Membrana plasmatica
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Membrana plasmatica

on

  • 3,733 views

 

Statistics

Views

Total Views
3,733
Views on SlideShare
3,733
Embed Views
0

Actions

Likes
2
Downloads
83
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Membrana plasmatica Membrana plasmatica Presentation Transcript

  • CITOLOGIA Transportes passivos através da Membrana Plasmática
    • Quando temperamos uma salada algumas horas antes de consumi-la, observamos que ela “murcha” e a quantidade de tempero no fundo da saladeira aumenta bastante.
    Por que isso acontece?
    • Antes de responder à questão, vamos conhecer um pouco sobre a estrutura responsável pela entrada e saída de substâncias na célula, a membrana plasmática.
    Membrana plasmática de uma célula animal.
    • Medindo entre 7 e 9 nm de espessura, a membrana plasmática é tão fina que só pode ser vista ao microscópio eletrônico. Ela possui uma camada dupla de fosfolipídios, entre as quais há moléculas de proteínas encaixadas ou embutidas. As duas camadas de lipídios são fluidas, permitindo que as moléculas mudem de posição; as proteínas ficam encaixadas em vários pontos, lembrando as peças de um mosaico. Fala-se, por isso, que a membrana é um mosaico fluido .
  • Veja o esquema: Assista a um vídeo sobre o mecanismo de funcionamento da membrana plasmática. http://www.youtube.com/watch?v=d3VWkN0IyVw
    • A membrana plasmática é a principal responsável por manter a identidade química da célula; é ela quem controla constantemente o tipo de substância que entra ou sai. Os biólogos dizem, por causa disso, que ela tem permeabilidade seletiva. Permeável , já que substâncias podem atravessá-la; seletiva , porque “decide” o que entra e o que sai.
  • A MEMBRANA E OS TIPOS DE TRANSPORTE Processo Condição Exemplos Através da membrana Transporte passivo Difusão simples e osmose Existir uma diferença (um gradiente) de concentração; a célula não gasta energia. O 2 , CO 2 , substâncias solúveis em lipídios; água. Difusão facilitada Existir uma diferença de concentração e uma proteína carregadora; a célula não gasta energia. Açúcares simples e aminoácidos Transporte ativo Existir uma proteína carregadora e haver gasto de energia por parte da célula. Pode ocorrer contra o gradiente de concentração. Açúcares simples; aminoácidos; íons, como Na + e K + . Por envolvimento e captura pela membrana (endocitose e exocitose) Endocitose Pinocitose (partículas líquidas) Formação de vesículas e gasto de energia. Macromoléculas; gotículas de lipídios. Fagocitose (partículas sólidas) Formação de vesículas e gasto de energia. Vírus; células estranhas, como bactérias; restos de estruturas celulares.
  • TRANSPORTE PASSIVO
    • 1. DIFUSÃO SIMPLES
    • É um processo de movimento das partículas que ocorre numa solução ou num meio gasoso. Nesse fenômeno, as partículas tendem a mover-se da área de maior concentração para a de menor concentração, até que as concentrações se igualem.
    • Exemplo: A entrada de oxigênio na célula (mais concentrado do lado de fora) e a saída de gás carbônico (mais concentrado do lado de dentro).
    • 2. DIFUSÃO FACILITADA
    • É a passagem de substâncias não-lipossolúveis pela membrana da célula com a ajuda de proteínas. Esse transporte acontece com a glicose e, principalmente com íons, que, por causa da carga elétrica, atravessam com dificuldade a camada lipídica.
  • Faça a simulação: http://rived.mec.gov.br/atividades/biologia/transporte_passivo_membrana_plasmatica/
    • 3. OSMOSE
    • É a passagem de água, através de uma membrana semipermeável, do local de menor concentração de soluto (hipotônico) para o local de maior concentração (hipertônico) , para que ambas as soluções fiquem com a mesma concentração (isotônicas).
    • Observe o esquema:
    • Colocando-se uma célula em meio hipertônico ,esta perde água por osmose, tornando-se murcha.
    É POR ISSO QUE A SALADA TEMPERADA COM ANTECEDÊNCIA FICA MURCHA! O TEMPERO (MEIO HIPERTÔNICO) “PUXA” A ÁGUA DAS VERDURAS (MEIO HIPOTÔNICO), QUE “ MURCHAM”!!!
    • Em meio hipotônico , a célula absorve água por osmose, tornando-se túrgida (saturada de água).
    • Em solução isotônica , a célula não ganha nem perde água, permanecendo com o aspecto normal.
    • As consequências da osmose numa célula vegetal são diferentes das que ocorrem numa célula animal.
    • Observe o esquema:
  • Simulação: http://rived.mec.gov.br/atividades/biologia/transporte_passivo_membrana_plasmatica/