nenhuma informação que agregasse valor à sua marca ou conhecimento ao seu cliente. Uma das maneiras mais eficientes de perder seguidores e ficar com uma imagem negativa na rede é falar ininterruptamente sobre a sua empresa. Lógico que vez ou outra as promo- ções são bem-vindas e aceitas, mas o clien- te precisa se identificar com a sua empresa, 5. FALAR SOMENTE SOBRE SI MESMO criar vínculos com ela e apenas as postagens de cunho comercial e institucional não tra- balham a atração e retenção de clientes por lá. Lembre-se que as pessoas estão ali para se relacionarem com outras e para que a sua marca consiga bons resultados, ela precisará ser humanizada para “conversar” com elas. Um conteúdo de qualidade, apesar de seguir um mesmo conceito (estilo e temática corre- lacionados), pode e deve ser variado! Apos- te em informações direcionadas aos gostos pessoais, vivências, expectativas e necessi- dade de consumo de sua audiência. Fale de vida, de curiosidades, de novidades. Dê dicas relevantes,faça perguntas,estimule o engaja- mento através de ações criativas. Enfim, não olhe apenas para a empresa. Pense no cliente e veicule conteúdos elaborados especifica- mente para ele. Você não vai se arrepender!
    • 12 Sabe aquela história de prometer somente o que pode cumprir? Pois é! Ela vale também para a gestão das redes sociais. Estar lá sem comprometimento não trará resultados. Por isso, se você não tem condições ou disposi- ção para gerenciá-los, nem como investir em um profissional ou um bom fornecedor para fazê-lo, é melhor não estar por lá. As mídias sociais trazem boas oportunidades de divulgação,mas também acarretam grandes responsabilidades e desafios. Ao decidir por in- gressar nas redes sociais,é necessário ter disci- plina e estar plenamente disposto a participar de forma regular e ativa nesses canais. Para ser eficiente, a participação da empresa deve ser constante,não uma ação pontual. Vale destacar que apenas realizar postagens diárias não são suficientes. Comprometimen- to nas redes sociais vai muito além de arti- gos, fotos e posts bacanas. É preciso ouvir o cliente, esclarecer suas dúvidas prontamente, valorizar as opiniões (negativas e positivas) 6. NÃO SE COMPROMETER e tornar cada vez melhor a experiência de compra e relacionamento com o público. Por falar em experiência de compra, dificil- mente as empresas utilizam as mídias sociais para manter o relacionamento pós-venda com os clientes. Apenas 4% das organizações utilizam essa ferramenta no intuito de continuar se relacionando com o consumi- dor após a venda concluída. É o que alega o Ibramerc - Instituto Brasileiro de Inteligência de Mercado. Se a tarefa de se comprometer com o cliente de forma contínua soar complicada demais para executá-la sozinho, cerque-se de bons profis- sionais, monte uma equipe eficiente de marke- ting digital e, se preciso for, terceirize os pro- cessos com especialistas no assunto, mas não deixe de cumprir o seu “dever de casa” para que a sua marca não crie uma reação contrária em seu público. O segundo necessário para fazer de sua empresa um sucesso é o mesmo que pode derrubar a reputação da sua marca.
    • 13 As mídias sociais devem ser verdadeiros ca- nais de comunicação, meios perfeitos para estabelecer diálogo entre seus usuários. As relações nesse ambiente virtual devem ser humanizadas e a interação precisa ser constante, caso contrário, em vez de forta- lecerem, as redes sociais acabam esfriando os relacionamentos. As mídias sociais mudaram a forma de inte- ragir com o mundo, especialmente por serem espaço de interação, afinal, do outro lado da máquina existe gente - que tem anseios,valo- res, expectativas e opiniões. 7. AUTOMATIZAR TODOS OS PROCEDIMENTOS Nesse sentido, não basta apenas expor e im- por as suas ideais, muito menos simplesmen- te automatizar os processos. É preciso que o cliente sinta que a empresa (e não os plug- -ins) estão por trás das ações. Mensagens pa- dronizadas e disparadas sem critério também podem comprometer esse relacionamento mais humanizado. Lembre-se: os plug-ins que automatizam os processos nas redes sociais podem ser úteis, mas é preciso usar essas ferramentas com moderação, afinal, elas jamais substituirão o contato humano.
    • 14 Se o intuito das redes sociais é a intera- ção entre as pessoas, é fundamental que a sua marca se torne mais humanizada e busque formas de interagir com a au- diência por lá também. Além de utilizar conteúdos engajadores, que fomentem as ações para interação com o seu público, é necessário estar atento ao que é dito so- bre a sua empresa na rede e se posicionar diante a estas situações. 8. NÃO INTERAGIR COM O SEU PÚBLICO Humanize a sua marca Empresas não conversam. Pessoas sim. Por isso, é fundamental personificar a sua marca, trabalhando um relacionamento mais humanizado e próximo à sua audiência. Isso interferirá diretamen- te no tipo de conteúdo compartilhado e na linguagem utilizada. Por isso, certifique-se que a persona criada para conversar com seu público está alinhado a eles. Para isso, a marca precisa de um atributo fundamental: saber influenciar pessoas a seu favor e chamá-las para a interação. Algumas formas para fazer isso:
    • 15 Um cliente satisfeito se torna um consumidor ativo, indica a sua empresa, interage, realiza menções públicas favoráveis e até mesmo defende a sua marca em situações imprevistas. Use CTAs nas chamadas dos conteúdos O Call To Action ou chamada para a ação, em português, é uma técni- ca utilizada para, como a tradução indica, chamar o seu público para realizar uma determinada ação: curtir ou compartilhar um conteúdo, pedir a opinião sobre algo, realizar perguntas para esclarecer dúvi- das ou mesmo entender melhor as preferências e o comportamento do seu consumidor. Implemente um SAC 2.0 Desenvolver um processo eficiente de atendimento, o chamado SAC 2.0, uma excelente forma de interagir com o cliente e avaliar a per- cepção da experiência dele com a sua marca. Qualifique e treine as pessoas que ficarão responsáveis por este contato e determine tem- po máximo para que o consumidor receba um retorno. Responda os comentários feitos por sua audiência Se você recebe comentários sobre as publicações realizadas, dúvi- das ou perguntas do seu público, responda-as - ou pelo menos inte- raja de alguma forma com a publicação. Quando um fã ou seguidor não obtém resposta, ele ficará desestimulado e, consequentemente, deixará de interagir. Quando a marca conversa com o cliente, ele se sente especial, o que aproxima ainda mais a relação entre a sua empresa e ele.
    • 16 Segundo pesquisa realizada pelo Ibramerc em 2013,41% dos empresários que utilizam as redes sociais notaram melhoras no negócio no último ano, mas (37%) deles não atribuem essas melhoras diretamente ao uso das redes, e sim a outros fatores. Para o instituto, isso se deve ao fato de boa parte dos profissionais não dominarem a linguagem, não apostar em publicações relevantes e ter dificuldade para interagir com os clientes. Acrescenta-se a isso a falta de uma estratégia consistente para a geração de leads. Um dos principais objetivos das campanhas deInboundMarketingéageraçãodeleads,ou seja, a atração de clientes potenciais e reten- ção de seu dados para trabalhar as possibili- dades de conversão. Não é fácil transformar um visitante, fã ou seguidor em consumidor. Para que isso aconteça, é indispensável ter uma estratégia claramente definida para gerar leads. De modo geral, as empresas estão sempre buscando elevar o número de contatos e, para isso, aplicam diferentes táticas. Com as facilidades trazidas pelo marketing digital, principalmente em questão de investimentos e retorno, quem adota esse método acredi- ta que entregar informações de valor pode fazer com que os clientes venham até elas. A estratégia não é tão nova como se propaga por aí, mas atualmente ela tem ganhado mais força no contexto da comunicação corpora- tiva. Nova na verdade é a forma de encarar e lidar com a importância do Marketing de Conteúdo e das redes sociais. 9. NÃO TER UMA ESTRATÉGIA CONSISTENTE DE GERAÇÃO DE LEADS
    • 17 Quem quer garantir a sua fatia nesse mercado,deve considerar investir nas estratégia de ma- rketing digital para a geração de leads para a sua empresa. Quando bem executado e plane- jado, o Marketing de Conteúdo pode mudar o rumo dos negócios. Confira a seguir algumas outras dicas para enriquecer a sua estratégia de Marketing Digital nas redes sociais: Já não dá para escapar da importância das redes sociais! Elas estão em toda parte, modificaram a rotina das pessoas e transformam a forma de interagir e se comunicar com o mundo. Nem mesmo as questões corporativas conseguem se distanciar dessa realidade e abrangência,afinal, a empresa que não se adapta aos hábitos dos consumidores,acaba perdendo visibilidade e,con- sequentemente,ótimas oportunidades de negócio. É nesse contexto que o Marketing Digital ganha força e uma nova forma de trabalhar. Os anún- cios diretos,clichês e por vezes abusivos,dão lugar a uma divulgação desejável e conveniente. Os folders e panfletos que tendem a parar nas latas de lixo, perdem espaço para o relacionamento contínuo proposto pelos blogs e redes sociais. A mensagem que antes ficava subtendida como “só quero vender” tem sido substituída pelos conteúdos relevantes,que transmitem a ideia de que a empresa realmente se preocupa com o cliente. Nesse sentido, ser criativo, relevante, ético, transparente e frequente nas redes sociais é um bom caminho a seguir. Fuja dos erros citados e garanta o sucesso com a estratégia da sua marca. Crie conteúdos voltados para os anseios e necessidades do público-alvo; Atualize seu conteúdo de forma periódica,para assim estabelecer uma relação mais duradoura com os clientes potenciais; A partir das informações cedidas pelos potenciais consumidores, desenvolva um tratamento mais personalizado e exclusivo; Aposte nas landing pages de qualidade, nas interfaces simplificadas e nos layouts limpos, criativos e responsivos; Use o call to action,ou seja,leve os clientes a realizar ações concretas; Produzas materiais mais elaborados,como e-books e white papers; Concilie e integre o blog corporativo com o site da empresa e perfis nas redes sociais; Desenvolva a estratégia baseada no plano de negócio da empresa. Considere os objetivos e saiba exatamente quem são os seus clientes.
    • 18 Já sabe tudo sobre gestão de redes sociais? Acredita na importância desse trabalho nas estratégias de marketing? Conheça os benefícios que uma solução profissional pode trazer para o marketing da sua empresa. Vamos conversar? Fale agora com um consultor Quer saber mais sobre estratégias de marketing de conteúdo? CLIQUE AQUI! Conheça a RockContent
    • 19 Sobre a Ingage A Ingage é uma agência mineira especializada em Marketing Digital. Com a experiência adquirida, desenvolve estratégias inovadoras e eficientes para que seu negócio se transforme em referência na internet. Com o DNA marcado pela ousadia e multidisciplinaridade, a Ingage busca otimizar os resultados da comunicação dos seus clientes com o target ideal, oferecendo sempre as melhores soluções em Marketing Digital. A empresa abrange as áreas de SEO, Links Patrocinados e Gestão de Redes Sociais, fazendo com que os anúncios sejam exibidos de maneira segmentada e relevante, aproximando as empresas dos clientes de modo que se crie um relacionamento sólido e posicionando melhor a marca e as ações das empresas nas ferramentas de busca. O atendimento ágil, o excelente desenvolvimento de estratégias online e a qualidade das campanhas fazem da Ingage uma empresa destaque no seu segmento,tanto que sua atuação já rompe as fronteiras de Minas Gerais. Quer saber mais sobre a Ingage? Então acesse: http://www.ingage.com.br/. Sobre a Rock Content A Rock Content é a empresa líder em marketing de conteúdo no mercado brasileiro. Nós ajudamos marcas a se conectarem com seus clientes através de conteúdo fantástico e blogs corporativos sem monotonia. Através de nosso serviço de consultoria montamos estratégias de conteúdo para nossos clientes que são executadas pelo nosso time de milhares de escritores freelance qualificados. Possuímos vários materiais educativos gratuitos e sempre temos algum artigo interessante no blog do Marketing de Conteúdo.
    • www.ingage.com.br GOSTOU? Compartilhe este Ebook com seus amigos