Possibilidades DidáTico PedagóGicas De UtilizaçãO De Av As
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Possibilidades DidáTico PedagóGicas De UtilizaçãO De Av As

on

  • 3,804 views

 

Statistics

Views

Total Views
3,804
Views on SlideShare
3,797
Embed Views
7

Actions

Likes
1
Downloads
48
Comments
0

1 Embed 7

http://www.slideshare.net 7

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Possibilidades DidáTico PedagóGicas De UtilizaçãO De Av As Possibilidades DidáTico PedagóGicas De UtilizaçãO De Av As Presentation Transcript

  • Possibilidades Didático-pedagógicas de utilização de AVAs Jucimara Roesler Universidade do Sul de Santa Catarina - UNISUL
  • Desenho Pedagógico
    • Conjunto de ações relativas ao planejamento, execução e avaliação do processo de ensino-aprendizagem e constitui a gestão da aprendizagem de um projeto de EaD.
    • Na concepção do desenho pedagógico a equipe gestora visa a garantir a oferta de formação sintonizada com os contextos social, econômico e cultural e, também, com um processo de ensino-aprendizagem adequado aos interesses, expectativas e necessidades dos estudantes
    • Define:
        • objetivos educacionais
        • concepção curricular
        • mídias educativas e de comunicação
        • concepção e execução dos materiais didáticos
        • metodologia de ensino e dinâmica do atendimento tutorial.
  • Gestão da aprendizagem Desenho pedagógico Produção de material didático Secretaria acadêmica Definição dos objetivos educacionais Arquitetura de distribuição do conteúdo Modelo de interação Sistema de avaliação da aprendizagem Montagem, coordenação e acompanhamento da equipe de produção Cronograma de produção Distribuição Logística Avaliação Definição de papéis, atribuições e procedimentos Montagem e coordenação da equipe Escolha dos recursos de comunicação Horário de atendimento Suporte técnico Sistema tutorial Matrícula Registro acadêmico Expedição de documentos Certificação
  • Desenho pedagógico e as TIC
    • Viabilizam a relação entre estudantes e os temas a serem estudados e debatidos, uma vez que fornece a estrutura para diferentes concepções arquiteturais de distribuição dos conteúdos
    • O material didático on-line reflete estratégias de criação, de diálogo e de co-autoria dos estudantes em processos colaborativos a partir do DP.
    • São três os elementos determinantes do desenho pedagógico de um curso a distância: a concepção de aprendizagem e da avaliação, os materiais didáticos e os dispositivos de comunicação.
    • Desenhos pedagógicos com baixa interatividade e que concebem o conhecimento como algo a repassar ignoram as potencialidades disponibilizadas pelas atuais tecnologias.
  • O desenho pedagógico e os materiais didáticos on-line
    • Podem apresentar:
        • caráter mediador;
        • suportes para os conteúdos,
        • fonte de orientação da trajetória dos estudantes, e
        • ponto de apoio para pesquisas e projetos.
    • Compostos de:
        • Dispositivos de comunicação
        • Dispositivos de gestão pedagógica
  • O desenho pedagógico e os materiais didáticos on-line
    • O DP prevê ações que possibilitem aos estudantes o alcance dos objetivos educacionais, aquisição das habilidades e competências requeridas à sua formação profissional e de cidadão crítico, para isso, comporta estratégias que proporcionem abordagem ampla e crítica dos conteúdos.
    • O designer instrucional planeja e executa ações ligadas à arquitetura de distribuição dos conteúdos, definição de estratégias de redação, concepção pedagógica de ambientes on-line , estética dos AVA, avaliação de aprendizagem e cronograma de estudo.
    • Através da arquitetura de distribuição do conteúdo, da organização e da apresentação do conteúdo o estudante se depara com um roteiro de estudos que sistematiza o conhecimento de forma a proporcionar aprendizagem.
  • Dispositivos de Comunicação
    • Salas de Bate-papo
    • Fóruns de Discussão
    • Correio eletrônico
  • Salas de bate-papo
      • dinamiza a comunicação de modo mais informal entre professores e alunos, e estes entre si;
      • amplia os espaços de participação, socialização e discussão sobre os conteúdos da disciplina;
      • possibilita resolver dúvidas em tempo real na elaboração de trabalhos individuais ou em grupo;
      • possibilita a utilização por parte dos alunos para organizar-se na realização de atividades conjuntas;
      • serve de mecanismo para lançar perguntas, tanto pelo professor quanto pelos alunos;
      • permite avaliar as intervenções dos alunos conectados no momento, e;
      • pode ser um instrumento utilizado para proporcionar a afetividade, familiarização e aproximação dos agentes do processo educativo.
  • Fóruns de Discussão
    • Permite que alunos e professores possam administrar a participação conforme a conveniência de sua agenda pessoal;
    • o mediador mantêm ativa a discussão e intervêm de forma criativa para que o grupo sinta-se estimulado a continuar o debate;
    • possibilita a eliminação de encontros presenciais para debater/socializar um conteúdo;
    • possibilita o desenvolvimento da consciência coletiva e o sentimento de pertencimento a um grupo;
    • o aluno pode assumir o papel de mediador e assim desenvolver habilidade de líder.
  • Correio eletrônico
    • Possibilita o envio de textos, imagens, links , informações de ordem administrativa, acadêmica e pedagógica;
    • a assincronia deste recurso permite a flexibilidade da comunicação na medida em que as mensagens podem ser armazenadas, recuperadas, modificadas e reenviadas;
    • facilita a organização dos grupos de alunos e a resolução de problemas.
  • Dispositivos de gestão pedagógica
    • Ajuda: é um tutorial do AVA que possibilita resolver pequenas dúvidas de acesso e de usabilidade dos recursos disponíveis;
    • Mural: espaço para disponibilizar informações de ordem geral relativas a Comunidade Virtual de Aprendizagem da qual o aluno faz parte;
    • Perfil ou Apresentação: com esse recurso disponibiliza-se dados pessoais e profissionais como objetivo de aproximar os envolvidos na Comunidade Virtual de Aprendizagem.
    • Calendário acadêmico: é um instrumento de organização das atividades letivas. Aqui estão definidos prazos de início e fim da disciplina, datas de encontros presenciais, datas de envio das atividades a distância, entre outros;
  • Dispositivos de gestão pedagógica
    • Dúvidas Mais Freqüentes: é um espaço destinado à consulta e envio de dúvidas e publicação daquelas que apresentam caráter relevante para toda a turma ou se mostrem com freqüência;
    • Suporte: espaço que permite ao aluno entrar em contato com monitores para dirimir dúvidas de caráter técnico- informáticas;
    • Midiateca ou Weblioteca: por meio desse recurso o professor poderá disponibilizar textos, links , artigos e indicar filmes ou outros recursos audiovisuais.
  • Textos auxiliares Redação de recorrência Chamadas de reflexão Estratégias de linguagem Seleção de Conteúdo Estratégias de organização Estratégias hipertextuais Estratégias cooperativas Estratégias De avaliação Diálogo simulado Interpretação Adequação Entrada Desenvolvimento Encerramento Texto impresso Projetos Estudo de caso Fórum de discussão Bate-papo Lista de discussão Pesquisa coletiva Wikis Blogs Da aprendizagem Imagens Figuras Leituras Músicas Audiovisuais Texto on- line Hipertextos Hipermídia Roteiro de navegação Do material didático Auto-avaliação Presencial à distância Pré-teste Pós-teste Estratégias de Redação Ementa Carga Horária Objetivos de aprendizagem Projeto do Curso
  • Estratégias de Redação
    • A linguagem, a organização do texto, o hipertexto, a cooperação e avaliação são estratégias de redação constituídas por:
      • adequação da linguagem;
      • seleção das imagens;
      • indicação de bibliografia,
      • webliografia,
      • audições e audiovisuais;
      • indicação de textos auxiliares;
      • utilização dos dispositivos de comunicação síncronas e assíncronas;
      • desenvolvimento de projetos e/ou estudos de caso,
      • construção de roteiro de navegação e, atividades de avaliação e de auto-avaliação da aprendizagem e do material didático.
  • Estratégias de organização do texto
    • O texto pode ser dividido em capítulos, unidades ou seções;
    • Algumas estratégias propostas por Gutierrez e Prieto (1994) podem auxiliar o autor a conceber e arquitetar seu texto on-line:
    • Estratégias de entrada são utilizadas para chamar a atenção sobre o conteúdo abordado, oferecendo um ponto de partida para o diálogo que se começa a construir. Elas demonstram a intenção pedagógica e as possibilidades de interação com o conteúdo.
    • As estratégias de desenvolvimento possibilitam a relação permanente com a realidade dos alunos garantindo a pertinência, a atualidade e a aplicabilidade dos conteúdos.
    • As estratégias de encerramento possibilitam recuperar a discussão inicial do texto, a indicação de projeções para o futuro, o levantamento de questões para reflexão e elaboração de resumos ou o estabelecimento de relações com outros assuntos já estudados
  • Estratégias hipertextuais
    • Diferentes percursos podem ser construídos a partir dos links disponíveis na web disponibilizados aos estudantes. A estética pode ser explorada de forma
    • O roteiro consiste em organizar o conteúdo estabelecendo as diversas conexões internas, próprias do conteúdo, com o ambiente e com a rede.
    • Cuidado com a estruturação dos links na arquitetura de distribuição dos conteúdos de forma que os alunos não se percam na navegação.
    • A importância da utilização dessas estratégias reside, também, na possibilidade de ligação com conhecimentos anteriores e conhecimentos posteriores.
    • O aspecto estético pode ser muito bem explorado, porém uso abusivo de recursos visuais tende a desviar a atenção do objetivo da aprendizagem.
    • A escolha de cores, figuras, desenhos e tipos de letras são integrantes das estratégias de desenvolvimento do tema de estudo
  • Estratégias hipertextuais
    • É importante frisar que os textos escritos serão lidos na tela do computador, o que solicita que sejam objetivos, sem excesso de informações.
    • Ao propor atividades a serem desenvolvidas no AVA é importante orientar os alunos sobre os objetivos que se deseja alcançar e como proceder para a sua realização.
    • As atividades devem ser planejadas de forma a aproveitar as potencialidades do acesso ao material de forma on-line , que suplantam o mero acesso à informação, permitindo a interatividade.
  • A utilização de imagens e figuras
    • Imagens e figuras, retratam, ilustram, organizam e explicam o conteúdo de forma sintética.
    • Podem desempenhar funções explicativas, organizativas do conteúdo, de esclarecimento de relações causais entre grandezas ou de relações entre elementos e conceitos.
    • Imagens e figuras com função organizativa são representadas pelos gráficos, diagramas, esquemas, tabelas e mapas.
    • As explicativas apresentam argumentos, legendas, identificação de partes, de funções e de movimentos.
    • O autor precisa reconhecer sua função para eleger a que melhor se adapte aos seus objetivos, uma vez que a relação texto-figura precisa ser inequívoca, explícita e de fácil compreensão.
  • Estratégias Cooperativas
    • A compreensão da avaliação, como estratégia cooperativa, suplanta a mera mensuração e verificabilidade da aprendizagem;
    • O trabalho com projetos, estudo de caso, fóruns de discussão, bate-papo, pesquisas em grupo, publicação em wikis , construção de weblogs, videologs, fotologs, são estratégias que viabilizam a cooperação.
    • O trabalho com projetos permite que o conhecimento seja construído a partir de situações baseadas nas descobertas dos alunos
    • A utilização de estudo de casos permite envolver assuntos de várias áreas de conhecimento, tanto no que concerne a conteúdos de disciplinas isoladas, como no que se refere às interligadas
    • A utilização de um fórum de discussão é uma excelente estratégia para manter um espaço aberto para análises, confrontação de idéias ou para gerar novas discussões.
    • O bate-papo é uma ferramenta que pode ser utilizada com o intuito de promover um seminário on-line ou um debate.
  • Estratégias Cooperativas
    • A lista de discussão proporciona o debate de assuntos de interesse comum, podendo ser utilizada como canal de comunicação ou avaliação de um conteúdo.
    • A pesquisa em grupo é uma estratégia muito interessante para promover a investigação e a socialização entre os alunos, uma vez que pode servir de arcabouço para uma discussão coletiva, como forma de aprofundar determinado conteúdo e ainda, compor um texto ou relatório
    • O wiki é um programa de edição e publicação de páginas na Internet que permite a construção de textos coletivos. Ou seja, a partir dos comandos próprios da linguagem wiki é possível aplicar os fundamentos da interatividade, participação-intervenção, a bidirecionalidade-hibridação e a permutabilidade-potencialidade, propostos por Silva (2000).
    • O weblog , ou simplesmente blog , é uma ferramenta de comunicação assíncrona que permite a criação, atualização e publicação de conteúdos dinâmicos na Internet
    • Ao elaborar as atividades cooperativas momentos de socialização, de trocas de experiência, de desenvolvimento ou aquisição de estratégias cognitivas e afetivas são lançada no CVA .
  • Estratégias de Avaliação
    • A avaliação on-line está diretamente ligada à participação em fóruns, bate-papos, listas de discussão e demais atividades que remetem às produções e publicações em um AVA.
    • A avaliação precisa levar em consideração, além da execução da tarefa solicitada, o número e a qualidade de intervenções, o grau de contribuição dos estudantes e sua capacidade de gerar novas discussões, ou seja, co-autoria no conhecimento produzido.
    • A comunicação assíncrona permite a reflexão e fundamentação da resposta antes que seja postada. Na comunicação síncrona, o tempo de reflexão é menor, já que as intervenções são realizadas ‘no calor da hora’. Por isso, ao iniciar a atividade avaliativa os objetivos, as regras, as atitudes e os procedimentos de participação servem como ‘guia de etiqueta’ para o grupo.
    • Muito obrigada!
    • [email_address]