Your SlideShare is downloading. ×
Reino Animal e seus Filos
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Reino Animal e seus Filos

5,458
views

Published on

Published in: Education

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
5,458
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
33
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. CENTRO EDUCACIONAL SESI - 1092ºA – ENSINO MÉDIOLeonardo RonneTrabalho Destinado a Disciplina de BiologiaReino Animal e seus FilosFranca, 04 de Março de 2011
  • 2. 1. IntroduçãoHá uma quantidade enorme de seres vivos, dos mais diferentes tipos. Sãoconhecidas mais de um milhão e meio de espécies de organismos. O filósofo gregoAristóteles foi um dos primeiros a tentar elaborar uma classificação cientifica dosseres vivos. Ele separou os organismos em plantas e animais. Classificou as plantasem árvores, arbustos e ervas; e os animais em aquáticos, aéreos e terrestres.Aristóteles baseou sua classificação em características como o tamanho e o hábitatdesses seres.Borboletas e pássaros foram classificados como animais aéreos, embora asborboletas sejam insetos e os pássaros, aves, não possuindo qualquer característicaem comum, exceto o fato de poderem voar. Era preciso, portanto, criar umaclassificação natural, que dividisse os seres de acordo com suas característicasfísicas e de parentesco.Foi então, que no século XVIII, Lineu criou um sistema de classificação para asplantas e para os animais. A partir de cuidadosas observações, dividiu as plantas deacordo com seus órgãos sexuais; e os animais, deu um nome genérico (querepresenta o grupo ao qual o ser pertence), seguido de um nome próprio,classificou-os em gêneros, classes e ordens.
  • 3. 2. Reino Animalia/MetazoaEsse reino inclui organismos eucariontes, pluricelulares, heterotróficos e comcélulas organizadas em tecidos. Algumas características foram sendo selecionadasdurante o processo evolutivo desses seres. Suas principais características:possuem um ativo metabolismo, organização centralizada, meio interno constante,sistema de excreção, crescimento diferencial e diferenciação de camadas nodesenvolvimento dos embriões.2.1. Porifera (Poríferos ou esponjas)São animais aquáticos, na grande maioria marinhos, conhecidos comumentecomo esponjas, tem o corpo dotado de poros pelos quais entram água, alimento eoxigênio. No interior da esponja existe uma cavidade denominada átrio e na partesuperior há uma abertura, o ósculo, por onde a água sai, motivo pelo qual asesponjas são denominadas animais filtradores.Divididas em três classes, Calcárias (possuem esqueleto formado por espículascalcárias), Demospôngias (esponjas sem esqueleto), Hexactinelídeas (esponjascujo esqueleto é formado por espículas silicosas formando redes continua).Características Gerais: Animais muito primitivos, conhecidos por esponjas, quevivem em água salgada ou doce.Algumas Espécies: Esponjas em geral.2.2. Celenterata (Celenterados)Reúne cerca de 11 mil espécies, todas aquática, são animais em que seuembrião possui apenas duas camadas. Podem aparecer sob duas formas,Medusas(“animais fixos”) ou Pólipos(“animais livres”). O corpo dos celenteradospossui uma única abertura - a boca. Essa abertura fica em contato com umacavidade denominada cavidade digestória.
  • 4. Cada cnidócito possui uma cápsula - o nematocisto - que abriga em seu interiorum tubo filamentoso enovelado, portador de um líquido urticante. O nematocistocontém ainda um cílio sensorial que atua como um "gatilho": ao ser tocado, onematocisto "dispara" o filamento urticante e injeta o veneno no corpo de presas oude predadores, por exemplo, podendo causar-lhes sérios ferimentos e até mesmo amorte.Apresentam três classes, Hidrozoários (celenterados nos quais a fase pólipo épredominante), Antozoários (sem fase livre, não possuem medusas, apenaspólipos), Cifozoários (celenterados nos quais a fase medusoide é predominante)Características Gerais: Animais aquáticos que possuem corpos gelatinosos,alguns em forma de flor "anémonas", ou esqueletos calcários, "corais". O nomerefere-se a substância urticante libertada por estes animais, no ato de defesa.Algumas Espécies: Aguas-vivas, anêmonas e corais.2.3. Plathmynthes (Platelmintos)São animais de corpo achatado e com pouca espessura, podendo ser de vidalivre ou parasitária. Medindo desde alguns milímetros até metros de comprimento, osplatelmintos possuem tubo digestório incompleto, ou seja, têm apenas uma abertura- a boca-, por onde ingerem alimentos e eliminam as fezes. Alguns nem tubodigestório têm e vivem adaptados à vida parasitária, absorvendo, através da pele, oalimento previamente digerido pelo organismo hospedeiro.São divididos em três classes, Cestódios (habitam principalmente o tubodigestivo dos vertebrados), Trematódios (podem ser tanto parasitas internos quantoexternos) e Turbelários (os de “vida livre”).Características Gerais: Corpo com simetria bilateral, sem esqueleto ou comesqueleto externo, sem segmentação ou apenas segmentação externa e corpoachatado, em forma de folha ou de fita. Muitos são parasitas.Algumas Espécies: Tênias e solitárias.
  • 5. 2.4. Annelida (Anelídeos)Animais de corpo alongado, cilíndrico e segmentado, possuem revestimento decutícula, que pode apresentar-se de forma filamentosa, como, por exemplo, cerdas,que auxiliam na sua locomoção, são vermes anelados, animais cujo corpo se divideem anéis ou segmentos.Divido em três classes, Oligoquetos (anelídeos com formas certas), Poliquetos(anelídeos que possuem muitas cerdas) e Miruolíneos (quase todas as espéciessem cerdas).Características Gerais: Animais que têm o corpo formado por anéis repetidos.Algumas Espécies: Minhocas e Sanguessugas.2.5. Mollusca (Moluscos)São animais de corpo mole, viscoso e formado por três regiões: cabeça, pé emassa visceral. A Maioria tem vida marinha, havendo espécies de água doce eterrestre. A maioria dos moluscos possui concha calcária que dá sustentação àmassa corporal, atuando como esqueleto. Há quatro classes de moluscos maisconhecidas:Gastópodes: apresentam ventre achatado, servindo de pé, e cabeça bemdesenvolvida com tentáculos sensoriais e olhos.Pelecípodes: apresentam concha com duas valvas articuladas e pés afiados(usados para cavar) em forma de machado, a cabeça é muito reduzida, sem olhosnem tentáculos.Escafópodes: moluscos com concha única em formato de dente de elefante,aberto nas duas extremidades, são marinhos e vivem enterrados na areiacapturando plâncton, com auxilio de tentáculos muito finos e delicados que existemperto da boca.
  • 6. Cefalópodes: possuem um sistema nervoso bem desenvolvido, olhossemelhantes aos dos vertebrados e pés desenvolvidos, transformados em oito oudez tentáculos com ventosas.Características Gerais: Animais de corpo mole, muitos deles dotados deconchas calcárias.Algumas Espécies: Mexilhões, Ostras, Lulas e Polvos.2.6. Arthropoda (Artrópodes)São os únicos animais invertebrados com órgãos locomotores articulados,possuem corpo protegido por exoesqueleto rígido de quitina, tubo digestivo completoe o corpo organizado em segmentos. Compreende 5 classes:Insetos: apresentam o corpo dividido em cabeça, tórax e abdome separados.Possuem três pares de patas, um par de antenas e um par de mandíbulas.Crustáceos: animais com o corpo revestido por crosta quitinosa, frequentementeimpregnada por sais de cálcio. O corpo é dividido em cefalotórax e abdome,possuindo dois pares de antenas, cinco ou mais pares de patas e respiraçãobranquial.Aracnídeos: apresentam o corpo divido em cefalotórax e abdome, quatro paresde patas, ausência de antenas, possuem quelíceras e padipalpos. Artrópodestipicamente terrestres.Quilópodes: possuem cabeça pequena, um par de antenas, tronco alongado esem diferenciação entre tórax a abdome. O corpo é cilíndrico e segmentado, cadasegmento apresenta um par de patas.Diplópodes: possuem dois pares de patas em cada anel, o corpo longo divididoem cabeça e tronco. Não são peçonhentos, sendo herbívoros ou detritívoros.Características Gerais: animais que possuem apêndices articulados. Corpocom simetria bilateral; corpo formado por vários anéis distintos, visíveisexternamente. Corpo revestido por exosqueleto endurecido (quitinoso), sujeito amudas periódicas.
  • 7. Algumas Espécies: Aranhas, caranguejo, lacraias e baratas.2.7. Echinodermata (Equinodermes)São animais marinhos, dotados de esqueleto interno calcário comproeminências, que fazem relevo abaixo da pele, formando espinhos. Apresentamtubos por onde circula a água do mar: sistema ambulacrário.Dividido em 5 classes, Asteróides (corpo achatado, do qual partem de cinco acinquenta braços), Equinóides (corpo circular, não possuem braços mas um grandenúmero de espinhos), Ofiuróides (o corpo apresenta um disco central nitidamenteseparado dos cinco braços), Holoturóides (possuem corpo alongado com algunspequenos tentáculos ao redor da boca), Crinóides (tem o corpo em forma de taça,com cinco braços ramificados que lembram plumas).Características Gerais: animais que possuem espinhos na pele, formados porcarbonato de cálcio. Corpo com simetria radiada, com sistema ambulacrário, comum endosqueleto composto por placas calcárias nas quais, muitas vezes, seinserem espinhos.Algumas Espécies: Estrelas-do-mar, Holotúrias, Crinóides, Ofiúros e Ouriços-do-mar.2.8. Nemathelmynthes (Asquelmintos)Animais de corpo cilíndrico alongado, afilado nas extremidades, sem segmentos.São os primeiros seres a apresentar sistema digestivo completo.Características Gerais: Corpo com simetria bilateral, sem esqueleto ou comesqueleto externo, sem segmentação ou apenas segmentação externa e corpo nãoachatado, em geral de forma cilíndrica, afilado nas duas extremidades. Animais devida livre ou parasitas.Algumas Espécies: Lombrigas e Vermes do Amarelão.
  • 8. 2.9. Chordata (Cordados)As características fundamentais desses animais são a presença de fendasbranquiais na faringe, sistema nervoso dorsal e notocorda, estrutura fibrosa desustentação. Compreende três subfilos:• Urochordata: animais marinhos com forma de saco, a maioria vive fixadanas roxas. O corpo é protegido pro uma espécie de túnica, motivo peloqual são conhecidos como tunicados.• Cephalorchordata: animais marinhos semelhantes a pequenos peixesafilados, um exemplo é o anfioxo, que vive enterrado na areia das praias.• Vertebrata: animais com sistema esquelético constituído pro colunavertebral (formada por vértebras), sistema muscular com três tipos detecidos e sistema tegumentar formado por duas camadas: epiderme ederme. As classes mais importantes desse subfilo são:Peixes: Vertebrados aquáticos.Anfíbios: Animais com fases de vida aquática e outra terrestre.Répteis: Seres vertebrados terrestres, ovíparos, cujo corpo é revestidopor escamas córneas, membros locomotores situados no mesmo plano docorpo e de respiração estritamente pulmonar.Aves: São animais vertebrados e homeotérmicos, cuja principalcaracterística é a presença de pena. São bípedes pela transformação dosmembros anteriores em asas, o que lhes geram a capacidade de voar.Mamíferos: Animais que possuem glândula mamárias para o aleitamentode filhotes; as fêmeas apresentam útero, permitindo a viviparidade; seudesenvolvimento interno dá-se com o auxílio de placenta; tem coraçãocom 4 cavidades.
  • 9. Características Gerais: Corpo com simetria bilateral, com corda dorsal, pelomenos nos primeiros tempos de vida, podendo nas formas mais evoluídas sersubstituída pela coluna vertebral; sistema nervoso central situado dorsalmente; parteanterior do tubo digestivo transformada e adaptada às trocas gasosas; sistemacirculatório fechado; coração em posição ventral.Algumas Espécies: Baleias, Cobras, Sapos, Tubarões e Papagaios.3. ConclusãoO homem sempre se preocupou em classificar os seres vivos, distinguindo osque lhe eram úteis daqueles que eram nocivos e perigosos. Aristóteles foi um dosprimeiros a tentar classificar esses seres vivos em diferentes grupos, ele baseou suaclassificação em tamanhos e características de cada animal. E a partir disso, Lineutambém fez sua classificação, bem mais aprimorada.Pode ser meio bobo classificar animais em famílias, reinos e ordens, mas issoajuda bastante a comunidade científica, por exemplo, para que aleluias não fique nomesmo grupo das aves ou para coisas mais avançadas, como, classificar um graude parentesco evolutivo com outras espécies até então extintas.
  • 10. 4. Referências SILVA, R. Viegas da. "Reinos da Natureza". Acessado em: 20/11/11.Disponivel em: http://reinosdanatureza.com/ AMABIS, Martho e MIZUGUCHI. Biologia, vol. 1. Editora Moderna, SãoPaulo. ASIMOV, Isaac. “Gênios da Humanidade”. Bloch Editores, Rio de Janeiro. GOWDAK, Demétrio, MATTOS, Neide S. Biologia. FTD, São Paulo, 1991.