Ano 5 - Número 57 - Porto Alegre/RS O Jornal do Running www.sprintfinal.com.br
Corredores pelas ruas do Rio Grande do Sul
...
02 Julho
Petit Poa, casa de festas completa 4
anos, consolidando sua marca
	 No ano de 2013 a
PetitPoa Casa de Festas esta...
ANIVERSARIANTES DO MÊS
Julho 03
Rodrigo Bacher - 02/07 Eduardo Friedrich - 04/07
Jorge Goebel - 12/07
Christine Nascimento...
04 Julho
A G R O N E G Ó C I O , F O N T E D E
C R E S C I M E N T O P A R A O R S .
A agricultura é fonte de sustento par...
Julho 05
ANUNCIE COM QUEM ENTENDE DO ASSUNTO
Sprint Final sempre trazendo o que tem de melhor
para você. Anuncie aqui e le...
Julho06
	 Passando por qua-
tro das cinco regiões bra-
sileiras, a competição teve
quebra de recordes em quase
todas as et...
Julho 07
www.percorrer.com leo@percorrer.com
Telefones: (51)9849-9612 - (51)32761767
Atendimento Personalizado
Caminhada, ...
CORRIDA DE RUA
O ESPORTE
QUE REÚNE O
MAIOR
NÚMERO
DE
PRATICANTESPRATICANTES
NO
BRASIL
NO MUNDO.
Tel: 39079987 - 98772394 -...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Jsf 57 web

266 views
190 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
266
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Jsf 57 web

  1. 1. Ano 5 - Número 57 - Porto Alegre/RS O Jornal do Running www.sprintfinal.com.br Corredores pelas ruas do Rio Grande do Sul Veja as corridas nas diversas cidades do interior gaúcho. Atletas pelo Brasil:O jogo só termina quando todo mundo vence Circuito Caixa completa 10anos Guia de Corridas e Caminhadas no Rio Grande do Sul
  2. 2. 02 Julho Petit Poa, casa de festas completa 4 anos, consolidando sua marca No ano de 2013 a PetitPoa Casa de Festas esta completando 4 anos de fun- cionamento. Ao longo deste tempo, foi sendo aprimo- rado os serviços, trazendo novidades e preservando o conceito de fazer festa com alimentação de qualidade e com muita diversão para as crianças e grandinhos. Segundo os proprietários Sheila e Vinícius, a procura tem sido muito significativa e superado as expectativas: “Notamos também, que a procura por casas de fes- ta não só aumentou como também mudou, as festas eram na sua maioria, para comemorar do 1º ao 5º aniversario. Atendemos muitos clientes que nos procuram para comemo- rar 10, 11 e 12 anos, pois temos atrações e um espa- ço que agrada muito a garo- tada teen É super gratifican- te para nós que idealizamos o negócio perceber que o nosso trabalho é “PRO- DUZIR ALEGRIA” e que isso realmente acontece. Temos muitos clientes que nos acompanham desde o início e já comemoram 2, 3 até 4 aniversários na PETIT POA. Nosso atendimento é nosso cartão de visitas, eu e o Vinicius estamos sempre por perto trabalhando junto com a equipe de colabora- dores, o sucesso da festa é a soma de todos os detalhes e do trabalho em equipe. Alguns atrativos da casa são: Salão de brinque- dos dos sonhos da gurizada, pátio ao ar livre com qua- drinha poliesportiva, cama- rote com mesas de jogos, acessibilidade, ambiente climatizado, estacionamen- to fácil e com segurança, es- paço baby: amamentação e fraldário, bay window com vista e acesso para área baby Capacidade para 140 pesso- as. Visite o site e conheça as novidades. www.petitpoafestas.com.br Running RS Corrida do Meio Ambiente da Cidade de Esteio LB Fotografia Fotos Divulgação
  3. 3. ANIVERSARIANTES DO MÊS Julho 03 Rodrigo Bacher - 02/07 Eduardo Friedrich - 04/07 Jorge Goebel - 12/07 Christine Nascimento - 10/07Julia Dubin Melnick - 09/07 Angela Santarem - 14/07 Camila Fernandes - 20/07 Sprint Final Final Empresa Jornalística Ltda CNPJ: 11.768.337/0001-60 Renato Loro Cezimbra Diretor/Jorn. resp. 15939 Correio Eletrônico anuncie@sprintfinal.com.br redacao@sprintfinal.com.br atendimento@sprintfinal.com.br Telefone: (51) 39079987 Periodicidade: Mensal Impressão: Grupo CG Filiado a Fotos:ArquivosPessoais Fernanda Pizzato - 12/07 Chegou o Tênis Sprint Final Adquira o seu: www.asprinttenis.com.br Conforto Leveza Personalização Foto:ArquivoPessoal Luciana Dias Kremer 38 anos Assessora De Mercado - Área de Combustiveis Por que começou a cor- rer? Como a maioria das pesso- as, comecei a correr para perder peso. Treina em que momento do dia? Muito cedo, antes do traba- lho (6:30 da manhã) e aos finais de semana, também pela manhã, mas não tão cedo. Como é seu treinamento? Faço muita rodagem, corro de terças a domingos, ge- ralmente durante a semana, corro 13km por treino e fi- nais de semana, um pouco mais. Eventualmente faço tiros para melhorar veloci- dade No que a corrida melho- rou sua vida? Muitas coisas! Me ajudou a melhorar capacidade cár- dio respiratória, melhorou a auto estima, fiquei mais so- ciável e muito mais confian- te. Ajuda a espantar a fadiga e aliviar (e muito) o stress. Qual seu sonho em rela- ção às corridas? Correr por muitos e muitos anos e fazer uma maratona abaixo de 3h15min. Dica para quem quer co- meçar a correr... Entenda que condiciona- mento físico se adquire aos poucos, que é um processo lento, gradativo e contínuo. Respeite o limite do seu corpo, do contrário, você vai detestar correr! (risos) O que é mais importante na vida para você? Correr FELIZ!!!! Não gosto de muita competitividade, Chegou no dia 28 de junho a linda Eduarda Dambacher Ribas, para alegria da mamãe Luciane Dambacher e do papai Leonardo Ribas. Parabéns! A dúvida é o principio da sabedoria". Aristóteles Não há nada melhor para o homem que comer, beber e gozar o bem-estar no seu trabalho. Mas eu notei que também isso vem da mão de Deus; 25. pois, quem come e bebe, senão gra- ças a ele? Àquele que lhe é agradável Deus dá sabedoria, ciência e alegria; mas ao pecador ele dá a tarefa de recolher e acumular bens, que depois passará a quem lhe agradar. Isto é ainda vaidade e vento que passa. Eclesiastes 2, 24-25 Parabéns Leonardo, por mais esta conquista. ALIE SUA MARCAAO ESPORTE anuncie@sprintfinal.com.br - (51) 39079987
  4. 4. 04 Julho A G R O N E G Ó C I O , F O N T E D E C R E S C I M E N T O P A R A O R S . A agricultura é fonte de sustento para o homem do campo. Ela impacta toda a cadeia de negócios de nosso Estado. Produzindo alimentos para todos os gaúchos, o setor é frequentemente prejudicado por secas e estiagens. Para combater esse cenário, criamos, na Assembleia Legislativa, uma lei que ajuda a amenizar o problema. Além de instituir a Política Estadual de Combate, Prevenção e Administração das Consequências Ocasionadas pela Seca e Estiagem no Estado, a Lei também criou um Fundo Estadual, que reúne e canaliza recursos para contornar os efeitos causados aos agricultores e à nossa sociedade como um todo. A Assembleia trabalha para a construção do futuro do Rio Grande do Sul. Lei: 12.488/2006 HISTÓRIA DAS LEIS www.al.rs.gov.br Instituto da Criança, Médi- cos Sem Fronteiras e Ação da Cida- dania foram contempladas com mais de 70 mil reais. Organização doou R$ 5,00 de cada inscrição. Uma das corridas mais queridas do planeta aconteceu no dia 7 de julho, no Rio de Janeiro A Maratona Caixa da Ci- dade do Rio de Janeiro abraçou uma causa social em 2013. A Spiridon e a Dream Factory, organizadoras da prova, que aconteceu no dia 7 de ju- lho, doaram mais de 70 mil reais para Instituto da Criança, Médicos Sem Fronteiras e Ação da Cidadania. No ato da inscrição, cada corredor podia escolher uma entre três organizações - Médicos Sem Fronteiras, Instituto da Criança ou Ação da Cidadania – para receber R$ 5,00 que seriam doados pela organização do evento. Toda a renda arrecadada foi repas- sada diretamente à instituição esco- lhida pelo participante da Maratona Caixa da Cidade do Rio de Janeiro. O Instituto da Criança re- cebeu R$29.920,00, favorecendo o apoio a 12 de seus projetos patroci- nados no Rio de Janeiro e em São Paulo. Serão contemplados projetos que promovem o empreendedoris- mo social, cidadania pela arte, aco- lhimento de crianças e jovens com deficiência, atendimento psicológi- co, entre outros. A organização humanitária internacional Médicos Sem Fronteiras (MSF) recebeu uma doação no valor de R$ 29.865,00. A quantia doada pelas empresas Dre- am Factory e Spiridon Promoções e Eventos equivale ao tratamento de cerca de 2 mil crianças desnutridas durante um mês ou a vacinação de aproximadamente 44 mil, contra o sarampo. A Ação da Cidadania que oferece programações regulares de qualidade, promove o gosto pelas artes e o intercâmbio cultural tam- bém foi incluída na ação, recebeu R$5.890,00. Eles realizam capaci- tação de crianças e jovens em si- tuação de risco social, iniciando-os na arte e cultura, fazendo-os atuar e contribuir na difusão e desenvolvi- mento de diferentes manifestações. Maratona Caixa da Cidade do Rio de Janeiro realiza doação para Instituições Os vencedores da 30a Maratona de Porto Alegre em 16/6/2013 : Maratona Masculino 1o Kitrop Mutai(Kenya) 2:16:23 2o Marcos Alexandre Elias (Cruzeiro) 2:17:31 3o Eliezer de Jesus Santos(Pé de Vento) 2:17:56 Maratona Feminino 1a Ednah Mukhwana (Kenya) 2:32:41 2a Jacklyne Chemwek Rionoripo (Kenya) 2:32:50 3a Graciete M C Santana(Faz Atleta) 2:46:47 Cadeirante masculino 1o Jaciel A Paulino (Fila-Avianca-Mecatro 1:52:50 2o Carlos R O. Santos (Paradesporto/Cia) 2:01:12 3o Altemir Luis de Oliveira 2:06:34 4o Carlos Neves de Souza (Fila), pneu furou na prova Cadeirante feminino 1a Angelina Nascimento da Silva (Rede Solo)3:53:32 2a Erinelda Rodrigues da Silva (Otica Venus)4:26:09 Na manhã do do- mingo de 16/06, os atletas quenianos venceram mais uma vez as principais pro- vas da Maratona Internacio- nal de Porto Alegre, agora em sua 30ª edição. E com direito a dobradinha. Ki- prop Mutai levou a etapa masculina, enquanto Ednah venceu a feminina. Não houve quebra de recorde nacional, por isso ninguém levou o prêmio de 50 mil reais. A distância da mara- tona é de 42,19km e da rús- tica, 8km. Foram mais de 6 mil inscritos, num evento especial pelo 30º aniversá- rio, sua maior participarção aconteceu na maratona de revezamento (com equipes de dois, quatro ou oito com- petidores). Alegria contagian- te aconteceu com as provas da maratoninha. Várias ca- tegorias de meninos e me- ninas dos três a quatro anos correram em 50 metros e a largada foi uma comemora- ção só, com os pais no local de chegada abraçando os filhos. Aconteceu o mesmo entre os pequenos corredo- res dos cinco a seis anos, em 60 metros. Saíram tam- bém os de sete e oito anos (80 metros), nove e 10 anos (200 metros), 11 e 12 anos (300 metros) e 13 a 14 anos (400 metros). 30a Maratona de Porto Alegre A manhã do do- mingo (14/07) foi de corrida de rua em Erechim. A oita- va etapa do Circuito Sesc de Corridas 2013 reuniu na cidade 541 desportistas de várias regiões do Rio Gran- de do Sul. A prova, que teve largada às 9h, na Praça Jay- me Lago, foi dividida em categorias adulto (a partir de 16 anos), com distâncias de 3km, 5km e 10km, e infantil, com percursos de 1km para categoria A (10 a 12 anos) e 2km para categoria B (13 a 15 anos). Confira, abaixo, os três primeiros colocados de cada categoria adulta. A iniciativa do Sis- tema Fecomércio-RS/Sesc é composta por 14 etapas, dis- tribuídas em diversas cida- des, além da final estadual, marcada para 8 de dezem- bro, na Capital. Neste ano, as provas já passaram pelos municípios de Osório, San- tana do Livramento, Cama- quã, Rio Grande, Porto Ale- gre, Santa Cruz do Sul e São Leopoldo. A próxima etapa do Circuito Sesc de Corridas será em Torres, no dia 4 de agosto, e já tem inscrições abertas no site www.sesc-rs. com.br/circuitodecorridas. Nas categorias Li- vre e Comerciário de 3km, o campeão do Circuito será quem vencer a última etapa do ano, que acontecerá em Porto Alegre. Comerciários de todo o Estado têm a chan- ce de conquistar o título, já que os vencedores das pro- vas anteriores classificam-se para a etapa final e têm os custos de transporte, hospe- dagem e alimentação para a capital subsidiados pelo Sesc/RS. Os vencedores es- taduais (nas categorias Livre e Comerciário) serão pre- miados com estadias em um dos hotéis do Sesc/RS. Além disso, a escola ou entidade que participar com o maior número de atletas na cate- goria Infantil em cada uma das etapas é premiada com um kit esportivo. Mais infor- mações e o regulamento da prova podem ser acessados no site www.sesc-rs.com.br/ circuitodecorridas. Etapa Erechim do Circuito Sesc/RS de Corridas de Rua Aconteceu na Serra Gaúcha a 5ª edição da corrida de aventura, 51 km, Gramado Adventure Running, parti- cipações na categoria solo, dupla, trio e sexteto, ainda aconteceu a Rústica de 5km e a Gramadinho para as crianças. Gramado Adventure Running 2013 Golden Four ASICS Porto Alegre A temperatura na casa dos 8 graus ajudou os cerca de 1500 atletas a bai- xarem suas marcas nos 21k da Golden Four ASICS em Porto Alegre. A largada às 7h, com divisão por baias de performance mediante a comprovação de tempo, a hidratação a cada três qui- lômetros, os marcadores de ritmo, e o percurso rápido e plano, ajudaram a fazer dos 21k da ASICS, uma das melhores etapas de todas. A Asics Brasil agradece à todos os participantes, pela consolidação dos 21k da marca na capital gaúcha Os 128 atletas que disputaram a segunda etapa do Circuito Municipal de Corridas de Rua de Ijuí no domingo (23/06) pela ma- nhã superaram a baixa tem- peratura e mostraram muita motivação para percorrer os 6,5 km da categoria adulto e 3,1 km da categoria estu- dantil. A prova teve largada do Complexo Poliesportivo. Os corredores de Ijuí, Cruz Alta, Panambi, Ibirubá, San- to Ângelo, Carazinho, Salto do Jacuí e São José do Ce- dro (SC) fizeram uma corri- da de alto nível. O atletaAntônio Ramos Me- deiros, de São José do Ce- dro, um dos destaques veio especialmente à cidade para disputar a Corrida e deixou a etapa satisfeito com o aco- lhimento que teve em Ijuí. Elogiou a organização da corrida e prometeu voltar. André Clovis Herter foi o primeiro colocado no geral masculino com o tempo de 22 minutos e 48 segundos. Josiane de Fátima Anhaia ganhou no geral feminino com o tempo de 22minutos e 59 segundos. Os dois inte- grantes do Clube de Corre- dores de Ijuí (CCI) também venceram a primeira etapa. 2ª Etapa do Circuito de Corridas em Ijui Foto: Arquivo Pessoal Foto: Arquivo Pessoal Foto: Celso Zardo Foto: Lucas Saporiti
  5. 5. Julho 05 ANUNCIE COM QUEM ENTENDE DO ASSUNTO Sprint Final sempre trazendo o que tem de melhor para você. Anuncie aqui e leve o seu produto para um público inteligente e de bem com a vida e o r s . à a a - o a u - . a . o l e . a o s - - m . Há mais de dois anos, a associação Atletas pela Cidadania vem tentan- do chamar a atenção do go- verno para a importância de uma agenda de legado dos grandes eventos esportivos. Copa e Olimpía- das têm um valor inegável para o país que as recebe, mas somente se tornam uma oportunidade efetiva quan- do a prioridade do interesse público é a regra e quando existam propostas concretas de Legado Esportivo e So- cial. O interesse públi- co e a transparência têm que prevalecer em todas as ações: nas obras, constru- ções, intervenções sociais ou investimentos públicos e privados. Mais do que isso: todos os recursos gerados pelos eventos devem ser destinados ao desenvolvi- mento social e econômico do país, chegando de forma positiva na vida das pessoas. Nós, Atletas pela Cidadania, somos contra a destinação de recursos públicos para benesse de alguns, as remo- ções que violam os direitos humanos, a corrupção e a falta de transparência nas decisões e nas contas. Tudo isso é contra o espírito e os valores do Esporte. Acreditamos nos valores po- sitivos do Esporte e sabemos do seu impacto no desenvol- vimento do país. O Esporte é direito de todos os brasi- leiros. Melhora a saúde e a qualidade de vida, diminui a evasão escolar, aumenta o desempenho dos alunos. Repetimos: há mais de dois anos apresentamos uma agenda positiva ao país, com dois pontos centrais para o Legado Esportivo e Social da Copa e das Olim- píadas: o Esporte acessível a todos os brasileiros e a urgente revisão do Sistema Esportivo Nacional. As di- retrizes são claras. Limitar o mandato de dirigentes es- portivos, definir os papéis e integrar os entes federativos, abrir à participação demo- crática de atletas, qualificar educadores e profissionais esportivos permanentemen- te, ampliar a infraestrutura esportiva pública. São medidas para garantir o acesso ao Espor- te para todas as pessoas, de norte a sul. Além de desen- volver a cultura esportiva no país e levar os benefícios do Esporte a todos. E como consequência natural, tam- bém melhorar o esporte de alto rendimento e suas con- quistas. Felizmente, o país hoje clama por mudanças. A agenda pública deve se balizar pelo que seu povo decide e não só pelo que seus governantes acreditam que sejam as prioridades. O dia a dia do poder tem afas- tado a máquina pública do interesse público. Vivemos uma crise da democracia representativa, cuja solução está em ouvir diretamente os detentores reais do poder - o povo. Queremos ser ouvidos e por isso demandamos: 1. A criação de um comitê interministerial para a re- estruturação da legislação do sistema esportivo nacio- nal e a criação de um Plano Nacional de Esporte. Com metas, estratégias, métricas de avaliação e resultados claros. Um comitê com par- ticipação da sociedade, com voz e voto, liderado pela Presidência da República. 2. Aprovação de legislação que dispõe sobre as condi- ções necessárias para as en- tidades do Sistema Nacional de Esporte receberem recur- sos públicos (emenda nº à MP 612 e emenda nº à MP 615). 3. Total transparência dos investimentos e das apura- ções referentes às denúncias de violações de direitos hu- manos nos grandes eventos esportivos, como exploração sexual infantil, remoções so- ciais forçadas, sub-emprego. ATLETAS PELO BRASIL : O JOGO SÓ TERMINA QUANDO TODO MUNDO VENCE! Aconteceu no domingo,14/07, em meio a programação da Tradicional Festa do Peixe de Tramandaí a 20ª Rústica adulto e infantil. 20ª Rústica do Peixe em Tramandaí Circuito Regional Etapa Santo Ângelo No domingo, 14 de julho, foi realizada em San- to Ângelo a segunda etapa do circuito regional de corri- das de rua. No geral mascu- lino, o ijuiense André Cló- vis Herter ficou em terceiro lugar. Em primeiro, chegou Alex da Silva Ribeiro de Santa Cruz e, em segundo, Leandro vieira de são Luiz Gonzaga. No geral feminino, a ijuien- se Josiane de Fátima Anhaia ficou em terceiro. No topo do pódio, duas santo-ange- lenses: Maria Rosana em primeiro e Luciana beatriz da luz em segundo. Parti- ciparam 269 atletas repre- sentando mais de 20 muni- cípios. Corrida Noturna em Rio Grande Etapa Porto Alegre do Circuito de Corridas Night Run, evento que acontece pelo mundo. Caminhada da Lagoa do Peixe Saída: 14/09 - 8h Chegada: 15/09 -15h Foto: Arquivo Pessoal Foto: Arquivo Pessoal Foto: Arquivo Pessoal Guia Running
  6. 6. Julho06 Passando por qua- tro das cinco regiões bra- sileiras, a competição teve quebra de recordes em quase todas as etapas no primeiro semestre, além de elevado nível técnico entre os corre- dores A edição histórica de dez anos do Circuito de Corridas CAIXA é também a mais forte, até o momen- to. A competição encerrou o primeiro semestre com crescimento médio de 35% nas inscrições em quatro das cinco etapas realizadas e re- cordes batidos em três delas. A quinta prova, marcando a estreia de Salvador no calen- dário, em 16 de junho, teve o significativo número de 2.500 competidores inscri- tos. "A CAIXA patro- cina mais de 300 corridas por ano, de nível nacional e internacional. Entre elas, o Circuito CAIXA tem cres- cido de 10 a 15% todos os anos a cada etapa. É uma das poucas competições que apresentam esse crescimen- to", destaca Hélio Takai, diretor da HT Sports & Ma- rketing, agência organiza- dora do evento. "A etapa de Salvador, por exemplo, teve um volume de participação muito expressivo para uma estreia." Para manter a con- fiança de atletas e público em geral, a HT Sports pro- cura estabelecer limites para o crescimento das provas. "A nossa preocupação é de gerar crescimento dentro de um limite técnico, ordenado. A escolha de novas praças, como a de Salvador, obede- ce a uma série de critérios. Analisamos se o local é in- teressante para o corredor, se tem a infraestrutura ade- quada e se vai proporcionar geração de negócios aos par- ceiros envolvidos", enumera Helio Takai. O nível técnico dos competidores também subiu nesta temporada, tornando as disputas cada vez mais acirradas. Três das cinco etapas realizadas - Goiânia, Uberlândia e Campo Grande - tiveram quebra de recorde nos 10 km, todas elas por africanos, que dominaram o primeiro semestre do Cir- cuito CAIXA. "Mesmo com os africanos vencendo to- das as provas do circuito até agora (ganharam ainda em Belo Horizonte e Salvador), os resultados dos brasileiros também melhoraram muito. Basta comparar os tempos feitos este ano com os regis- trados nas últimas tempora- das", defende Takai. Para o diretor da HT Sports, ver um brasileiro no topo do pódio do Circuito CAIXA é uma questão de tem- po. "Em algumas provas, só não tivemos um competidor do Brasil vencedor por fal- ta de sorte", diz, lembrando a etapa de Salvador, onde a chuva acabou atrapalhando atletas acostumados ao calor baiano. Décima edição do Circuito Caixa é a mais forte da história do evento. Projeto leva espor- te e cidadania a regiões pa- cificadas do Rio de Janeiro e terá inscrições gratuitas pela primeira vez No domingo, 14 de julho, o morro do Borel, um dos mais tradicionais do Rio de Janeiro, localizado na Tiju- ca, recebeu a corrida Embra- tel Borel de Braços Abertos, uma verdadeira festa do es- porte e da cidadania. A gran- de novidade desta edição foi a gratuidade das inscrições para as corridas de 5 e 10 km. “Estamos muito felizes por proporcionar um pro- jeto que busca a integração dos moradores do Borel por meio do esporte, e que ajuda no resgate da cidadania des- ses moradores e enche de or- gulho a todos os cariocas”, diz Marcello Miguel, Dire- tor Executivo de Marketing e Estratégia Corporativa da Embratel. O projeto de Bra- ços Abertos já passou pelas comunidades Rocinha, Vi- digal e Manguinhos. Com o apoio da Polícia Militar, por meio do Batalhão de Ope- rações Policiais Especiais (BOPE) e do o Comando de Polícia Pacificadora a corri- da tem o objetivo de mudar a maneira como o carioca interage com as comunida- des da cidade. "A Tijuca de- monstrou, nos últimos três anos, estar verdadeiramen- te de braços abertos para a construção e manutenção de um ambiente de paz. Por isso, o bairro receberá o pro- jeto pela primeira vez no dia 14 de julho", afirma o tenen- te coronel René Alonso, co- mandante geral do BOPE. O Projeto Embratel Borel de Braços Abertos também levará à comunidade con- cursos de fotografia e gra- fite - Fotografe Esta Ideia e Grafite Seu Esporte. Ambos distribuirão premiações em dinheiro para os melhores trabalhos. As inscrições para os concursos poderão ser feitas pela página virtual do evento. A comunidade também ganhará do projeto uma oficina de capacitação profissional. Nesta ação, os moradores do Borel recebe- rão cursos para trabalhar em eventos esportivos e pode- rão mostrar o aprendizado recebido durante a corrida. Para o time mirim, o evento oferecerá uma corrida infan- til com participação gratuita. Serão 500 vagas reservadas para crianças de 1 a 12 anos Comunidade carioca recebe corrida Embratel Borel de Braços Abertos Foto: Divulgação
  7. 7. Julho 07 www.percorrer.com leo@percorrer.com Telefones: (51)9849-9612 - (51)32761767 Atendimento Personalizado Caminhada, Corrida, Triatlo, Condicionamento Físico em Geral e Acompanhamento em provas. Treinos : Terças e quintas na pista de atletismo da SOGIPA. Venha treinar com quem entende! Única academia especializa- da em Corridas. Localizada a menos de 1 km do gasôme- tro. Rua General Cypriano Ferreira, 489 – Centro www.correndo.com.br Tel.: 3224 0227 Organização de Corrida de Rua Consultoria Planejamento Cronometragem Número de peito Camisetas Staff Promoções e Eventos CLASSIRUN INFORMAÇÕES E VENDAS (51) 3737.9896 MECÂNICA Conkar LTDA. MULT-MARCAS E ESTACIONAMENTO ESPECIALIZADA EM NOVO CONCEITO DE Injeção Eletrônica Eletricidade Mecânica Geral, Chapeação e Pintura Rua Marcírio Dias, 865 - Menino Deus - POA - 3233.1119/32339851 Evento reuniu 22 mil corredores na “Cidade Maravilhosa” para provas de Maratona, Meia Mara- tona e Olympikus Family Run. “Veterano” Giomar Pereira dos Santos e “Nova- to” Altobeli Santos da Silva recolocam o Brasil no lugar mais alto do pódio Todo o privilégio de ser considerada uma das mais belas maratonas do mundo foi confirmado nes- te domingo, 7 de julho, pela Maratona Caixa da Cida- de do Rio de Janeiro. Uma mistura de cenário único pela orla, céu aberto e 22 mil amantes das corridas – distribuídos entre as provas de Maratona (42 km), Meia Maratona (21 km) e Family Run (6 km) – proporcio- nou uma manhã especial na “Cidade Maravilhosa”. Os grandes vencedores do dia foram o baiano Giomar Pe- reira dos Santos e o paulis- ta Altobeli Santos da Silva, vencedores, respectivamen- te, da Maratona e da Meia Maratona. Aos 42 anos, o baiano Giomar percorreu em 2h18min03s os 42 km da maratona – que largou na Praça do Pontal Tim Maia, no Recreio dos Bandeiran- tes, e, antes de chegar ao Aterro do Flamengo, passou pelas praias do Recreio, Re- serva, Barra da Tijuca, São Conrado, Leblon, Ipanema, Copacabana e Botafogo. Há três anos um brasileiro não conquistava a Maratona do Rio. “Minha especia- lidade é a prova de 10 km, e por isto a vitória aqui no Rio de Janeiro é ainda mais gratificante. O momento mais complicado da prova foi na subida próxima ao quilômetro 13, mas conse- gui me recuperar na des- cida e reencontrar o bloco dos líderes. Q u a n d o cheguei no quilometro 38 e vi que estava entre os três melhores pensei: ‘tem 20 mil pessoas me esperando! Não vou perder. Vou para o tudo ou nada’. Aí deu tudo certo”, disse Giomar entre muitos pedidos de fotos por parte dos fãs. Na categoria fe- minina, ninguém foi mais veloz que a etíope Letay Negash, que deixou as ad- versárias para trás e termi- nou a prova com o tempo de 2h40min18s. “É minha primeira vez aqui no Brasil e gostei muito de participar da pro- va. O trajeto ao longo do mar é belíssimo”. Marily dos San- tos, Campeã da Corrida da Ponte em 2011 e 2012, além de vice em 2013, foi a me- lhor brasileira na Maratona Caixa da Cidade do Rio de Janeiro. Com o tempo de 2h26min07s, a alagoana foi a quarta colocada. “Além das africanas, as bra- sileiras também são muito boas. Fico feliz em ser a melhor entre elas”. Altobeli Santos põe fim ao jejum na Meia Maratona O Brasil também viu o fim da fila de títulos nos 21 km da Meia Marato- na Caixa da Cidade do Rio de Janeiro. Com o tempo de 1h04min02s, o paulista Altobeli Santos da Silva, de 23 anos, recolocou o país no topo do pódio, o que não ocorria desde 2008. “Antes de largar, não pensava em vitória, mas no decorrer da prova sen- ti que estava bem. Quando cheguei ao final, no quilô- metro 20, o Giovani, meu parceiro de equipe, falou: ‘se você está bem, sai do bolo!’ Aí eu acelerei e só pensei na linha de chegada”. Já entre as mulhe- res, foi a queniana Ednah Mukhwana que, cronome- trando 1h16min08s, termi- nou na primeira colocação. “Estou muito feliz com a vitória. Já participo de provas no Brasil há cinco anos e gosto muito do pes- soal daqui. São todos muito simpáticos e receptivos”. A melhor brasileira na Meia Maratona Caixa da Cidade do Rio de Janeiro foi a baiana Sirlene Souza de Pinho, que fechou os 21 km em 1h19min24s, na quinta colocação. “Não vinha de bons resultados nas compe- tições recentes e este resul- tado aqui no Rio veio para dar uma virada na minha vida. Ser a melhor brasileira é um grande reconhecimen- to”. A festa do esporte na manhã de domingo ficou completa com os 6 km da Olympikus Family Run, que tiveram Paulo Machado dos Santos (18min45s) e Tereza Madalena (22min56s) como campeões. A Maratona CAI- XA da Cidade do Rio de Janeiro 2013 é realizada e organizada pela Spiridon Promoções & Eventos e pela Dream Factory, com patrocínio Máster CAIXAe Governo Federal, patrocínio Olympikus, Gatorade, Pi- raquê, Light, Secretaria de Esporte e Lazer do Governo do Estado do Rio de Janeiro, Maratona Caixa da Cidade do Rio de Janeiro encanta domingo dos cariocasFoto: Divulgação
  8. 8. CORRIDA DE RUA O ESPORTE QUE REÚNE O MAIOR NÚMERO DE PRATICANTESPRATICANTES NO BRASIL NO MUNDO. Tel: 39079987 - 98772394 - 84465082 www.sprintfinal.com.br - anuncie@sprintfinal.com.br

×