Fatores climato botânicos

6,998 views

Published on

Fatores que influenciam o clima, mais todos os tipos de clima e de vegetação, no Brasil e no mundo.

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
6,998
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
43
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Fatores climato botânicos

  1. 1. Professor Leider Lincoln da Silva Só LATITUDEÉ possível observar que quanto mais distante do Equador, menor é o ângulo de incidência da radiaçãovinda do sol (luz visível + ultravioleta) na superfície e, portanto, menos energia um ponto na superfície,nesta latitude, recebe. Como a energia solar é convertida em calor pela atmosfera, quanto menos houver,menos calor será produzida. ALTITUDENós vimos que é a atmosfera (ar atmosférico) que converte em calor a radiação solar, transformado a luzvisível e o luz ultravioleta que recebe do sol em radiação infravermelha, a qual sentimos como calor.Nesse sentido, quanto menos ar atmosférico (não só os gases, mas as nuvens, particulado, aerossóis)
  2. 2. houver, menos calor será produzido. É por isso que só cai geada quando o ar está bem limpo: é pór quesem particulado, menos calor é produzido e portanto, mais frio é. ALBEDOAlbedo é a energia solar refletida de volta para a atmosfera. Funciona assim: quanto mais energia érefletida e (maior o albedo) menos energia é absorvida e convertida em infravermelho (calor). Destaforma, quanto menor o albedo, menos energia é refletida (ou seja, mais energia é transformada eminfravermelho), de modo que mais calor é produzido. MARITIMIDADE / CONTINENTALIDADEJá vimos que quanto menos material existe na atmosfera, mais dificuldade ela tem de se aquecer ouresfriar. Dentre estes materiais, o que apresenta o comportamento mais extraordinário é a água. A águatem uma grande capacidade de absorver calor (é por isso que suamos: para perder calor mais rápido e demaneira mais eficiente) e, uma vez aquecida, retém o calor por mais tempo (é este o princípio do ferro a
  3. 3. vapor, por exemplo). Evidentemente o mar libera uma grande quantidade de umidade. Assim, de dia, elarouba calor do continente, impedindo o clima de se aquecer muito e a noite, a umidade libera calor para ocontinente, impedindo-o de se resfriar muito; isso reduz e muito a amplitude térmica. É a maritimidade.Já nas áreas mais distantes do litoral, dá se o inverso: não havendo umidade no ar, ele se aquece maisdurante o dia e se resfria mais durante a noite, ampliando muito a amplitude térmica: isso é acontinentalidade. Vimos portanto que a maritimidade é a redução da amplitude térmica em função daproximidade com o oceano enquanto a continentalidade diz respeito ao aumento da amplitude térmica emfunção da ausência de uma grande massa de água que amenize a temperatura.. MASSAS DE ARAs massas de ar são o elemento mais importante para a determinação de um clima. Elas levam ascondições de calor e umidade de onde se formaram para as regiões aonde vão, distribuindo assim o calorgerado desigualmente na superfície da Terra.As massas de ar têm uma nomenclatura bem específica: seus símbolos sempre começam com um mminúsculo; em seguida as classifica quanto à origem, na segunda letra que é sempre maiúscula: P(polares, frias); T (tropicais, quentes) ou; E (equatoriais, quentes e frias) e a terceiras letra, que classificaas massas de ar quanto às características em: c (continentais) ou oceânicas (p, se vierem do oceanoPacífico; a, se vierem do oceano Atlântico e; i, se vierem do oceano Índico).As massas que atuam no Brasil são:
  4. 4. CORRENTES MARÍTIMASAs correntes marinhas agem da seguinte maneira: as correntes quentes, amenizam o clima e o tornamchuvoso já as correntes frias deixam os invernos rigorosos se a região for fria ou o clima árido, se a regiãofor quente. Repare que em torno de todas as correntes frias em áreas continentais mais quentes háformação de desertos. BARLAVENTO/SOTAVENTOBarlavento é a área que recebe os ventos úmidos que vêm do oceano e sotavento é a área para onde vão osventos depois de perderem sua umidade e fica do outro lado da montanha, na direção dos continentes. PS: mais sobre o esquema de circulação equatorial
  5. 5. CLIMAS FRIOSSão climas dominados por massas de ar polares e de um modo geral estão sob as células Polares.CLIMA POLAR, Deserto GlaxcialCLIMA SUBPOLARTundra ÁrticaCLIMA FRIO; Taiga, Floresta Boreal, Floresta de Coníferas ou Floresta Acicufoliada
  6. 6. CLIMA FRIO DE MONTANHA, Tundra Alpina CLIMAS TEMPERADOS (MESOTÉRMICOS)São climas em que atuam tanto massas de ar tropicais quanto polares, a depender da época do ano; de ummodo geral estão sob as células de Ferrel.CLIMA TEMPERADO OCEÂNICO OU ÚMIDO ou CLIMA SUBTROPICAL ÚMIDO, com solosargilosos ou aluvionais; Floresta CaducifóliaCLIMA TEMPERADO CONTINENTAL com solos argilosos ou aluvionais ou FRIO OCEÂNICOFloresta Subcaduciólia
  7. 7. CLIMA TEMPERADO CONTINENTAL ou SUBTROPICAL ÚMIDO, com solos arenosos ou sílticos;PradariasCLIMA TEMPERADO SEMI-ÁRIDO; EstepeCLIMA MEDITERRÂNEOVegetação Mediterrânea
  8. 8. CLIMA SUBTROPICAL, Chile e Sul do Brasil; Floresta de AraucáriasCLIMA SUBTROPICAL ÚMIDO, restante do mundo CLIMAS QUENTESSão climas em que atuam massas de ar tropicais; de um modo geral estão sob as células de Hadley.CLIMA TROPICAL CONTINENTAL OU SUB-ÚMIDO; CLIMA MONÇÔNICO; Savana
  9. 9. CLIMA TROPICAL SEMI-ÁRIDO; Savana EstépicaCLIMA TROPICAL SEMI-DESÉRTICO; Estepe Semi-desérticaCLIMA TROPICAL ÁRIDO; Deserto
  10. 10. CLIMA EQUATORIAL, TROPICAL ÚMIDO, TROPICAL OCEÂNICO, TROPICAL DE ALTITUDE;Floresta Latifoliada PerenifóliaCLIMA EQUATORIAL DE ALTITUDE ou TROPICAL/TEMPERADO/SUBTROPICALSUPERÚMIDOS; Mata Nebular
  11. 11. VEGETAÇÕES BRASILEIRAS TÍPICAS DOMÍNIO DA AMAZÔNIAFLORESTA AMAZÔNICA DE TERRA FIRMEFLORESTA AMAZÔNICA DE IGAPÓFLORESTA AMAZÔNICA DE VÁRZEA
  12. 12. CAMPINARANA DOMÍNIO DOS MARES DE MORROMATA ATLÂNTICAMATA NEBULAR
  13. 13. MANGUEZALRESTINGA DOMÍNIO DA CAATINGACAATINGA
  14. 14. DOMÍNIO DAS ARAUCÁRIASMATA DOS PINHAIS DOMÍNIOS DE TRANSIÇÃOPANTANAL MATO-GROSSENSEMATA DOS COCAIS, CARNAUBAIS
  15. 15. MATA DOS COCAIS, BABAÇUAIS FITOFISIONOMIAS DO CERRADOCAMPO CERRADOCAMPOS DE ALTITUDE
  16. 16. CERRADO TÍPICOCERRADÃOVEREDA
  17. 17. MATA CILIAR OU MATA GALERIADOMÍNIO DAS PRADARIAS

×