Memorial Lúcia Maia
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Memorial Lúcia Maia

on

  • 1,472 views

Um pouco da minha história

Um pouco da minha história

Statistics

Views

Total Views
1,472
Views on SlideShare
1,472
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
4
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Memorial Lúcia Maia Memorial Lúcia Maia Document Transcript

  • Universidade Federal o Oeste do Pará Plano Nacional de Formação de Professores Instituto de Ciências da Educação- ICEDDisciplina: Fundamentos da Educação Infantil Curso: Licenciatura Plena em Pedagogia Turma : 2011 Professora : Quézia Xabregas Acadêmica; Lúcia Maria Maia Pimentel Santarém/2012
  • APRESENTAÇÃO Meu nome é LúciaMaria Maia Pimentel, tenho 51anos de idade, desses 13dedicados a educação , naRede Municipal de Ensino deSantarém, nasci numacomunidade do interior deSantarém, chamado de Fátimado Urucurituba, queinfelizmente , hoje estádeixando de existir ,por causado fenômeno chamado deterras caídas, mas lá ondenasci, era um lugar muitobonito , vivi parte de minhainfância por lá , com meus 11 Lúcia Maiairmãos, brincando , estudandoe pescando algumas vezes com meu querido pai, para pegar a “bóia”, como elafalava. Hoje meu pai está com 82 anos e minha mãe com 74 anos , esses doissão minha paixão e minha fonte de inspiração de luta e conquista. Meusirmãos, todos já constituíram família e vivemos em paz e harmonia graças aDeus , dois deles moram em Belém, um Manaus, um Roraima e os demaisaqui em Santarém.
  • Minha mãe eraagricultora, meu paipescador,mas quetinham sonhos que seusfilhos estudassem emelhorassem de vida, eassim e minhas duasirmãs, que éramos os“mais velhos” viemospara cidade moram comuma tia nossa , que eraprofessora “Terezinha deJesus Rodrigues ”,patrona da escolaTerezinha Rodrigues, ela Meus pais José Maria e Maria de Lourdesera irmã da minha mãe ,só por parte de mãe , enfim , foi ela que nos incentivou nos estudos e acredito ,que também na escolha da profissão , pois eu e minhas irmãs , somosprofessoras , e gostamos do que fazemos, ao todo somos quatro irmãosprofessores. Minha formação inicial foi na área da saúde, aos 18 anos . Aos 19anos me casei e 14 anos depois de casada voltei a estudar e fiz o magistériona Escola Júlia Passarinho, fiz o concurso municipal de 1998 e passei ecomecei a docência aos meus 38 anos de idade e como sempre tive vontadede buscar cada vez mais conhecimentos , fiz uma graduação em “Formação deProfessores”, pelo CEFET/PA, depois busquei uma Especialização emCiências da Religião , e hoje estou fazendo Pedagogia no Parfor/Ufopa, pois omeu trabalho atual me pede essa formação e pretendo muito em brevepretendo fazer o meu Mestrado dentro da Informática na Educação. Essa é aminha meta para minha vida profissional.
  • Como já falei sou casada ,tenho um filho de 23 anos , que éuma benção em minha vida, ele estáfazendo o curso de AdministraçãoFIT(Faculdades Integrada doTapajós), sua profissão é eletricistae por enquanto só está estudando. Meu filho Robson Eu sou uma pessoa debem com a vida, nas horas vagasgosto de ouvir músicassertanejas e românticas , adorouma seresta e não dispenso umdeliciosos peixe assado e clarouma boa praia gosto de passear,muito embora não disponha detempo para isso , pois minharotina é bem cheia de atividades ,sou participante no bairro emminha comunidade de Sant’Ana,me considero uma pessoacatólica atualmente e praticante.Sou aberta ao diálogo, amiga e Praia Paracanarimuito solidária , me relaciono bem com as pessoas, onde quer que euesteja.Não gosto de pessoas falsas e mentirosas, o meu grande defeito é nãoconseguir deixar a minha casa bem arrumada, ainda preciso aprender arrumar
  • as minhas coisas e também aprender a gastar menos, sou um pouco impulsivana hora das compras, preciso urgente melhor isso. QUEM SOU EU COMO PROFESSORA E APRENDIZ , HOJE? Como educadora ecoordenadora do Projeto Ucana escola onde trabalhoacredito que a educação estapassando por mudanças ehoje mais do que nunca, oprofessor deve inovar a suaprática pedagógica atravésdas tecnologias existente emsua escola não dá mais paraensinar como antes. é precisoacompanhar as mudanças. Eis o grande desafioda educação , ensinar eaprender por meio dasinformações que nos chegam Alunos da EMEF Irmã Leodgardde forma acelerada e que nóseducadores infelizmente ainda não estamos preparados para lidarmos comessas ferramentas pedagógicas,porém vejo que estamos a caminho, buscandonovos conhecimentos que nos ajudarão na prática. A era digital inventa e reinventa as oportunidades de evolução social,pois cria uma demanda por profissionais capazes de pensar e operardigitalmente. introduzir computadores na escola, não é o suficiente paracolocar a educação na era digital, uma educação digital precisa usar atecnologia, principalmente para promover o entendimento das forças queorganizam o meio em que participa, elevando o grau de interação,transformação e evolução dos envolvidos nesse processo.
  • O professor atual deve ser aquele que sempre busca utilizar apedagogia do diálogo , favorecendo desse modo a aproximação do aluno, umavez que o diálogo é muito importante na sala de aula,para que o docentepossa compreender o seu aluno , ouvir os seus desejos , suas inquietações enecessidades de aprendizagem, são aspectos fundamentais na construção doconhecimento na visão construcionista, cabendo ao professor possibilitar aoaluno novas descobertas e acesso as múltiplas informações e nas maisdiferentes fontes,indo além dos livros didáticos, tornando-se mais prazeroso aaprender a aprender,tornando-se assim mais instigante o processo ensino eaprendizagem. Sabe-seque a maioria dasvezes nossosalunos , sentem-seinibidos em fazeralgunsquestionamentos énesse contexto queo professor deveser o facilitador naquebra desseparadigma determos apenasalunos ouvintes , oprofessor deveestimular o discentepara que ele Alunos pesquisando na webinteraja na turma,pergunte, questione, tire suas dúvidas,tornando-se participativo na sala de aulae no meio em que encontra-se inserido,o educador além de facilitador nesseprocesso, deve possibilitar um ambiente para a livre expressão e que favoreçao diálogo entre todos , buscando inovações , através do uso da tecnologia ,cada vez presente no cotidiano do aluno, tanto na sala de aula como fora do
  • contexto escolar, pois vivemos na era tecnológica e são muitas as fontes decomunicação que nos cercam como: cyber, celular, assistindo vídeo ou atémesmo assistindo televisão, daí o papel do professor ser muito importante naformação do aluno em todas as suas dimensões , ao aproveitar essasinformações na sua prática educativa, o educador torna-se de fato um agentede transformação social , contextualizando as teorias adquiridas em suaformação , com sua prática na sala de aula.Essa deve ser a postura doprofessor que deseja realmente fazer a diferença na educação. Dentre os teóricos lidos na minha formação acadêmica partilho nestememorial a grande contribuição de Dewey para a educação. Segundo o site:http://www.planetaeducacao.com.br/portal/artigo.asp?artigo=447 , John Deweyé, certamente, um dos mais influentes pensadores na área da educaçãocontemporânea. Esse destacado filósofo, psicólogo e pedagogo, nascido nosEstados Unidos, posicionou-se a favor do conceito de Escola Ativa, na qual oaluno tinha que ter iniciativa, originalidade e agir de forma cooperativa. Considerado o grande sistematizador da pedagogia de projeto ,sendo que um dos princípios de sua pedagogia é o que se houve falar muitonos tempos atuais “ O aprender fazendo”, que são as experiências que o alunorealiza ao se envolver com a própria aprendizagem,defensor de que a escoladeve ser um espaço vivo e aberto para a realidade , e que o aprendizado doaluno acontece com resolução de problemas práticos da realidade social e doseu cotidiano. Dewey criou a escola ativa , onde a motivação e o interesseespontâneo são fundamentais para que os conhecimentos sejam assimiladoscom maior facilidade através das informações que o aluno recebe. De acordo com o sitehttp://www.curriculosemfronteiras.org/classicos/teiapple.pdf , Dewey atribuigrande valor às atividades manuais, pois apresentam situações de problemasconcretos para serem resolvidos, considerando, ainda, que o trabalhodesenvolve o espírito de comunidade e a divisão das tarefas entre osparticipantes estimula a cooperação e a conseqüente criação de um espíritosocial. Dewey concebeu que o espírito de iniciativa e a independência levam àautonomia e ao autogoverno, que são virtudes de uma sociedade realmentedemocrática, em oposição ao ensino tradicional, que valoriza a obediência.
  • Acredito que seja muito interessante o conhecimento dos teóricos daeducação para que o professor possa situar-se e identificar-se fazendo suasopções pedagógicas no contexto educacional. É bem verdade, que a realização profissional ,surge dos sonhos dasexpectativas pessoais de cada um de nós , e nesse contexto é fundamentalque se estabeleça metas e objetivos para que o projeto de vida que queremosse realize, e eu como sonhadora, mas sempre com os pés firmes no chãoquero compartilhar com todos aqueles que buscam conhecimentos , o meuprojeto pessoal e profissional que é fazer meu mestrado dentro da área datecnologia na educação , eu sei que não é fácil, mas esse vai ser o meuobjetivo ,após concluir meu curso de pedagogia. Em quanto isso o meu foco éessa formação , que está se concluindo e que por sinal está me ajudandomuito , no meu trabalho na Escola Irmã Leodgard, Sou grata a Deus , porexercer com muito orgulho o magistério , hoje não estou diretamente comturma na sala de aula , sou coordenadora do Projeto Uca (Um Computador porAluno).Meu trabalho é mais como apoio e suporte ao professor na sala, comessa nova tecnologia na escola. Esse é um projeto pioneiro aqui em Santaréme estamos em processo de mudanças e inovações na prática educativa. É por estar com essa responsabilidade e esse grande desafio deinclusão digital na escola, que meu projeto profissional é buscar maisconhecimentos para melhor desenvolver a minha prática e dar continuidadenesse projeto no fazer com conhecimento teórico e prático. Considero-me umaeducadora que está sempre em busca de mudanças , ainda mais quandotemos a tecnologia nas mãos , não dá pra ficar acomodada, e preciso criar,inventar e reinventar . É esse novo, que faz com que a cada dia ao olhar nosolhos de nossos alunos com os laptops em suas mãos e ver o desejo , avontade de aprender de uma forma diferente ,é que eu Lúcia Maria MaiaPimentel , tenho a certeza que dias melhores virão para a educação e oprofessor tem que acompanhar esses novos tempos.