Um pouco sobre Bonsai

1,692 views
1,283 views

Published on

Published in: Self Improvement, Business
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,692
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
39
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Um pouco sobre Bonsai

  1. 1. Um pouco sobre BONSAI
  2. 2. A resposta literalmente posta é, "árvore em bandeja". De uma forma mais aberta, bonsai é uma árvore ou arbusto de dimensões reduzidas, plantado em um vaso de pequena profundidade, cujo conjunto expressa equilíbrio.     
  3. 3.    O bonsai representa a arte viva decorrente da união de arte, agrotécnicas e tempo.
  4. 4. ORIGEM Embora o bonsai seja atualmente associado ao Japão, sua origem desde muito é atribuída à China, onde pode ter chegado como forma de cultivar árvores, naturalmente miniaturizadas, em recipientes de argila, trazido da Índia.    
  5. 5. O certo é que não há provas documentais do início do cultivo de bonsai. Por outro lado, é com muita pertinência que se associa o Japão, às técnicas de criação de bonsai - a arte do bonsai.
  6. 6. CLASSIFICAÇÃO     Atualmente os bonsai são classificados por quatro portes: mini ou "mame" até 15 cm, pequenos medindo de 15 a 30 cm, médios com altura entre 30 e 60 cm e grandes com mais de 60 cm.
  7. 7. Penjing é a arte chinesa de criar miniaturas de paisagens em bandejas (pen = bandeja; jing = paisagem, cenário). Penjing e bonsai são formas de arte muito próximas, tendo o bonsai derivado do primeiro.
  8. 8. As referências mais remotas de penjings vem de milhares de anos, datando da Dinastia Tang (618-907). Por volta da Dinastia Song (960-1279) os chineses já praticavam a arte em nível elevado.
  9. 9. Nos primeiros anos da Dinastia Qing (1644-1911) a arte tornou-se muito popular, e os primeiros manuais apareceram.
  10. 10. A idéia era a tentativa de criar pequenas reflexões da natureza, com elegância e harmonia, inspiradas em regras artísticas de pinturas tradicionais, como se ela própria as tivesse criado.
  11. 11. Esta arte chegou ao Japão por volta do século XIII, quando os japoneses importaram a cultura e as artes chinesas em grande escala. Nesta época o budismo chinês "Ch'na" foi introduzido no Japão com o nome "Zen".
  12. 12. Bonsai e penjing devem ser vistos como objetos de meditação, um exercício contemplativo, a prática "Zen".
  13. 13. O criar e o cuidar atrai o artista para mais próximo da natureza, permitindo experimentá-la de uma maneira mais direta, mais íntima.
  14. 14. Cada rocha e árvore posicionada mostra algo novo, uma composição que flui natural e harmoniosamente.
  15. 15. O sucesso do penjing consiste na composição, na maneira que os vários elementos são agrupados num belo, vivo e harmonioso cenário. Isto pode tornar-se uma jornada interior, uma experiência muito pessoal.
  16. 16. O alcance para a criatividade é imenso, porque o único fator de limitação é a imaginação do artista.
  17. 17. As rochas denotam montanhas e as árvores em miniaturas representam verdadeiras árvores crescendo na natureza.
  18. 18. A justaposição destes vários elementos dá uma adequada sensação de escala, e toda a composição se torna viva.
  19. 19. Figuras de cerâmica em miniatura, representando homens, cavalos, barcos e outros, emprestam novo interesse e são empregados principalmente para demarcar a escala.
  20. 20. Suiseki (leia-se como escrito, sem acentuar qualquer sílaba ) são pedras de tamanho reduzido, formadas naturalmente, admiradas pela beleza e pelo poder de sugerir feições naturais.
  21. 21. Entre os tipos mais apreciados de Suiseki estão os que sugerem uma montanha distante, uma cascata, uma ilha, um casebre ou um animal.
  22. 22. A arte do Suiseki remonta a uns dois mil anos, originada naChina. No século VI algumas peças chinesas foram levadas ao Japão, onde esta arte foi adotada e adaptada ao seu próprio modo de apreciação, sendo praticada até os dias atuais.
  23. 23. Os Suiseki são tradicionalmente expostos em base de madeira entalhada ou em bandeja rasa.
  24. 24. Nos últimos 30 anos houve um crescimento acentuado da popularização do Suiseki no Japão. Muitos livros japoneses sobre o tema foram publicados e muitas exposições foram realizadas país a fora.
  25. 25. Os colecionadores foram à busca de exemplares de qualidade. A arte se difundiu bastante.
  26. 26. No ocidente, o número de colecionadores não-japoneses cresceu a partir dos anos 70, particularmente entre aqueles que já eram apaixonados pelo bonsai e pelas paisagens em miniatura.
  27. 27. Estes novos colecionadores dividem com seus pares japoneses o desafio de encontrar a excelência do Suiseki, diante de uma infinidade de pedras comuns, que será admirado por muitas gerações.
  28. 28. As plantas de acento são ervas cultivadas em pequenos potes. Elementos de grande valia em exposições de bonsai, assim como o Suiseki.
  29. 29. O cultivo de plantas de acento é uma prática comum no Oriente e denomina-se Kusamono.
  30. 30. São utilizados com bonsai de tamanho médio e grande, pois o tamanho do kusamono deve ser menor. Sua forma deve coincidir com a do bonsai. O conjunto Bonsai-Kusamono deve formar uma triangulação ideal, de modo que o resultado seja uma composição agradável.
  31. 31. Para os orientais, as flores são mensagens simbólicas, cada uma representando uma idéia e um sentimento.
  32. 32. As amarelas sugerem alegria, entusiasmo pela vida, as vermelhas sugerem paixão, as brancas produzem um efeito de paz e tranqüilidade onde quer que forem colocadas.
  33. 33. Assim, se pretendemos reproduzir a sensação do outono, usamos flores amarelas. Se colocarmos violetas, o conjunto lembrará a primavera.
  34. 34. Porém, não podemos jamais esquecer que as plantas de acento fazem parte do conjunto e não devem jamais sobressair mais que o artista principal, o bonsai; devem sim, complementá-lo.

×