Uploaded on

 

More in: Technology , Business
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
4,836
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
81
Comments
0
Likes
1

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. MRPCONCEITO E SIGNIFICATIVOMRP é a sigla de material requerimento planning, que pode ser traduzido por planejamento dasnecessidades de materiais.O MRP usa uma filosofia de planejamento. A ênfase está na elaboração de um plano desuprimentos de materiais, seja interna ou externamente. O MRP considera a fábrica de formaestática, praticamente imutável.Assim, o MRP como hoje o conhecemos só se viabilizou com o advento do computador. OMRP utiliza softwares cada vez mais sofisticados – alguns deles chegando a custar mais de ummilhão de dólares.Os softwares com maiores capacidades de processamento passaram a ser denominadossistemas de manufaturem resources planning, que pode ser traduzido por planejamento dosrecursos de manufatura.Hoje em dia é cada vez maior o número de autores que chamam o MRP II de, sigla deEnterprise Resource Planning, ou seja, planejamento dos recursos da empresa.Quando se trata de um software baseado em MRP II, é fornecida uma quantidade bem maiorde dados sobre o produto, como preço unitário, fornecedores, processo de fabricação,equipamentos, roteiros de fabricação e respectivos centros de custos, mão-de-obra utilizadapor categorias profissionais, ferramentas utilizadas e respectivo consumo, alterações no BOM edatas a partir das quais entrarão em vigor, etc. OBJETIVOMRP tem como objetivo definir as quantidades e momentos em que cada item deve serproduzido ou comprado, a fim de atender o planejamento da produção, e para isso ressalta queas estruturas de produto devem estar perfeitamente definidas assim como os tempos deobtenção ou fabricação, além das informações sobre inventários que deve ser a mais acuradapossível. A função principal do planejamento de necessidades de material (MRP) é assegurar adisponibilidade de material, isto é, suprir ou produzir as quantidades necessárias comantecedência, tanto para utilização interna, como para vendas e distribuição. Esse processoenvolve a monetarização de estoques e, especialmente, a criação automática de propostas depedidos para compras e produção. A importância do MRPCom um mercado cada vez mais flexibilizado é necessário cada vez mais se produzir demaneira correta para atender o cliente no momento certo e de maneira eficaz, assim nãoocorrem desperdícios e perdas na produção, para que isto ocorra de maneira eficaz asempresas passaram a utilizar o MRP Material Requirement Planning ou Planejamento dasNecessidades de Materiais que teve a sua origem nos anos 60 quando permitia às empresascalcular as quantidades necessárias de matérias-primas para produzir seus produtos.A empresa necessita então de um sistema computacional que armazene e calcule os dados deprodução e pedido para saber o que necessitara adquirir de matérias-primas para atender a
  • 2. sua demanda. O MRP auxilia na programação lógica das necessidades de materiais onde errosrepresentam custos desnecessários e tempos de produção perdidos.As informações colocadas no sistema têm que ser fieis à realidade para que o sistema calculeas necessidades corretamente. Estas informações provêm de inventários para o qual a posiçãono estoque no dia em que o sistema rodar seja levada em consideração; as previsões de vendaem um determinado período e se ocorreu ou ocorrerá alguma mudança nos componentes quecompõem o produto. Com o cálculo das necessidades é possível cumprir os prazos de entregados pedidos dos clientes com mínima formação de estoques. Isto significa produzir somente asquantidades necessárias para atender às solicitações dos clientes sem a criação de estoquesdesnecessários que representam dinheiro parado. Componentes de um sistema MRPSistema computadorizadoSistema informativo de produçãoInventário de produçãoCalendário de produçãoSistema de gestão de inputs (entrada) para produçãoSistema de previsão de falhas produtivasParâmetros fundamentais do MRPPolíticas e tamanho do lote: Política de lotes mínimos Política de lotes máximos Política de períodos fixosEstoques de Segurança Estoque em duas caixasLead times Quando utilizar o MRPQuando a utilização procura de material é descontinua ou altamente instável durante o ciclonormal de operação de uma empresa. Esta situação é tipicamente classificada como produçãointermitente ou operação job shop, ao contrário de um processo continuo de produção oumesmo produção em série. Quando a procura de material depende diretamente da produçãode produtos acabados ou de outro inventário específico. O MRP pode ser visto comocomponente primário do planejamento da produção onde, a procura pelos componentes oumateriais depende da procura do produto final. Quando o departamento de compras e os seusfornecedores, bem como as próprias unidades de produção da empresa possuem aflexibilidade para satisfazer encomendas e entregas semanalmente. Vantagens do MRP
  • 3. Algumas das vantagens de um sistema MRPDiminuição dos estoquesControle Melhor da produção e das encomendasProcesso HierárquicoIntegração das várias áreas funcionaisEstrutura formal de dados e procedimentosSimulaçõesIntegração JIT/MRP Desvantagens do MRPComo os níveis de stock são estabelecidos ao mínimo possível, os materiais têm que sercomprados em quantidades pequenas e de uma forma mais freqüente, o que resulta numincremento dos custos de aquisição ou também conhecidos como custos de aprovisionamento.Maiores custos de transporte são causa efeito visto que, a empresa está menos apta adescontos de encomendas de grandes quantidades. A empresa tem que compararantecipadamente a redução nos seus custos de posse de material em stock face aos aumentosnos custos associados a encomendas freqüentes e de pequenas quantidades.Outra desvantagem do MRP é o potencial perigo duma redução ou mesmo paragem daprodução que pode aderir de fatores como problemas de entrega não previstos e escassez dematerial. A existência dum stock de segurança fornece à produção alguma proteção contraimprevistos. Como os stocks de segurança são reduzidos, este nível de proteção é perdido. Adesvantagem final do MRP é devido à utilização de pacotes de software standardizados que,podem ser difíceis de adaptar a situações específicas de produção de uma determinadaempresa. O software tem então que ser adaptado e modificado pela empresa de forma a queconsiga satisfazer as necessidades únicas de determinada situação. Estas desvantagenspodem ser facilmente eliminadas através de uma parametrização do software utilizado. Nelepodem ser definidos estoques de segurança e lotes mínimos de compra, que reduziriamdramaticamente os efeitos citados acima. Aplicação de um Sistema MRPIIA implementação de um sistema MRP II não se constitui, no seu âmago, e na generalidade,uma tarefa inteligível, compreendendo, na maioria das vezes, um espaço temporal deaprendizagem que poderá alcançar os 24 meses. Os dados oficialmente reconhecidosdesignam uma taxa de êxito classe A de acordo com a classificação da consultora norte-americana Oliver Wright nas implementações de apenas 25%. Nesta etapa, a empresa estaráhabilitada a executar simulações do tipo what-if, sendo que o sistema MRP proporciona ummelhor entendimento das inter-relações estabelecidas em atividades como vendas, finanças,produção e suprimento. No entanto, para que uma empresa alcance este limiar, tem deprocurar subjugar diversos fatores críticos, os quais se constituem a partir de uma composiçãolimítrofe de aspectos técnicos e humanos, entre os quais.