• Like
Revolução Puritana
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
8,939
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5

Actions

Shares
Downloads
67
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Formação dos Estados Nacionais Com o fracasso das tentativas de unificação européia empreendidas pela Igreja durante a Idade Média e a instabilidade vivida, os Estados europeus tenderam a se centralizar em torno do rei. Este, aos poucos, assume características de um monarca absolutista, originando os Estados modernos da Europa ocidental. Apenas o Sacro Império Germânico e a Itália não trilharam esse caminho, permanecendo fragmentados.
  • 2. Características dos Estados Nacionais Modernos Aliança entre a Burguesia e o Rei. Delimitação de fronteiras Moeda Única Unificação dos impostos Formação de um exército permanente e nacional Concentração de poderes nas mãos dos reis(Absolutismo Monárquico) Manutenção dos privilégios da nobreza Formação de um corpo burocrático Unificação de pesos e medidas Imposição da justiça real
  • 3. Absolutismo Monárquico A principal característica do Absolutismo é a máxima concentração de poderes nas mãos dos reis. Os Estados em consolidação deveriam ser guiados por homens com amplos poderes, capazes de manter o controle sob uma sociedade em transformação e promover o progresso.
  • 4. Revoluções Inglesas Revolução Puritana - movimento político, militar e religioso que destruiu o absolutismo na Inglaterra. Antecedentes/causas - Atritos entre os reis (dinastia STUART) e o parlamento. Cavaleiros - partidários do Rei X Cabeças Redondas - defensores do Parlamento.
  • 5. Jaime I (1603 – 1625) Apoio ao rei: senhores feudais, igreja anglicana e alta burguesia. Apoio ao parlamento: pequena e média burguesia (nobreza mercantil) e puritanos (calvinistas ingleses). Perseguições a católicos e puritanos. Aumento de impostos. Dissolução do parlamento (1614 – 1622). JAIME I
  • 6. Carlos I (1625 – 1649) Apesar de jurar o “Bill of Rights” (Petição dos Direitos), o rei novamente aumenta os impostos e fecha o parlamento. Tentativa de impor o anglicanismo na Escócia (revolta). Guerra Civil (1642 – 1649): Puritanos vencem e Carlos I é decapitado CARLOS I
  • 7. A República de Cromwell (1649 – 1660) Ditadura pró-burguesia puritana (calvinista) Criação dos Atos de Navegação (1650) – somente navios ingleses transportariam mercadorias inglesas ou de outros países para a Inglaterra. Em caso de venda para a Inglaterra só navios do país de origem do produto estariam autorizados a entrar na Inglaterra Oliver Cromwell nomeia-se Lorde Protetor da Inglaterra (1653). Após a morte de Oliver (1658), seu filho, Ricardo Cromwell assume o poder, porém, sem a habilidade e carisma do pai, enfrenta nova guerra civil no país, que acaba com a sua derrota e recoloca os monarquistas no poder.
  • 8. Jaime II (1683 – 1688) Católico. Tentativa de restabelecer o absolutismo. Apoiado por Luís XIV (FRA). Parlamento temeroso com a restituição do catolicismo oferece a coroa a Guilherme de Orange (HOL), casado com Maria Stuart, filha mais velha de Jaime II. Em troca, pedia o parlamento livre e a manutenção do anglicanismo. GUILHERME DE ORANGE
  • 9. A Revolução Gloriosa (1688) Revolução burguesa. 1689: Guilherme de Orange acata ao Bill of Rights (Declaração dos Direitos). Parlamento decidiria sobre impostos, garantia a propriedade privada, as liberdades individuais e divide o poder. Fim do absolutismo na Inglaterra. Burguesia assume o poder por meio do parlamento (Monarquia Parlamentar). Rei reina, mas não governa. Implantação do liberalismo.